A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

“Convertei-vos, porque está próximo o reino de Deus”. Que podem dizer estas palavras a um homem ou a uma mulher dos nossos dias? A ninguém atrai ouvir.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "“Convertei-vos, porque está próximo o reino de Deus”. Que podem dizer estas palavras a um homem ou a uma mulher dos nossos dias? A ninguém atrai ouvir."— Transcrição da apresentação:

1

2 “Convertei-vos, porque está próximo o reino de Deus”. Que podem dizer estas palavras a um homem ou a uma mulher dos nossos dias? A ninguém atrai ouvir um convite à conversão. Pensamos logo em algo custoso e pouco agradável: uma ruptura que nos levaria a uma vida pouco atractiva e pouco desejável. Será realmente assim? O verbo grego que se traduz por “converter-se” significa na realidade “pôr-se a pensar”, “rever o enfoque da nossa vida”, “reajustar a perspectiva”. As palavras de Jesus poderiam escutar-se assim: “Vede se não tereis que rever e reajustar algo na vossa maneira de pensar e de actuar para que se cumpra em vós o projecto de Deus de uma vida mais humana”. Converter-nos é “libertar a vida” eliminando medos, egoísmos, tensões e escravidões que nos impedem de crescer de maneira sadia e harmoniosa. “Convertei-vos e acreditai na Boa Notícia”, convida-nos a descobrir a conversão como passo para uma vida mais plena e gratificante. José Antonio Pagola. O caminho aberto por Jesus. Texto: Marcos 1, Primeiro domingo de Quaresma –B- Comentários e apresentação: M.Asun Gutiérrez. Música: Beethoven. String Quartet nº 13 in B-Flat

3 12 Naquele tempo, o Espírito Santo impeliu Jesus para o deserto. O Espírito é protagonista na vida de Jesus. O Espírito é quem O leva ao deserto. Não é uma cilada, mas algo que responde ao plano amoroso de Deus. Em todos os acontecimentos da sua vida Jesus actua movido pelo Espírito. A nós também o Espírito nos convida a ir, com Jesus, ao deserto. Lugar de busca, de decisões, de austeridade, de escuta, de discernimento, de oração, de reflexão, de encontro consigo mesmo e com Deus. Lugar de misericórdia e de amor: “De ti recordo o teu carinho juvenil, o amor de teu noivado, aquele seguires-me pelo deserto” (Jer 2,2). A Jesus, o Espírito fá-lo sentir fome de serviço, de humildade, de justiça, de compaixão, de entrega, de confiança.. Também a mim?

4 13 Jesus esteve no deserto quarenta dias e era tentado por satanás. Vivia com animais selvagens e os anjos serviam- n’O. Marcos fala das tentações de Jesus de forma sóbria e breve. Sentir a tentação-prova é bom. Jesus viveu-a. Supõe: sensibilidade perante Deus e perante os outros. Atenção ao espírito. Esforço de conversão permanente. Escuta da Palavra. Necessidade de oração constante. Ajuda-nos a nos conhecermos melhor, a crescer, a sermos mais realistas, mais livres, mais pacientes e prudentes, mais humildes, mais compreensivos, mais compassivos, connosco mesmos e com os outros, mais necessitados de Deus.

5 14 Depois de João ter sido preso, Jesus partiu para a Galileia e começou a pregar o Evangelho, dizendo: A mensagem e a vida de Jesus é Boa e Nova Notícia. Autêntico presente, fonte de vida, descanso e alegria, anúncio da proximidade libertadora de Deus. Para transmitir a Boa Notícia é essencial a satisfação, a alegre convicção de quem a anuncia, para que produza alegria em quem a recebe. No Evangelho de Marcos, Galileia tem um significado especial. Na Galileia, terra de pessoas pagãs, impuras, marginalizadas, torna-se presente, pela primeira vez, a Boa Notícia. Galileia é o lugar para onde envia os discípulos depois da ressurreição. Vê e experimenta Jesus quem regressa à Galileia – quem opta pelas pessoas máai necessitadas - a prosseguir a sua causa. Galileia

6 15 – Cumpriu-se o tempo e está próximo o reino de Deus. O reino de Deus é o projecto de Jesus, o núcleo da sua mensagem, do seu ensinamento e da sua actividade. O Reino está a chegar quando se trabalha, como Jesus, para que a paz, a justiça, a solidariedade, o amor reinem entre os seres humanos e na natureza. Jesus fala do Reino como uma notícia gozosa, uma realidade presente e futura ao mesmo tempo. Para nós é um dom que recebemos e uma tarefa que se nos dá. Para anunciar e construir o Reino, o nosso lugar está, com Jesus, onde se jogam os interesses de Deus: os seus filhos e filhas mais necessitados.

7 Arrependei-vos e acreditai no Evangelho. “Convertei-vos” é a primeira mensagem de Jesus. Converter-se é mudar de rumo, tomar outra direcção, mudar de mentalidade. Seguir Jesus. O nossa resposta à oferta do Reino e da Boa Notícia é uma atitude de alegria, de fé e de conversão. O anúncio do Reino pede uma mudança. Não é possível conter nas velhas estruturas – pessoais, mentais, sociais, religiosas...- o que Jesus é e oferece: justiça, paz, verdade, compaixão, amor, vida. As velhas estruturas não servem para acolher a Boa Nova de Jesus.

8 Outra Quaresma…outra Páscoa Anima-te a viver este ano outro tipo de Quaresma: mais social, mais solidária, mais entregue, mais participativa, mais compassiva. Isso te levará a viver outra Páscoa: mais fraterna, mais humana, mais luminosa, más esperançosa, mais terna, mais nova. Uma Quaresma nova para uma Páscoa nova Escuta a voz da profecia: “Tudo faço novo” (Ap 21,5). Esta novidade temos de a forçar para que possa acontecer. Por isso este pregão é uma oferta, uma investida, um desafio. Jesus, incansável caminhante, vai ao nosso lado no itinerário quaresmal. Façamos caminho com Ele Abrindo-nos a toda gente, sobretudo à mais necessitada, à mais doente, à mais humilde. Fidel Aizpurua


Carregar ppt "“Convertei-vos, porque está próximo o reino de Deus”. Que podem dizer estas palavras a um homem ou a uma mulher dos nossos dias? A ninguém atrai ouvir."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google