A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TIPOS DE REFERENCIAIS TEÓRICOS QUE DEVEM SER EVITADOS Profa. Ms. Jacqueline Figueiredo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TIPOS DE REFERENCIAIS TEÓRICOS QUE DEVEM SER EVITADOS Profa. Ms. Jacqueline Figueiredo."— Transcrição da apresentação:

1 TIPOS DE REFERENCIAIS TEÓRICOS QUE DEVEM SER EVITADOS Profa. Ms. Jacqueline Figueiredo

2 ARQUEOLÓGICO Imbuídos de uma preocupação exaustiva de caracterizar historicamente o assunto escolhido voltando aos primórdios do conhecimento registrado sobre a temática. Imbuídos de uma preocupação exaustiva de caracterizar historicamente o assunto escolhido voltando aos primórdios do conhecimento registrado sobre a temática. Ex.: Ao se estudar a tecnologia da educação do Brasil – o pesquisador começa a revisão da literatura pelos jesuítas

3 Patchwork Caracteriza-se por apresentar uma colagem de conceitos, pesquisas e afirmações de diversos autores, sem um fio condutor capaz de guiar a caminhada do leitor. Neste tipo de trabalho, não se consegue vislumbrar planejamento ou sistematização do material lido e analisado pelo pesquisador. Caracteriza-se por apresentar uma colagem de conceitos, pesquisas e afirmações de diversos autores, sem um fio condutor capaz de guiar a caminhada do leitor. Neste tipo de trabalho, não se consegue vislumbrar planejamento ou sistematização do material lido e analisado pelo pesquisador.

4 Suspense O pesquisador omite alguns pontos relevantes sobre o assunto estudado ou não apresenta/deixa claro o objeto de estudo de forma intencional ou por conhecer pouco o assunto. A dificuldade é saber aonde o autor que chegar, qual a ligação dos fatos expostos com o tema estudado. Em poucos casos, o pesquisador consegue fazer um arremate final. O pesquisador omite alguns pontos relevantes sobre o assunto estudado ou não apresenta/deixa claro o objeto de estudo de forma intencional ou por conhecer pouco o assunto. A dificuldade é saber aonde o autor que chegar, qual a ligação dos fatos expostos com o tema estudado. Em poucos casos, o pesquisador consegue fazer um arremate final.

5 Caderno B Texto leve que procura tratar, mesmo os assuntos mais complexos, de modo ligeiro, sem aprofundamento. O pesquisador demonstra predileção por fontes secundárias, onde o material já se encontra mais “digerido”. Texto leve que procura tratar, mesmo os assuntos mais complexos, de modo ligeiro, sem aprofundamento. O pesquisador demonstra predileção por fontes secundárias, onde o material já se encontra mais “digerido”.

6 Coquetel Teórico Diz do trabalho que, para dar conta da indisciplina dos dados, apela para todos os autores disponíveis. Nestes casos, Durkheim, Weber, Freud, Marx, Althusser, Habermas e mutos outros, podem unir forças na tentativa de explicar pontos obscuros para o pesquisador. Diz do trabalho que, para dar conta da indisciplina dos dados, apela para todos os autores disponíveis. Nestes casos, Durkheim, Weber, Freud, Marx, Althusser, Habermas e mutos outros, podem unir forças na tentativa de explicar pontos obscuros para o pesquisador.

7 Off the records Este termo, tomado do vocábulo jornalístico, refere-se àqueles casos em que o pesquisador garante o anonimato as suas fontes. Nas revisões de literatura isto geralmente é feito através da utilização de expressões como “sabe- se”, “tem sido observado”, “muitos autores”, “Vários estudos” e outras similares, o que impede o leitor de avaliar a consistência das afirmações/contradições, etc, presentes na obra. Este termo, tomado do vocábulo jornalístico, refere-se àqueles casos em que o pesquisador garante o anonimato as suas fontes. Nas revisões de literatura isto geralmente é feito através da utilização de expressões como “sabe- se”, “tem sido observado”, “muitos autores”, “Vários estudos” e outras similares, o que impede o leitor de avaliar a consistência das afirmações/contradições, etc, presentes na obra.

8 Ventríloquo É o tipo de referencial teórico no qual o pesquisador só fala pela boca dos outros, que citando-os literalmente, quer parafraseando suas idéias. Em ambos os casos, a revisão torna-se uma sucessão monótona de informações, sem comparações entre elas, sem análises críticas, tomadas de posição ou resumos conclusivos. É o tipo de referencial teórico no qual o pesquisador só fala pela boca dos outros, que citando-os literalmente, quer parafraseando suas idéias. Em ambos os casos, a revisão torna-se uma sucessão monótona de informações, sem comparações entre elas, sem análises críticas, tomadas de posição ou resumos conclusivos.

9 APRECIAÇÕES A produção do conhecimento não é um empreendimento isolado. É uma construção coletiva da comunidade científica. O pesquisador precisa se situar nesse processo, de forma a analisar criticamente o estado atual do conhecimento em sua área de interesse, comparando, contrastando abordagens teórico- metodológicas, avaliando a confiabilidade dos resultados, controvérsias, etc; A produção do conhecimento não é um empreendimento isolado. É uma construção coletiva da comunidade científica. O pesquisador precisa se situar nesse processo, de forma a analisar criticamente o estado atual do conhecimento em sua área de interesse, comparando, contrastando abordagens teórico- metodológicas, avaliando a confiabilidade dos resultados, controvérsias, etc;

10 Apreciações A principal finalidade da revisão de literatura é possibilitar, ao pesquisador, a progressiva definição do objeto de estudo, o que por sua vez, vai permitir melhor seleção das leituras realmente relevante para o encaminhamento do problema de estudo o que é um processo gradual; A principal finalidade da revisão de literatura é possibilitar, ao pesquisador, a progressiva definição do objeto de estudo, o que por sua vez, vai permitir melhor seleção das leituras realmente relevante para o encaminhamento do problema de estudo o que é um processo gradual;

11 Apreciação É importante destacar que existem dois tipos de revisão de literatura: a) aquela que o pesquisador necessita para seu próprio “consumo”, isto é, para ter clareza sobre as principais questões teórico- metodológicas sobre a temática de estudo e, b) aquela que vai, efetivamente, integrar o trabalho. É importante destacar que existem dois tipos de revisão de literatura: a) aquela que o pesquisador necessita para seu próprio “consumo”, isto é, para ter clareza sobre as principais questões teórico- metodológicas sobre a temática de estudo e, b) aquela que vai, efetivamente, integrar o trabalho.


Carregar ppt "TIPOS DE REFERENCIAIS TEÓRICOS QUE DEVEM SER EVITADOS Profa. Ms. Jacqueline Figueiredo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google