A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Material Instrucional para Capacitação em Assistência Pré-Natal MINISTÉRIO DA SAÚDE FEBRASGO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Material Instrucional para Capacitação em Assistência Pré-Natal MINISTÉRIO DA SAÚDE FEBRASGO."— Transcrição da apresentação:

1 Material Instrucional para Capacitação em Assistência Pré-Natal MINISTÉRIO DA SAÚDE FEBRASGO

2 Capacitação em Pré-natal Módulo I (total de 77 slides)

3 Dados Epidemiológicos Locais

4

5 NÚMERO DE ÓBITOS MATERNOS/ PARTOS FONTE: SIH/DATASUS NUMERO DE OBITOS EM INTERNAÇÃOES POR PARTO/NUMERO DE INTERNAÇÕES POR PARTO) X

6 Razão Óbito por Internações Obstétricas Brasil

7

8

9 1516,722,827,617,5

10

11

12

13 Detecção edema face e membros superiores Inspeção Verificação Presença Edema Verificação Presença Edema ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL Procedimentos Técnicos

14 Edema Conduta Ausente Rotina Ausente Rotina MMII Verificar se relacionado a: MMII Verificar se relacionado a: sem PA Postura final do dia sem PA Postura final do dia ou peso temperatura ou peso temperatura Tipo de calçado Tipo de calçado Adotar medidas corretivas Adotar medidas corretivas Verificação Presença Edema Verificação Presença Edema ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL Procedimentos Técnicos

15 Edema Conduta Membros Inferiores - Repouso DLE; com PA - Verificar sinais/sintomas de ou peso pré-eclâmpsia grave; e ou proteinúria - Interrogar movimentação fetal. Se parâmetros normais: Se parâmetros normais: - Retorno 7 dias - Retorno 7 dias Se alterados: Se alterados: - Avaliação com médico - Avaliação com médico - Serviço alto risco - Serviço alto risco Verificação Presença Edema Verificação Presença Edema ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL Procedimentos Técnicos

16 Edema Conduta Generalizado Pré-eclâmpsia? Face, tronco, membros Outras intercorrências? Com ou sem PA - Avaliação com médico Com ou sem peso - Serviço alto risco Verificação Presença Edema Verificação Presença Edema ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL Procedimentos Técnicos

17 Edema Conduta Unilateral MMII Suspeita * TVP ? Com ou sem sinais - Avaliação com médico flogísticos - Serviço alto risco flogísticos - Serviço alto risco * TVP - Trombose Venosa Profunda Verificação Presença Edema Verificação Presença Edema ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL Procedimentos Técnicos

18 CRISE HIPERTENSIVA ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL

19 Crise Hipertensiva PA 160 X 110 mmHgPA 160 X 110 mmHg URGÊNCIAURGÊNCIA –Ausência de sintomatologia EMERGÊNCIAEMERGÊNCIA –Presença de sintomatologia ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL

20 1ª Escolha1ª Escolha –Hidralazina Relaxante direto da musculatura lisaRelaxante direto da musculatura lisa 01 ampola = 20mg - diluir em 9ml solução salina ou água bidestilada - Fazer 5mg (2,5ml) EV, até de 20 em 20 min, até no máximo de 40 mg01 ampola = 20mg - diluir em 9ml solução salina ou água bidestilada - Fazer 5mg (2,5ml) EV, até de 20 em 20 min, até no máximo de 40 mg Obs.: 20mg = 10ml / 1ml = 2mg Obs.: 20mg = 10ml / 1ml = 2mg Crise Hipertensiva ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL

21 1ª Escolha1ª Escolha –Hidralazina Efeito hipotensor 2 a 6 hEfeito hipotensor 2 a 6 h Efeitos colaterais - Rubor facial, cefaléia, taquicardiaEfeitos colaterais - Rubor facial, cefaléia, taquicardia Crise Hipertensiva ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL

22 HidralazinaHidralazina –Níveis pressóricos desejados Diminuir 20% dos níveis iniciaisDiminuir 20% dos níveis iniciais Pressão Arterial Diastólica entre mmHgPressão Arterial Diastólica entre mmHg –Ausência de resposta Hipertensão refratáriaHipertensão refratária Crise Hipertensiva ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL

23 NifedipinaNifedipina –Bloqueador de canal de cálcio; –Relaxante da musculatura lisa arterial; –Administração via sublingual; –Ação min; e –Duração da ação 3 a 5 h. Crise Hipertensiva ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL

24 NifedipinaNifedipina –Dose recomendada: 5 a 10 mg SL; e5 a 10 mg SL; e Repetir a cada 30 min até um total de 30 mg.Repetir a cada 30 min até um total de 30 mg. –Efeitos colaterais: Rubor facial, cefaléia, taquicardia.Rubor facial, cefaléia, taquicardia. Crise Hipertensiva ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL

25 Nifedipina sublingual Crise Hipertensiva ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL

26 FUROSEMIDA FUROSEMIDA NÃO UTILIZAR NA CRISE AGUDA INDICAÇÕES - INSUFICIÊNCIA RENAL AGUDA COMPROVADA, INSUFICIÊNCIA CARDÍACA CONGESTIVA, EDEMA AGUDO DE PULMÃO ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL Crise Hipertensiva

27 ALFAMETILDOPAALFAMETILDOPA –Não indicada na crise; –Início de ação superior 4-6h; –Indicação: TERAPIA DE MANUTENÇÃOTERAPIA DE MANUTENÇÃO Crise Hipertensiva ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL

28 INIBIDORES DA ENZIMA CONVERSORA INIBIDORES DA ENZIMA CONVERSORA Crise Hipertensiva ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL

29 Crise Hipertensiva CONDUTA Iniciar medicação de controle da crise hipertensiva; Iniciar medicação de controle da crise hipertensiva; Preferência: Hidralazina Preferência: Hidralazina Nifedipina Nifedipina Encaminhar gestante ao centro de referência - ideal Encaminhar gestante ao centro de referência - ideal centro terciário; centro terciário; Na crise hipertensiva: Na crise hipertensiva: Iniciar Sulfato de Mg; e Acompanhamento médico na transferência da gestante.

30 ECLÂMPSIA ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL

31 ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL ECLÂMPSIA IMPORTÂNCIAIMPORTÂNCIA – Principal causa de morte materna no Brasil – Responsável por elevada morbimortalidade perinatal

32 CONVULSÕES TÔNICO-CLÔNICAS GENERALIZADAS EM GESTANTE COM QUADRO HIPERTENSIVO, NÃO CAUSADA POR EPILEPSIA OU DOENÇA CONVULSIVA.CONVULSÕES TÔNICO-CLÔNICAS GENERALIZADAS EM GESTANTE COM QUADRO HIPERTENSIVO, NÃO CAUSADA POR EPILEPSIA OU DOENÇA CONVULSIVA. PODE OCORRER NA GRAVIDEZ, PARTO E PUERPÉRIO.PODE OCORRER NA GRAVIDEZ, PARTO E PUERPÉRIO. ECLÂMPSIA ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL

33 ECLÂMPSIA GESTANTE COM CONVULSÃOGESTANTE COM CONVULSÃO PENSAR EM ECLÂMPSIAPENSAR EM ECLÂMPSIA ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL

34 ECLÂMPSIA CONDUTA DESOBSTRUÇÃO DE VIAS AÉREAS;DESOBSTRUÇÃO DE VIAS AÉREAS; OXIGENAÇÃO - O2 ÚMIDO POROXIGENAÇÃO - O2 ÚMIDO POR CATÉTER NASAL - 5l/min; CATÉTER NASAL - 5l/min; PUNÇÃO DE VEIA CALIBROSA;PUNÇÃO DE VEIA CALIBROSA; SONDAGEM VESICAL; eSONDAGEM VESICAL; e TERAPIA ANTICONVULSIVANTE.TERAPIA ANTICONVULSIVANTE. ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL

35 ECLÂMPSIA CONDUTA TERAPIA ANTICONVULSIVANTETERAPIA ANTICONVULSIVANTE –SULFATO DE MAGNÉSIO (DROGA DE ESCOLHA) AMP 50% - 1 AMP = 10ml = 5gAMP 50% - 1 AMP = 10ml = 5g AMP 20% - 1 AMP = 10ml = 2gAMP 20% - 1 AMP = 10ml = 2g AMP 10% - 1 AMP = 10ml = 1gAMP 10% - 1 AMP = 10ml = 1g ANTAGONISTA: Gluconato de Cálcio 10% - 10mlANTAGONISTA: Gluconato de Cálcio 10% - 10ml ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL

36 ECLÂMPSIA SULFATO DE MAGNÉSIOSULFATO DE MAGNÉSIO –DOSE DE ATAQUE 4g EV LENTO (20min)4g EV LENTO (20min) Preparação: 8ml de Sulfato de Mg 50% + 12ml de soro fisiológico: Correr 1ml por minuto Preparação: 8ml de Sulfato de Mg 50% + 12ml de soro fisiológico: Correr 1ml por minuto –MANUTENÇÃO PARA TRANSFERÊNCIA 10g - 5g IM em cada glúteo10g - 5g IM em cada glúteo ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL

37 BENZODIAZEPÍNICOSBENZODIAZEPÍNICOS –ATAQUE - 10mg EV em 1 ou 2 min. –EFEITOS INDESEJÁVEIS MATERNOS Sedação Prolongada (Risco de aspiração);Sedação Prolongada (Risco de aspiração); Dificuldade de controle neurológico;Dificuldade de controle neurológico; Aumento da salivação e secreção brônquicas; eAumento da salivação e secreção brônquicas; e Perda do controle clínico.Perda do controle clínico. ECLÂMPSIA ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL

38 BENZODIAZEPÍNICOSBENZODIAZEPÍNICOS –EFEITOS INDESEJÁVEIS FETAIS: AUMENTA A DEPRESSÃO RESPIRATÓRIA;AUMENTA A DEPRESSÃO RESPIRATÓRIA; HIPOTERMIA; eHIPOTERMIA; e HIPOTENSÃO.HIPOTENSÃO. –SÓ UTILIZAR BENZODIAZEPÍNICOS NA AUSÊNCIA DAS OUTRAS OPÇÕES TERAPÊUTICAS ECLÂMPSIA ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL

39 FENITOÍNAFENITOÍNA –ATAQUE - 500mg diluídos em 200ml de solução salina, EV, em 20min; –Evitar usar SG 5% (Medicação precipita); e –Efeito colateral - arritmia cardíaca se a infusão for rápida ECLÂMPSIA ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL

40 ECLÂMPSIA ECLÂMPSIA TRANSFERÊNCIA E TRANSPORTE CONFIRMAR VAGA EM CENTRO DE REFERÊNCIACONFIRMAR VAGA EM CENTRO DE REFERÊNCIA –IDEAL CENTRO TERCIÁRIO PUNCIONAR VEIA CALIBROSA;PUNCIONAR VEIA CALIBROSA; SONDAGEM VESICAL;SONDAGEM VESICAL; CONTROLE PRESSÓRICO (VER ESQUEMA ANTERIOR);CONTROLE PRESSÓRICO (VER ESQUEMA ANTERIOR); SULFATO DE MAGNÉSIO; eSULFATO DE MAGNÉSIO; e –4g EV de ataque + 5g em cada nádega de manutenção ACOMPANHAMENTO MÉDICO DURANTE TRANSPORTE.ACOMPANHAMENTO MÉDICO DURANTE TRANSPORTE. ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL


Carregar ppt "Material Instrucional para Capacitação em Assistência Pré-Natal MINISTÉRIO DA SAÚDE FEBRASGO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google