A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro SUMÁRIO MPS.BR Meta 1: Resultados Dez2003-Dez2005 Meta 2: Resultados Dez2003-Dez2005 Conclusão.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro SUMÁRIO MPS.BR Meta 1: Resultados Dez2003-Dez2005 Meta 2: Resultados Dez2003-Dez2005 Conclusão."— Transcrição da apresentação:

1 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro SUMÁRIO MPS.BR Meta 1: Resultados Dez2003-Dez2005 Meta 2: Resultados Dez2003-Dez2005 Conclusão

2 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

3 MPS.BR: Objetivo e Metas Objetivo: MPS.BR visa a melhoria de processo do software Brasileiro, em todo o país, com foco nas PMEs, a custos viáveis Meta 1: Desenvolvimento e Aprimoramento do Modelo MPS.BR : 3 Guias + Cursos, Provas e Workshops anuais + 20 Instituições Implementadoras do Modelo MPS.BR (II-MPS.BR) + 15 Instituições Avaliadoras do Modelo MPS.BR (IA-MPS.BR) Meta 2: Implementação e Avaliação do MPS.BR em Empresas, com Foco em Grupos de Empresas : 120 empresas com Modelo MPS.BR implementado + 60 empresas avaliadas : empresas com Modelo MPS.BR implementado + 80 empresas avaliadas

4 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro MPS.BR: Desenvolvimento e Aprimoramento do Modelo MPS.BR Realidade das Empresas Brasileiras ISO /IEC ISO /IEC CMMI SOFTEX Governo Universidades

5 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro MPS.BR: MR-MPS, MA-MPS e MN-MPS MPS.BR Modelo de Negócio (MN-MPS) Método de Avaliação (MA-MPS) ISO/IEC ISO/IEC CMMI Guia de Aquisição Guia Geral Modelo de Referência (MR-MPS) Guia de Avaliação Documento do Projeto

6 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro MR-MPS: Modelo de Referência (7 níveis)

7 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro MA-MPS: Método de Avaliação (conforme ISO/IEC e SCAMPI) Planejar e Preparar Avaliação Conduzir Avaliação Relatar Resultados início fim Plano de Avaliação Indicadores de Implementação do Processo Relatório da Avaliação Resultado da Avaliação Registrar Resultados BD Softex

8 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro MN-MPS: Modelo de Negócio (3 domínios) Projeto MPS.BR (SOFTEX) II-MPS.BR & IA-MPS.BR MNEMNC Contrato Convênio Convênio, se pertinente LEGENDA: II-MPS.BR – Instituição Implementadora do Modelo MPS.BR IA-MPS.BR – Instituição Avaliadora do Modelo MPS.BR MNE – Modelo de Negócio Específico para cada empresa (personalizado) MNC – Modelo de Negócio Cooperado em grupo de empresas (pacote)

9 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro SUMÁRIO MPS.BR Meta 1: Resultados Dez2003-Dez2005 Meta 2: Resultados Dez2003-Dez2005 Conclusão

10 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro Meta 1: Principais Resultados (Dez2003- Dez2005) Gestão do MPS.BR Criação do Projeto MPS.BR (11 Dez 2003) Coordenação do Projeto MPS.BR (Sociedade SOFTEX) Equipe Técnica do Modelo MPS (ETM-MPS.BR) Fórum de Credenciamento e Controle (FCC-MPS.BR) Desenvolvimento do MR-MPS e MA-MPS Desenvolvimento inicial do Modelo MPS.BR: compatíbilidade com Modelo CMMI Aprimoramento do Modelo MPS.BR: conformidade com Normas Internacionais ISO/IEC e Documentação do Modelo MPS.BR Guia Geral Guia de Avaliação Guia de Aquisição Modelo de Negócio

11 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro C1 - Curso Introdução ao MPS.BR P1 - Prova Introdução ao MPS.BR C2 - Curso Implementação MR-MPS P2 - Prova Implementação MR-MPS C3 - Curso Método de Avaliação MA-MPS P3 - Prova Método de Avaliação MA-MPS C4 - Curso Guia de Aquisição P4 - Prova Guia de Aquisição ImplementadorAvaliador Adjunto Especialista em Aquisição Meta 1 – Cursos, Provas e Workshops MPS.BR em 2005

12 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro Meta 1: Principais Resultados (Dez2003- Dez2005) Cursos e Provas de Introdução ao MPS.BR C1-MPS.BR: Curso de Introdução (4-6 horas) 2004: 637 participantes: Belo Horizonte, Brasília, Campina Grande, Campinas, Fortaleza, Lavras, Manaus, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro (2) e São Paulo 2005: 616 participantes: Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Londrina, Maceió, Porto Alegre (3), Recife, Rio de Janeiro (2), Salvador, Uberlândia e Vitória P1-MPS.BR: Prova de Introdução (2 horas, sem consulta) 2005: 132 aprovados (97 em 29 Jul + 35 em 21 Out) + 51 inscritos (09 Dez)

13 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro Meta 1: Principais Resultados (Dez2003- Dez2005) Outros Workshops, Cursos e Provas MPS.BR W2-MPS.BR: Workshop para Implementadores (8 horas) 2005: 28 participantes (29 Ago, Brasília) C2-MPS.BR: Curso para Implementadores (16 horas) 2005: 89 participantes (39 em Ago, Brasília + 22 em Out, Salvador + 28 em 17-18Nov, Rio de Janeiro) P2-MPS.BR: Prova para Implementadores (4 horas, com consulta) 2004: 137 aprovados (53 em 9 Ago + 27 em 18 Out + 57 em 3 Dez) 2005: 46 inscritos (16 Dez) C3-MPS.BR: Curso para Avaliadores- piloto (16 horas) 2005: 27 participantes (11-12 Mar, Rio de Janeiro)

14 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro Meta 1: Principais Resultados (Dez2003- Dez2005) Outros Workshops, Cursos e Provas MPS.BR W4-MPS.BR: Workshop de Aquisição de Software (8 horas) 2005: 212 participantes (109 em 03 Ago, São Paulo em 21 Set, Brasília) C4-MPS.BR: Curso de Aquisição de Software (16 horas) 2005: 68 participantes (26 em Ago, São Paulo + 27 em Set, Brasília + 15 em Out, Brasília) P4-MPS.BR: Prova de Aquisição de Software (4 horas, com consulta) 2005: 22 inscritos (09 Dez) WOGE-MPS.BR: Workshop para Organizadores de Grupos de Empresas (16 horas) 2005: 26 participantes (06-07 Out, Belo Horizonte)

15 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro Meta 1: Principais Resultados (Dez2003- Dez2005) Curso de Especialização EAD CMMI-MPS.BR Convênio SOFTEX-UFLA (Universidade Federal de Lavras): curso de pós-graduação lato-sensu a distância, 390 horas, mínimo de 50 alunos Ambiente virtual de ensino e encontros presenciais Disciplinas: 1.Introdução à melhoria de processo de software com CMMI – MPS.BR 2.Processos de apoio CMMI nível 2 – MPS.BR níveis G e F 3.Processos da gerência de projeto CMMI nível 2 – MPS.BR níveis G e F 4.Abordagens de melhoria de processo 5.Processos da engenharia CMMI nível 3 – MPS.BR níveis E, D e C 6.Processos da gestão de processo CMMI nível 3 – MPS.BR níveis E, D e C 7.Avaliação de processo 8.Processos CMMI níveis 4 e 5 – MPS.BR níveis B e A 9.Trabalho de conclusão do curso

16 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro Meta 1: Principais Resultados (Dez2003- Dez2005) Instituições Implementadoras (II-MPS.BR) COMUNICADO SOFTEX MPS.BR 03/2004: Habilitação de II-MPS.BR ( ) 1.Experiência na área de Processo de Software 2.Estratégia para Implementação do Modelo MPS.BR em empresas e grupos de empresas 3.Estratégia para seleção e treinamento de Implementadores do MPS.BR 4.Equipe de Implementadores do MPS.BR (Prova e CV) Doze autorizadas SOFTEX: CenPRA, Consórcio SwQuality/UFLA, COPPE/UFRJ, FUMSOFT, Fundação Vanzolini/USP, ITS, RIOSOFT, SOFTSUL, UCB, UNIFOR, UNISINOS, Qualiti Duas em análise FCC: CASNAV, PaqTc-Pb

17 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro Meta 1: Instituições Avaliadoras (IA- MPS.BR) A partir de Set 2005, equipes de avaliação-piloto (5 avaliadores líder + 20 avaliadores adjuntos + avaliadores representantes das organizações avaliadas) realizaram avaliações-piloto MA-MPS em empresas que participaram de implementações-piloto MPS.BR no Rio de Janeiro, Campinas e Recife, sob coordenação da Sociedade SOFTEX Em 2006, será publicado COMUNICADO SOFTEX MPS.BR para habilitação de IA-MPS.BR (nos moldes do COMUNICADO 03/2004 para habilitação de II-MPS.BR), após a conclusão das avaliações-piloto em empresas no Rio de Janeiro, Campinas e Recife Na transição, avaliações MA-MPS demandadas por empresas no Brasil ainda serão realizadas pelas equipes de avaliação-piloto (5 avaliadores líder + 20 avaliadores adjuntos + avaliadores representantes das organizações avaliadas), sob coordenação da Sociedade SOFTEX

18 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro Meta 1: Ferramentas de Apoio ao MPS.BR Planejamento da aquisição de software de apoio ao MPS.BR (personalização do Guia de Aquisição), para uso em 2006: Software de apoio ao Processo de Implementação Software de apoio ao Processo de Avaliação Software de apoio ao Processo de Aquisição Software de apoio à Gestão Integrada do MPS.BR, inclusive Gestão do Conhecimento

19 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro SUMÁRIO MPS.BR Meta 1: Resultados Dez2003-Dez2005 Meta 2: Resultados Dez2003-Dez2005 Conclusão

20 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro Meta 2: Principais Resultados (Dez2003- Dez2005) Implementações-piloto MPS.BR em Grupos de Empresas (MNC-MPS.BR) Rio de Janeiro: 17 empresas (COPPE/UFRJ e RIOSOFT) Campinas: 5 empresas (CenPRA e SOFTEX Campinas) Recife: 28 empresas (CESAR) Avaliações-piloto MA-MPS em Empresas In Forma, nível G (12-13 Set 2005, Recife) BL Informática, nível F (21-23 Set 2005, Rio de Janeiro) Relacional, nível E (26-29 Set 2005, Rio de Janeiro) Compera, nível F (19-21 Out 2005, Campinas) Programmers, nível F (23-25 Nov 2005, Campinas) Previstas: Marlin, nível D (19-23 Dez 2005, Rio de Janeiro) Relacional, nível C (Fev 2006, Rio de Janeiro)

21 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro Meta 2: Principais Resultados (Dez2003- Dez2005) AVISO: Concorrência SEBRAE Goiás n° 005/2005 OBJETO: Contratação de empresa especializada na prestação de serviços de consultoria para melhoria de processos de software, em um grupo de 10 empresas, orientada pelo Modelo de Referência para Melhoria de Processo do Software Brasileiro – MPS.BR, níveis G e F, credenciada pela SOFTEX PROPOSTAS: 23 Nov 2005, no SEBRAE, em Goiânia

22 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro Meta 2: Principais Resultados (Dez2003- Dez2005) PODER JUDICIÁRIO – SUPERIOR TRIBUNAL MILITAR: Convite STM nº 03/2005 – 326/2005 OBJETO: Contratação de empresa ou profissional especializado para prestação de 432 horas de consultoria, a serem realizadas no período de 12 meses, atuando na implantação da Melhoria de Processo de Desenvolvimento de Sistemas, em conformidade com MPS.BR, e orientação nas áreas de Gerência de Requisitos, Gerência de Projetos, Gerência da Qualidade e Gerência de Configuração e Mudança PROPOSTAS: 13 Dez 2005, no STM, em Brasília

23 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro Meta 2 – Novos Grupos de Empresas Implementação do MPS.BR em Novos Grupos de Empresas (MNC) COMUNICADO SOFTEX MPS.BR 20/2005 Apoio a Grupos de Empresas para Implementação e Avaliação do MPS.BR – Níveis G e F WOGE-MPS.BR (6-7 Out 2005, Belo Horizonte) Workshop para Organizadores de Grupos de Empresas

24 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro Apoio a Grupos de Empresas para Implementação e Avaliação do MPS.BR – Níveis G e F (Recursos MCT, FINEP e BID) COMUNICADO SOFTEX MPS.BR 20/2005 ( ) 1.Grupo(s) MPS.BR, níveis G e F: mínimo de 5 empresas 2.Projeto(s) de Implementação e Avaliação do MPS.BR em Grupos de Empresas, com foco em pequenas e médias empresas (PMEs), submetido(s) por Instituições Organizadoras de Grupos de Empresas (IOGEs): Agentes SOFTEX no país Outras entidades civis sem fins lucrativos com experiência comprovada na Melhoria de Processo de Software em grupos de empresas, tais como Rumo a ISO9000 e CMM/CMMI 3.Valor do apoio financeiro (CRE – Custo de Referência por Empresa): Empresas associadas aos Agentes SOFTEX = 50% CRE Empresas não associadas aos Agentes SOFTEX = 30% CRE O restante do custo do projeto deverá ser captado pela IOGE, sendo obrigatória a comprovação de um desembolso financeiro pelas empresas maior ou igual que 30%

25 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro SUMÁRIO MPS.BR Meta 1: Resultados Dez2003-Dez2005 Meta 2: Resultados Dez2003-Dez2005 Conclusão

26 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro MPS.BR: Principais Resultados (Dez2003-Dez2005) 1.Amplo debate sobre o MPS.BR, com extraordinária receptividade em todas as regiões do país e em empresas de diferentes portes – privadas e governamentais 2.Forte interação Universidade-Empresa-Governo, seja no desenvolvimento e aprimoramento do Modelo MPS.BR seja na implementação e avaliação do modelo em empresas e grupos de empresas, em todo o país 3.Envolvimento de uma grande equipe no desenvolvimento e aprimoramento do Modelo MPS.BR, com grande agregação de valor e impacto tecnológico 4.Capacitação de milhares de pessoas por meio de Cursos, Provas e Workshops MPS.BR anuais 5.Doze II-MPS.BR autorizadas (conforme COMUNICADO SOFTEX MPS.BR 03/2004) 6.Experiências-piloto de Implementação (desde 2004) e Avaliação (a partir de Set 2005) do MPS.BR em empresas no Rio de Janeiro, Recife e Campinas

27 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro MPS.BR: Desafios Comprometer mais pessoas qualificadas, instituições experientes e organizações interessadas com o Modelo MPS.BR 2.Aprimorar periodicamente os Guias MPS.BR 3.Realizar o calendário anual de Cursos, Provas e Workshops MPS.BR 4.Autorizar novas II-MPS.BR (Instituições Implementadoras) e as primeiras IA-MPS.BR (Instituições Avaliadoras) 5.Divulgar o Guia de Aquisição MPS.BR e personalizá-lo (customizá-lo), parcial ou totalmente, para a melhoria do processo de aquisição de Software e Serviços Correlatos (S&SC) em organizações privadas e governamentais 6.Criar novos grupos de empresas para Implementação e Avaliação do MPS.BR, em todas as regiões brasileiras (COMUNICADO SOFTEX MPS.BR 20/2005) 7.Replicar o MPS.BR em muitas cidades no Brasil 8.Planejar e realizar ações internacionais do Modelo MPS em países latino- americanos, com apoio do BID

28 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro Meta 3 – Internacionalização do MPS ( ) Tradução dos 3 Guias para o Espanhol Missões para identificação de contrapartes na Argentina e Chile, visando assinatura de convênios Missões de divulgação e exploração em outros 3 países latino- americanos Transferência de conhecimento para as instituições contrapartes do Modelo MPS nestes países Colaboração na Implementação do Modelo MPS - níveis G e F em 10 empresas de cada país, seguida de Avaliação de 50% das mesmas Participação destes países na evolução do Modelo MPS, mediante a designação de um a dois especialistas de cada país para compor a ETM-MPS.BR

29 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro Meta 3 – Replicação do Modelo MPS na América Latina ( )

30 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro MPS.BR: Melhoria de Processo do Software Brasileiro

31 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro Muito Obrigado Perguntas ? Kival Weber Skype: kivalweber

32 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro I DO 2005 – ITS & SOFTEX Mercure Grand Hotel - Rua Joinville, 515 – São Paulo - SP ( 15 Dez 2005, 09:00 h, sala B ) Painel: Melhoria da Competitividade das Empresas de Software


Carregar ppt "MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro SUMÁRIO MPS.BR Meta 1: Resultados Dez2003-Dez2005 Meta 2: Resultados Dez2003-Dez2005 Conclusão."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google