A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

15ª Edição do AGRINORDESTE – Seminário e Feira do Agronegócio PALESTRA : CANAL DO SERTÃO Canal da Agroenergia de Pernambuco Federação da Agricultura do.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "15ª Edição do AGRINORDESTE – Seminário e Feira do Agronegócio PALESTRA : CANAL DO SERTÃO Canal da Agroenergia de Pernambuco Federação da Agricultura do."— Transcrição da apresentação:

1 15ª Edição do AGRINORDESTE – Seminário e Feira do Agronegócio PALESTRA : CANAL DO SERTÃO Canal da Agroenergia de Pernambuco Federação da Agricultura do Estado de Pernambuco-FAEPE Centro de Convenções, Olinda, 29 a 31 de agosto de 2007 Palestrante : Renato Augusto Pontes Cunha – Presidente do SINDAÇÚCAR

2 CANA-DE-AÇÚCAR – BRASIL (t) Início Pro- álcool Maior safra de PE Última safra

3 BRASIL – ÁREA TOTAL Fonte : IBGE

4 BRASIL EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR Fonte : SECEX

5 BRASIL – EXPORTAÇÕES DE ETANOL Fonte : SECEX

6 CANAL DO SERTÃO LOCALIZAÇÃO Oeste de Pernambuco

7 BRASIL – POLOS PRODUTORES Canal do Sertão

8 LOCALIZAÇÃO Canal do Sertão

9 LOCALIZAÇÃO

10 INTEGRAÇÃO COM O EIXO NORTE DA TRANSPOSIÇÃO DO SÃO FRANCISCO

11 TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO

12 TRANSNORDESTINA

13 MUNICÍPIOS BENEFICIADOS Casa Nova-BA 16 Municípios no Estado de Pernambuco Petrolina Afrânio Dormentes Santa Filomena Santa Cruz Ouricuri Trindade Araripina Bodocó Ipubi Granito Exú Moreilândia Serrita Cedro Parnamirim

14 OBJETIVO Promover o desenvolvimento sustentável da região, proporcionando melhores condições de vida com consequente melhoria de renda, mais empregos e evitando-se, em decorrência o êxodo da população para outras regiões.

15 OBJETIVO Aumentar a disponibilidade de recursos hídricos em quantidade e qualidade para usos diversos dos recursos naturais, tais como: Abastecimento humano(urbano e rural) Dessedentação animal Agricultura irrigada Pecuária e aqüicultura Agroindústria Turismo e lazer

16 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Fonte hídrica : Rio São Francisco Suprimento elétrico : 320 MVA(megavolts-ampére) Sistema de captação : estação de bombeamento com vazão total de 140 m³/s(em Sobradinho) Sistema de adução: 457 kms de canal principal kms de canais secundários = 577 kms de extensão 28 barragens Rede viária : 929 kms

17 ÁREA POTENCIAL P/IRRIGAÇÃO (hectares) MUNICÍPIO ÁREA Afrânio Araripina Bodocó Cedro Dormentes Exú Granito 924 Ipubi Moreilândia 349 MUNICÍPIO ÁREA Ouricuri Parnamirim Santa Cruz Sta Filomena 160 Serrita Trindade Petrolina Casa Nova(BA) TOTAL

18 CARACTERÍSTICAS DA REGIÃO Água para irrigação contínua Solos apropriados e férteis Fruticultura em pleno desenvolvimento(sinergia com a cana) Usina já instalada em Juazeiro-BA Potencial de produtividade da cana de até 130 t/ha(zona da mata =60 t/ha) Menor necessidade de área Desenvolvimento de novas tecnologias

19 BENEFÍCIOS ECONÔMICOS E SOCIAIS Valor estimado da obra : R$ 2 bilhões(*) Empregos estimados : VPL : R$ 14,3 bilhões População atingida : pessoas Período inicial previsto : 2003 a 2026 Única opção de expansão da fronteira agrícola do setor, no Estado Sinergia com a Zona da Mata : duas safras complementares Criação de oportunidades de negócios para o setor Diversificação de produtos: Açúcar,Etanol,Biodiesel,Bioeletricidade Influência na cadeia alimentar da caprino-ovinocultura Pequenos negócios no entorno das fábricas a serem instaladas Cana convive com a fruticultura e interage com o polo Gesseiro Fonte : CODEVASF/Governo do Estado(*)

20 O CANAL DO SERTÃO E O BIODIESEL É importante para o Brasil organizar, dinamizar e liderar o mercado externo de biocombustíveis, conforme disposto nas “Diretrizes de Política de Agroenergia do governo federal”.

21 O CANAL DO SERTÃO E O BIODIESEL “ Liderança no comércio internacional de biocombustíveis. O Brasil reúne vantagens comparativas que lhe permitem liderar o mercado internacional de biocombustíveis e promover ações de promoção dos produtos energéticos derivados da agroenergia. A ampliação das exportações, além de gerar divisas, consolidará o setor e impulsionará o desenvolvimento do país”.

22 O CANAL DO SERTÃO E O BIODIESEL Matéria Prima Preparação da matéria-prima Reação de transesterificação Separação de fases Desidratação do álcool Catalisador (NaOH ou KOH Metanol ou Etanol Fase pesadaFase leve Recuperação do álcool da glicerina Destilação glicerina Recuperação do álcool dos ésteres Purificação dos ésteres Resíduo glicérico Glicerina destilada BIODIESEL Óleo ou Gordura Excessos de álcool recuperado Processo de obtenção do BIODIESEL- TRANSESTERIFICAÇÃO

23 O CANAL DO SERTÃO E O BIODIESEL CARACTERÍSTICAS DE CULTURAS OLEAGINOSAS NO BRASIL

24 O CANAL DO SERTÃO E O BIODIESEL Co-Geração Os resíduos da produção sucro-alcooleira que podem ser utilizados na produção de eletricidade via co-geração são o bagaço, a palhada e os ponteiros da cana, além do vinhoto das destilarias de álcool. Do total da energia contida na cana, o álcool responde por cerca de um terço. O restante é distribuído entre o bagaço, os ponteiros e a palhada.

25 O CANAL DO SERTÃO E O BIODIESEL Entre os cultivos disponíveis, merecem destaque: Soja(cujo óleo representa 90 % da produção brasileira de óleos vegetais). Dendê Coco Girassol(pelo rendimento em óleo) Mamona(pela resistência à seca

26 O CANAL DO SERTÃO E O BIODIESEL PINHÃO MANSO Originário da América do Sul e levado à Índia muito tempo atrás por comerciantes portugueses, tornou-se uma estrela inusitada no cenário mundial dos combustíveis alternativos. No Brasil, há vários projetos para seu plantio e exploração em estudo ou andamento, em regiões como o Vale do São Francisco.

27 O CANAL DO SERTÃO E O BIODIESEL PINHÃO MANSO Os frutos do pinhão-manso, que são do tamanho de uma bola de golfe, contêm um líquido amarelado parecido com o óleo de dendê que pode ser transformado em biodiesel, um combustível renovável cada vez mais importante

28 O CANAL DO SERTÃO E O BIODIESEL PINHÃO MANSO Diferentemente de outras fontes de biodiesel, a jatropho pode ser cultivada em qualquer lugar-inclusive desertos, lixões e áreas rochosas. Ela não precisa de muita água ou fertilizante, e não é comestível. Ou seja, os agricultores não têm de se preocupar se estão desviando recursos de culturas que poderiam ser usadas para alimentar as pessoas.

29 O CANAL DO SERTÃO E O BIODIESEL Cultivo energético Custo estimado – em US$ por barril Fonte : Goldman Sachs

30 OBRIGADO


Carregar ppt "15ª Edição do AGRINORDESTE – Seminário e Feira do Agronegócio PALESTRA : CANAL DO SERTÃO Canal da Agroenergia de Pernambuco Federação da Agricultura do."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google