A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Silvia M. Gasparian Colello

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Silvia M. Gasparian Colello"— Transcrição da apresentação:

1 Silvia M. Gasparian Colello

2 Referencial para o ensino da escrita: Escrita como objeto do ensino Escrita como objeto social de comunicação: mediação e interação (inserção na sociedade letrada) Aprendizagem pela construção cognitiva Escrita: compromisso de todas as áreas Alfabetização como projeto educativo e compromisso com a sociedade democrática Paulo Freire 60/70 Escrita: Leitura de mundo Dimensão política Denúncia de práticas alienantes Cs linguísticas 80 Legitimidade dos falares Respeito ao sujeito falante Natureza dialógica da escrita Estudos Psicológicos 80 Escrita: Representação da língua Construção cognitiva Objeto cultural e aprendizagem em um contexto sociohistórico Estudos Letramento 90 Revisão do conceito de alfabetizar e das dimensões do ensino: aprender a ler e escrever e se tornar um usuário do sistema Estudos Pedagógicos 90 Competências Interdisciplinaridade Projetos de trabalho Língua escrita: eixo do trabalho escolar Língua escrita: aportes de uma revolução conceitual Como os professores do campo recebem e se relacionam com o nesse referencial teórico? (Colello, 2012)

3 O CONCEITO DE LETRAMENTO Street (1984): modelo autônomo X modelo ideológico Mary Kato: No mundo da escrita (1986) Tfouni (âmbito de consideração): Alfabetização: aquisição da escrita por um indivíduo ou grupo de indivíduos Letramento: aspectos sócio-históricos da aquisição da escrita na sociedade Kleiman (oposição dos conceitos a partir das práticas): Letramento é o conjunto de práticas sociais que usam a escrita enquanto sistema simbólico e enquanto tecnologia em contextos específicos. A alfabetização, como prática escolar, é um dos referenciais (até o mais valorizado), mas não o único. Soares (aprendizagem e uso: o impacto qualitativo sobre o sujeito)

4 Alfabetização: Ação de ensinar ou aprender a ler e a escrever Letramento: Estado ou condição de quem não apenas sabe ler e escrever, mas cultiva e exerce as práticas sociais que usam a escrita (Magda Soares, )

5 Conceito de letramento: algumas problematizações

6 Como convivem essas duas facetas? O alfabetizado letrado O não alfabetizado e pouco letrado O letrado pouco alfabetizado O alfabetizado pouco letrado

7 Como avaliar o grau de letramento? Contexto Sociohistórico: as muitas linguagens, as muitas práticas letradas Âmbitos de Circulação Necessidades pessoais ou profissionais Competências de leitura e de escrita GRAU DE LETRAMENTO O instrumento: níveis

8 Letramento e alfabetização como objeto(s) de ensino: letramento ou cultura escrita? Mgda Soares Emilia Ferreiro X

9 Letramento ou letramentos?

10 Língua escrita Papel da escola Apelos do nosso mundo LETRAMENTO Implicações pedagógicas

11 1) Língua é código Associação de fonemas e grafemas Preocupação com a ortografia, gramática e estruturas linguísticas Codificação e decifração 2) Língua é expressão de ideias Escrita/fala = registro e enunciação compreensíveis de ideias Leitura/escuta = recuperar a ideia do outro Língua como objeto monológico Rigidez textual representada pelo preto no branco: uma só interpretação possível Produção e interpretação independentes do interlocutor e do contexto (língua autônomo que fala por si só) Encontro Diálogo Interação Construção de sentidos no contexto da situação comunicativa X CONCEPÇÕES DE LÍNGUA ESCRITA Qual é a concepção que os professores têm da língua? (Colello, 2010)

12 CIÊNCIA E CONHECIEMENTOS ESPECÍFICOS UNIVERSO SOCIOCULTURAL ESCOLA ALUNO PAPEL DA ESCOLA NA CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO Dimensão cognitiva Dimensão afetiva Dimensão funcional OUTRO SUJEITO Interação Mediação Linguagem (Colello, 2012)

13 A construção da prática pedagógica CAMINHOS PARA A FORMAÇÃO DOCENTE Grau de letramento Conhecimentos teóricos O eu profissional e a percepção sobre o seu papel ou seu trabalho A cultura escolar e condições de trabalho Fundamentação didático- pedagógica Expectativas de formação Relações na escola e fortalecimento da equipe de trabalho Eixos de análise para nortear a construção do instrumento?

14 PRODUÇÃO TEÓRICA PROFESSOR PRÁTICA PEDAGÓGICA FORMAÇÃO PESSOAL (Colello, 2012)

15 Bibliografia Arantes, Leite & Colello Alfabetização e Letramento: pontos e contrapontos. SP: Summus, 2010 Colello A Escola que (não) Ensina a Escrever. SP: Summus, 2012 Colello Alfabetização e Letramento: repensando o ensino da língua escrita In Videtur, n 29, Porto: Mandruvá, 2004 (http://www.hottopos.com/videtur29/silvia.htm)http://www.hottopos.com/videtur29/silvia.htm Colello Alfabetização em Questão. SP: Paz e Terra, 2004 Colello Concepções de Leitura e Implicações Pedagógicas In International Studies on law and Education 5. SP: Mandruvá, 2010 (http://www.hottopos.com/isle5/8silviag.pdf )http://www.hottopos.com/isle5/8silviag.pdf Colello Quando Começa a Aprendizagem da Leitura e da Escrita? In Leitura: Teoria & Prática, n.58. Campinas: Global, 2012 Colello (org) Textos em Contextos. SP: Summus, 2011 Ferreiro Cultura Escrita e Alfabetização PA: Artmed, 2001 Ferreiro Passado e Presente dos Verbos Ler e Escrever. SP: Cortez, 2002 Geraldi Portos de Passagem. SP: Martins Fontes, 1993 Kleiman (org) Os Significados do Letramento. Campinas: Mercado das Letras, 1995 Mortatti Educação e Letramento. SP: UNESP, 2004 Ribeiro (org). Letramento no Brasil SP: Global, 2003 Soares Alfabetização e Letramento, SP: Contexto, 2003 Soares Letramento – um tema em três gêneros, BH: Autêntica 1998


Carregar ppt "Silvia M. Gasparian Colello"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google