A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A ENGENHARIA AMBIENTAL SUBTERRÂNEA E A SUA IMPORTÂNCIA A ENGENHARIA AMBIENTAL SUBTERRÂNEA E A SUA IMPORTÂNCIA Vidal Navarro Torres Carlos Dinis da Gama.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A ENGENHARIA AMBIENTAL SUBTERRÂNEA E A SUA IMPORTÂNCIA A ENGENHARIA AMBIENTAL SUBTERRÂNEA E A SUA IMPORTÂNCIA Vidal Navarro Torres Carlos Dinis da Gama."— Transcrição da apresentação:

1 A ENGENHARIA AMBIENTAL SUBTERRÂNEA E A SUA IMPORTÂNCIA A ENGENHARIA AMBIENTAL SUBTERRÂNEA E A SUA IMPORTÂNCIA Vidal Navarro Torres Carlos Dinis da Gama MASyS G12, Portugal Centro de Recursos Naturais e Ambiente

2 CONTENIDO 1ª Jornada técnico-científica de Medio Ambiente Subterráneo y Sostenibilidad Introdução Situação da mineração e o ambiente subterrâneo A tendência da mineração subterrânea Obstrução ambiental e a industria extractiva, caso Portugal Ligação entre ambiente, segurança e saúde O ambiente subterrâneo A actividade mineira subterrânea e sua relação com o ambiente Definição do ambiente subterrâneo Proposta da engenharia ambiental subterrânea Gestão do ambiente, segurança e saúde Conclusões

3 1ª Jornada técnico-científica de Medio Ambiente Subterráneo y Sostenibilidad INTRODUÇÃO Ibero-américa é uma das regiões mais importantes da mineração mundial. No topo dos 5 maiores países produtores de minerais de Zn, Pb, Ag, Au e Cu no mundo destaca-se Chile, Perú e México.

4 Brasil é o segundo maior produtor mundial depois de China INTRODUÇÃO

5 INTRODUÇÃO Produção mundial de Cu, Au, Fe, Pb, Zn, Ni, Pt e diamante : 4100 Mt Método Subterrâneo: 615 Mt (16% do total mundial). América Latina: 105 Mt de minério pelo método subterrâneo Chile, Perú e México produção pelo método subterrâneo:10.5% e em Brasil apenas 2%.

6 INTRODUÇÃO TÚNEIS Rodoviário Metropolitano Ferroviário Parques

7 Crescente tendência na construção de túneis no mundo INTRODUÇÃO

8 INTRODUÇÃO Túneis Ibero-americanos

9 TENDÊNCIA DO TEOR DO COBRE NO MUNDO

10 DEPÓSITOS MINERAIS CADA VEZ MAIS EM PROFUNDIDADE

11 As legítimas preocupações da sociedade contemporânea em termos de qualidade de vida, bem como as nossas responsabilidades perante as gerações futuras, têm sido exageradamente aproveitadas por grupos de pressão ambientalista, para impor políticas e práticas de tipo preservacionista A OBSTRUÇÃO AMBIENTAL NA INDÚSTRIA EXTRACTIVA

12 Ética UTILITARISTA (defende que o homem é o supremo regulador da Terra e que o papel da Natureza é o de servir e obedecer à raça humana) ÉTICA UTILITARISTA NA GESTÃO DOS RECURSOS MINERAIS

13 Ética CONSERVADORISTA (favorece o máximo uso de recursos da Terra através do tempo, tendo em vista suprir as necessidades dos nossos filhos e netos. Integra-se nos princípios gerais do Desenvolvimento Sustentável ) ÉTICA CONSERVADORISTA NA GESTÃO DOS RECURSOS MINERAIS

14 Ética PRESERVACIONISTA (que o homem não tem direito a fazer alterações ao estado da Natureza, devendo mantê-la intocável para os vindouros) ÉTICA PRESERVACIONISTA NA GESTÃO DOS RECURSOS MINERAIS

15 A onda preservacionista foi desencadeada após a entrada do País para a UE (1986) e suportada, por abundantes financiamentos, tanto mais fáceis de obter quanto mais alarmista era o pedido Com a abundante transposição das directrizes comunitárias, impôs-se legislação cada vez mais restritiva, típica das economias desenvolvidas. O País pobre passou a ter hábitos de rico, as leis escandinavas e germânicas publicavam-se para ser aplicadas à letra no Alentejo profundo, distanciadas da realidade no espaço e no tempo. No que se refere à importância relativa da indústria extractiva, passou-se dos 2% do PIB, em 1990, para cerca de 0.8 %, em 2004 PRESERVACIONISMO AMBIENTALISTA EM PORTUGAL

16 Boa qualidade ambiental pode implicar uma boa saúde humana e vice-versa; Boa segurança será reflectida em poucos acidentes e como consequência boa saúde ocupacional e vice-versa; Finalmente as acções com segurança podem permitir melhorar o ambiente e vice- versa. LIGAÇÃO ENTRE AMBIENTE, SEGURANÇA E SAÚDE

17 O problema da engenharia ambiental subterrânea vem sendo abordado do ponto de vista de segurança e higiene dos trabalhadores, sem considerar o conceito ambiental ABORDAGEM DA ENGENHARIA AMBIENTAL SUBTERRÂNEA

18 As maiores consequências ou riscos ambientais no exterior das explorações subterrâneas: Águas ácidas e contaminadas com metais pesados; Deposição de escombros e rejeitados que podem poluir o solo e as aguas e ocasionar impacte visual. EVIDÊNCIAS DOS RISCOS AMBIENTAIS NA MINERAÇÃO SUBTERRÂNEA Ribeira

19 Subsidência devido á lavra subterrânea e presença de falhas Impacte paisagístico pela instabilidad e biológica na zona Desapariçã o das linhas d águas superficiais, drenagem ao subsolo e posterior contaminaç ão EVIDÊNCIAS DOS RISCOS AMBIENTAIS NA MINERAÇÃO SUBTERRÂNEA

20 PaisPessoal em servi ç o Observa ç ão Bol í via % cooperativas Per ú >22000 artesanais Chile72590 Subt. e c é u ab. Brasil91582Minas e fabrica M é xico 56582Met. e não met. Portugal2150Minas e pedreiras Espanha43969Met. e não met. PESSOAL AO SERVIÇO DA MINERAÇÃO IBERO-AMERCANA

21 PESSOAL AO SERVIÇO DA MINERAÇÃO NO PERÚ Fonte. MEM Perú

22 CASOS DE ACCIDENTES FATAIS NO PERÚ EM 2009 Fonte. MEM Perú

23 Análise laboratorial de amostras do maciço rochoso Análise das tensões e deformações nas aberturas subterrâneas; Análise da interacção entre o maciço e o suporte Sistemas de monitorização In situ 0 5 m PREVENÇÃO DOS EFEITOS DAS ALTERAÇÕES DO MACIÇO ROCHOSO

24 Técnicas de perfuração; Uso adequado de explosivos; Carga explosiva por retardo; Controle de Overbreak e underbreak; Controle de vibrações; Medidas de prevenção PREVENÇÃO DOS EFEITOS DAS ALTERAÇÕES CAUSADAS POR DETONAÇÕES

25 PREVENÇÃO DOS EFEITOS DAS ALTERAÇÕES DA ATMOSFERA SUBTERRÂNEA Técnicas de diluição de gases e poeiras mediante sistemas de ventilação Uso de água para perfuração e rega das frentes depois das detonações Instalação de cortinas de água para deposição de poeiras Aplicação de catalisadores de gases nos equipamentos diesel Uso de equipamentos de protecção individual

26 PREVENÇÃO DOS EFEITOS DAS ÁGUAS ÁCIDAS SUBTERRÂNEA

27 ACTIVIDADE MINEIRA E SUA RELAÇÃO COM O AMBIENTE SUBTERRÂNEO

28 ETAPAS DA EXPLORAÇÃO SUBTERRÂNEA E FONTES DE POLUIÇÃO AMBIENTAL

29 DEFINIÇÃO DO AMBIENTE SUBTERRÂNEO

30 PROPOSTA PARA A GESTÃO DO AMBIENTE SUBTERRÂNEO

31 a) Ambiente (ISO 14001): Preservar os recursos ambientáis; Prevenir ou minimizar os impactes adversos decorrentes das operações; Demonstrar activa responsabilidade para com a Terra e a biodiversidade; Promover o bom relacionamento e a capacitação das comunidades nas quais estão inseridos; Respeitar a cultura e a tradição das populações. b) Segurança e saúde do trabalho (OSHAS 18001): Prevenir ou minimizar os acidentes e danos à saúde relativos ao trabalho de empregados e empreiteiros; Contribuir para a resolução de problemas prioritários de saúde na comunidade GESTÃO DO AMBIENTE, SEGURANÇA E SAÚDE

32 CONCLUSIONES As legítimas preocupações pela qualidade de vida actual e as responsabilidades perante as gerações futuras, têm vindo causando a crescente preocupação ambiental e particularmente no sector da mineração. As legítimas preocupações pela qualidade de vida actual e as responsabilidades perante as gerações futuras, têm vindo causando a crescente preocupação ambiental e particularmente no sector da mineração. Ibero-américa ocupa o topo dos 5 maiores produtores de minerais de Zn, Pb, Ag, Au e Cu no mundo e América Latina produz perto de 10.5% utilizando o método subterrâneo. Ibero-américa ocupa o topo dos 5 maiores produtores de minerais de Zn, Pb, Ag, Au e Cu no mundo e América Latina produz perto de 10.5% utilizando o método subterrâneo. O desequilíbrio ambiental causado pela mineração subterrânea ocasiona contaminação das águas, subsidências e instabilidade do maciço rochoso e contaminação da atmosfera subterrânea. O desequilíbrio ambiental causado pela mineração subterrânea ocasiona contaminação das águas, subsidências e instabilidade do maciço rochoso e contaminação da atmosfera subterrânea. Apesar da produção pelo método subterrâneo ser muito inferior do que o método a céu aberto, é o sector onde trabalha mais de 50% de recurso humano. Apesar da produção pelo método subterrâneo ser muito inferior do que o método a céu aberto, é o sector onde trabalha mais de 50% de recurso humano. Recentes estudos e trabalhos a realizar pela Red MASYS poderá dar um importante contributo na gestão ambiental subterrânea que integre o ambiente, a segurança e saúde. Recentes estudos e trabalhos a realizar pela Red MASYS poderá dar um importante contributo na gestão ambiental subterrânea que integre o ambiente, a segurança e saúde.

33 Muito obrigado


Carregar ppt "A ENGENHARIA AMBIENTAL SUBTERRÂNEA E A SUA IMPORTÂNCIA A ENGENHARIA AMBIENTAL SUBTERRÂNEA E A SUA IMPORTÂNCIA Vidal Navarro Torres Carlos Dinis da Gama."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google