A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ajuda e Altruísmo. Ajuda e altruísmo: comportamentos voluntários que consistem em fazer bem aos outros, mas diferem ao nível do objectivo final: a ajuda.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ajuda e Altruísmo. Ajuda e altruísmo: comportamentos voluntários que consistem em fazer bem aos outros, mas diferem ao nível do objectivo final: a ajuda."— Transcrição da apresentação:

1 Ajuda e Altruísmo

2 Ajuda e altruísmo: comportamentos voluntários que consistem em fazer bem aos outros, mas diferem ao nível do objectivo final: a ajuda intenta reforços positivos; o altruísmo não aguarda reforço.

3 Surgimento do estudo: caso Kitty Genovese. Em 1964, uma rapariga de 24 anos, moradora num complexo habitacional, no bairro de Queens, Nova Iorque, foi esfaqueada até à morte quando voltava para casa. 38 vizinhos ouviram os seus gritos. As luzes das janelas dos apartamentos dos observadores chegaram a atemorizar o agressor, mas como ninguém saiu para socorrer Kitty, o agressor continuou a esfaqueá-la, durante meia hora, até à morte. Porque os vizinhos não intervieram e não ligaram à polícia?

4 Difusão da responsabilidade: Estando apenas um espectador numa emergência, este assume toda a responsabilidade de a enfrentar e sente toda a culpa por uma ausência de intervenção. Estando presentes outros espectadores, a responsabilidade de intervir é dividida e a culpa não recai unicamente sobre um só. A inacção é imitada.

5 Modelação, Imitação e Ajuda: Embora geralmente se verifique que a presença de outros inibe a intervenção, pode verificar-se um outro processo - o da modelação: Cada espectador pode actuar como um modelo comportamental para os demais, que o imitam, e cada espectador pode procurar, nos outros, indícios do que deve ser feito.

6 Reforços internos (3 tipos): (1) pode suscitar recompensas, como uma imagem lisonjeira de si próprio, a boa disposição, o sentimento do dever cumprido; (2) pode afastar punições, como a culpabilidade, a vergonha ou o sentimento de transgressão das normas sociais; (3) pode reduzir uma activação desagradável, na medida em que restaura, por exemplo, uma situação de justiça.

7 Em geral, as pessoas gostam de acreditar que o mundo em que vivem é justo. Apesar da maior ou menor crença, pensam ter merecido aquilo que possuem. O que recebem da vida, quer seja bom ou mau, é encarado como o merecido.

8 Lerner (1980) estudou as consequências da crença num mundo justo. Concluiu que: a primeira reacção dos indivíduos face a uma injustiça de que alguém seria vítima, seria intervir para reestabelecer a justiça; em caso de fracasso, decidirão se a vítima mereceu o seu destino.

9 Norma da Responsabilidade Social: aprendemos a ter de agir, de modo responsável, para com quem depende de nós; Norma da Reciprocidade: dever de retribuir um favor, em igual proporção.

10 Teoria da evolução: o altruísmo é instintivo, pois tem a função de proteger os genes. Ao ajudar ou mesmo morrer por um filho ou irmão, aumenta-se a possibilidade de os seus genes serem transmitidos às futuras gerações; Modelo egoístico: a ajuda pode ser uma forma de egoísmo ou de auto-interesse deliberado. A ajuda é sempre motivada por algum grau de ganho antecipado. Ajudamos, porque esperamos reciprocidade, nos faz sentir bem ou porque evita sentimentos de aborrecimento e culpa se não o fizermos; Modelo empatia-altruísmo: o altruísmo é verdadeiramente desinteressado e motivado pela preocupação com os outros. Ouvir ou ver as necessidades dos outros pode criar empatia: focamos os seus problemas e não os nossos e somos motivados a ajudá-los sem qualquer contrapartida.

11 1° - perceber o que está a ocorrer; 2° - interpretar o evento como uma emergência; 3° - aceitar a responsabilidade pessoal de ajudar (este item é de difícil apreensão, pois os indivíduos manifestam dificuldades em perceber que são responsáveis uns pelos outros) 4° - decidir como ajudar, e se dispõe dos meios de intervenção, e emitir o comportamento de ajuda.


Carregar ppt "Ajuda e Altruísmo. Ajuda e altruísmo: comportamentos voluntários que consistem em fazer bem aos outros, mas diferem ao nível do objectivo final: a ajuda."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google