A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Pró-Reitoria de Graduação Departamento de Ciências Contábeis Contabilidade de Custos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Pró-Reitoria de Graduação Departamento de Ciências Contábeis Contabilidade de Custos."— Transcrição da apresentação:

1 Pró-Reitoria de Graduação Departamento de Ciências Contábeis Contabilidade de Custos

2 Métodos de Custeamento Trabalha-se, basicamente, com dois tipos de filosofia de custeamento: –Absorção, que aloca todos os custos aos produtos Custeio por absorção pleno Custeio por absorção parcial Custeio baseado em atividades –Direto ou Variável, que apropria custos e despesas variáveis aos produtos, levando ao resultado do exercício os fixos

3 Custeio por Absorção Sistema de Custeio que apropria todos os custos de produção aos produtos –Custos Diretos –Custos Indiretos Alocação Direta (identificação) Critérios de Rateio –Departamentalização Contabilidade por Responsabilidade Controle de Custos

4 Custeio Direto ou Variável Sistema de Custeio que apropria apenas os custos e as despesas variáveis aos produtos –Custos e Despesas Fixos (resultado do exercício) Exemplos: –Aluguel –Energia (Demanda) –Custos e Despesas Variáveis (alocação aos produtos/serviços) Identificação direta Exemplos: –Mão-de-Obra –Matéria-prima

5 Custeio Direto ou Variável Conceitos Relacionados –Custeio Variável ou Direto Custo Fixo Custo Variável –Margem de Contribuição –Margem de Contribuição com Limitações na Capacidade de Produção –Relação Custo-Volume-Lucro Ponto de Equilíbrio Margem de Segurança –Decisões Qual o Mix Ideal de Produção e Venda? Comprar ou Produzir? Etc.

6 Os custos e as despesas de estrutura (custos e despesas fixos) existem independentemente da ocorrência de produção ou venda Os produtos ao serem fabricados provocam a ocorrência de custos variáveis e ao serem comercializados provocam geram despesas variáveis Custeio Direto ou Variável

7 Custeio Variável (ou Direto) Custos e Despesas Fixos: –Não variam em função da produção –Não precisam ser recorrentes (depreciação) –Existem independentemente da produção (aluguel) –São necessários para que a indústria (instituição) possa operar –São levados ao resultado do exercício

8 Custeio Variável (ou Direto) Custos e Despesas Variáveis: –Variam em função da produção –Existem somente com a produção ou venda –São alocados aos produtos por critério direto

9 Demonstração do Resultado Vendas (-) Custos e Despesas Variáveis (=) Margem de Contribuição (-) Custos e Despesas Fixos (=) Resultado

10 Demonstração do Resultado Vendas (-) Custos Variáveis (=) Margem de Contribuição I (-) Despesas Variáveis (=) Margem de Contribuição II (-) Custos Fixos (=) Resultado

11 Margem de Contribuição Diferença entre o preço de venda e os custos e despesas variáveis É o valor que cada unidade efetivamente traz à empresa de sobra entre sua receita e o custo que de fato provocou e que lhe pode ser imputado sem erro. Custos VariáveisPreço de Venda Margem de Contribuição DiretosIndiretosTotais Produto L Produto M

12 Margem de Contribuição e Limitações na Capacidade de Produção O conceito é o mesmo, mas considera-se, também, a existência de fatores limitantes para a produção, tais como: matéria-prima, mão-de-obra, energia entre outros.

13 Custo-Volume-Lucro Relação que compara o volume de vendas, de custos e o lucro gerado. –Ponto de equilíbrio: ponto onde não existe nem lucro e nem prejuízo Ponto de Equilíbrio Contábil Ponto de Equilíbrio Econômico Ponto de Equilíbrio Financeiro –Margem de Segurança: volume de vendas que a empresa pode deixar de auferir antes de entrar na faixa de prejuízo.

14 Margem de Segurança Em percentual MS% = (Receita Total – Receita no Ponto de Equilíbrio) / Receita Total) * 100

15 Custo-Volume-Lucro Custos Fixos Custos Variáveis Receitas Ponto de Equilíbrio R$ Quantidade Região de Lucro Região de Prejuízo

16 Ponto de Equilíbrio Igual a divisão dos custos fixos pela margem de contribuição unitária PE = Custo Fixo Total / MC Unitária Se desejada em percentual PE% = (PV – CV)/PV * 100

17 Decisões Especiais Mix de produtos –Cortar –Aumentar ou reduzir a produção Comprar ou fabricar Etc.

18 Exemplo 1 Suponha que determinada empresa apresente a estrutura de gastos apresentada nos quadros seguintes

19 Exemplo 1 Custos e Despesas Fixos –Honorários da Diretoria20.000,00 –Salário da Secretária 2.000,00 –Salário do Supervisor 5.000,00 –Depreciação da Fábrica 3.000,00 –Dep. Veículos Entrega 1.000,00 –Combustível Veículos 3.000,00 –Manutenção dos Equip ,00 –Reparo Ar-Condicionado 1.000,00 –Serviços Gerais 8.000,00 –Aluguel Área de Produção 4.000,00 –Total49.000,00

20 Exemplo 1 Custos e Despesas Variáveis Matéria-Prima Consumida –Estoque Inicial de MP ,00 –Compras ,00 –Estoque Final de MP ,00 –MPC ,00

21 Exemplo 1 Custos e Despesas Variáveis MPC ,00 MOD ,00 Comissão ($0,20 x ) ,00 Total ,00

22 Exemplo 1 Demonstração do Resultado do Exercício Vendas de kg. ($30,00) ,00 Custos e Despesas Variáveis ,00 Margem de Contribuição ,00 Custos e Despesas Fixos ,00 Resultado ,00

23 Exemplo Demonstração do Resultado do Exercício Vendas de kg. ($30,00) ,00 Custos Variáveis ,00 Margem de Contribuição I ,00 Despesas Variáveis ,00 Margem de Contribuição II ,00 Custos e Despesas Fixos ,00 Resultado ,00

24 Conclusões Estoques subavaliados Lucros menores Não aceito pelo fisco


Carregar ppt "Pró-Reitoria de Graduação Departamento de Ciências Contábeis Contabilidade de Custos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google