A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UNIJUI- Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul Ciência Política e Teoria do Estado Dejalma Cremonese NEOLIBERALISMO VII Vera.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UNIJUI- Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul Ciência Política e Teoria do Estado Dejalma Cremonese NEOLIBERALISMO VII Vera."— Transcrição da apresentação:

1 UNIJUI- Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul Ciência Política e Teoria do Estado Dejalma Cremonese NEOLIBERALISMO VII Vera Lúcia Goi Eidt Ijuí, 22 de março de 2008

2 NEOLIBERALISMO Neoliberalismo é um conjunto de idéias políticas e econômicas capitalistas que defende a não participação do estado na economia. De acordo com esta doutrina, deve haver total liberdade de comércio, pois este princípio garante o crescimento econômico e o desenvolvimento social de um país.

3 Surgiu na década de 1970, através da Escola Monetarista do economista Milton Friedman, como uma solução para a crise que atingiu a economia mundial em 1973, provocada pelo aumento excessivo no preço do petróleo.

4 O Chile foi o primeiro país do mundo a adotar o neoliberalismo. Caracterizou-se pela liberalização da economia, alta taxa de desemprego, repressão sindical, concentração de renda em favor dos ricos, e privatização de bens públicos. Pinochet foi o responsável por uma das mais cruéis ditaduras militares da América Latina, mandando perseguir, torturar, prender e matar os seus opositores. GORVERNOS NEOLIBERAIS

5 Sra. Thatcher inspirou-se nas idéias neoliberais a partir de O seu Governo Conservador serviu de modelo para todas as políticas que se seguiram posteriormente no mesmo roteiro.A hegemonia do neoliberalismo hoje é tamanha que países de tradições completamente diferentes, governados por partidos os mais diversos possíveis, aplicam a mesma doutrina.

6 No Brasil, a adoção do modelo neoliberal se iniciou com o ex-presidente Fernando Collor de Melo e continuou com o governo de Fernando Henrique Cardoso.

7 CARACTERÍSTICAS DO NEOLIBERALISMO -mínima participação estatal nos rumos da economia de um país; - pouca intervenção do governo no mercado de trabalho; - política de privatização de empresas estatais; - livre circulação de capitais internacionais e ênfase na globalização; - abertura da economia para a entrada de multinacionais;

8 - adoção de medidas contra o protecionismo econômico; - desburocratização do estado; - diminuição do tamanho do estado, tornando- o mais eficiente; - posição contrária aos impostos e tributos excessivos; - aumento da produção, como objetivo básico para atingir o desenvolvimento econômico;

9 - contra o controle de preços dos produtos e serviços por parte dos estados; - a base da economia deve ser formada por empresas privadas; - defesa dos princípios econômicos do capitalismo.

10 Princípios Básicos Filosofia: na teologia neoliberal os homens não nascem iguais, nem tendem à igualdade.Logo qualquer tentativa de suprimir com a desigualdade é um ataque irracional à própria natureza das coisas. Deus ou a natureza dotou alguns com talento e inteligência mas foi avaro com os demais. Qualquer tentativa de justiça social torna-se inócua por que novas desigualdades fatalmente ressurgirão.

11 Exclusão e pobreza: a sociedade é o cenário da competição, da concorrência. A sociedade teatraliza em todas a instâncias a luta pela sobrevivência. Inspirados no darwinismo, que afirma a vontade do mais apto, concluem que somente os fortes sobrevivem cabendo aos fracos conformarem-se com a exclusão natural.

12 Esses, por sua vez, devem ser atendidos não pelo Estado de Bem-estar, que estimula o parasitismo e a irresponsabilidade, mas pela caridade feita por associações e instituições privadas, que ameniza a vida dos infortunados.

13 Os ricos: eles são a parte dinâmica da sociedade. Deles é que saem as iniciativas racionais de investimentos baseados em critérios lucrativos. A política de tributação sobre eles deve ser amainada o máximo possível para não ceifar- lhes os lucros ou inibi-los em seus projetos.

14 Mercado: Ele é quem tudo regula, faz os preços subirem ou baixarem, estimula a produção, elimina o incompetente e premia o sagaz e o empreendedor. Seu poder é ilimitado e qualquer tentativa de controlá-lo é um crime de heresia, na medida em que é ele que fixa as suas próprias leis e o ritmo em que elas devem seguir.

15 Estado:O estado intervencionista. Dele é que partem as políticas restritivas à expansão das iniciativas. Seu zelo pelas classes trabalhadoras leva-o a uma prática assistencialista que se torna um poço sem fim. As demandas por bem-estar e melhoria da qualidade de vida não terminam nunca, fazendo com que seus custos sociais sejam cobrados dos investimentos e das fortunas.

16 Ao intervir como regulador, ele se desvia das suas funções naturais, limitadas à segurança interna e externa, a saúde e à educação. O mercado auto-regulado e auto-suficiente dispensa qualquer tipo de controle. O Estado deve pois ser enxugado, diminuído em todos os sentidos. Deve-se limitar o número de funcionários e desestimular a função pública.

17 CURIOSIDADES: Opinião pública no Brasil, 2007 Pesquisas de opinião pública, realizadas em 2007, indicaram que "(...) a percepção dos brasileiros é que as privatizações pioraram os serviços prestados à população nos setores de telefonia, estradas, energia elétrica e água e esgoto. As mais altas taxas de rejeição (73%) estão no segmento de nível superior e nas classes A e B"

18 A desigualdade na renda per capita aumentou em vários países da OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico) durante essas duas décadas, o que sugere que a desregulação dos mercados teve como resultado uma maior concentração do poder econômico.

19 O que haveria de positivo no neoliberalismo? O neoliberalismo está no centro de vários debates da atualidade.Em conseqüência disso, a sociedade brasileira construiu uma forte rejeição a essa postura teórica que comanda as práticas políticas de vários governos no mundo.

20 Houve uma tremenda liberalização financeira e se pensava que o fluxo de capital iria dos países ricos aos pobres, mas ocorreu o contrário.

21


Carregar ppt "UNIJUI- Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul Ciência Política e Teoria do Estado Dejalma Cremonese NEOLIBERALISMO VII Vera."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google