A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Psicologia Jurídica Instrumentação Profissional para Psicólogos Avaliação Psicológica Ética Profissional e Ética na Psicologia Passos na Condução da Avaliação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Psicologia Jurídica Instrumentação Profissional para Psicólogos Avaliação Psicológica Ética Profissional e Ética na Psicologia Passos na Condução da Avaliação."— Transcrição da apresentação:

1 Psicologia Jurídica Instrumentação Profissional para Psicólogos Avaliação Psicológica Ética Profissional e Ética na Psicologia Passos na Condução da Avaliação Psicológica Técnicas de Entrevista Processo de Instrumentalização e de Intervenção Psicológica nos Espaços Sócio-ocupacionais Elaboração de Documentos decorrentes de Avaliação Psicológica Oficinas Jonatha Rospide Nunes e Káthia Nemeth Perez

2 Avaliação Psicológica A avaliação psicológica é entendida como o processo técnico-científico de coleta de dados, estudos e interpretação de informações a respeito dos fenômenos psicológicos, que são resultantes da relação do indivíduo com a sociedade, utilizando-se, para tanto, de estratégias psicológicas – métodos, técnicas e instrumentos...

3 Avaliação Psicológica...Os resultados das avaliações devem considerar e analisar os condicionantes históricos e sociais e seus efeitos no psiquismo, com a finalidade de servirem como instrumentos para atuar não somente sobre o indivíduo, mas na modificação desses condicionantes que operam desde a formulação da demanda até a conclusão do processo de avaliação psicológica. (RESOLUÇÃO CFP N.º 007/2003)

4 Ética Profissional e Ética na Psicologia O que é Ética?Instituído e Instituinte

5 O que é ética? A palavra ética etimologicamente provém do grego “ethos” que significa “morada, casa”, formas de habitar o mundo, jeitos de ser e de viver, princípios que norteiam nossas formas de habitar o contemporâneo.

6 Instituído (Código de Ética do Psicólogo e Resoluções Vigentes) Código de Ética Resolução CFP 008/2010: Dispõe sobre a atuação do psicólogo como perito e assistente técnico no Poder Judiciário Resolução CFP 007/2003: Institui o Manual de Elaboração de Documentos Escritos produzidos pelo psicólogo, decorrentes de avaliação psicológica

7 Instituinte (movimentos atuais) Ano da Avaliação Psicológica Práticas Psicológicas no âmbito jurídico (DSD, Entrevista de Revelação, Exame Criminológico) Movimentos Sociais

8 Entrevista a técnicaa investigaçãoo processoa direção da entrevista

9 Técnica de Entrevista uma entrevista deve ser realizada com rigor e parâmetros científicos A arte e a técnica de entrevistar comporta experiência e habilidade o treino /capacitação permite a discussão de aspectos práticos dos procedimentos e a supervisão consolida a aprendizagem.

10 Passos na Condução da Avaliação Psicológica Análise da Demanda Conhecimento da Situação (contexto)

11 Comunicação na Entrevista Conteúdo manifesto e latente Relação entrevistador x entrevistado: vínculo, empatia e envolvimento

12 Análise da Demanda Pedido: como o pedido chega até nós? Quem demanda? O que demanda? Quais condições? Posição do profissional: análise do nosso posicionamento no jogo de forças institucional Implicações: quais nossas relações com o jogo de forças institucional

13 Contexto da Situação Instituições e Equipamentos Profissionais envolvidos Avaliados Leitura dos registros

14 Escolha e Uso dos Recursos Técnicos A escolha dos Instrumentos está diretamente relacionada com a situação a ser avaliada. É fundamental que os recursos que o profissional utiliza sejam adequados e pertinentes para realizar o trabalho avaliativo solicitado.

15 Escolha e Uso dos Recursos Técnicos Técnicas e Testes, Observações, Dinâmicas, Entrevistas/Atendimento (anamnese, clínica, casal, familiar, exame das funções do ego, visita domiciliar, visita institucional, acompanhamento terapêutico) Importância do registro nas avaliações

16 Processo de Instrumentalização e de Intervenção Psicológica nos Espaços Sócio- ocupacionais Formação, Experiência, Estudo Análise de Implicações: colocar em análise suas próprias práticas Paradigma Ético-Estético- Político

17 Elaboração de Documentos Decorrentes de Avaliação Psicológica RESOLUÇÃO CFP N.º 007/2003 Institui o Manual de Elaboração de Documentos Escritos produzidos pelo psicólogo, decorrentes de avaliação psicológica e revoga a Resolução CFP º 17/2002.

18 O Manual dispõe o seguinte: Princípios Norteadores Modalidades de Documentos Conceito / Finalidade / Estrutura Validade dos Documentos Guarda dos Documentos

19 Princípios Norteadores Linguagem Escrita Princípios Éticos e Técnicos

20 Modalidades de Documentos Declaração Atestado Psicológico Relatório / Laudo Psicológico Parecer Psicológico

21 Conceito/Finalidade/ Estrutura Leitura Coletiva

22 Validade dos Conteúdos dos Documentos O prazo depende da legislação vigente (no caso uma lei federal) como não há uma lei específica que regulamente o psicólogo deve indicar a validade, fundamentando-a.

23 Guarda dos Documentos e Condições de Guarda Guarda de, no mínimo cinco (05) anos, sob a responsabilidade do Psicólogo e da Instituição onde foi realizada a avaliação. O prazo citado pode ser aumentado por Lei ou determinação judicial. Extinção do Serviço.


Carregar ppt "Psicologia Jurídica Instrumentação Profissional para Psicólogos Avaliação Psicológica Ética Profissional e Ética na Psicologia Passos na Condução da Avaliação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google