A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O que é o Estudo Nacional de Prevalência de Infeção nas Unidades de Cuidados Continuados ENPI/UCCI Como Elaborar o Estudo ENPI Estudo Nacional de Prevalência.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O que é o Estudo Nacional de Prevalência de Infeção nas Unidades de Cuidados Continuados ENPI/UCCI Como Elaborar o Estudo ENPI Estudo Nacional de Prevalência."— Transcrição da apresentação:

1 O que é o Estudo Nacional de Prevalência de Infeção nas Unidades de Cuidados Continuados ENPI/UCCI Como Elaborar o Estudo ENPI Estudo Nacional de Prevalência de Infeção em UCCI

2 Geral Específicos Conhecer a metodologia padronizada para a implementação do estudo de prevalência das principais IACS nas UCCI Conhecer a proposta de vigilância epidemiológica proposta pelo ECDC para as UCCI Sensibilizar os Profissionais de Saúde para a importância da VE na prevenção e controlo das IACS Preparar os formandos para colaborarem na realização do ENPI/UCCI. OBJETIVOS

3 ENPI/UCCI Como realizar o Estudo de Prevalência com sucesso?

4 Os Residentes das Unidades de Cuidados Continuados Integrados (UCCI) têm muitos fatores de risco para contraírem: - Infeções Associadas aos Cuidados de Saúde (IACS) - Microrganismos multiresistentes (MMR) Contudo, os dados sobre as IACS e os MMR nas UCCI são escassos Porquê este Estudo?

5 Medir e descrever: - as infeções associadas aos cuidados de saúde (IACS); - a utilização de antibióticos (AB); - os microrganismos multiresistentes (MMR) e - os recursos para a prevenção e o controlo das IACS nas UCCI. Explorar os fatores de risco dos residentes e Explorar os fatores determinantes da infeção ao nível institucional e do residente.         Estudo de Prevalência (ENPI) Os Objetivos do ENPI/UCCI

6 Infeções estudadas Infeções respiratórias Infeções das vias urinárias Infeções gastrintestinais Infeções de pele Infeções dos olhos, ouvidos, nariz e boca Infeções sistémicas Situações de febre inexplicada Outras

7 Antes do dia do ENPI Passo 1: Nomear o coordenador do ENPI Passo 2: Planear o dia do ENPI Passo 3: Informar os profissionais e os residentes Passo 4: Preparar os documentos do ENPI No dia do ENPI Lista de Enfermarias Passo 5: Preencher a Lista de Enfermarias Questionários do Residente Passo 6: Preencher os Questionários do Residente Depois do dia do ENPI Questionário Institucional (o preenchimento poderá ser iniciado antes à excepção da secção B) Passo 7: "Preencher” o Questionário Institucional (o preenchimento poderá ser iniciado antes à excepção da secção B) Passo 8: Introduzir os dados na aplicação do Estudo O ENPI passo a passo - Como realizar o ENPI com sucesso?

8 Antes do dia do ENPI

9 Estabelecer todos os contatos entre a UCCI e o Coordenador nacional do ENPI; Enviar e receber todos os documentos, relatórios da informação de retorno... Informar os profissionais e os residentes sobre o ENPI Preparar o ENPI em todas as tipologias da UCCI (distribuição dos documentos...) Passo 1: Nomear o coordenador do ENPI Recomenda-se a nomeação do coordenador do ENPI na UCCI, que é responsável por:

10 Passo 2: Planear o dia do ENPI A recolha de dados num só dia entre 21 de Maio e 8 de Junho de Várias pessoas a recolher dados no dia do ENPI (por ex., 1 pessoa/tipologia) 1 pessoa: recolha de dados durante 2 ou mais dias consecutivos NOTA: no caso de 2 ou mais dias, a recolha de dados de uma tipologia deve ser realizada no mesmo dia. Em UCCI de grandes dimensões, 2 possibilidades:

11 Informar todos os profissionais da UCCI sobre os objetivos e a metodologia do ENPI Informar os residentes sobre o ENPI Passo 3: Informar os profissionais e residentes

12 Certifique-se que tem todos os documentos necessários: 1. Protocolo 2. Definições de Infecção 3. Questionário Institucional; 4. Questionário do Residente; 5. Lista de Enfermarias e 6. Lista de Códigos com os Microrganismos. Estes documentos podem ser obtidos: Através do Grupo Coordenador nacional do ENPI Nos sítios da DGS /Microsite do PNCI/ENPI e da UMCCI, em: Passo 4: Preparar os documentos do ENPI e

13 No dia antes do ENPI: Começar a preencher a Lista de Enfermarias (1 por tipologia) Passo 4: Preparar os documentos do ENPI Escreva o nome do residente e os nºs do quarto e da cama

14 No dia antes do ENPI: Começar a preencher o Questionário Institucional (A, C, D e E) Passo 4: Preparar os documentos do ENPI Um questionário por UCCI participante Pode começar a ser preenchido no dia anterior ao ENPI ou no dia do ENPI “ B – Dados Denominadores” só pode ser preenchido no dia do ENPI Outras pessoas/recursos devem ser consultados caso o investigador não detenha as informações necessárias

15 O dia do ENPI

16 Residentes Elegíveis VS não Elegíveis Residentes não elegíveis = Residentes não incluídos no ENPI Residentes hospitalizados no dia do ENPI; Residentes em regime de centro de dia (não estão 24/24h na UCC); Residentes há menos de 24 horas na UCCI. Residentes Elegíveis = Residentes a serem incluídos no ENPI : Todos os residentes em regime permanente (24/24h) na UCCI E Presentes às 8h00 no dia do ENPI E A residir na UCC há pelo menos 24 horas (deram entrada na véspera do dia do ENPI até às 8h00)

17 Passo 5: Preencher a Lista de Enfermarias Caraterísticas do Residente (com incontinência, feridas...) Critérios para o tratamento com AB & sinais/sintomas Nº de ordem atribuído pela aplicação OU manter Nº de cama e introduzir na aplicação pela mesma sequência Não deve ser preenchido para os residentes Não Elegíveis Pode assinalar “1” ao invés de “X”

18 Residentes elegíveis - a tomar Antibióticos (AB) Incluir: Todos os tipos de tratamento oral, retal intramuscular (IM) e intravenoso (IV) ou com tratamentos por inalação com: - Antibacterianos ou antimicóticos para uso sistémico - Medicamentos para a tuberculose Excluir: Antivirais para uso sistémico Antibacterianos para uso tópico (excepto mupirocina nasal) Antissépticos/desinfetantes

19 Residentes com sinais/sintomas de infeção no dia do ENPI; Residentes a tomar antibiótico no dia do ENPI, mas que já não apresentem sinais/sintomas de infeção no dia do ENPI; Só as infeções não presentes ou em incubação no momento da admissão ou re-admissão na UCC; Só sintomas agudos ou de agravamento, não relacionados com eventuais causas não infecciosas. Residentes elegíveis - com sinais/sintomas no dia do ENPI

20 Passo 5 (cont.): Preencher a Lista de Enfermarias 1) Faça a soma das colunas do Quadro- Resumo na última pág. da Lista de Enfermarias 2) Insira os totais do Quadro- Resumo (relativos a todas as listas de enfermarias) na parte B do Questionário Institucional

21 Passo 6: Preencher os Questionários do Residente Deve ser preenchido um Questionário do Residente por cada residente elegível que: Apresente sinais/sintomas de infeção e/ou Esteja a tomar antibiótico no dia do ENPI (Nota: os residentes da Lista de Enfermarias com « X » ou “1” na coluna 6 e/ou 7)

22 2 – Dados do Tratamento com Antibióticos e Microrganismos Isolados: Se foram realizadas análises culturais antes do tratamento com AB, indique p.f. o microrganismo isolado, caso seja conhecido. Utilize a Lista de Códigos dos Microrganismos Insira o código correspondente ao microrganismo que pretende indicar (ver slide seguinte) Passo 6 (cont.): Preencher os Questionários do Residente

23 Foram incluídos os seguintes microrganismos com resistência antimicrobiana: Acinetobacter baumannii - Resistente aos Carbapenemos Enterobacter - Resistente às Cefalosporinas de 3ª geração E/Ou resistente aos Carbapenem Enterococcus - Resistente aos Glicopeptideos Escherichia coli - Resistente às Cefalosporinas de 3ª geração Klebsiella pneumoniae - Resistente às Cefalosporinas de 3ª geração Proteus mirabilis - Resistente às Cefalosporinas de 3ª geração Pseudomonas aeruginosa - Resistente aos Carbapenem Staphylococcus aureus - Resistente à Meticilina Passo 6 (cont.): Preencher os Questionários do Residente

24 Checklist baseada nas definições para infecção nas UCC de McGeer et al. * Introduziu-se ‘diagnosticada pelo médico assistente’ porque os testes de diagnóstico (RX, amostragens microbiológicas…) são pouco frequentes nas UCCI. Todos os sinais e sintomas devem ser assinalados, mesmo que a opção « diagnosticada pelo médico assistente» seja assinalada  Durante a avaliação do residente, deve verificar-se se é uma infeção « confirmada », « provável » ou « não é » uma infeção. * McGeer A, Campbell B, Emori TG, et al. (1991) Definitions of infection for surveillance in long-term care facilities. Am J Infect Control. 19 :1-7 Passo 6 (cont.): Preencher os Questionários do Residente

25 Quais os sinais/sintomas que devem ser registados? 1) Residente com sinais/sintomas de infeção no dia do ENPI = assinalar TODOS os sinais/sintomas presentes no residente no dia do ENPI 2) Residente sem sinais/sintomas, mas a receber tratamento por antibiótico no dia do ENPI = assinalar TODOS os sinais/sintomas presentes no episódio de infeção que originou o tratamento (iniciado nos dias anteriores ao ENPI)  Consultar os registos médicos e de enfermagem do residente, os profissionais de enfermagem... Passo 6 (cont.): Preencher os Questionários do Residente

26 Indicar para estes dois tipos de infeção se o doente está a realizar antibioterapia local Passo 6 (cont.): Preencher os Questionários do Residente

27 Depois do dia do ENPI

28 D. Práticas de Prevenção e controlo de infecção C. Cuidados Médicos e Coordenação B. Dados Denominadores A.Informações Gerais sobre UCCI Questionário Institucional E. Política de Antibióticos F. Realização do ENPI na UCCI Passo 7: Preencher o Questionário Instituicional

29  Introduza os seus dados na aplicação do ENPI  (gravação de ficheiros em formato Excel – folhas de cálculo)  A ligação entre o número de estudo e o nome do residente deve ser mantida caso seja necessário o investigador validar algum dado  Verifique se todos os dados foram inseridos nas folhas - separadores  Envie os seus dados para o Coordenador nacional do Projeto através do  Adicionados à base de dados nacional Passo 8: Introdução de dados numa aplicação

30 NOTAS IMPORTANTES Todos os documentos em papel (Lista de Enfermarias, Questionários do Residente, Questionário Institucional) devem permanecer na UCC; Mantenha-os guardados num local seguro; Destrua-os um ano após o ENPI (Maio de 2013).

31 Equipa da UMCCI Equipa da UMCCI Ana Girão – Irene Gustavo – saude.pt Maria João Girão – (Tel.: ) NOTAS IMPORTANTES - Contatos Equipa da DGS Equipa da DGS Elaine Pina – Elena Noriega – Goreti Silva – Maria João Gaspar – (Tel.: ) Equipa da UMP Suzete Cardoso (Tel.: )

32 Obrigado por participar neste Estudo!

33 Referências Bibliográficas Adaptação do protocolo HALT DGS/DQS/UMCCI: “Protocolo do Projecto HALT – Estudo Europeu de Prevalência de infecção associada aos cuidados de saúde e uso de antibióticos em UCCI ”. Setembro de 2009 Nicolle, lindsay E.: “Preventing Infections in Non-Hospital Settings: Long-Term Care”. University of Manitoba, Winnipeg, Canada. Emerging Infectious Diseases. Vol. 7, No. 2.Mar–Apr 2001 Smith Philip W. et al: “SHEA/APIC Guideline: Infection prevention and control in the long- term care facility” Vilas Bôas, P.J.F. e Ferreira, Ana Lúcia:“Infecção em idosos Internados em Instituições de Longa permanência”. Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina de Botucatu – Unesp, SP. Revista da Associação de Medicina Brasileira 2007; 53(2): 126-9;


Carregar ppt "O que é o Estudo Nacional de Prevalência de Infeção nas Unidades de Cuidados Continuados ENPI/UCCI Como Elaborar o Estudo ENPI Estudo Nacional de Prevalência."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google