A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A LITERATURA COMO RECURSO PROPICIADOR DE SITUAÇÕES DE LETRAMENTO EM CLASSES MULTISSERIADAS NUMA ESCOLA DO CAMPO. R AIMUNDA S. M. O LIVEIRA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A LITERATURA COMO RECURSO PROPICIADOR DE SITUAÇÕES DE LETRAMENTO EM CLASSES MULTISSERIADAS NUMA ESCOLA DO CAMPO. R AIMUNDA S. M. O LIVEIRA."— Transcrição da apresentação:

1 A LITERATURA COMO RECURSO PROPICIADOR DE SITUAÇÕES DE LETRAMENTO EM CLASSES MULTISSERIADAS NUMA ESCOLA DO CAMPO. R AIMUNDA S. M. O LIVEIRA

2 ESCOLA RURAL MUNICIPAL ALÔ GUIMARÃES – LOCALIZADA NO MUNICÍPIO DE FAZENDA RIO GRANDE/PR

3 OBJETIVO Preocupações da professora, com relação à aprendizagem dos alunos, mais especificamente com as dificuldades apresentadas na leitura e escrita de algumas crianças. O presente trabalho tem como objetivo realizar trabalho com textos literários para o desenvolvimento e letramento dos alunos que frequentam classes multisseriadas.

4 JUSTIFICATIVA Porque Literatura? Cabral (1998) aponta que a literatura se constitui não só na produção, mas também na interação com o leitor, pois sua legitimidade se dá quando o leitor interage, recria a história com sua própria visão de mundo. No processo de ensino aprendizagem quanto maior o contato da criança com diferentes textos e situações, mais ela terá seu universo ampliado. Portanto, realizar atividades e criar situações com textos literários irá promover o desenvolvimento e articulação entre oralidade, leitura e escrita.

5 METODOLOGIA Técnicas utilizadas: observação formal, entrevista fechada, análise do material pedagógico. Registro de dados: diário de campo, fotografias. Com relação aos alunos, realizamos uma investigação sobre as histórias e lendas presentes na comunidade.

6 DISCUSSÃO TEÓRICA Soares (2009) não se refere unicamente a dimensão pessoal, mas é sobretudo uma prática social: letramento é o que as pessoas fazem com as habilidades de leitura e de escrita, em um contexto especifico, e como essas habilidades se relacionam com as necessidades, valores e práticas sociais.(p. 72). Cabral (1998) aponta que a literatura se constitui não só na produção, mas também na interação com o leitor, pois sua legitimidade se dá quando o leitor interage, recria a história com sua própria visão de mundo.

7 Na educação e pedagogia do campo, parte-se da particularidade e singularidade dada pela realidade de homens e mulheres que produzem suas vidas no campo. Todavia, não se postula o localismo e nem o particularismo, mediante os quais se nega o acesso e a construção do conhecimento e de uma universalidade histórica rica, porque é a síntese do diálogo e da construção de todos os espaços onde os seres humanos produzem sua vida.(Frigotto, 2010, p. 36)

8 ESCOLA Características da Sala de aula e outros espaços: Disposição das carteiras; Reagrupamento de ciclo; Espaço da sala Exposição dos trabalhos Computador Biblioteca improvisada

9 DISPOSIÇÃO DAS CARTEIRAS

10

11 R EAGRUPAMENTO POR CICLO

12 E SPAÇO DA SALA DE AULA

13 EXPOSIÇÃO DOS TRABALHOS

14

15 E SPAÇO EXTERNO

16 H ORA DO RECREIO

17

18 B IBLIOTECA IMPROVISADA

19 R ESULTADOS Adaptação da professora quanto ao livros (Coleção trilhas na Educação do Campo e Magda Soares) Contos Habilidade para contar outras histórias. Textos literários diversos. Contando, recontando e produzindo.

20 FIGURA 1: FREQUÊNCIA DE ACESSO À INFORMAÇÃO E À CULTURA.

21 Figura 2: Frequência de acesso - comunicação em massa e meios externos.

22 Rojo (2009), com o advento da globalização a sociedade mudou muito, novas formas de comunicação estão cada vez mais presentes e, consequentemente, novas práticas de letramento (letramentos múltiplos) são cada vez mais exigidas. O termo letramento, segundo a autora, busca recobrir os usos e práticas sociais de linguagem que envolvem a escrita de uma ou de outra maneira, sejam eles valorizados ou não valorizados, locais ou globais, recobrindo contextos sociais diversos (família, igreja, trabalho, mídias, escola etc.), numa perspectiva sociológica, antropológica e sociocultural. (p.98)

23 B IBLIOGRAFIA BRASIL. Panorama da educação do campo. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, CABRAL, M. A criança e o livro: memória em fragmentos. In: KRAMER, S.; LEITE, M. I. (Orgs). Infância e produção cultural. Campinas: Papirus, p FRIGOTTO, G.. Projeto Societário contra-hegemônico e educação do campo: desafios de conteúdo, método e forma. In: MUNARIM, Antonio et al. (org.). Educação do campo : reflexões e perspectivas. Florianópolis: Insular, p SOARES, M. Letramento: um tema em três gêneros. 3° Ed. Belo Horizonte: Autêntica, ROJO, Roxane. Letramentos múltiplos, escola e inclusão social. São Paulo: Parábola Ed


Carregar ppt "A LITERATURA COMO RECURSO PROPICIADOR DE SITUAÇÕES DE LETRAMENTO EM CLASSES MULTISSERIADAS NUMA ESCOLA DO CAMPO. R AIMUNDA S. M. O LIVEIRA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google