A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

C ONCEITOS B ÁSICOS Capital em Giro: PC + PNC + PL Capital de Giro: AC Capital Circulante Líquido (CCL) ou Capital de Giro Líquido (CGL): AC – PC = (PNC.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "C ONCEITOS B ÁSICOS Capital em Giro: PC + PNC + PL Capital de Giro: AC Capital Circulante Líquido (CCL) ou Capital de Giro Líquido (CGL): AC – PC = (PNC."— Transcrição da apresentação:

1 C ONCEITOS B ÁSICOS Capital em Giro: PC + PNC + PL Capital de Giro: AC Capital Circulante Líquido (CCL) ou Capital de Giro Líquido (CGL): AC – PC = (PNC + PL) – ANC Capital de Giro Próprio (CGP): PL – ANC 1

2 C ONCEITOS B ÁSICOS ATIVOPASSIVO e PL AC PC ANC PNC PL TOTAL TOTAL CCL = AC – PC = $ – $ = $ OU CGL = (PNC + PL) – ANC = ($ $ ) – $ = $

3 C ONCEITOS B ÁSICOS AC ANC PC PNC PL CCL > 0 AC ANC PC PNC PL CCL < 0 AC ANC PC PNC PL CCL = 0 3

4 C ONCEITOS B ÁSICOS Ciclos: Ciclo Operacional (CO) CO = PMRE + PMRV Em quePMRE = Prazo Médio de Rotação de Estoques PMRV = Prazo Médio de Recebimento das Vendas Ciclo de Caixa (CC) CC = PMRE + PMRV – PMP Em que PMP = Prazo Médio de Pagamento das Obrigações de Curto Prazo 4

5 C ONCEITOS B ÁSICOS Ciclo Operacional (79 dias) PMREPMRV 30 PMP Ciclo de Caixa (49 dias) Compra de matéria-prima a prazoVenda a crédito de produtos acabados Cobrança de duplicatas a receber Pagamento de duplicatas e outras contas 5

6 C ONCEITOS B ÁSICOS Prazos Médios: PMRE = 360 x (Estoque Médio/Custo); PMRV = 360 x (Média de DR/Receita Bruta); PMP = média ponderada dos prazos médios de pagamento das obrigações de curto prazo. 6

7 C ONCEITOS B ÁSICOS  Obrigações de Curto Prazo (PC):  Fornecedores PMPC= Prazo Médio de Pagamento das Compras = 360 x (Média de Fornecedores / Compras)  Salários;  Impostos; etc. 7

8 C ONCEITOS B ÁSICOS Passivo Circulante: Fornecedores= $ ,00 (PMPC = 45) Salários = $ ,00 (PMPS = 30) Prazo Médio de Pagamento (PMP): PMP = (0,6 x 45) + (0,4 x 30) PMP = = 39 dias Considerando PMRE ( 25 dias) e PMRV ( 30 dias): CO = PMRE + PMRV = 55 dias CC = CO – PMP = 16 dias 8

9 C ONCEITOS B ÁSICOS Principais componentes da Administração do Capital de Giro: Disponibilidades; Contas a Receber; Estoques. 9

10 C ONCEITOS B ÁSICOS Objetivo:  Ciclo de Caixa Medidas: Aumentar o giro do estoque; Acelerar o recebimento de duplicatas; Ampliar o período de pagamento de dívidas. Dilema: Risco X Retorno 10

11 C ONCEITOS B ÁSICOS Políticas de Investimento em Ativo Circulante: AgressivaMédiaConservadora AC $ $ $ ANC $ Total $ $ $ PC $ $ $ PNC $ $ $ PL $ $ $ Fonte: ASSAF NETO (2003) Custo 15% Custo 20% 11

12 C ONCEITOS B ÁSICOS Políticas de Investimento em Ativo Circulante: AgressivaMédiaConservadora Lucro Operacional $ 1.000,00 (-) Despesas Financeiras ($ 180,00)($ 207,00)($ 234,00) PC $ 60,00 ($ 400 x 15%) $ 69,00 ($ 460 x 15%) $ 78,00 ($ 520 x 15%) PNC $ 120,00 ($ 600 x 20%) $ 138,00 ($ 690 x 20%) $ 156,00 ($ 780 x 20%) Lucro Antes do IR $ 820,00$ 793,00$ 766,00 (-) IR/CSLL ( 40% ) ($ 328,00)($ 317,20)($ 306,40) Lucro Líquido $ 492,00$ 475,80$ 459,60 Retorno s/ PL (ROE) 49,2%41,4%35,4% Fonte: ASSAF NETO (2003) Em mil $ 12

13 C ONCEITOS B ÁSICOS Fonte: ASSAF NETO (2003) Capitais de Giro Permanente e Sazonal 13

14 C ONCEITOS B ÁSICOS Financiamento do Capital de Giro - Estratégia Tradicional Fonte: ASSAF NETO (2003) 14

15 C ONCEITOS B ÁSICOS Financiamento do Capital de Giro - Estratégia Conservadora Fonte: ASSAF NETO (2003) 15

16 C ONCEITOS B ÁSICOS ATIVOPASSIVO e PL AC$ PC$ Caixa$ PNC$ Valores a Receber$ PL$ Estoques$ ANC$ TOTAL$ TOTAL$

17 C ONCEITOS B ÁSICOS Dados: Vendas mensais = $ ($ a prazo); Custo de produção mensal = $ ; PMRV = 18 dias; Estoque mínimo = 15 dias de vendas (preço de custo); Valor mínimo de caixa = $

18 C ONCEITOS B ÁSICOS ATIVO CIRCULANTE PermanenteSazonalTotal Caixa$ 1.500$ 500$ Valores a Receber ($ x 18/30)$ 6.000$ 4.000$ Estoques ($ x 15/30)$ Total$ $ 4.500$

19 C ONCEITOS B ÁSICOS  Passivo Circulante Operacional (Cíclico): Cooperados, fornecedores, tributos sobre vendas, salários, etc.  Passivo Circulante Financeiro (Sazonal): Empréstimos, sobras a distribuir, imposto de renda, etc.  Necessidade de Investimento em Giro: NIG = ACO – PCO 19

20 C ONCEITOS B ÁSICOS  Tesouraria (T): T = ACF – PCF = CCL – NIG  Termômetro da Situação Financeira (TSF): TSF = T / NIG 20

21 C ONCEITOS B ÁSICOS SituaçãoCCLNIGT Excelente+-+ Sólida+++ Insatisfatória++- De Risco--+ Ruim--- Péssima-+- 21

22 ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO - DISPONIBILIDADES - Motivos para manutenção de disponibilidades: Para efetuar transações; Por precaução; Para especulação. Métodos para determinação de saldos eficientes de disponibilidade: Modelo de Baumol; Modelo de Miller-Orr.

23 ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO - CONTAS A RECEBER - Principais elementos: Fixação de critérios para aceitação de clientes; Fixação de prazos de pagamento para clientes; Estabelecimento de limites para concessão de crédito; Definição da política de cobrança; Determinação de descontos por pagamento antecipado.

24 ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO - CONTAS A RECEBER - Estratégias agressivas: Aumento das sobras; Aumento do custo de oportunidade; Aumento do risco de inadimplência. Estratégias conservadoras: Redução das sobras; Redução do custo de oportunidade; Redução do risco de inadimplência.

25 ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO - CONTAS A RECEBER - Exemplo: PMRV = 45 dias 60 dias Dados:vendas do último ano = 100 mil unidades preço unitário = $ 8,00 custo variável unitário = $ 5,00 custo fixo total = $ ,00 custo de oportunidade = 18% a.a. Previsões:aumento de 6% nas vendas aumento da inadimplência de 2% para 3%

26 ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO - CONTAS A RECEBER - Variação das sobras: Incremento das receitas= $ (6000 un. X $ 8,00) Incremento do custo= $ (6000 un. X $ 5,00)  das sobras= $ Variação do custo de oportunidade: GDR = 360 / PMRV= 360 / 45 = 8 vezes (antes) = 360 / 60 = 6 vezes (depois) IMDR = CVT / GDR= $ / 8 = $ (antes) = $ / 6 = $ (depois)  do IMDR = $ x 18% = $ 4.650

27 ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO - CONTAS A RECEBER - Variação do risco: Custo de inadimplência antes da medida un. X $ 8,00 X 2%= $ ,00 Custo de inadimplência depois da medida un. X $ 8,00 X 3%= $ ,00  do risco= $ 9.440,00 Efeito Líquido:  das sobras= $ ,00  do custo de oportunidade= ($ 4.650,00)  do risco= ($ 9.440,00) Resultado= $ 3.910,00

28 ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO - ESTOQUES - Modelo do Lote Econômico de Compra (LEC): Objetivo: determinar a quantidade ótima de compra que minimiza o Custo Total (CT) de estocagem; Custo Total (CT) = CEP + CME, em que CEP = Custo de Emissão de Pedidos, e CME = Custo de Manutenção de Estoques;

29 ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO - ESTOQUES - Modelo do Lote Econômico de Compra (LEC): Custo de Emissão de Pedidos (CEP) CEP = O x S/Q, em que O = custo de pedir (por pedido), S = demanda (unidades por período), Q = quantidade do pedido (unidades); Custo de Manutenção de Estoque (CME) CME = C x Q/2, em que C = custo de manter estoque (por unidade por pedido);

30 ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO - ESTOQUES - Custo ($) Unidades de pedido CME CEP CT

31 ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO - ESTOQUES - Modelo do Lote Econômico de Compra (LEC): CME = CEP C x Q/2 = O x S/Q C x Q 2 /2 = O x S C x Q 2 = 2 x O x S Q = 2 x O x S = LEC C

32 ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO - ESTOQUES - Modelo do Lote Econômico de Compra (LEC): Exemplo S = unidades (demanda anual) O = $ 8,00 (custo por pedido) C = $ 0,50 (custo unitário de manter estoque) Q = 2 x 8 x 4.000= 358 unidades 0,5

33 ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO - ESTOQUES - Modelo do Lote Econômico de Compra (LEC): Ponto de Reencomenda (PR) PR = tempo para reposição (em dias) x demanda diária Exemplo PR = 5 x 10 = 50 unidades


Carregar ppt "C ONCEITOS B ÁSICOS Capital em Giro: PC + PNC + PL Capital de Giro: AC Capital Circulante Líquido (CCL) ou Capital de Giro Líquido (CGL): AC – PC = (PNC."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google