A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gilbert A. Churchill, Jr. J. Paul Peter Capítulo 3 Os Desafios do Marketing Global Marketing.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gilbert A. Churchill, Jr. J. Paul Peter Capítulo 3 Os Desafios do Marketing Global Marketing."— Transcrição da apresentação:

1 Gilbert A. Churchill, Jr. J. Paul Peter Capítulo 3 Os Desafios do Marketing Global Marketing

2 Processo para Decidir Entrar ou Não em Mercados Globais Slide 3-1 Fonte: Betty Jane Punnett and David A. Ricks, International Business (Boston: PWS-Kent Publishing Co., 1992) p. 257 Início Precisamos? Podemos? Devemos? Concentrar-se domesticamente Aumentar a Capacidade Identificar as oportunidades específicas Selecionar a opção de entrada Não Sim Figura 3.1

3 Análise Ambiental em Mercados Globais Slide 3-3a Tabela 3.1 Ambiente Econômico Estágio de desenvolvimento Poder de compra dos consumidores Tipo de moeda; taxa de câmbio Político e Legal Questões para análise Estabilidade política Leis que limitam o Comércio Inernacional Leis locais Acordo Geral de Tarifas e Comércio (GATT)

4 Slide 3-3b Tabela 3.1 Ambiente Social Influências culturais sobre o comportamento de compra Diferenças de língua Tamanho e distribuição da população Condição sócioeconômica Impacto do Marketing na cultura Considerações éticas como suborno e direitos humanos Natural Questões para análise Recursos disponíveis Impacto do marketing sobre os Recursos Naturais Análise Ambiental em Mercados Globais

5 Slide 3-3b Tabela 3.1 Ambiente Tecnológico Níveis de desenvolvimento tecnológico Infra-estrutura disponível Competitivo Questões para análise Grau de participação do governo na concorrência Tipos de concorrentes - locais, globais ou governamentais Análise Ambiental em Mercados Globais

6 Exemplos de Diferenças Culturais que Poderiam Levar a Problemas de Marketing Slide 3-4 Tabela 3.2 Linguagem Corporal Ficar em pé com as mãos nos quadris é um gesto de desafio na Indonésia. Contato Físico Pontualidade Comida e Cozinha Outros Costumes Sociais Em uma cultura oriental, tocar outra pessoa é considerado uma invasão de privacidade, enquanto no Brasil, no sul da Europa, em países árabes é um sinal de cordialidade e amizade. Chegue no horário quando convidado para jantar na Dinamarca ou na China. É indelicado deixar qualquer coisa no prato quando estiver comendo na Noruega, Malásia ou Cingapura. Na Suécia, nudez e permissividade sexual são aceitáveis, mas o hábito de beber é condenado. Fonte: William J. Stanton, Michael J. Etzel and Bruce J. Walker, Fundamentals of Marketing, 9th ed.. (New York: McGraw-Hill, 1991), p ©1991 by the McGraw-Hill Companies, Inc., and e reproduzido com autorização do editor

7 Exportação Slide 3-5 Definição: Modo de entrada no mercado que envolve a fabricação de um produto em um país e seu transporte para outro país com fins de venda. Risco Alto BaixoAlto Controle Exportação

8 Licenciamento Slide 3-6 Definição: Acordo em que uma empresa concede a outra o direito de usar uma marca registrada, um produto patenteado ou um processo. Risco Alto BaixoAlto Controle Exportação Licenciamento

9 Joint Ventures Slide 3-7 Definição: Acordo empresarial em que duas ou mais organizações compartilham a direção de um empreendimento. Risco Alto BaixoAlto Controle Exportação Licenciamento Joint Ventures

10 Irwin/McGraw-Hill © The McGraw-Hill Companies, Inc., 1998 Propriedade Direta Slide 3-8 Definição: Modo de entrada no mercado em que uma organização se estabelece num local com novas instalações ou adquire uma empresa estrangeira que atue na mesma linha de negócios. Risco Alto BaixoAlto Controle Exportação Licenciamento Joint Ventures Propriedade Direta

11 Mecanismos para servir mercados globais: prós e contras Slide 3-9 Mecanismo Exportação Simples; risco financeiro mínimo Licenciamento VantagensDesvantagens Joint Venture Propriedade Direta Pode ser menos lucrativa do que outros mecanismos Desembolso de capital é mínimo; útil para servir países com restrições a importações. Difícil de controlar licenciados; quando o contrato de licenciamento termina, o licenciado pode tornar-se um concorrente; pode ser menos lucrativo do que outros mecanismos Divide o controle com o parceiro no empreendimento; o parceiro pode aprender tecnologia ou segredos e usá- los para competir com a organização. Risco limitado à quota de participação da empresa no empreendimento; o parceiro contribui com a experiência que falta à organização; útil quando o país anfitrião limita a propriedade estrangeira. Controle máximo sobre as operações; possibilidade de estar perto dos clientes. Alto custo inicial; requer conhecimentos amplos dos mercados externos e contatos no exterior. Fonte: Baseado em Philip R. Cateora, International Marketing, 9th ed. (Burr Ridge, Ill: Irwin, 1996) chapter 10. Tabela 3.3

12 Produto Globalizado e Produto Tradicional Slide 3-10 Produto Globalizado Produto Tradicional


Carregar ppt "Gilbert A. Churchill, Jr. J. Paul Peter Capítulo 3 Os Desafios do Marketing Global Marketing."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google