A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Metodologia do Ensino de Arte. Num jogo de aprender e ensinar, ficamos em um estado de total cumplicidade, mas para isso precisamos saber se aprendemos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Metodologia do Ensino de Arte. Num jogo de aprender e ensinar, ficamos em um estado de total cumplicidade, mas para isso precisamos saber se aprendemos."— Transcrição da apresentação:

1 Metodologia do Ensino de Arte

2 Num jogo de aprender e ensinar, ficamos em um estado de total cumplicidade, mas para isso precisamos saber se aprendemos ou ensinamos tem sentido para nós. Em que o Ensino da Arte faz sentido para você? Ensino de Arte

3 Ensinar... Ou seja, apontar signos, é possibilitar que o outro construa sentidos, signos internos, assimilando e acomodando o novo em nossas possibilidades de compreensão de conceitos, processos e valores. Mas quem são as pessoas que ensinam?

4 Quem são os aprendizes de arte? Qual a vivência que tiveram com a arte? Aquele que decora, copia ou silencia...

5 Para esses aprendizes é preciso abrir espaço para que possa desvelar o que pensa, sente e sabe, ampliando sua percepção para uma compreensão de mundo mais rica e significativa.

6 Qual objeto de conhecimento da arte? Uma aprendizagem em arte só é significativa quando o objeto do conhecimento é a própria arte, levando o aprendiz a saber manejar e conhecer e conhecer a gramática especifica de cada linguagem.

7 Linguagens artísticas: Linguagem musical; Linguagem teatral; Linguagem visual; Linguagem da dança.

8 Para experienciar e desenvolver-se na Linguagem musical: Prática do pensamento musical imaginando, relacionando e organizando sons e silêncios, no contínuo espaço-tempo (parâmetros do som, composição, improvisação e a interpretação. Estrutura da linguagem musical e seus elementos constitutivos. Os modos de notação e registro musical. A prática da escuta musical.

9 Praticar o pensamento “como se”, numa situação de jogo teatral, o mundo imaginário. Apreender a estrutura e seus elementos constitutivos (ação dramática, espaço cênico, o personagem, a relação palco/platéia). Improvisação e recursos cênicos (máscaras, figurinos, sons, objetos...). Resignificar o mundo e as coisas do mundo poetizando-os através do imaginário dramático. Para experienciar e desenvolver-se na Linguagem teatral:

10 Prática do pensamento visual tornado visível (forma e matéria). Pesquisa e leitura da estrutura e elementos constitutivos (ponto, linha, forma, cor, dimensão...). Experimentação nos modos da linguagem visual (desenho, pintura, gravura...) Manuseio e seleção de materiais. Para experienciar e desenvolver-se na Linguagem visual:

11 Praticar o pensamento cinestésico tornado presente por meio da ação corporal. Aprender estrutura e funcionamento corporal. Criar, improvisando, movimentos expressivos a partir de diferentes formas corporais. Perceber e ler as soluções expressivas encontradas pelo grupo para comunicar pelo movimento. Para experienciar e desenvolver-se na Linguagem da dança:

12 O educador... É um mediador entre a arte e o aprendiz, promovendo entre eles um encontro rico, instigante e sensível.

13 Para o educador é importante: Escolher as obras (visuais, sonoras, gestuais) levando em consideração o conteúdo dos aprendizes, tendo clareza do foco que será abordado. Desafiar leituras com a mesma profundidade para os trabalhos de artistas e dos aprendizes. Promover acesso a artistas vivos, brasileiros, contemporâneos, não só pintores.

14 Para o educador é importante: Estar ciente que nem sempre a leitura da obra precisa gerar trabalhos que a focalizam. Promover visitas a museus e galerias, teatros, musicas... Não esquecendo das esculturas das praças, os murais em bancos, os grupos de teatro amador...

15 Sala de aula e material didático Assim como o artista prepara seu espaço, é preciso preparar o cenário para a sala de aula de arte: 1.Preparar um rotina junto aos aprendizes o que agiliza o tempo. 2.Material de outras disciplinas guardados, mesa limpa e material previamente preparado.

16 Sala de aula e material didático 3. Selecionar meios acessíveis de materiais, inventar possibilidades para os materiais existentes. 4. Formar um acervo que possa alimentar a produção e leitura, para que o poetizar, o fruir e conhecer arte possam ser trabalhados. 5. Animar as paredes da sala de aula, com o que os alunos estão pesquisando e pensando, ou com notícias do que ocorre no mundo da arte.

17 Avaliação em Arte Se o principal objetivo das aulas de arte é a produção e leitura de textos visuais, sonoros e gestuais, fica óbvio que a avaliação deve partir daí, de como os aprendizes se apropriam das linguagens.

18 Avaliação em Arte Avaliação como processo: acontece durante todo o desenvolvimento da experiência artística e também no final, mas não unicamente no final. Avaliando produção/criação: o que e como produz (musica, dança, teatro, artes visuais)? Utiliza sua poética pessoal para comunicar idéias?

19 Avaliando a percepção e análise: o aprendiz frui arte? É sensível a ela? Como compreende, reflete, critica, analisa, recria, reinterpreta o seu trabalho e o dos outros? Avaliando o conhecimento da produção artístico-estética: constrói conceitos sobre arte? Avaliação em Arte

20 A avaliação é um diagnóstico dos alunos, do professor e do assunto tratado, fornecendo um mapa dos interesses e necessidades da turma.

21 Ensino da Arte Cada aula como um jogo de aprender e ensinar, é um instante mágico. Requer preparação e coordenação especiais, de mãos habilidosas que tocam, que apontam, que escolhem contextos significativos para o aprendiz tecer sua rede de significações. Miriam Celeste

22 Pesquisa em grupo (4 ou 5) Defina a série a ser trabalhada no projeto de Ensino de Arte. Pesquise em uma escola pública: 1.Possui uma sala própria para trabalhar a disciplina de arte? 2.De que modo é preparada a sala de aula de arte? 3.Como é a organização espacial? 4.Que materiais estão disponíveis aos professores?

23 5. Como o professor oferece o material aos alunos? Há preparação anterior? 6. Qual acervo de arte existente (imagens, CDs, DVDs)? 7. Há exposição dos trabalhos dos alunos? 8. Que outras imagens há nas paredes da sala de aula? 9. O professor utiliza algum material didático como apostila, livro de arte ou outros? 10. Faça uma observação sobre como o Ensino de Arte acontece (é significativo?)


Carregar ppt "Metodologia do Ensino de Arte. Num jogo de aprender e ensinar, ficamos em um estado de total cumplicidade, mas para isso precisamos saber se aprendemos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google