A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

João Paulo V. Alves dos Santos Engº Agrônomo/ESALQ-USP

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "João Paulo V. Alves dos Santos Engº Agrônomo/ESALQ-USP"— Transcrição da apresentação:

1 João Paulo V. Alves dos Santos Engº Agrônomo/ESALQ-USP

2 1ª Aula: Debate  Apresentação do curso  Conceito de “Empreendedorismo” Diferenças entre:  Empresário x Administrador x Empreendedor  Perfil do Empreendedor: habilidades/características  Exemplos de sucesso: GRANDES EMPREENDEDORES 2

3 Agribusiness ou Agronegócio: conceito Agri = AGRICULTURA Business (inglês) = NEGÓCIO Estudo de toda a cadeia produtiva referente à agricultura e pecuária, abordando todas as etapas de produção; da fazenda à agroindústria e desta à mesa do consumidor. Avaliação e estudo das tendências comportamentais do mercado (estrutura) e as correlações existentes entre os diferentes segmentos e profissionais responsáveis pelo setor 3

4 Empreendedor:  Deve apresentar um PERFIL, adequado para a execução da sua função Necessariamente não precisa ter:  Formação acadêmica  Formação técnica  Escolaridade avançada (alta graduação) 4

5 Empreendedor: PERFIL  Se dedica e acredita no TRABALHO  Não aguarda oportunidades: CRIA  Tem uma visão global do mercado em que atua  Conhece profundamente o que faz  Geralmente é arrojado (coragem de arriscar) 5

6 Todos podem ser um “Empreendedor”??  Antes de iniciar um empreendimento próprio, cuidado!!!  Nem todos apresentam PERFIL desejado para conduzirem o próprio negócio SUCESSO:  Como EMPREENDEDOR = tem um PREÇO!  Exemplos de sucesso x Empolgação x Racionalidade 6

7 SUCESSO:  Pode ser obtido como FUNCIONÁRIO  Funcionário (Empresa) – Plano de Carreira Como escolher?? Antes de começar a trabalhar numa empresa, peça para conhecer a: Estrutura Organizacional (Organograma) 7

8 Saiba: onde você está e onde quer chegar Tenha sempre: um OBJETIVO Se você como profissional não tem: Objetivo e; Não sabe onde se encontra (função dentro da empresa, espaço para crescimento) Nunca saberá onde pode chegar!!! 8

9 Exemplo: Organograma 9

10 Estrutura Organizacional: permite saber  Como os funcionários estão distribuídos  Como se dá a hierarquia entre funcionários  Exatamente qual o nosso “foco” de atuação = trabalho produtivo e direcionado  Evitamos conflitos  Nos reportamos às pessoas corretas  Traçar um: Plano de Carreira (= motivação profissional) 10

11 É melhor ser um FUNCIONÁRIO DE SUCESSO do que Um EMPREENDEDOR FRACASSADO Características “em comum” de EMPREENDEDORES: 1-) Capacidade de assumir riscos:  Arrisca seu patrimônio e seu tempo para atingir um ideal 11

12 2-) Flexibilidade:  Capacidade de se adaptar rapidamente a novas situações - novas tendências do mercado - mudanças radicais - mudança na forma e modo de trabalhar 12

13 3-) Autoconfiança:  Acreditar no próprio valor de superar desafios, dificuldades 4-) Visão (de oportunidade):  Talento natural: capacidade de estar sempre atento ao que acontece ao nosso redor  Capacidade de desenvolver, “enxergar” além do senso comum  Característica que pode ser desenvolvida, mas geralmente, é pessoal 13

14 5-) Motivação:  Necessidade de estar sempre motivado e entusiasmado  Ter disposição, sempre, para alcançar os objetivos “There´s no easy way out!” 14

15 5-) Organização:  Todo empreendimento deve ser organizado  Necessidade de estabelecimento de metas  Necessidade de acompanhamento de custos  Sem organização não há como ser um empreendedor 15

16 6-) Persistência: Capacidade de enfrentar dificuldades sem deixar se abater! 16

17 7-) Criatividade (Inovação):  Capacidade de buscar soluções para problemas  Busca constante de novas alternativas para alcançar objetivos 17

18 8-) Iniciativa:  Capacidade de detecção de problemas  Ação rápida para solucionar problemas  Capacidade de detectar uma oportunidade de aproveitá-la 18

19 9-) Liderança:  Empreendedor deve ser capaz de reunir as forças de um grupo  Capacidade de transformar as pessoas em parceiros  Atua como “exemplo” (atitudes exemplares)  Mantém equipe motivada 19

20 10-) Senso Administrativo:  O empreendedor tem a capacidade de prevenir ou corrigir problemas decorrentes do dia-a-dia  Surge um PROBLEMA, aponta a SOLUÇÃO!  Dinamismo 20

21 Sistemas Agroindustriais: Conceitos e Evolução Sistemas Agroindustriais = SAG´s Correlacionado com o conceito de:  Agribusiness  Agri – Agricultura (Agropecuária)  Business (inglês) – Negócio  Commodity – plural = Commodities 21

22 Sistemas Agroindustriais: Conceitos e Evolução Commodities – o que são?? Produtos em estado bruto ou com pequeno grau de industrialização produzidos em escala mundial e de grande importância econômica internacional comercializados entre diferentes países e mercados em larga escala 22

23 Sistema de Produção: caracterização  Avaliação/estudo/levantamento de dados  Produção de um determinado produto  Como ele é produzido  Técnicas de produção (tecnologia)  Custo de produção 23

24 Sistema de Produção: Exemplo: Café – Avaliação Estudo agronômico (engenharia): planejamento  Insumos utilizados  Operações realizadas (plantio + tratos culturais)  Colheita e Beneficiamento Somados = geram um “Custo de Produção” 24

25 Sistema Agroindustrial (SAG):  Conceito muito mais amplo  Avalia a inserção de um determinado produto no mercado  Avaliação global  Implica em conhecimento da CADEIA (rede) de produção  Conceito de “verticalização” da produção 25

26 Sistema Agroindustrial (SAG): 26 Consumidor Varejista Processador Produtor Fornecedor Produtor de Matéria Prima InstitucionalIndustrial

27 Sistema Agroindustrial (SAG): 2 “Escolas” de avaliação:  Agribusiness Commodity Approach (Harvard – Goldberg, 1968)  Filière (Escola de Economia Industrial Francesa) Metodologia de Harvard:  Baseada em “Estudos de Caso” (“Cases”)  Filière – monitoramento de “cadeias” de produção 27

28 Sistema Agroindustrial (SAG):  Quando vamos analisar um determinado produto no mercado, não basta sabermos apenas o seu custo;  Devemos saber em que contexto, globalmente falando, o mesmo se “insere”  Conhecer aspectos relacionados ao mercado nacional bem como internacional  Necessidade de conhecer a rede de comercialização como um todo (da fazenda à mesa do consumidor) 28

29 Uma cadeia é tão forte quanto seu elo mais fraco 29

30 Sistema Agroindustrial (SAG): Perguntas  Podemos avaliar um SAG com mais de 1 produto?  Qual o limite geográfico de um SAG?  Pode haver competição entre SAG´s? Depende: propósitos do “planejador” Exemplo: Meta = *Formular Políticas Públicas * 30

31 Meta = Formular Políticas Públicas SAG = delimitação pode ser feita para envolver os agentes no plano nacional Caso um determinado SAG seja fortemente atrelado ao ambiente internacional, será inevitável extrapolar as fronteiras: = Discussão sobre o sistema de produção e distribuição envolvendo diferentes países 31

32 Próxima aula: Agentes que compõem o SAG: 1-) Consumidor 2-) Varejo 3-) Atacado 4-) Agroindústria 5-) Produção Primária 32


Carregar ppt "João Paulo V. Alves dos Santos Engº Agrônomo/ESALQ-USP"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google