A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Pontos Shu Antigos no tratamento de Epicondilite Lateral Alessandra S. Kachiwasaki Cibele André Karla A. B. Mazetti Maria Silvana R. da S. Martins CBF.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Pontos Shu Antigos no tratamento de Epicondilite Lateral Alessandra S. Kachiwasaki Cibele André Karla A. B. Mazetti Maria Silvana R. da S. Martins CBF."— Transcrição da apresentação:

1 Pontos Shu Antigos no tratamento de Epicondilite Lateral Alessandra S. Kachiwasaki Cibele André Karla A. B. Mazetti Maria Silvana R. da S. Martins CBF – Turma 25

2 Introdução Medicina Tradicional Chinesa –Yin Yang –Cinco Elementos –Circulação de energia nos meridianos Imperador Amarelo

3 Introdução Yin / Yang –Símbolo universal –Equilíbrio dinâmico –Fluxo e gerações contínuas

4 Introdução

5 Meridianos –Desconhece criação –Desequilíbrio = yin/yang

6 Introdução Na acupuntura existem várias formas de tratamento Shu Antigos cinco pontos de transporte

7 Introdução Epicondilite lateral = causa mais comum de dor no cotovelo nos consultórios Cotovelo de tenista Síndrome localizada no epicôndilo lateral do cotovelo

8 Objetivo Verificar a eficácia do tratamento utilizando a técnica dos Pontos Shu Antigos Diminuição e/ou melhora da dor em uma paciente com epicondilite lateral

9 Epicondilite Lateral Lesão crônica de repetição que acomete os tendões que têm origem no epicôndilo lateral do cotovelo Dois grupos de pacientes –Atletas = 5% –Pessoas com atividade repetitiva = 95%

10 Epicondilite Lateral Quadro Clínico = paciente refere dor sobre o epicôndilo lateral –Atletas = início repentino –Outro grupo = gradualmente

11 Epicondilite Lateral Categoria I: Quadro clínico: dor leve especialmente após atividade Categoria II Quadro clínico: frequentemente existe dor intensa com a atividade e também em repouso.

12 Epicondilite Lateral Categoria III Quadro clínico: déficit funcional significante que inclui dor em repouso e à noite, tornando as atividades de vida diárias difíceis ou impossíveis

13 Epicondilite Lateral O diagnóstico é feito observando a história do paciente e com exame clínico O tratamento conservador é a escolha inicial e baseia-se em 4 pontos: –repouso relativo, fisioterapia, exercícios caseiros e medicação ACUPUNTURA!!!

14 Pontos Shu Antigos Shu = transporte Comparação entre a secção do canal entre os dedos das mãos e cotovelos, e pés e joelhos a um Rio

15 Pontos Shu Antigos PONTO NASCENTE = TING Localizado na ponta dos dedos das mãos e dos pés Ponto de partida do Qi Canal superficial e mais fino Dinâmico, com facilidade de mudança de polaridade para Yin <>Yang Expele fatores patogênicos

16 Pontos Shu Antigos PONTO MANANCIAL = IONG Segundo ponto dos dedos das mãos e dos pés Dinâmico Clareia o calor Pontos Fogo nos canais Yin e pontos Água nos canais Yang

17 Pontos Shu Antigos PONTO RIACHO = IU Terceiro ponto ao longo do canal O Qi jorra, flui, fica maior em mis profundo Os fatores patogenicos entram neste ponto O Qi defensivo, concentra-se nesse ponto

18 Pontos Shu Antigos PONTO RIO = KING O Qi do canal é muito maior e fundo O Qi flui como uma corrente Os fatores patogênicos são desviados para articulações e tendões nesse ponto

19 Pontos Shu Antigos PONTO MAR = HO O Qi do canal é vasto e profundo O Qi do canal se aprofunda no corpo e se une com a circulação do Qi geral Menos dinâmico que os outros pontos de transporte

20 Pontos Shu Antigos...nos pontos Nascentes o Qi brota, nos pontos Mananciais o Qi escorrega e desliza, nos Riachos o Qi circula, nos pontos Rios o Qi se move, nos pontos Mar o Qi penetra

21 Inverno YIN YANG Verão MADEIRA Primavera TING

22

23 Meridianos Yin FO ME TE AG MA F2 F8 F1 F3 F4 C8/ID8 C3/ID3 C9/ID9 C4/ID5 BP2 BP9 BP1 BP3 BP5 P5 P10 P11 P9 P8 R2 R10 R1 R3 R7 C7/ID7

24 Inverno YIN YANG Verão Outono METAL TING

25

26 Meridianos Yang FO ME TE AG MA VB38 VB43 VB41 VB38 VB44 CS5/TA6 CS/TA2 CS3/TA3 CS/TA1 E41 E44 E43 E36 E45 IG2 IG5 IG3 IG11 IG1 B60 B66 B65 B40 B67 CS8/TA10

27 Pontos de Tonificação e Sedação Ciclo de Geração: –Tonifica Mãe para tonificar o Filho –Seda Filho para sedar Mãe

28 Exemplo: P METAL P5 P10 P11 P9 P8

29 Pontos Shu Antigos Canal Tonificação (Mãe) Sedação (Filho) PulmãoP 9 (Taiyuan)P 5 (Chize) Intestino GrossoIG 11 (Quchi)IG 2 (Erjian) EstômagoE 41 (JiexiE 45 (Lidui) Baço/PâncreasBP 2 (Dadu)BP 5 (Shangqiu) CoraçãoC 9 (Shaochong)C 7 (Shenmen) Intestino DelgadoID 3 (Houxi)ID 8 (Xiaohai) BexigaB 67 (Zhiyin)B 65 (shugu) RimR 7 (Fuliu)R 1 (Yongquan) PericárdioPC 9 (Zhongchong)PC 7 (Daling) Triplo AquecedorTA 3 (Zhongzhu)TA 10 (Tianjing) Vesícula BiliarVB 43 (Xiaxi)VB 38 (Yangfu) FígadoF 8 (Ququan)F 2 (Xingjian)

30 Exemplo: E TERRA E41 E44 E43 E36 E45

31 Pontos Shu Antigos Canal Tonificação (Mãe) Sedação (Filho) PulmãoP 9 (Taiyuan)P 5 (Chize) Intestino GrossoIG 11 (Quchi)IG 2 (Erjian) EstômagoE 41 (JiexiE 45 (Lidui) BaçoBP 2 (Dadu)BP 5 (Shangqiu) CoraçãoC 9 (Shaochong)C 7 (Shenmen) Intestino DelgadoID 3 (Houxi)ID 8 (Xiaohai) BexigaB 67 (Zhiyin)B 65 (shugu) RimR 7 (Fuliu)R 1 (Yongquan) PericárdioPC 9 (Zhongchong)PC 7 (Daling) Triplo AquecedorTA 3 (Zhongzhu)TA 10 (Tianjing) Vesícula BiliarVB 43 (Xiaxi)VB 38 (Yangfu) FígadoF 8 (Ququan)F 2 (Xingjian)

32 Avaliação Energética Pcte F.H.K., 24 anos, auxiliar administrativa Queixa principal: Dor na região lateral do cotovelo direito HMA: Dor ao movimento de arremessar bola, movimentos de supinação, ao mexer o mouse e digitar.

33 Avaliação Energética Inspeção –Língua: vermelha, denteada Interrogatório –Emoções: apresenta ansiedade, irritabilidade –Sabores: ultimamente prefere doces –Apresenta miopia Palpação –Dor no trajeto do meridiano do P e IG

34 Avaliação Energética Pulsologia: Direita (Yin)Direita (Yang) P fraco e diminuídoIG fraco e pausado BP diminuído E rápido e médio CS fraco TA lento e fraco Esquerda (Yin) Esquerda (Yang) C rápido e médio ID forte e lento F rápido e médio VB forte e rápido R fraco e lento B fraco e lento

35 Madeira em excesso Deficiência de Terra Deficiência de Metal Deficiência de Água

36 Avaliação Energética Cinco elementos –A Madeira está em excesso –Deficiência da Terra, Metal e Água

37 Avaliação Energética Diagnóstico energético Qi perverso de vento e calor, deficiência de R e P.

38 Tratamento Total de atendimentos = 6 Frequência = 2 vezes/semana Em todas as sessões = aval. pré e pós (língua e pulso).

39 Evolução Atendimento 1: R3; P9 e P10 Atendimento 2: R3; P9; P10; B67; BP2 Atendimento 3: F2; F8; R3; B60; P9 Atendimento 4: F2; F8; R3; B60; P9 Atendimento 5: F2; F8; R3; B60; P9 Atendimento 6: F2; F8; R3; B60

40 Evolução Em todas as sessões houve melhora na avaliação pré e pós em relação ao pulso. A melhora do aspecto da língua foi observada a partir da 5 sessão.

41 Evolução Na última sessão a paciente relatou grande melhora do quadro álgico (dor somente ao arremessar bola).

42 Conclusão Estado geral da paciente melhorou (mais calma ao tomar decisões) Teve grande melhora em relação a dor (apenas no movimento de arremessar)

43 Conclusão A técnica dos Pontos Shu Antigos é eficaz para a diminuição e melhora da dor em pacientes com epicondilite lateral Porém para haver uma melhora total, necessitaria de mais sessões e associação de outras técnicas.

44 Obrigada!!!


Carregar ppt "Pontos Shu Antigos no tratamento de Epicondilite Lateral Alessandra S. Kachiwasaki Cibele André Karla A. B. Mazetti Maria Silvana R. da S. Martins CBF."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google