A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gerência de Risco em Softwares Componentes: Eduardo Maino Fernando Castro Raposo Jorge Vitor Borges Vilares.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gerência de Risco em Softwares Componentes: Eduardo Maino Fernando Castro Raposo Jorge Vitor Borges Vilares."— Transcrição da apresentação:

1 Gerência de Risco em Softwares Componentes: Eduardo Maino Fernando Castro Raposo Jorge Vitor Borges Vilares

2 RISCOS Riscos são eventos futuros que podem ou não ocorrer e, caso ocorram, afetam negativamente o projeto de software.

3 Categorias de Riscos Existem três categorias principais de riscos: Riscos de Projeto Riscos Técnicos Riscos de Negócio

4 Riscos de Projeto Os riscos de projeto ameaçam o plano do projeto. São problemas relacionados a: orçamentocronogramapessoalrecursosclienterequisitos

5 Riscos de Negócio São aqueles que ameaçam a viabilidade do software a ser desenvolvido, ocorrendo quando desenvolve-se um excelente produto do qual ninguém precisa (risco de mercado) ou um produto não alinhado com a estratégia da companhia (risco estratégico) ou um produto que a força de vendas não entende como vendê-lo ou pode ocorrer perda do apoio da gerência de alto nível da companhia (risco gerencial) e a redução de orçamento ou de pessoal (risco orçamentário).

6 Riscos Técnicos Identificam potenciais problemas de projeto, implementação, interface, verificação e manutenção.

7 Gerência de Riscos A Gerência de Riscos tem como objetivo ajudar a equipe de software a entender e gerenciar incertezas durante o processo de desenvolvimento. Ela pode ser dividida nos seguintes passos: Identificação dos Riscos Projeção dos Riscos Administração dos Riscos

8 Identificação Identificação Todos os riscos associados ao projeto devem ser identificados e listados.

9 Projeção Projeção A projeção, também chamada de estimativas dos riscos, tenta classificar cada risco de duas maneiras : a probabilidade de que o risco seja real. as conseqüências dos problemas associados ao risco, caso ele ocorra. Nesse ponto é criada uma Tabela de Riscos, onde todas as informaçãoes acima são listadas.

10 Administração Mitigando os Riscos: Planejamento preventivo com o objetivo de evitar riscos.

11 Administração Monitorar os Riscos: É preciso definir fatores que serão análisados ao longo do projeto. Estes fatores servem para indicar se um determinado risco está prestes a ocorrer. Além disso, devemos monitorar os efeitos das tentativas de mitigar um risco, visto que estas podem acabar prejudicando o projeto.

12 Administração Gerência e Plano de Contingência: Assumimos que o risco ocorreu e determinamos os passos a serem tomados para resolver a situação da melhor forma possível.

13 Plano de Contingência Para cada risco devemos considerar as ações a serem tomadas caso o risco venha realmente a ocorrer.

14 Referência Para informações mais detalhadas sobre Gerência de Riscos, visite a página


Carregar ppt "Gerência de Risco em Softwares Componentes: Eduardo Maino Fernando Castro Raposo Jorge Vitor Borges Vilares."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google