A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AS DIRETRIZES MUNICIPAIS DE FAZENDA RIO GRANDE E A ESPECIFICIDADE DA ESCOLA DO CAMPO Fabiana Aparecida Franco Rodrigues Bolsista da Capes/ Observatório.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AS DIRETRIZES MUNICIPAIS DE FAZENDA RIO GRANDE E A ESPECIFICIDADE DA ESCOLA DO CAMPO Fabiana Aparecida Franco Rodrigues Bolsista da Capes/ Observatório."— Transcrição da apresentação:

1 AS DIRETRIZES MUNICIPAIS DE FAZENDA RIO GRANDE E A ESPECIFICIDADE DA ESCOLA DO CAMPO Fabiana Aparecida Franco Rodrigues Bolsista da Capes/ Observatório. Professora da rede Municipal de Fazenda Rio Grande

2 Esta pesquisa está vinculado ao projeto do Observatório da Educação intitulado A realidade das escolas do campo na região Sul do Brasil: diagnóstico e intervenção pedagógica com ênfase na alfabetização, letramento e formação de professores e, está sendo desenvolvido em uma Escola do Campo, localizada num município da região metropolitana de Curitiba.

3 ESCOLA RURAL MUNICIPAL SENADOR ALÔ GUIMARÃES

4 JUSTIFICATIVA Em função da dificuldade em trabalhar conteúdos seriados da Proposta Curricular do Município de Fazenda Rio Grande na Escola Rural Municipal Senador Alô Guimarães, surgiu a necessidade de repensar a Proposta Curricular, buscando relacioná-la com a realidade desta escola a qual apresenta a modalidade de ensino multisseriado.

5 OBJETIVO GERAL: Apropriar a Proposta Curricular Municipal de Fazenda Rio Grande a realidade da Escola Rural Municipal Alô Guimarães.

6 Analisar a Proposta Curricular do Município de Fazenda Rio Grande, com relação a sua adequação a Escola do Campo; Identificar práticas pedagógicas que contemplem o contexto sócio cultural dos alunos da Escola Rural Municipal Senador Alô Guimarães; Buscar metodologias diferenciadas que possibilitem a aprendizagem em classes multisseriadas; Divulgar material e propostas de estudos sobre a Educação do Campo direcionadas à equipe da Secretaria Municipal de Educação. Objetivos específicos

7 Metodologia Realizar encontros com a equipe da Secretaria Municipal de Educação, (coordenadoras pedagógicas, Secretário de Educação e Gestão). Propondo a adequação da Proposta Curricular e para entenderem as diferenças de ideologia entre Educação Rural e Educação do Campo. Atividades diferenciadas que valorizem a heterogeneidade do grupo, os conteúdos prévios e o contexto sócio cultural dos alunos da Escola Municipal Rural Alô Guimarães, para sanar as dificuldades em leitura e escrita numa perspectiva de letramento.

8 Procedimentos realizados EncontroReagrupamento

9 Considerações finais A preocupação no início do trabalho correspondia a defasagem de conteúdos dos alunos da Escola Rural Municipal Senador Alô Guimarães em função a Proposta Curricular do Município de Fazenda Rio Grande, mas, no decorrer da pesquisa e com os encontros com a equipe da secretaria de Educação (coordenadora pedagógica, Secretário de Educação e Gestão) pudemos observar que eles possuem pouco interesse tanto na questão Educação do Campo e principalmente na adequação da Proposta Curricular do Município. Desconhecem as diferenças de ideologia entre educação rural e educação do campo.

10 Referências ARROYO,M. Ciclos de formação. O que pesquisar e refletir? In: FETZNER, A. R. Ciclos em revista: implicações curriculares de uma escola não seriada. Rio de Janeiro, Wak Editora, v. 2, BRASIL. Panorama da educação do campo. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, CALDART, R.S. Elementos para a construção do projeto político e pedagógico da educação do campo. Cadernos temáticos: educação do campo. Curitiba: SEED- Pr, 2005, p

11 CALDART, R.; PEREIRA, I. B.; ALENTEJANO, P; FRIGOTTO, G. (Orgs). Dicionário da Educação do Campo. Rio de Janeiro, São Paulo: Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, Expressão Popular, COLELLO, S. M. G. Alfabetização e letramento: o que será que será? In: LEITE,S.A. da S.; COLELLO, S. M. G. Alfabetização e letramento. ARANTES, V. A. (org.) São Paulo: Summus, p MUNARIM, A. Movimento Nacional de Educação do Campo: uma trajetória em construção. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 31.,Caxambu, Disponível em:. (GT 3- Movimentos Sociais e Educação). Acesso em: 2/8/20

12 SOARES, M. Letramento: um tema em três gêneros. 3° Ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

13 Paulo Freire Não basta saber ler que Eva viu a uva. É preciso compreender qual a posição que Eva ocupa no seu contexto social, quem trabalha para produzir a uva e quem lucra com esse trabalho


Carregar ppt "AS DIRETRIZES MUNICIPAIS DE FAZENDA RIO GRANDE E A ESPECIFICIDADE DA ESCOLA DO CAMPO Fabiana Aparecida Franco Rodrigues Bolsista da Capes/ Observatório."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google