A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Livro – página 135 a maneira de pôr-se em comunhão com Deus, com os outros e com a natureza, o modo de hierarquizar os valores, de produzir, distribuir.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Livro – página 135 a maneira de pôr-se em comunhão com Deus, com os outros e com a natureza, o modo de hierarquizar os valores, de produzir, distribuir."— Transcrição da apresentação:

1

2 Livro – página 135

3 a maneira de pôr-se em comunhão com Deus, com os outros e com a natureza, o modo de hierarquizar os valores, de produzir, distribuir e adquirir bens, a forma de dar sentido e plenitude à vida.

4

5

6 A qualidade de nossa comunicação não é garantida apenas pelo nosso respeito a sintaxe da linguagem que estamos usando... Quando nos comunicamos, nós não só desenvolvemos as mensagens, mas gerenciamos relacionamentos A comunicação não pode reduzir-se a uma ação específica apenas. (gestos)

7 Livro – página 137

8 *A comunicação é plural, significa que não é só um fato que age, mas vários ao mesmo tempo, formando, como na natureza, em ecossistema. **Na Comunicação não usamos só uma coisa para nos comunicar. ***Por exemplo, numa conversa, a gente fala, gesticula, mexe as mãos, e atualmente usa até o celular... ****Dom Bosco também se comportou assim. Usou todos os recursos da sua época para atingir aquilo que pretendia. Usou o livro, o teatro, o esporte, a música, passeio... *****É nesse sentido que falamos de ecossistema...

9 “Durante a sua permanência na terra, Cristo manifestou-se como perfeito Comunicador. Pela "Encarnação" fez-se semelhante àqueles que haviam de receber a sua mensagem; mensagem que comunicava com a palavra e com a vida. Não falava como que "de fora", mas "de dentro", a partir do seu povo; anunciava-lhe a palavra de Deus, toda a palavra de Deus, com coragem e sem compromissos; e no entanto adaptava-se à sua linguagem e mentalidade, encarnado como estava, na situação, a partir da qual falava”. (“Communio et Progressio” nº 11) Livro – página 137

10 Livro – página 138

11 Umberto Eco atribuiu a Dom Bosco o fato de ter trazido uma "grande revolução" no campo das comunicações

12 (Umberto Eco - L'Espresso, 15 de Novembro de 1981). O "projeto de Dom Bosco" pode continuar a ser eficaz e Eco diz que precisamos de "alguém ou algum grupo com a mesma imaginação sociológica, com a inventividade, com a mesma organização..."

13 Na carta que escreveu sobre a difusão dos bons livros exprime sua visão empreendedora, sua fé e seu coração apostólico. Compreensão ampla de Comunicação Social Livro – página 139

14 “Esta difusão de livros bons é um dos fins principais de nossa congregação. Peço-lhes e suplico, portanto, que não descuidem esta parte importantíssima de nossa missão.” Para Dom Bosco a comunicação é um  Campo prioritário de missão.

15  Meio importantíssimo para a missão. “Não duvido de chamar de Divino este meio, porque o próprio Deus o utilizou para a regeneração humana.”  Dom Bosco utilizou todos os instrumentos e linguagens de comunicação do seu tempo: teatro, academias, esporte, música...

16 Escreveu: -obras piedosas e educativas na década de obras apologéticas na década de obras relacionadas com a Sociedade Salesiana na década de Em defesa da Igreja – em defesa da fé 1856 – 26 obras 1862 – entraria em cena como editor ao criar a tipografia e a livraria.

17 *Escritos em defesa da fé e do papado; **Escritos piedosos e educativos; ***Escritos polêmicos e apologéticos (Parte da teologia que tem por objeto a defesa da religião cristã, contra o ataque e objeções de seus adversários).

18 Dom Luís Moreno (bispo de Ivrea) e Dom Bosco

19  Intuiu a força da informação para a animação de sua família espiritual: criou assim o Boletim Salesiano (setembro de 1877) Livro – página 140

20  Pensou na Comunicação como um verdadeiro Sistema que envolvia a todos: “Nossas publicações tendem a formar um sistema ordenado, que abraça em vasta escala todas as classes que compõem a sociedade humana.”

21

22 foi a inspiração de Dom Bosco num nível profundo Livro – página 140

23 “INTRODUÇÃO À VIDA DEVOTA” (Filotéia ). “TRATADO DO AMOR DE DEUS”, (Teótimo – 1616) “CONVERSAÇÕES ESPIRITUAIS”(1629), publicação póstuma. "CONTROVÉRSIAS" "O ESTANDARTE DA SANTA CRUZ CARTAS. (são atualmente 2.103) Ele queria escrever também uma mais duas obras paralelas ao Tratado. (amor ao próximo e amor a si mesmo) Suas cartas, pregações, livros e palestras ocupam cerca de 30 volumes. “INTRODUÇÃO À VIDA DEVOTA” (Filotéia ). “TRATADO DO AMOR DE DEUS”, (Teótimo – 1616) “CONVERSAÇÕES ESPIRITUAIS”(1629), publicação póstuma. "CONTROVÉRSIAS" "O ESTANDARTE DA SANTA CRUZ CARTAS. (são atualmente 2.103) Ele queria escrever também uma mais duas obras paralelas ao Tratado. (amor ao próximo e amor a si mesmo) Suas cartas, pregações, livros e palestras ocupam cerca de 30 volumes.

24 Manuscrito e Primeira Edição do Tratado do Amor de Deus Visitação de Annecy.

25

26

27 Fundamento: Paixão por Deus e paixão pela salvação dos jovens Deus e Jesus Cristo devem ser conhecidos e amados pelos jovens P. Filiberto González Plasencia sdb - Conselheiro Geral para a CS

28 Não vemos nem entendemos a CS numa perspectiva puramente técnica Esforçamo-nos por ser profissionais porque somos apóstolos e missionários que utilizam a mídia, a linguagem e os espaços que oferecem as novas tecnologias e as políticas da CS para educar e evangelizar...

29 a CS não nos assusta: - não é suspeita – não a rejeitamos

30 CS, grande pátio onde se pode encontrar com os jovens...

31

32 É certo que doeria muito a Dom Bosco não ver salesianos neste novo pátio. Doeria também aos jovens. Pensariam e sentiriam não serem eles importantes para a Igreja e estar Deus longe da sua vida e, quem sabe, não os amar!

33 A CS como obra para a missão refletir, atualizar e praticar a presença do salesiano e da Comunidade nos grandes pátios da comunicação convergente e multimídia Nestes novos pátios a capacidade de diálogo é fundamental

34 pgpnsa.blogspot.com pgpnsa pgpnsa pgpnsa.blogspot.com pgpnsa pgpnsa

35 Bicentenário de Nascimento De São João Bosco Bicentenário de Nascimento De São João Bosco Vídeo de saudação do Bicentenário – Reitor-mor P. Ángel Fernándes Artime

36 São João Bosco, Pai e Mestre da juventude, dócil aos dons do Espírito e aberto às realidades do teu tempo foste para os jovens, sobretudo humildes e pobres, um sinal do amor e da predileção de Deus. Oração a São João Bosco

37 Sê nosso guia no caminho de amizade com o Senhor Jesus, para podermos perceber nEle e no seu Evangelho o sentido da nossa vida e a fonte da verdadeira felicidade.

38 Ajuda-nos a corresponder com generosidade à vocação que recebemos de Deus, para sermos na vida cotidiana construtores de comunhão, e, em comunhão com a Igreja inteira, colaborarmos com entusiasmo, na edificação da civilização do amor.

39 Obtém-nos a graça da perseverança na vivência da vida cristã em grau elevado, segundo o espírito das bem- aventuranças; e faze com que, guiados por Maria Auxiliadora, possamos encontrar-nos um dia contigo na grande família do céu. Amém.

40 Obrigado! Deus os abençoe. Obrigado! Deus os abençoe.


Carregar ppt "Livro – página 135 a maneira de pôr-se em comunhão com Deus, com os outros e com a natureza, o modo de hierarquizar os valores, de produzir, distribuir."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google