A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Dra. Adriana Q. Sarmento. Definição: Ocorre por um período superior a 30 dias ou 3 ou mais episódios de diarréia nos últimos 60 dias. Definição: Ocorre.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Dra. Adriana Q. Sarmento. Definição: Ocorre por um período superior a 30 dias ou 3 ou mais episódios de diarréia nos últimos 60 dias. Definição: Ocorre."— Transcrição da apresentação:

1 Dra. Adriana Q. Sarmento

2 Definição: Ocorre por um período superior a 30 dias ou 3 ou mais episódios de diarréia nos últimos 60 dias. Definição: Ocorre por um período superior a 30 dias ou 3 ou mais episódios de diarréia nos últimos 60 dias. Diarréia Crônica

3 Principais causas: Doença celíaca Alergia a proteínas da dieta Gastroenteropatia eosinofílica Doença inflamatória intestinal Enteropatia ambiental Colites Infecciosas A ganglionose Pseudo – obstrução crônica Síndrome de cólon irritável Sobrecrescimento bacteriano do intestino delgado Principais causas: Doença celíaca Alergia a proteínas da dieta Gastroenteropatia eosinofílica Doença inflamatória intestinal Enteropatia ambiental Colites Infecciosas A ganglionose Pseudo – obstrução crônica Síndrome de cólon irritável Sobrecrescimento bacteriano do intestino delgado Diarréia Crônica

4 Principais causas: AIDS Imunodeficiências Drogas, radiação, disfunções psiquiátricas Insuficiência pancreática exócrina Hepatopatias Síndrome do intestino curto Enteropatia perdedora de proteína Mucoviscidose Intolerância a dissacarídeos / Monossacarídios Principais causas: AIDS Imunodeficiências Drogas, radiação, disfunções psiquiátricas Insuficiência pancreática exócrina Hepatopatias Síndrome do intestino curto Enteropatia perdedora de proteína Mucoviscidose Intolerância a dissacarídeos / Monossacarídios Diarréia Crônica

5 Principais causas: Deficiência congênita de lactase Cloridorréia congênita Doença inclusão das microvilosidades Acrodermatite enteropática Diarréia perdedora de sódio Parasitoses intestinais (estrongilodiáse, entamoeba histolytica, cryptosporidium Giardíase) Principais causas: Deficiência congênita de lactase Cloridorréia congênita Doença inclusão das microvilosidades Acrodermatite enteropática Diarréia perdedora de sódio Parasitoses intestinais (estrongilodiáse, entamoeba histolytica, cryptosporidium Giardíase) Diarréia Crônica

6 Diagnóstico: Anamnese: 1 – História clinica Característica das evacuações Dieta Sintomas associados Doenças prévias História familiar Diagnóstico: Anamnese: 1 – História clinica Característica das evacuações Dieta Sintomas associados Doenças prévias História familiar Diarréia Crônica

7 2 - Exame físico: Exame físico minucioso Avaliação nutricional 2 - Exame físico: Exame físico minucioso Avaliação nutricional Diarréia Crônica

8 3 – Exames laboratoriais: Hemograma. Anemia microcitica e hipocrômica Anemia megaloblástica (não é freqüente). Ionograma Proteínas totais e frações Transferrina / ferretina / ferro sérico Triglicerídeos / colesterol (Má – absorção de gordura e ácidos biliares) 3 – Exames laboratoriais: Hemograma. Anemia microcitica e hipocrômica Anemia megaloblástica (não é freqüente). Ionograma Proteínas totais e frações Transferrina / ferretina / ferro sérico Triglicerídeos / colesterol (Má – absorção de gordura e ácidos biliares) Diarréia Crônica

9 3 – Exames laboratoriais: Cálcio / fósforo / zinco VHS / PCR (doença inflamatória intestinal) Exame nas fezes (PH menor que 5,5, má – absorção HC) Eletroforese de proteínas pANCA, ASCA (DC) 3 – Exames laboratoriais: Cálcio / fósforo / zinco VHS / PCR (doença inflamatória intestinal) Exame nas fezes (PH menor que 5,5, má – absorção HC) Eletroforese de proteínas pANCA, ASCA (DC) Diarréia Crônica

10 3 – Exames laboratoriais: Clinetest (má – absorção HC) Sangue oculto e leucócitos (colite / tumores Parasitológico Elisa fecal (antígeno específico de giárdia) 3 – Exames laboratoriais: Clinetest (má – absorção HC) Sangue oculto e leucócitos (colite / tumores Parasitológico Elisa fecal (antígeno específico de giárdia) Diarréia Crônica

11 3 – Exames laboratoriais: D – xilose (pentose) Diminuída por lesão da mucosa do intestino delgado. 98% de especificidade e 91% de sensibilidade. 1° colhe a urina em jejum, depois ingere a pentose com água e colhe o sangue com 60 e 120 e por 5 horas colhe a urina. 3 – Exames laboratoriais: D – xilose (pentose) Diminuída por lesão da mucosa do intestino delgado. 98% de especificidade e 91% de sensibilidade. 1° colhe a urina em jejum, depois ingere a pentose com água e colhe o sangue com 60 e 120 e por 5 horas colhe a urina. Diarréia Crônica

12 3 – Exames laboratoriais: Método: Espectofotometria. Valores na criança: 20mg/dl – não absorvida 21 – 30mg/dl – pobre absorção 30mg/dl – boa absorção Está diminuída nos pacientes com supercrescimento bacteriano. D - xidose normal não exclui totalmente uma mucosa intestinal comprometida. 3 – Exames laboratoriais: Método: Espectofotometria. Valores na criança: 20mg/dl – não absorvida 21 – 30mg/dl – pobre absorção 30mg/dl – boa absorção Está diminuída nos pacientes com supercrescimento bacteriano. D - xidose normal não exclui totalmente uma mucosa intestinal comprometida. Diarréia Crônica

13 Teste do H 2 expirado Para diagnosticar má – absorção HC ou supercrescimento bacteriano. Ingere 2glkg (HC) Mx 50gr As amostras de hidrogênio são coletadas a cada 30 por 3 horas Teste positivo: H + acima de 20ppm. Teste do H 2 expirado Para diagnosticar má – absorção HC ou supercrescimento bacteriano. Ingere 2glkg (HC) Mx 50gr As amostras de hidrogênio são coletadas a cada 30 por 3 horas Teste positivo: H + acima de 20ppm. Diarréia Crônica

14 Teste de sobrecarga de açúcares Diagnóstico de má – absorção de HC. 2g / kg do HC em jejum. 1° amostra: colhe em jejum Amostra: 30, 60 e 120 são coletados de sangue. Valores na criança: (em relação ao basal ) 30 mg / 100ml – normal 20 – 30mg / 100ml – duvidoso 20mg / 100ml – anormal Importante: alteração das fezes, após a sobrecarga. Teste de sobrecarga de açúcares Diagnóstico de má – absorção de HC. 2g / kg do HC em jejum. 1° amostra: colhe em jejum Amostra: 30, 60 e 120 são coletados de sangue. Valores na criança: (em relação ao basal ) 30 mg / 100ml – normal 20 – 30mg / 100ml – duvidoso 20mg / 100ml – anormal Importante: alteração das fezes, após a sobrecarga. Diarréia Crônica

15 Dosagem de gordura nas fezes: Van de Kamer (quantitativo) Consumir 100gr gordura / dia – colher as fezes por 72hs. Esteatorréias: Leve: 7 – 15g / dia Moderada: 16 – 25g / dia Severa: 25g / dia Normal: < 5g / dia 5 – 7g / dia: sugestivo Dosagem de gordura nas fezes: Van de Kamer (quantitativo) Consumir 100gr gordura / dia – colher as fezes por 72hs. Esteatorréias: Leve: 7 – 15g / dia Moderada: 16 – 25g / dia Severa: 25g / dia Normal: < 5g / dia 5 – 7g / dia: sugestivo Diarréia Crônica

16 Teste com sudan III (qualitativo) Coloração nas fezes: 6 – 15g lipídios nas fezes (róseo ou vermelho) Normal + : Leve Aumentada ++: Moderada Muito Aumentada +++: Acentuada Não exclui esteatorréia. Avalia: Triglicérido da dieta e produtos da lipólise. Falso negativo 25 % Falso positivo: em uso de óleo mineral ou contaminação com óleo das fezes. Teste com sudan III (qualitativo) Coloração nas fezes: 6 – 15g lipídios nas fezes (róseo ou vermelho) Normal + : Leve Aumentada ++: Moderada Muito Aumentada +++: Acentuada Não exclui esteatorréia. Avalia: Triglicérido da dieta e produtos da lipólise. Falso negativo 25 % Falso positivo: em uso de óleo mineral ou contaminação com óleo das fezes. Diarréia Crônica

17 Esteatócrito (semiquantitativo) Valores normais: 0 – 1mês – 4,04 % 1 – 3m – 1,38 % 3 – 72m – 0,29 % Acima 2,1% indica: esteatorréia acima 10g / dia. Esteatócrito ácido (Acidificação das fezes) Valores normais: 2,8 % a 4,8 %. Esteatócrito (semiquantitativo) Valores normais: 0 – 1mês – 4,04 % 1 – 3m – 1,38 % 3 – 72m – 0,29 % Acima 2,1% indica: esteatorréia acima 10g / dia. Esteatócrito ácido (Acidificação das fezes) Valores normais: 2,8 % a 4,8 %. Diarréia Crônica

18 Pesquisa de Alfa – 1 – antitripsina Permeabilidade anormal ou a obstrução ao fluxo linfático. É encontrada no plasma na fração alfa – 1 – globulina. Valores normais: < 0,7mg / gr de fezes secas Pesquisa de Alfa – 1 – antitripsina Permeabilidade anormal ou a obstrução ao fluxo linfático. É encontrada no plasma na fração alfa – 1 – globulina. Valores normais: < 0,7mg / gr de fezes secas Diarréia Crônica

19 Dosagem de eletrólitos no suor: Coletar 50 – 100mg de suor de pele (iontoforese com pilocarpina) Cloro > 60mEq / L (2 dosagens independentes) é compatível com fibrose cística Sódio é cerca de 10 a 15mEq / L mais baixo que o cloro. Dosagem de eletrólitos no suor: Coletar 50 – 100mg de suor de pele (iontoforese com pilocarpina) Cloro > 60mEq / L (2 dosagens independentes) é compatível com fibrose cística Sódio é cerca de 10 a 15mEq / L mais baixo que o cloro. Diarréia Crônica

20 Testes Sorológicos: Anticorpo antigliadina (IgA / IgG => Doença celíaca Anticorpo Antiendomísio (IgA / IgG) Anticorpo Tranglutaminase tecidual / humano Testes Sorológicos: Anticorpo antigliadina (IgA / IgG => Doença celíaca Anticorpo Antiendomísio (IgA / IgG) Anticorpo Tranglutaminase tecidual / humano Diarréia Crônica

21 Testes Sorológicos: FAN – Doença celíaca Enteropatia auto – imune HLA – Dr, DQ – Doença Celíaca Doença de Crohn Anticorpo anti – HIV – AIDS Imunoglobulinas séricas – Deficiência seletiva IgA e outras e imunodeficiências. Testes Sorológicos: FAN – Doença celíaca Enteropatia auto – imune HLA – Dr, DQ – Doença Celíaca Doença de Crohn Anticorpo anti – HIV – AIDS Imunoglobulinas séricas – Deficiência seletiva IgA e outras e imunodeficiências. Diarréia Crônica

22 Exame Radiológicos Rx simples de abdome: Dilatação de alças / níveis líquidos (má – absorção) Rx contrastado com bário Endoscopia digestiva alta com biopsia de intestino delgado Colonoscopia com biopsia (íleo terminal e cólon) Aspirado do conteúdo intestinal Fazer cultura e microscopia para parasitos (super crescimento bacteriano). Exame Radiológicos Rx simples de abdome: Dilatação de alças / níveis líquidos (má – absorção) Rx contrastado com bário Endoscopia digestiva alta com biopsia de intestino delgado Colonoscopia com biopsia (íleo terminal e cólon) Aspirado do conteúdo intestinal Fazer cultura e microscopia para parasitos (super crescimento bacteriano). Diarréia Crônica

23

24

25


Carregar ppt "Dra. Adriana Q. Sarmento. Definição: Ocorre por um período superior a 30 dias ou 3 ou mais episódios de diarréia nos últimos 60 dias. Definição: Ocorre."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google