A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Setembro de 2006 GASES CONTAMINANTES Quantificação e análise de gases poluentes.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Setembro de 2006 GASES CONTAMINANTES Quantificação e análise de gases poluentes."— Transcrição da apresentação:

1 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Setembro de 2006 GASES CONTAMINANTES Quantificação e análise de gases poluentes na região de Araçatuba

2 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Características da Região de Araçatuba: 7% do território estadual; População estimada de 700 mil habitantes; Terceira menor densidade demográfica, com cerca de 37 hab./km 2 (dados de 2002); Economia marcada pela importância da agropecuária; Produção de carne bovina, açúcar e álcool com importante participação; A fabricação de alimentos e bebidas é a maior responsável pela geração de valor adicionado e a segunda na geração de emprego na região;

3 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Hidrelétricas existentes na região: A região abriga um dos maiores complexos hidrelétricos do mundo, totalizando 6.414,1 MW da capacidade instalada: UHE Ilha Solteira (3.444 MW) UHE Nova Avanhandava (347,4 MW) UHE Três Irmãos (807,5 MW) UHE Jupiá (1.551,2 MW) UHE Promissão (264 MW) Fonte: Google Earth

4 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Usinas de cana-de-açúcar na região: Localização da Usinas de Açúcar e Álcool no Brasil Localização das Novas Usinas Previstas no Plano de Expansão Fonte: Apresentação AGRENER-GD 2006 (Junho/2006 – Campinas-SP)

5 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Termelétricas existentes na região: Capacidade de geração termelétrica instalada de 71,69 MW, com 68,69 MW de geração por meio de bagaço de cana-de-açúcar e 3 MW de geração diesel. Fonte: BIG (Banco de Informações da Geração - ANEEL) UsinaPotênciaMunicípio Alcoazul7 MWAraçatuba Gasa4 MWAndradina Aralco5 MWSanto Antônio do Aracanguá Pioneiros42 MWSud Mennucci Generalco4 MWGeneral Salgado Diana3 MWAvanhandava Benálcool4 MWBento de Abreu TOTAL69 MW

6 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Termelétricas existentes na região: UTE Urubupungá (17,6 kW) UTE Gasa (4 MW) UTE Pioneiros (42 MW) UTE Benálcool (3,8 MW) UTE Menu (3 MW) UTE Alcoazul (7,4 MW) UTE Aralco (4,8 MW) UTE Generalco (3,8 MW) UTE Diana (2,87 MW) Fonte: Google Earth

7 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Considera-se poluente qualquer substância presente no ar e que pela sua concentração possa torná-lo impróprio, nocivo ou ofensivo à saúde, inconveniente ao bem estar público, danoso aos materiais, à fauna e à flora ou prejudicial à segurança, ao uso e gozo da propriedade e às atividades normais da comunidade Material Particulado (MP); Dióxido de Enxofre (SO 2 ); Monóxido de Carbono (CO); Oxidantes Fotoquímicos, como o Ozônio (O 3 ); Hidrocarbonetos (HC); Óxidos de Nitrogênio (NOx). Os gases Poluentes: Fonte: CETESB

8 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Poluentes constituídos de poeiras, fumaças e todo tipo de material sólido e líquido que se mantém suspenso na atmosfera por causa de seu pequeno tamanho; Fonte emissoras veículos automotores, processos industriais, queima de biomassa, ressuspensão de poeira do solo, entre outros; Pode também se formar na atmosfera a partir de gases como SO 2, NOx e compostos orgânicos voláteis (COVs), transformando- se em partículas como resultado de reações químicas no ar. Material Particulado (MP):

9 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Resulta principalmente da queima de combustíveis fósseis, como óleo diesel, óleo combustível, gasolina etc.; Pode reagir com outras substâncias presentes no ar formando partículas de sulfato que são responsáveis pela redução da visibilidade na atmosfera; É um dos principais formadores da chuva ácida, originada pela combinação deste poluente com o vapor de água existente na atmosfera. Dióxido de Enxofre (SO 2 ):

10 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Gás incolor que resulta da queima incompleta de combustíveis de origem orgânica (combustíveis fósseis, biomassa, etc); É encontrado em maiores concentrações nas cidades, emitido principalmente por veículos automotores. Monóxido de Carbono (CO):

11 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Denominação para a mistura de poluentes secundários formados pelas reações entre os óxidos de nitrogênio e compostos orgânicos voláteis, na presença de luz solar, sendo estes últimos liberados na queima incompleta e evaporação de combustíveis e solventes; Principal produto desta reação é o ozônio (O 3 ), o qual é utilizado como parâmetro indicador da presença de oxidantes fotoquímicos na atmosfera; Formam a chamada névoa fotoquímica ou smog fotoquímico, causando diminuição da visibilidade. Oxidantes Fotoquímicos:

12 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba São gases e vapores resultantes da queima incompleta e evaporação de combustíveis e de outros produtos orgânicos voláteis; São cancerígenos e mutagênicos, não havendo uma concentração ambiente totalmente segura (Ex: benzeno); Participam ativamente das reações de formação também a névoa fotoquímica. Hidrocarbonetos (HC):

13 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Formados durante processos de combustão; O NO, sob a ação de luz solar se transforma em NO 2 e tem papel importante na formação de oxidantes fotoquímicos como o ozônio. Óxidos de Nitrogênio (NOx):

14 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba PoluenteEfeitos CO Liga-se à hemoglobina, ocupando o lugar destinado ao transporte do oxigênio diminuindo a oxigenação do sangue, podendo causar morte por asfixia; Tonturas e vertigens; Alterações no sistema nervoso central, cardiovascular, pulmonar e outros. SO x Complicações no sistema respiratório; Um dos principais causadores da chuva ácida; Toxidade aumentada em combinação com outros poluentes. O3O3 E envelhecimento precoce; Diminui a resistências às infecções; Provoca irritação nos olhos, nariz e garganta e desconforto respiratório. MP Irritação nos olhos e garganta; Defesa imunológica alterada; Toxicidade sistemática; Função pulmonar prejudicada. HC Responsáveis pelo aumento da incidência de câncer no pulmão; Provoca irritação nos olhos, nariz, pele e aparelho respiratório. NO x Irritação dos olhos e do nariz; Doenças no trato respiratório; Danos ao pulmão; Estresse do coração; Diminuição da resistência a infecções e alterações celulares. Principais efeitos:

15 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Padrão Primário: Concentrações de poluentes que, ultrapassados, poderão afetar a saúde da população e podem ser entendidos como níveis máximos toleráveis de concentração de poluentes atmosféricos, constituindo-se em metas de curto e médio prazos. Padrão Secundário: Concentrações de poluentes atmosféricos abaixo das quais se prevê o mínimo efeito adverso sobre o bem estar da população, assim como o mínimo dano à fauna e à flora, aos materiais e ao meio ambiente em geral. Podem ser entendidos como níveis desejados de concentração de poluentes, constituindo-se em meta de longo prazo. Padrões de Qualidade do Ar: Fonte: Resolução CONAMA N°, de

16 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Limites de qualidade do ar: Fonte: Resolução CONAMA N°, de Poluente Tempo de Amostragem Padrão PrimárioPadrão Secundário Método de Medição ( g/m 3 ) Particulados totais em suspensão 24 horas Amostrador de grandes volumes MGA Partículas inaláveis 24 horas Separação inercial/filtração MGA 3 50 Fumaça 24 horas Refletância MGA Dióxido de enxofre 24 horas Pararosanilina MGA Dióxido de nitrogênio 1 hora Quiluminescência MGA Monóxido de carbono 1 hora Infravermelho não dispersivo 35 ppm 8 horas ppm Ozônio1 hora Quiluminescência

17 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Fatores médios de emissão de poluente em veículos na região metropolitana de SP:

18 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Variação relativa na emissão de poluentes em função do teor de álcool anidro na gasolina:

19 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Fatores médios de emissão de veículos leves à gasolina e álcool Fonte: PROCONVE

20 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Fontes emissora na região de Araçatuba: Queimadas e veículos consistem nas principais fontes de emissão de gases poluentes na região de Araçatuba; As termelétricas existentes utilizam bagaço de cana, apresentando baixa emissão de gases poluentes; As hidrelétricas existentes são antigas e grande parte dos gases provenientes da matéria orgânica submersa já foi emitida.

21 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Emissão de gases poluentes em virtude das queimadas: Fonte: CPTEC CO MP

22 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Emissão de gases poluentes em virtude das queimadas: Fonte: CPTEC NO x

23 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Emissão de CO de origem antropogênica: Fonte: CPTEC

24 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Concentração de CO devido às queimadas: Fonte: CPTEC

25 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Concentração de CO de origem antropogênica: Fonte: CPTEC

26 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Concentração de MP devido às queimadas: Fonte: CPTEC

27 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Medidas para mitigação da emissão de gases poluentes: Aplicação de penalidades para os casos de queimadas; Fiscalização em automóveis para cumprimento dos níveis de emissão estabelecidos na legislação ambiental; Fiscalização rigorosa na qualidade dos combustíveis (gases poluentes dependem diretamente da qualidade dos combustíveis); Incentivar o aumento no consumo de GNV, por ser um combustível mais limpo que a gasolina e diesel; Incentivos para modernização da frota de automóveis; Campanhas educacionais para conscientização da população da necessidade de manutenção correta dos veículos; Adoção de diesel com teor enxofre reduzido; Incentivar a produção e uso de veículos movidos por energia limpa (energia elétrica, gás natural, álcool etc); Implantar programas de educação ambiental (formal e informal) objetivando sensibilizar, conscientizar e engajar a população no combate à poluição gerada pelos veículos.

28 Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba OBRIGADO Evandro Gonçalves Pizeta


Carregar ppt "Tema 27:Avaliação e quantificação de gases contaminantes na região de Araçatuba Setembro de 2006 GASES CONTAMINANTES Quantificação e análise de gases poluentes."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google