A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Atualizado em fevereiro de 2011 Office on Smoking and Health National Center for Chronic Disease Prevention and Health Promotion Centers for Disease Control.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Atualizado em fevereiro de 2011 Office on Smoking and Health National Center for Chronic Disease Prevention and Health Promotion Centers for Disease Control."— Transcrição da apresentação:

1 Atualizado em fevereiro de 2011 Office on Smoking and Health National Center for Chronic Disease Prevention and Health Promotion Centers for Disease Control and Prevention USA Demografia e Efeitos sobre a Saúde Revised 05/06

2 Atualizado em fevereiro de 2011 Seção sobre Demografia e Efeitos sobre a Saúde Revised 05/06 ChairAnn Malarcher Centers for Disease Control and Prevention, Atlanta, USA Peter AndersonIndept. Consultant in Public Health, Spain Mary-Jane AshleyUniversity of Toronto, Canada Shanta R Dube Centers for Disease Control and Prevention, Atlanta, USA Linda Pederson Centers for Disease Control and Prevention, Atlanta, USA Jonathan SametJohns Hopkins University, School of Hygiene and Public Health, Baltimore, USA Michael ThunAmerican Cancer Society, Atlanta, USA

3 Atualizado em fevereiro de 2011 Custos do Uso do Tabaco para a Economia e para a Saúde

4 Atualizado em fevereiro de 2011 Estimates are based on data and information from the World Health Organization * Childhood and maternal under nutrition includes: vitamin A Deficiency, zinc, iron; under weight 1 Anos de viva perdido Impacto global de doenças e lesões atribuíveis a fatores de risco selecionados, 2000 (total em milhares) Factor de risco Total de mortes (milhares) Come %do total de mortes AVPs 1 (milhares) Como % do total de AVPs 1 Desnutrição materno-infantil* , ,4 Tabaco4.9078, ,0 Hipertensão , ,0 Inatividade , ,7 Ocupação 7841, ,1 Sexo inseguro , ,4 Álcool , ,6 Água insegura, serviço de saúde pública e higiene , ,4 Drogas ilícitas 2040, ,5 Poluição do ar urbano 7991, ,7

5 Atualizado em fevereiro de 2011 AFRORegião da África AMERORegião das Américas EMRORegião do Mediterrâneo Leste EURORegião da Europa SEARORegião do Sudeste Asiático WPRORegião do Pacífico Oeste

6 Atualizado em fevereiro de 2011 Impacto global estimado do câncer de pulmão em 2030 Mathers, C., & Loncar, D. (2005). Updated projections of global mortality and burden of disease, : data sources, methods and results. World Health Organization Região Total de mortes (milhares) MasculinoFeminino AFRO39318 AMRO EMRO EURO SEARO WPRO MONDO

7 Atualizado em fevereiro de 2011 Impacto global estimado da doença isquêmica do coração em 2030 Mathers, C., & Loncar, D. (2005). Updated projections of global mortality and burden of disease, : data sources, methods and results. World Health Organization Região Total de mortes (milhares) MasculinoFeminino AFRO AMRO EMRO EURO SEARO WPRO MONDO

8 Atualizado em fevereiro de 2011 Impacto global estimado da DPOC em 2030 Mathers, C., & Loncar, D. (2005). Updated projections of global mortality and burden of disease, : data sources, methods and results. World Health Organization Região Total de mortes (milhares) MasculinoFeminino AFRO AMRO EMRO EURO SEARO WPRO MONDO

9 Atualizado em fevereiro de 2011 Impacto global estimado da doença vascular cerebral em 2030 Mathers, C., & Loncar, D. (2005). Updated projections of global mortality and burden of disease, : data sources, methods and results. World Health Organization Região Total de mortes (milhares) MasculinoFeminino AFRO AMRO EMRO EURO SEARO WPRO MONDO

10 Atualizado em fevereiro de 2011 Burden of disease and injury attributable to tobacco use, 2000 Estimates are based on data and information from the World Health Organization 1 Anos de viva perdido Região Mortes (milhares) Como % do total de mortes AVPs 1 (thousands) Como % do total de AVPs 1 AFRO1601, ,7 AMRO87314, ,7 EMRO1864, ,6 EURO1,60516, ,7 SEARO1,1107, ,6 WPRO9758, ,5 MONDO4,9078, ,0

11 Atualizado em fevereiro de 2011 *Taxas ajustadas pela idade para a população norte-americana recenseada em US Mortality Public Use Data Tapes , US Mortality Volumes , National Center for Health Statistics, Centers for Disease Control and Prevention, Pulmão Cólon e reto Estômago Taxa por Próstata Pâncreas FígadoLeucemia Taxas de morte por câncer* em homens, EUA,

12 Atualizado em fevereiro de 2011 Pulmão Cólon & reto Útero Estômago Mama Ovário Pâncreas Taxas de morte por câncer* em mulheres, EUA, *Taxas ajustadas pela idade para a população norte-americana recenseada em US Mortality Public Use Data Tapes , US Mortality Volumes , National Center for Health Statistics, Centers for Disease Control and Prevention, Taxa por

13 Atualizado em fevereiro de 2011 Frações da Mortalidade Atribuível ao Tabagismo entre o Sexo Masculino nos Estados Unidos, 2001 CDC, Adult SAMMEC, Porcentagem anos Crianças Traqueia, pulmão, brônquio Doença isquêmica do coração Doença cerebrovascular Bronquite, enfisema Câncer da laringe Obstrução crônica das vias aéreas Aneurisma da aorta Morte súbita do recém-nascido

14 Atualizado em fevereiro de 2011 Frações da Mortalidade Atribuível ao Tabagismo entre o Sexo Feminino nos Estados Unidos, 2001 CDC, Adult SAMMEC, Porcentagem anos Crianças Traqueia, pulmão, brônquio Doença isquêmica do coração Doença cerebrovascular Bronquite, enfisema Câncer da laringe Obstrução crônica das vias aéreas Aneurisma da aorta Morte súbita do recém-nascido

15 Atualizado em fevereiro de 2011 CDC. Annual Smoking-Attributable Mortality, Years of Potential Life Lost, and Productivity Losses – United States, MMWR 2005;54(25): Em Média, Quase Mortes Atribuíveis a Cada Ano ao Consumo de Cigarros – Estados Unidos, Doença Isquêmica do Coração: Doença Vascular Cerebral: Doenças Respiratórias: Câncer do Pulmão: Outros Cânceres: Mortes por Tabagismo Passivo: Outros diagnósticos:

16 Atualizado em fevereiro de 2011 National Center for Health Statistics, Deaths: Final Deaths National Vital Statistics Report, 2006; 54(13); Annual Smoking- Attributable Mortality, Years of Potential Life Lost, and Productivity Losses- United States, ; MMWR. 2005:54(25): Número de Mortes (milhares) Mortes Por Ano Por Tabagismo Comparadas Com Outras Causas de Morte Selecionadas, Estados Unidos AIDS Álcool Veículo Automotor Homicídio Veículo Automotor Induzida por Drogas Suicídio Tabagismo

17 Atualizado em fevereiro de 2011 Um de cada dois adultos que tiverem fumado por toda a vida vai morrer de uma doença relacionada ao cigarro. CDC. Projected smoking-related deaths among youth – United States. MMWR 1996;45(44):

18 Atualizado em fevereiro de 2011 Tabagismo e Saúde entre Adolescentes Rápido desenvolvimento de dependência de nicotina por fumar desde cedo Maior probabilidade de uso de outras drogas (álcool, maconha, cocaína) Maior probabilidade de envolvimento em outros comportamentos de risco Pior saúde geral Frequência cardíaca em repouso mais alta USDHHS. Preventing Tobacco Use Among Young People: A Report of the Surgeon General, 1994; Arday, DR, et al. Cigarette smoking and self-reported health problems among US high school seniors, Am J of Health Promotion 1995;10(2):

19 Atualizado em fevereiro de 2011 Tabagismo e Saúde entre Adolescentes Efeitos aumentados no sistema respiratório Aumento do chiado e falta de ar Aumento da tosse e da produção de muco Menor desempenho físico Menor resistência Redução da função pulmonar Retardo do aumento da função pulmonar USDHHS. Preventing Tobacco Use Among Young People: A Report of the Surgeon General, 1994; Arday et al. Cigarette smoking and self-reported health problems among US high school seniors, Am J Health Promot 1995;10:

20 Atualizado em fevereiro de 2011 Efeitos do Tabagismo sobre a Gestação/Reprodução Menor fertilidade Redução do risco de eclâmpsia Diminuição do crescimento fetal Aumento do risco de ruptura precoce da bolsa, placenta prévia e descolamento prematuro da placenta Aumento do risco de parto prematuro e de gestação mais curta USDHHS. The Health Consequences of Smoking: A Report of the Surgeon General, 2004.

21 Atualizado em fevereiro de 2011 Aumento do risco de baixo peso ao nascer Aumento do risco de mortalidade perinatal (natimortalidade e mortalidade neonatal) Aumento do risco de redução da função pulmonar em crianças Aumento do risco de morte súbita ao nascer USDHHS. The Health Consequences of Smoking: A Report of the Surgeon General, Efeitos do Tabagismo sobre a Gestação/Reprodução

22 Atualizado em fevereiro de 2011 Efeitos do Tabagismo Passivo sobre a Saúde

23 Atualizado em fevereiro de 2011 Conteúdo do Fumaça de Cigarro Fumaça de cigarro contém mais de 7000 compostos químicos 69 substâncias da fumaça do cigarro são carcinogênicos estabelecidos ou prováveis O fumo passivo é reconhecidamente carcinogênico para seres humanos USDHHS. The Health Consequences of Involuntary Exposure to Tobacco Smoke: A Report of the Surgeon General, 2006.

24 Atualizado em fevereiro de 2011 [Passar] Uma hora por dia em um aposento com um fumante traz probabilidade cem vezes maior de causar câncer de pulmão do que passar 20 anos em um edifício que contenha asbestos. -Sir Richard Doll, 1985

25 Atualizado em fevereiro de 2011 Efeitos da Poluição Tabágica (PT*) – Adultos Exposição à PT causa câncer de pulmão entre pessoas que nunca fumaram Exposição à PT associada a viver com um fumante aumenta o risco de câncer de pulmão em 20-30% Exposição à PT causa doença e morte por insuficiência coronariana Exposição à PT aumenta o risco de doença cardíaca em 25%-30% Exposição à PT causa aumento de sintomas respiratórios como incômodo com o odor e irritação nasal USDHHS. The Health Consequences of Involuntary Exposure to Tobacco Smoke: A Report of the Surgeon General, 2006.

26 Atualizado em fevereiro de 2011 Efeitos da Poluição Tabágica sobre a Saúde – Crianças Exposição à PT causa síndrome da morte súbita do recém-nascido Exposição materna à PT durante a gestação causa pequena diminuição do peso ao nascer Exposição à PT após o nascimento causa um nível mais baixo de função pulmonar Exposição à PT por tabagismo parental causa doença respiratória em crianças USDHHS. The Health Consequences of Involuntary Exposure to Tobacco Smoke: A Report of the Surgeon General, 2006.

27 Atualizado em fevereiro de 2011 PT por tabagismo parental causa tosse, muco, chiado e falta de ar em crianças em idade escolar PT por tabagismo parental causa exarcebações de asma Exposição à PT por tabagismo parental causa o início de broncoespasmo em crianças Exposição à PT por tabagismo parental causa doença do ouvido médio (otite média aguda, recorrente e crônica) USDHHS. The Health Consequences of Involuntary Exposure to Tobacco Smoke: A Report of the Surgeon General, Efeitos da Poluição Tabágica sobre a Saúde – Crianças

28 Atualizado em fevereiro de 2011 Aproximadamente 5 milhões de pessoas morrerão este ano por doenças relacionadas ao tabaco. Em 2030, 10 milhões de pessoas morrerão a cada ano por causa do tabaco. World Health Organization. The Tobacco Atlas (2002). Ezzati & Lopez. Estimates of Global Mortality Attributable to Smoking in Lancet 2003; 362:

29 Atualizado em fevereiro de 2011 Benefícios da Cessação

30 Atualizado em fevereiro de 2011 Benefícios Globais da Cessação Ex-fumantes vivem mais comparados com quem continua a fumar Parar de fumar reduz o risco de morte prematura O risco de morte diminui pouco depois da cessação Parar de fumar beneficia quase todas as partes do organismo USDHHS. The Health Benefits of Smoking Cessation: A Report of the Surgeon General, 1990

31 Atualizado em fevereiro de 2011 Parar de Fumar e os Pulmões Função pulmonar começa a melhorar 2-3 meses depois de parar Parar de fumar reduz o risco de câncer de pulmão. Dez anos depois de parar, o risco de câncer cai a 30-50% do risco daqueles que continuam a fumar. USDHHS. The Health Benefits of Smoking Cessation: A Report of the Surgeon General, 1990

32 Atualizado em fevereiro de 2011 Parar de Fumar e o Sistema Respiratório O risco de morte por doença pulmonar obstrutiva crônica diminui depois de parar O risco de doenças das vias aéreas superiores e inferiores, como resfriado, gripe, bronquite e pneumonia, diminui Tosse, congestão dos seios da face, fadiga e falta de ar diminuem 2-3 meses depois de parar Parar de fumar diminui o risco de câncer da laringe USDHHS. The Health Benefits of Smoking Cessation: A Report of the Surgeon General, 1990

33 Atualizado em fevereiro de 2011 Parar de Fumar e o Coração Parar de fumar diminui o risco adicional de morte por aneurisma da aorta abdominal em 50% entre ex- fumantes Risco de doença arterial coronariana diminui pela metade 1-2 anos depois de parar 15 anos depois de parar, risco de doença coronariana é quase o mesmo de um não fumante Entre as pessoas diagnosticadas com doença cardíaca vascular, parar de fumar reduz o risco de infarto recorrente e morte cardiovascular Depois de parar de fumar, doença arterial periférica diminui USDHHS. The Health Benefits of Smoking Cessation: A Report of the Surgeon General, 1990

34 Atualizado em fevereiro de 2011 Parar de Fumar e Outras Partes do Corpo O risco de acidente vascular cerebral diminui ao de quem nunca fumou após 5 a 15 anos da cessação Risco de câncer de boca, garganta ou esôfago cai à metade cinco anos depois de parar Risco de câncer de bexiga cai à metade poucos anos depois de parar Parar de fumar diminui o risco de câncer do rim, estômago, pâncreas e do colo uterino Parar de fumar diminui os risco de úlceras pépticas USDHHS. The Health Benefits of Smoking Cessation: A Report of the Surgeon General, 1990

35 Atualizado em fevereiro de 2011 Parar de Fumar e Gestação Parar de fumar antes ou no começo da gestação diminui o risco de aborto espontâneo, baixo peso ao nascer e de morte súbita do recém-nascido (morte no berço) Apesar de que parar no começo da gestação é que traz maiores benefícios ao feto e à gestante, parar em qualquer período da gestação pode trazer benefícios USDHHS. The Health Benefits of Smoking Cessation: A Report of the Surgeon General, 1990

36 Atualizado em fevereiro de 2011 Resumo: Benefícios de Parar de Fumar para a Saúde Parar de fumar traz benefícios grandes e imediatos para a saúde de homens e mulheres de todas as idades Benefícios se aplicam a pessoas com e sem doenças relacionadoas ao cigarro Ex-fumantes vivem mais do que aqueles que continuam a fumar Parar de fumar diminui o risco de câncer de pulmão e de outros tipos, infarto do coração, acidente vascular cerebral e doença pulmonar crônica Parar de fumar aumenta o sucesso reprodutivo USDHHS. The Health Benefits of Smoking Cessation: A Report of the Surgeon General, 1990

37 Atualizado em fevereiro de 2011 Dependência do Tabaco

38 Atualizado em fevereiro de 2011 Num certo sentido, a indústria do tabaco pode ser pensada como um segmento especializado, altamente ritualizado e estilizado da indústria farmacêutica. Os produtos de tabaco contêm e entregam nicotina, uma droga potente com uma variedade de efeitos fisiológicos, de um modo único Claude Teague memo "RJR Confidential Research Planning Memorandum on the Nature of the Tobacco Business and the Crucial Role of Nicotine Therein

39 Atualizado em fevereiro de 2011 Frequência do Uso de Cigarros, 2004 SAMHSA (2005), Results from the National Survey on Drug Use & Health Idade Consumo médio diário Porcentagem

40 Atualizado em fevereiro de 2011 Dependência do Tabaco nos Estados Unidos, ,5 milhões de norte-americanos com 12 anos ou mais preencheram os critérios para dependência de nicotina no mês anterior à pesquisa 1,1 milhão de jovens entre 12 e 17 anos de idade são fumantes dependentes de nicotina A taxa de dependência é mais alta para os que começam a fumar em uma idade mais precoce do que para quem começa a fumar mais tarde na vida SAMHSA (2005), Results from the National Survey on Drug Use & Health

41 Atualizado em fevereiro de 2011 Dependência de Nicotina entre Fumantes durante o Mês Anterior, por idade, 2004 SAMHSA (2005), Results from the National Survey on Drug Use & Health Porcentagem Dependente de Nicotina Idade em Anos

42 Atualizado em fevereiro de 2011 Taxa de Recaída ao Longo do Tempo Heroína Tabaco Álcool Tempo (Meses) 2 Semanas USDHHS. The Health and Consequences of Tobacco: Nicotine Addiction. A Report of the Surgeon General, Abstinentes (%)

43 Atualizado em fevereiro de a jovens se tornam dependentes do tabaco no mundo todo, a cada dia. World Bank, Curbing the Epidemic: Governments and the Economics of Tobacco Control (Washington: World Bank, 1999).

44 Atualizado em fevereiro de 2011 Tratamentos Eficazes

45 Atualizado em fevereiro de 2011 Tratamentos Eficazes Aconselhamento breve para cessação por médicos, enfermeiros ou outros profissionais de saúde Aconselhamento em grupo Aconselhamento individual Aconselhamento por telefone Medicamentos Fiore MC, Jaén CR, Baker TB, et al. Treating Tobacco Use and Dependence: 2008 Update. Clinical Practice Guideline. Rockville, MD: U.S. Department of Health and Human Services. Public Health Service. May 2008.

46 Atualizado em fevereiro de 2011 Identificação e Avaliação do Uso do Tabaco Ajudando o paciente a parar (5As) –Perguntar (Ask) – identificar sistematicamente todos os usuários de tabaco em todas as consultas –Aconselhar (Advise) – aconselhar enfaticamente todos os consumidores de tabaco a parar –Avaliar (Assess) – determinar a disposição de fazer uma tentativa de parar –Assistir (assist) – ajudar o paciente a parar –Arranjar (arrange) – agendar seguimento Fiore MC, Jaén CR, Baker TB, et al. Treating Tobacco Use and Dependence: 2008 Update. Clinical Practice Guideline. Rockville, MD: U.S. Department of Health and Human Services. Public Health Service. May 2008.

47 Atualizado em fevereiro de 2011 Aconselhamento efetivo para o tratamento do uso e dependência da dependência do tabaco Aconselhamento prático (resolução de problemas/treinamento de habilidade) Suporte social intratratamento Fiore MC, Jaén CR, Baker TB, et al. Treating Tobacco Use and Dependence: 2008 Update. Clinical Practice Guideline. Rockville, MD: U.S. Department of Health and Human Services. Public Health Service. May 2008.

48 Atualizado em fevereiro de 2011 Elementos do aconselhamento Aconselhamento Prático – Reconhecer situações de perigo – Desenvolver habilidades de enfrentamento – Fornecer informações básicas Aconselhamento de Suporte – Incentivar o paciente na tentativa de parar – Comunicar empatia e preocupação – Encorajar o paciente a falar sobre o processo de parar Fiore MC, Jaén CR, Baker TB, et al. Treating Tobacco Use and Dependence: 2008 Update. Clinical Practice Guideline. Rockville, MD: U.S. Department of Health and Human Services. Public Health Service. May 2008.

49 Atualizado em fevereiro de 2011 Tratamento farmacológico para a cessação do tabagismo Tratamento farmacológico que aumenta consistentemente as taxas de abstinência de longo prazo Bupropiona Goma de nicotina, inhaler, spray nasal, pastilha e adesivo Vareniclina Clonidina e nortriptilina podem ser usadas se outros tratamentos não forem eficientes

50 Atualizado em fevereiro de 2011 Intervenção motivacional para aqueles não motivados a parar consiste nos 5 R's Relevância – encorajar o paciente a identificar por que parar é relevância Riscos – pedir ao paciente para identificar potenciais consequências negativas do uso do tabaco Recompensas – pedir ao paciente para identificar benefícios potenciais da cessação Obstáculos (roadblocks) – pedir para o paciente identificar barreiras à cessação Repetição – repetir intervenção motivacional toda vez que um paciente não motivado entrar num setting clínico Fiore MC, Jaén CR, Baker TB, et al. Treating Tobacco Use and Dependence: 2008 Update. Clinical Practice Guideline. Rockville, MD: U.S. Department of Health and Human Services. Public Health Service. May 2008.

51 Atualizado em fevereiro de 2011 Aumentar o preço unitário dos produtos de tabaco Campanhas de educação de massa coombinadas com outras intervenções para informar e motivar usuários de tabaco a parar Sistemas de lembrança para auxiliar os provedores de tratamento a identificar pacientes que usam produtos de tabaco e, em cada consulta, encorajá-los a discutir a cessação com o paciente ou aconselhá-lo a parar Task Force on Community Preventative Services. Zaza S, Briss PA, Harris, KW (eds). The Guide to Community Preventative Services. Oxford University Press. New York, New York, Recomedações para aumentar o abandono do tabaco

52 Atualizado em fevereiro de 2011 Sistema de lembrança para o provedor de cuidados de saúde mais educação do provedor, com ou sem educação do paciente Redução do custo direto para o paciente dos tratamentos eficazes para a cessação Intervenções multicomponentes que incluem suporte ao cliente por telefone Task Force on Community Preventative Services. Zaza S, Briss PA, Harris, KW (eds). The Guide to Community Preventative Services. Oxford University Press. New York, New York, Recomendações para aumentar o abandono do tabaco

53 Atualizado em fevereiro de 2011 Padronização dos cuidados para o tratamento rotineiro e eficiente das necessidades dos tabagistas Rastreamento contínuo do uso do tabaco entre os que entram o sistema de saúde Disponibilidade de tratamentos intensivos eficazes que incluam aconselhamento e tratamento farmacológico Recomendações para aumentar o abandono do tabaco

54 Atualizado em fevereiro de 2011 Tratamento que enfatiza resolução de problemas e suporte social intratratamento Intervenções sociais aumentadas para além do aconselhamento breve para fumantes grávidas Institucionalizar mudanças no sistema de saúde essenciais para garantir que as intervenções clínicas aconteçam Recomendações para aumentar o abandono do tabaco


Carregar ppt "Atualizado em fevereiro de 2011 Office on Smoking and Health National Center for Chronic Disease Prevention and Health Promotion Centers for Disease Control."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google