A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CRIAR E DESENHAR UMA EXPERIÊNCIA VIRTUAL Introdução Motivação Requisitos Criar uma aplicação Virtual Processo de Design Documentar, usar e avaliar a experiência.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CRIAR E DESENHAR UMA EXPERIÊNCIA VIRTUAL Introdução Motivação Requisitos Criar uma aplicação Virtual Processo de Design Documentar, usar e avaliar a experiência."— Transcrição da apresentação:

1

2 CRIAR E DESENHAR UMA EXPERIÊNCIA VIRTUAL Introdução Motivação Requisitos Criar uma aplicação Virtual Processo de Design Documentar, usar e avaliar a experiência Futuro Criar e Desenhar uma Experiência Virtual

3 INTRODUÇÃO Muitas das vezes deparamo-nos com a necessidade de ver um problema resolvido, mas não temos nem a certeza de como o resolver, qual vai ser o resultado final e muitas das vezes o custo de criar uma primeira solução (protótipo), somente para ver e mostrar uma possível solução final, torna-se por vezes muito dispendioso. Por esse motivo, temos de arranjar um meio que nos permita visualizar, experimentar e estudar esse problema, ultrapassando muitos destes aspectos. A Realidade Virtual pode ser a solução ideal, para investigadores, engenheiros, artistas, designers, testarem e experimentarem muitas das suas ideias e projectos. Daí a necessidade de sabermos como havemos de aplicar a Realidade Virtual ao nosso problema e criarmos a nossa experiência virtual. Criar e Desenhar uma Experiência Virtual

4 MOTIVAÇÃO Melhoria na capacidade de examinar e explorar informação 3D Diminuição de custos Lucro Melhorar da qualidade de vida Explorar ideias como expressão artística ou informativa Entretenimento Segurança Marketing Criar e Desenhar uma Experiência Virtual

5 MOTIVAÇÃO (Exemplos) Explorar ideias como expressão artística ou informativa CRAYOLAND –Árvores, flores, um lago, uma cascata e uma casa rodeada por montanhas. –Interacção com objectos –Sons característicos e posicionados. Criar e Desenhar uma Experiência Virtual

6 MOTIVAÇÃO (Exemplos) Entretenimento Parques temáticos de lazer, Exposições, Outros. Criar e Desenhar uma Experiência Virtual

7 MOTIVAÇÃO (Exemplos) Segurança (Aplicada na Medicina) Possibilidade de simular intervenções cirúrgicas perante um cenário que se pretente o mais fiel possível a uma sala de operações. (Image courtesy of Oregon Health & Science University) Criar e Desenhar uma Experiência Virtual

8 REQUISITOS Conhecer a experiência Estado da Arte Audiência Avaliar se a RV é a disciplina apropriada para a criação ou recriação da experiência. Criar e Desenhar uma Experiência Virtual

9 CRIAR UMA APLICAÇÃO VIRTUAL CENÁRIOS POSSÍVEIS Adaptando de outro media - Examinar as diferenças entre os dois media; - Explorar os aspectos que não eram usados no media anterior e que podem ser implementados na RV. Adaptando de uma experiência RV já existente - É o modo mais fácil de criar uma aplicação porque requer pequenas alterações para se obter o resultado pretendido. Criar e Desenhar uma Experiência Virtual

10 CRIAR UMA APLICAÇÃO VIRTUAL Criar uma nova experiência de RV - Apresenta-se como o cenário mais complexo - Deve-se focar bem os objectivos e as várias possibilidades que existem para a sua criação; - Parte-se do princípio que o criador tenha pesquisado, estudo sobre o media antes de começar o projecto; - Experimentação e testes. Criar e Desenhar uma Experiência Virtual

11 CRIAR UMA APLICAÇÃO VIRTUAL Se considerarmos criar uma aplicação virtual temos de ter em conta os seguintes aspectos: - Familiarizarmo-nos com o meio; - Experimentar o maior número de experiências virtuais e hardware; - Se possível, ter o acesso a sistemas RV e criar experiências simples; - Emergir nestas e noutras experiências o maior tempo possível; - Efectuar pesquisas de outras experiências Criar e Desenhar uma Experiência Virtual

12 PROCESSO DE DESIGN The human mind is exquisitely tailored to make sense of the world. Give it the slightest clue and off it goes, providing explanation, rationalization, and understanding. Donald Norman Criar e Desenhar uma Experiência Virtual

13 PROCESSO DE DESIGN Criar e planear a experiência Definir quais os objectivos da experiência Identificar se a experiência requer um final Criar e Desenhar uma Experiência Virtual

14 PROCESSO DE DESIGN One of the most important principles of design is visibility. The correct parts must be visible, and they must convey the correct message. Donald Norman Criar e Desenhar uma Experiência Virtual

15 PROCESSO DE DESIGN ORIENTAÇÃO Processo de escolha: Modelos Software Som O mais apropriado possível e adequado às necessidades da experiência que se pretende criar. Para conseguir um bom design, o designer deve estar preparado para avaliar sistemáticamente o estado actual do projecto. Criar e Desenhar uma Experiência Virtual

16 PROCESSO DE DESIGN ORIENTAÇÃO O designer pode e deve orientar o design da experiência para: O sistema Espaço e Meio Envolvente. Audiência Para além de ter que considerar eventuais situações de possível tradeoff e que de certo modo podem limitar a experiência face ao presente da Realidade Virtual e respectiva tecnologia. Criar e Desenhar uma Experiência Virtual

17 PROCESSO DE DESIGN SISTEMA Considerar as características, capacidades e limitações do Hardware actual. Capacidade de negociar com fabricantes de hardware a possibilidade de testar hardware recente e em fase de desenvolvimento. Criar e Desenhar uma Experiência Virtual

18 PROCESSO DE DESIGN ESPAÇO E MEIO ENVOLVENTE O designer quando desenha a experiência deve considerar as características do espaço-alvo no qual se pretende inserir a experiência criada, bem como limitações de espaço associadas a alguns sistemas RV já existentes no mercado. Criar e Desenhar uma Experiência Virtual

19 PROCESSO DE DESIGN AUDIÊNCIA Identificar qual o público-alvo da experiência RV. Considerar as características físicas e culturais. Experiência para um público específico ou genérico? Criar e Desenhar uma Experiência Virtual

20 PROCESSO DE DESIGN ORIENTAÇÃO Um dia, Donald Norman decide brincar com o conceito de cafeteira... Se a alça e o bico estivessem do mesmo lado certamente este utensílio estaria ligado a práticas masoquistas. Criar e Desenhar uma Experiência Virtual

21 PROCESSO DE DESIGN Imagine trying to draw a picture with a pencil that leaves no mark: there would be no feedback. Donald Norman Criar e Desenhar uma Experiência Virtual

22 PROCESSO DE DESIGN Usar o conhecimento sobre o mundo e a experiência. Simplificar a estrutura das tarefas. Tornar as tarefas visiveis Comunicar mapeamentos. Explorar o poder das restrições. Projectar para possíveis situações de erro. Deployment Criar e Desenhar uma Experiência Virtual

23 PROCESSO DE DESIGN No final do processo de criação e design da experiênica, a aplicação desenvolvida deve respeitar o já conhecido K.I.S.S., Keep it Short and Simple Tornar a experiência agradável e apetecível do ponto de vista do utilizador. Criar e Desenhar uma Experiência Virtual

24 Considerando tradeoffs do design - A complexidade do mundo, tem de ter em conta o custo necessário para obter alta performance de computação; - Deve-se diminuir a complexidade do mundo, nas áreas que o utilizador menos frequentará; - Deve-se persuadir o utilizador para áreas do mundo com maior complexidade; Criar e Desenhar uma Experiência Virtual

25 Documentar, usar e avaliar a experiência - Deve-se documentar toda a experiência antes de estar pronta a usar; - Se possível deve monitorizar toda a sua utilização e dar sugestões ao utilizador; - Para avaliar a experiência deve-se ter em conta determinados aspectos como: o lucro, dinheiro poupado, tempo poupado, melhoria nos resultados dos testes. Criar e Desenhar uma Experiência Virtual

26 O FUTURO DA CRIAÇÃO E DESIGN DE RV O desenvolvimento das potencialidades do hardware, A diminuição do seu custo E a comercialização em massa de aplicações e pacotes de software de design vão permitir a um maior leque de pessoas usufruir e criar experiências virtuais. Criar e Desenhar uma Experiência Virtual

27 Dúvidas?


Carregar ppt "CRIAR E DESENHAR UMA EXPERIÊNCIA VIRTUAL Introdução Motivação Requisitos Criar uma aplicação Virtual Processo de Design Documentar, usar e avaliar a experiência."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google