A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Adriana Queiroga Sarmento Guerra Universidade Federal da Paraíba Adriana Queiroga Sarmento Guerra Universidade Federal da Paraíba.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Adriana Queiroga Sarmento Guerra Universidade Federal da Paraíba Adriana Queiroga Sarmento Guerra Universidade Federal da Paraíba."— Transcrição da apresentação:

1 Adriana Queiroga Sarmento Guerra Universidade Federal da Paraíba Adriana Queiroga Sarmento Guerra Universidade Federal da Paraíba

2 CASO CLÍNICO 1 Menina, 2 anos de vida, peso atual 10Kg, estatura 78cm, apresenta quadro de fezes semipastosas, intercaladas com fezes líquidas, amareladas, sem muco, pús ou sangue, duas ou três evacuações / dia há 1ano e 4meses, não tem febre e ás vezes apresenta vômitos pós alimentares e dores abdominais, fez tratamento recente com mebendazol e metronidazol. Alimentação; leite materno exclusivo até 6meses, quando iniciou leite ninho com mucilon, suco de frutas e sopinha. Fez uso de leite soja, cabra e atualmente leite de vaca com mucilon só 2 vezes ao dia e segue cardápio familiar. CASO CLÍNICO 1 Menina, 2 anos de vida, peso atual 10Kg, estatura 78cm, apresenta quadro de fezes semipastosas, intercaladas com fezes líquidas, amareladas, sem muco, pús ou sangue, duas ou três evacuações / dia há 1ano e 4meses, não tem febre e ás vezes apresenta vômitos pós alimentares e dores abdominais, fez tratamento recente com mebendazol e metronidazol. Alimentação; leite materno exclusivo até 6meses, quando iniciou leite ninho com mucilon, suco de frutas e sopinha. Fez uso de leite soja, cabra e atualmente leite de vaca com mucilon só 2 vezes ao dia e segue cardápio familiar.

3 CASO CLÍNICO 1 Hipótese Diagnóstica Alergia á protéica do leite de vaca Doença celíaca Diarréia crônica Desnutrição Anemia carencial Parasitose - Giardíase Imunodeficiência Gastroenteropatia eosinotílica CASO CLÍNICO 1 Hipótese Diagnóstica Alergia á protéica do leite de vaca Doença celíaca Diarréia crônica Desnutrição Anemia carencial Parasitose - Giardíase Imunodeficiência Gastroenteropatia eosinotílica

4 CASO CLÍNICO 1 Exames Laboratoriais Hemograma: Anemia Hipocrômica Microcítrica Urina I: Normal Parasitológico de fezes negativo Sangue oculto negativo, alguns piócitos Anticorpos Antigliadina (IgG e IgA) reagente Anticorpo Antiendomísio (IgG e IgA) reagente Biopsía CASO CLÍNICO 1 Exames Laboratoriais Hemograma: Anemia Hipocrômica Microcítrica Urina I: Normal Parasitológico de fezes negativo Sangue oculto negativo, alguns piócitos Anticorpos Antigliadina (IgG e IgA) reagente Anticorpo Antiendomísio (IgG e IgA) reagente Biopsía

5 CASO CLÍNICO 1 Biópsia inicial 2 anos sem glúten Biópsia normal Glúten por 3 meses - 6 meses Biópsia Alterada Sorologia Positiva Retirada do Glúten Remissão clinica clara Negativação da sorologia. CASO CLÍNICO 1 Biópsia inicial 2 anos sem glúten Biópsia normal Glúten por 3 meses - 6 meses Biópsia Alterada Sorologia Positiva Retirada do Glúten Remissão clinica clara Negativação da sorologia.

6 CASO CLÍNICO 2 Menino de 10 anos de vida, com quadro de dor abdominal tipo cólica que melhora com a evacuação, acompanhado de fezes semi-liquidas, sem sangue, com muco, duas á três evacuações/dia. Intercalado com fezes normais e as vezes endurecidas. Apresenta este quadro há ± 3anos. Nega febre e vômito. Alimentação: Leite materno exclusivo até 4meses de vida, passou para leite ninho com arroizina, frutas sopas e cereais. Atualmente cardápio familiar. Ao exame: EGB, hidratado, sem palidez palmar, peso =32Kg, afebril Aparelho cardio - pulmonar sem alteração. Abdome: flácido, simétrico, sem circulação colateral e sem visceromegalias. CASO CLÍNICO 2 Menino de 10 anos de vida, com quadro de dor abdominal tipo cólica que melhora com a evacuação, acompanhado de fezes semi-liquidas, sem sangue, com muco, duas á três evacuações/dia. Intercalado com fezes normais e as vezes endurecidas. Apresenta este quadro há ± 3anos. Nega febre e vômito. Alimentação: Leite materno exclusivo até 4meses de vida, passou para leite ninho com arroizina, frutas sopas e cereais. Atualmente cardápio familiar. Ao exame: EGB, hidratado, sem palidez palmar, peso =32Kg, afebril Aparelho cardio - pulmonar sem alteração. Abdome: flácido, simétrico, sem circulação colateral e sem visceromegalias.

7 CASO CLÍNICO 2 HD: Diarréia Crônica Parasitose intestinal Alergia Alimentar Doença inflamatória intestinal Síndrome do cólon irritável Intolerância à lactose CASO CLÍNICO 2 HD: Diarréia Crônica Parasitose intestinal Alergia Alimentar Doença inflamatória intestinal Síndrome do cólon irritável Intolerância à lactose

8 CASO CLÍNICO 2 Exames Laboratoriais Hemograma: normal / VHS normal Urina I Parasitológico de fezes negativo Sangue oculto negativo Sudam III negativo PH fecal e clinetest = normais Curva de tolerância à lactose = normal Dxilose = normal Anca e Asca = normais CASO CLÍNICO 2 Exames Laboratoriais Hemograma: normal / VHS normal Urina I Parasitológico de fezes negativo Sangue oculto negativo Sudam III negativo PH fecal e clinetest = normais Curva de tolerância à lactose = normal Dxilose = normal Anca e Asca = normais


Carregar ppt "Adriana Queiroga Sarmento Guerra Universidade Federal da Paraíba Adriana Queiroga Sarmento Guerra Universidade Federal da Paraíba."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google