A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SUBSECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIRETORIA GERAL DE SAÚDE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SUBSECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIRETORIA GERAL DE SAÚDE."— Transcrição da apresentação:

1 GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SUBSECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIRETORIA GERAL DE SAÚDE 3ª POLICLÍNICA - NITERÓI PROGRAMA DE PREVENÇÃO E CONTROLE DE OBESIDADE INFANTO-JUVENIL Cap BM Simone Coelho

2 Obesidade Conceito: É uma condição de etiologia multifatorial, resultante do desequilíbrio entre a ingestão calórica e o gasto energético, proporcionando acúmulo excessivo de energia sob a forma de gordura no organismo.

3 1998 Obesity Trends* Among U.S. Adults BRFSS, 1990, 1998, 2007 (*BMI 30, or about 30 lbs. overweight for 54 person) No Data <10% 10%–14% 15%–19% 20%–24% 25%–29% 30%

4

5 Obesidade 99% Exógena 1% -Síndromes genéticas e alterações endócrinas

6 Etiologia Genética Endocrinometabólicos Ambientais Psicológicos

7 Por que algumas pessoas ganham peso mais facilmente que outras?

8 Genes X Obesidade Gen agouti Gene ob- leptina Gene fa/fa

9 Genéticos: Ambos os pais obesos - 80% Um dos pais obeso- 50% Nenhum dos pais- 9%

10 Genéticos Gene aguti Ghrelina Leptina

11 ADIPÓCITO (Órgão endócrino) Adipocitocinas Fator de necrose tumoral Leptina Interleucina 6 Inibidor do ativador de plasminogênio (PAI-1)

12 Ambientais Hábitos alimentares

13 Ambientais Fome X Apetite Fast food

14 Ambientais Sedentarismo

15 Psicológicos Compulsão alimentar Alimento X falta de afeto Baixa auto-estima

16 Avaliação clínica IMC Medida da cintura abdominal Pregas cutâneas Dexa Bioimpedância

17 Diagnóstico IMC – 2 a 20 anos Não é consenso na literatura Baixo custo Simples Alta reprodutibilidade

18 IMC peso(Kg) / altura (m) 2 No adulto: IMC >25- sobrepeso IMC >30- obesidade IMC>40- obesidade mórbida Na criança: >P85- sobrepeso >P95- obesidade

19 Avaliação do IMC em crianças IDADE IMC 2 anos 19,3 4 anos 17,8 9 anos 21,0 13 anos 25,1

20 Classificação Percentil de gravidade do IMC no p95= IMC atual X 100 IMC p95 Obesidade leve: até 110% Obesidade moderada: de 110 a 120% Obesidade grave: >120%

21 Medida da circunferência abdominal e pregas cutâneas

22 Dexa

23 Co-morbidades HAS Dislipidemias Síndrome metabólica (RI, RCIU) Diabetes mellitus Doenças Cardiovasculares

24 Síndrome metabólica

25 TRATAMENTO Orientação nutricional Exercício físico Orientação psicológica Medicamentos Cirurgia bariátrica

26 Nutricional IMC >p85 com complicações (dislipidemia, HAS ou diabetes) IMC >p95 com ou sem complicações

27 Exercício físico American College of Sports Medicine: Freqüência: 5 dias por semana ou diária, intensidade: 40/50 a 70% do consumo de oxigênio no exercício máximo, atividades de baixo impacto.

28 Psicoterapia Transtorno de Compulsão Alimentar Periódica Síndrome do Comer Noturno Bulimia Nervosa

29 Medicamentoso Orlistat (Xenical R )- inibidor das lipases gastrointestinais e pancreática- adolescentes acima de 12 anos): 120mg de 8/8h Sibutramina ( Plenty e Reductil R )- bloqueador dos transportadores de serotonina e noradrenalina- 10mg/dia

30 Cirurgia Bariátrica IMC > 40 ou > 35 com co-morbidades

31 Cansados? Falta só um pouquinho!

32 PROGRAMA PREVENÇÃO E CONTROLE DE OBESIDADE INFANTO- JUVENIL OBJETIVOS Identificar e encaminhar para tratamento interdisciplinar crianças com sobrepeso e obesidade dependentes de militares da SUBSEDEC/CBMERJ.

33 PROFISSIONAIS ENVOLVIDOS PROFISSIONAIS ENVOLVIDOS Maj José: Coordenador do Programa; Cap Simone Coelho: Pediatra/Endocrinologia Pediátrica; Cap Serpa: Nutricionista; Cap Caravelos: Psicóloga; Cap Viviane Salles: Endocrinologia; Cap Priscilla Gil: Endocrinologia; 1ºTen Gleicy: Serviço Social; Cap Michele Nassif: Pediatra; Cap Mendonça: Pediatra; 1º Ten Daniela Cabral: Fisioterapeuta; Cb Jozilvo: Educação Física

34 Etapas do Programa 1ª Etapa: Divulgação 2ª Etapa: Inscrição 3ª Etapa: Formação dos Grupos: Preenchimento de questionário clínico, nutricional e social; Solicitação de exames laboratoriais; Avaliação pôndero-estatural (IMC) Classificação do estado nutricional; Pediatria e Nutrição da 3ª Policlínica.

35 Dinâmica Do 1º ao 4ºmês Quatro sessões com a presença de todo o grupo: Uma vez por mês; Aferição de peso e altura Sessões de uma a duas horas. 1° mês: Dinâmica Endocrinologia Pediátrica 2° mês: Dinâmica Nutrição 3° mês: Dinâmica Psicologia 4° mês: Dinâmica Atividade Física

36 Dinâmica Do 5º ao 6º mês Consulta médica e nutricional individual; Reavaliação dos exames; Prescrição de dieta personalizada, se necessário; Encaminhamento a outros profissionais, se necessário;

37 Dinâmica Do 7º ao 10ºmês Quatro sessões com a presença de todo o grupo: Uma vez por mês; Aferição de peso e altura Sessões de uma a duas horas. 7° mês: Dinâmica Nutrição 8° mês: Dinâmica Endocrinologia Pediátrica 9° mês: Dinâmica Psicologia 10° mês: Dinâmica Atividade Física

38 Dinâmica Do 11º ao 12º mês Avaliação das principais dificuldades obtidas; Avaliação dos principais pontos positivos obtidos com o programa; Troca de experiências; Continuação dos acompanhamentos individuais necessários;

39 1° Grupo do Programa Prevenção e Controle de Obesidade Infanto- Juvenil 26/08/2008

40 OBRIGADA!

41 GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SUBSECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIRETORIA GERAL DE SAÚDE 3ª POLICLÍNICA - NITERÓI Tel:


Carregar ppt "GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SUBSECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIRETORIA GERAL DE SAÚDE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google