A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Teoria Contingencial da Administração Escola de Administração – UFBA - NPGA Mestrado Acadêmico em Administração Rodrigo Abreu R. Santana.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Teoria Contingencial da Administração Escola de Administração – UFBA - NPGA Mestrado Acadêmico em Administração Rodrigo Abreu R. Santana."— Transcrição da apresentação:

1 Teoria Contingencial da Administração Escola de Administração – UFBA - NPGA Mestrado Acadêmico em Administração Rodrigo Abreu R. Santana

2 Contingência = algo incerto ou eventual, que pode suceder ou não, dependendo das circusntâncias A T. da Contingência nasceu a partir de uma série de pesquisas realizadas na década de 60 por pesquisadores (isoladamente) que tentaram verificar quais modelos de estruturas organizacionais eram mais eficazes em determinados tipos de indústrias Estes pesquisadores procuraram confirmar se as organizações eficazes de determinados tipos de indústrias seguiam os pressupostos de T. Clássica, (ex: divisão do trabalho, amplitude de controle, hierarquia de autoridade, etc). Os resultados entretanto conduziram a uma nova concepção de organização: a estrutura de uma organização e o seu funcionamento são dependentes da interface com o ambiente externo. Não existe a única ou melhor forma de se organizar. Esta depende do tipo de tarefa ou do ambiente onde está localizada a organização Não se atinge a eficácia organizacional seguindo um único caminho Abordagem Contingencial

3 A T. da Contingência enfatiza que não há nada de absoluto nas organizações ou na teoria administrativa. Tudo é relativo. Tudo depende. Há uma relação funcional entre as condições do ambiente e as técnicas administrativas apropriadas para o alcance eficaz dos objetivos da organização. – As variáveis ambientais são variáveis independentes – As técnicas administrativas são as variáveis dependentes Não existe uma causalidade direta entre essas variáveis independentes e dependentes, pois o ambiente não causa a ocorrência de técnicas administrativas. Ao invés de uma relação de causa-e-efeito entre as variáveis independentes do ambiente e as variáveis administrativas dependentes, existe uma relação funcional entre elas São as características ambientais que condicionam as características das organizações. Os sistemas culturais, políticos, econômicos, etc afetam intensamente as organizações Abordagem Contingencial

4 Principal contribuição dos autores da abordagem contingencial. Identificação das variáveis que produzem impacto sobre as organizações: o ambiente e a tecnologia, para então predizer as diferenças na estrutura e no funcionamento das organizações devidas às diferenças nestas variáveis Variações no ambiente ou na tecnologia conduzem a variações na estrutura organizacional A visão contingencial está dirigida acima de tudo para a recomendação de desenhos organizacionais e sistemas gerenciais mais apropriados para situações específicas (Kast e Rosenzweig, 1972, p. 460 apud Chiavenatto, 1983, p. 550) Abordagem Contingencial

5 Tom Burns e G. Stalker (sociólogos industriais) pesquisaram 20 indústrias inglesas tentando verificar a relação existente entre as práticas administrativas e o ambiente externo dessas indústrias Ficaram impressionados com os métodos e procedimentos administrativos nitidamente diferentes encontrados nestas indústrias Classificaram as indústrias pesquisadas em 2 tipos: – enfoques mecanicista e orgânico da ADM. Organização mecanicista: – Empresas em ambientes estáveis com tecnologia rotineira e conhecida: as situações eram conhecidas; as pessoas sabiam o que fazer, o que se esperava delas Organização orgânica e flexível: – Empresas em condições ambientais incertos e turbulentos: Situações onde os produtos eram fabricados mediante especificações dos clientes, os sistemas de autoridade, comunicação e organização livres e abertos entre os deptos Abordagem Contingencial

6 Joan Woodwart (socióloga industrial inglesa) Investigou 100 firmas do sul da Inglaterra de diferentes negócios para saber se os princípios de Administração propostos pelas várias teorias administrativas, se correlacionavam com o êxito do negócio quando postos em prática Resultado: O desenho organizacional é profundamente afetado pela tecnologia usada pela organização Abordagem Contingencial

7 Síntese: a organização eficaz depende de se encontrar o equilíbrio/compatibilidade entre estratégia, estrutura, tecnologia, envolvimento e necessidade das pessoas, bem como do ambiente externo (Morgan) Abordagem Contingencial


Carregar ppt "Teoria Contingencial da Administração Escola de Administração – UFBA - NPGA Mestrado Acadêmico em Administração Rodrigo Abreu R. Santana."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google