A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Desenho didático para cursos dinamizados em ambientes online: o caso do curso de formação para professores em serviço do ensino médio MARISTELA MIDLEJ.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Desenho didático para cursos dinamizados em ambientes online: o caso do curso de formação para professores em serviço do ensino médio MARISTELA MIDLEJ."— Transcrição da apresentação:

1 Desenho didático para cursos dinamizados em ambientes online: o caso do curso de formação para professores em serviço do ensino médio MARISTELA MIDLEJ SILVA DE ARAÚJO Santos – SP Set/2008 1

2 Objetivo Geral Relatar o resultado da investigação sobre o Desenho Didático de um curso de formação de professores em serviço do ensino médio da rede pública estadual. 2

3 Ao longo da pesquisa, buscamos compreender, através da dinâmica da sala de aula na educação online, até que ponto o Desenho Didático do Ambiente Virtual de Aprendizagem pode potencializar uma prática pedagógica sintonizada com as novas formas de ensinar e aprender.

4 Processo Metodológico
Abordagem Qualitativa Fonte de inspiração: A Etnopesquisa Crítica/Formação (MACÊDO, 2006)‏ Método: Estudo de caso Curso online “Mídias Digitais e Educação” 4

5 Dispositivos Observação-participante no ambiente online de aprendizagem do curso Interfaces do ambiente que serviram como fontes de dados: chats, fóruns, diário, wiki Diálogos presenciais e online Execução de debates online através de chats e listas de discussão Documentos como fonte de análise: projeto, redações, comunicações informais 5

6 O Curso Mídias Digitais e Educação: contexto da pesquisa
Oferecido pelo Instituto Anísio Teixeira através dos Núcleo de Tecnologia Educacional Autoria do NTE-02 e co-autoria dos demais NTE Carga Horária de 120 horas, sendo 20 presencias e 100 a distância Participantes: gestores e professores de ensino médio da rede estadual de ensino Conteúdos dos Módulos: TV e vídeo, Internet, Blogs, Webquest 6

7 O Desenho Didático e a prática pedagógica de cursos dinamizados em Ambientes Virtuais de Aprendizagem 7

8 Delimitando o conceito: Do Design Instrucional ao
Desenho Didático Todo o conjunto de conteúdo e as situações de aprendizagem (atividades) arquitetados dentro de um ambiente virtual, assim como a abordagem de ensino e de aprendizagem que fundamenta o planejamento das situações didáticas e da dinâmica de sala de aula. 8

9 Análise Design Implementação Avaliação
Desenvolvimento do desenho didático para cursos dinamizados em ambientes online Análise Design Implementação Avaliação 9

10 O Desenho Didático do Curso Mídias Digitais e Educação
Análise - Alunos (nativos digitais)/Docentes (imigrantes digitais)‏ - Cibercultura – evolução das tecnologias digitais/novas formas pensar, ler, escrever e se comunicar Tecnologia como fundamento/estruturante 10

11 O Desenho Didático do Ambiente Virtual de Aprendizagem teve como intenção potencializar uma prática pedagógica sintonizada com as novas formas de ensinar e aprender que emergem nesse novo contexto.

12 Objetivo do Curso Formar professores para utilização das mídias digitais na sala de aula do ensino médio, proporcionando-lhes meios efetivos para análise, criação e acompanhamento de atividades com as referidas mídias envolvendo processos interativos. 12

13 Design Fase do Planejamento onde se definem todas as questões referentes à montagem: equipe, conteúdos a serem trabalhados e produção do material didático, cronograma, definição das atitudes, as competências a serem desenvolvidas, as habilidades esperadas dos alunos, as estratégias pedagógicas. 13

14 Atividade Pedagógica no Ciberespaço...
Conceitos-chave multivocalidade interatividade navegabilidade hipertextualidade 14

15 Fundamentos da Interatividade
1- Participação-intervenção - participar é modificar, é interferir na mensagem; 2- Bidirecionalidade-hibridação - o emissor é receptor em potencial e o receptor é emissor em potencial; os dois pólos codificam e decodificam; 3- Potencialidade-permutabilidade -       O emissor disponibiliza múltiplas redes articulatórias. Silva, 2001 Imagem:Menandro Ramos 15

16 Princípios do Hipertexto
Metamorfose Heterogeneidade Mobilidade dos centros Topologia Lévy, 1999 16

17 Autonomia “O conceito de autonomia está em estrita relação com o conceito de dependência em função da interatividade e interdependência que são inseparáveis dos processos de auto-organização.” (Morin)‏ 17

18 Implementação Abrange todas as etapas de criação e elaboração do material pedagógico, instalação e/ou configuração de ambientes virtuais e escolha das mídias utilizadas, assim como a gestão do curso. Pensar no perfil do AVA que atenda os diferentes interesses dos membros da comunidade. 18

19 As estratégias pedagógicas do Curso
Propósito de formação de professores para a incorporação das mídias digitais na sua prática pedagógica – orientou para seleção de métodos e técnicas que se apropriassem de todas as possibilidades da rede. Estratégias diversas, da livre exploração da web à tradicional resolução de tarefas; Diferentes abordagens foram vivenciadas 19

20 Avaliação Formativa, continuada e processual (Luckesi, Hoffmann, Vasconcelos)‏ Avaliação na Educação Online (Santos)‏ Fóruns Rubrica de avaliação Os portfólios Os Diários de Bordo Da Aprendizagem Auto-avaliação Fóruns para Opiniões, críticas e sugestões Do trabalho realizado 20

21 Considerações Finais Desenho Didático Aberto/Contextualizado (Filatro, 2005) A Equipe responsável pelo processo concernente à concepção, disponibilização do material no AVA e execução das atividades Fases do Desenho Didático são partes interdependentes e dinâmicas‏ 21

22 Considerações Finais O Desenho Didático está ligado diretamente a concepção do curso, relacionado com a visão de educação, de homem, de conhecimento, de tecnologia. É a proposta educacional que vai eleger a utilização das interfaces e as estratégias de aprendizagem. 22

23 Considerações Finais Há que se considerar os princípios da cibercultura – interatividade e colaboração – com o intuito de ressignificar as práticas pedagógicas tão fortemente marcadas pelo instrucionismo.

24 Considerações Finais O Desenho Didático de cursos online não é uma simples aplicação de intenções e aparatos tecnológicos modernos, mas, antes de tudo, é um desenho educativo, portanto deve contemplar a contextualização, considerando-se as especificidades, tanto dos sujeitos aprendentes quanto do espaço de aprendizagem.

25 Referências Bibliográficas:
BONILLA, Maria Helena. Escola aprendente: para além da sociedade da informação. Rio de Janeiro: Quartet, 2005. CASELLA et al. La Web 2.0 en la red de escuelas Medias. Disponível em: <http://www.cibersociedad.net/congres2006/gts/comunicacio.php?llengua=es&id=852 Acesso março 2007. FILATRO, Andréa. Design Instrucional Contextualizado: educação e tecnologia. São Paulo: Editora Senac, 2004. ______. Integração de Objetos em Atividades de Aprendizagem: Padrões para Desenho de Cursos. Disponível em usp/Publicacoes/Artigos/fgv_2005.pdf Acesso: 10 out 2007. FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 18ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2001. HOFFMANN, Jussara. Pontos & Contrapontos: do pensar ao agir em avaliação. Porto Alegre: Mediação, 1998. KRATOCHWILL, Susan. Avaliação da aprendizagem em educação online: o fórum e discussão como interface dialógica. Dissertação (Mestrado em Educação). Rio de Janeiro: Universidade Estácio de Sá, 2006. LÉVY, P. Cibercultura. Rio de Janeiro: Editora 34, 1999. LEMOS, André et al. Uma sala de aula no ciberespaço: reflexões e sugestões a partir de uma experiência pela internet. Disponível em: <http://www.facom.ufba.br/ciberpesquisa/txt_col1.htm> Acesso: 03 mar LUCKESI, Carlos Cipriano. Avaliação da aprendizagem na escola: reelaborando conceitos e recriando a prática. Salvador: Malabares Comunicação e Eventos, 2003. MACEDO, Roberto Sidnei. Etnopesquisa crítica e Etnopesquisa-formação. Brasília: Líber Livro Editora, 2006. MORIN, Edgar. Introdução ao pensamento complexo. Porto Alegre: Sulina, 2005. PINHEIRO, Marco Antonio . Dissertação de Mestrado Estratégias para o Design Instrucional de Cursos pela internet. Disponível em: <http://teses.eps.ufsc.br/defesa/pdf/9880.pdf> Acesso: Set PRETTO, Nelson. Uma escola sem/com futuro. Campinas: Papirus, 1996. SANTOS, Edméa. Educação online como campo de pesquisa-formação: potencialidades das interfaces digitais. In: SANTOS, Edméa e ALVES, Lynn. Práticas pedagógicas e tecnologias digitais. Rio de Janeiro: E-papers, 2006. SILVA, Marco. Sala de aula interativa, 2ª ed. Rio de Janeiro: Quartet, 2001. VASCONCELOS, Celso. Avaliação: concepção dialética-libertadora do processo de avaliação escolar. 15ª ed. São Paulo: Libertad, 2005.

26 Maristela Midlej Silva de Araújo Mestre em Educação Especialista em Informática na Educação e Planejamento e Gestão de Sistema em Educação a Distância. Professora do Núcleo de Tecnologia Educacional. 26


Carregar ppt "Desenho didático para cursos dinamizados em ambientes online: o caso do curso de formação para professores em serviço do ensino médio MARISTELA MIDLEJ."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google