A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Administração de Materiais e Patrimônio apostila 6 FORTIUM – Grupo Educacional Docente: Prof. Iran Nunes.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Administração de Materiais e Patrimônio apostila 6 FORTIUM – Grupo Educacional Docente: Prof. Iran Nunes."— Transcrição da apresentação:

1 Administração de Materiais e Patrimônio apostila 6 FORTIUM – Grupo Educacional Docente: Prof. Iran Nunes

2 Lotes econômicos de compra e fabricação Novas técnicas de gestão da produção (just- in-time, manufatura flexível e células de produção) –lotes cada vez menores Sistemas de Estoque de demanda independente Materiais controlados por meio de fichas de estoque

3

4 Lote Econômico de Compra São os cálculos feitos de acordo com o estoque médio, levando em conta os custos diretamente proporcionais e os custos independentes, além dos custos de aquisição. Para este cálculo levamos em conta a fórmula apresentada na apostila 5.

5 Lote Econômico de Compra É o lote que minimiza o Custo Total de Estocagem LEC = 2 Cp x D (CA+ i x P)

6 Lote Econômico de Compra LEC independe dos custos independentes (CI) Arredondamento simples não altera o custo total Para o LEC, os custos de carregamento são exatamente iguais aos custos de preparação Para quaisquer outros valores de Q, os custos de carregamento serão diferentes dos custos de preparação

7 Lote Econômico de Fabricação É muito semelhante ao Lote Econômico de Compra Se aplica quando uma empresa fabrica internamente itens, peças ou componentes utilizados em outra parte do processo produtivo V –velocidade com que a peça é fabricada (cadência de fabricação) D –demanda (velocidade de consumo)

8 Lote Econômico de Fabricação Três casos: –V > D acúmulo de peças fabricadas(calcula- se LEC) –V = D não tem sentido falarem LEC –V < D há necessidade de compra de terceiros ou aumento de capacidade interna de produção Portanto, LEF só é calculado se V > D

9 Fórmula do LEF t = Q/V –t = tempo p/ produzir lote Q –Q = lote de fabricação –V = velocidade(ou cadência) de fabricação C = t x D –C = consumo do item durante o tempo de fabricação do lote Q –D = demanda do item

10

11

12 Críticas ao LEC Parcerias e relacionamento com fornecedores JIT = lote ideal é de uma peça-o custo de setup ou compra deve ser desprezível A curvado CT é extremamente achatada nas proximidades do LEC, logo não há um ponto(lote) ótimo de compra, mas uma região(vários valores de LEC)

13 Críticas ao LEC O modelo pressupõe demanda constante durante o período em estudo. O levantamento de alguns custos,como carregamento, aluguel de área ocupada dependem de rateios discutíveis. Custos como de obsolescência, furtos e quebras de material são difíceis de avaliar. Baixa sensibilidade dos custos totais a variações no tamanho do lote.


Carregar ppt "Administração de Materiais e Patrimônio apostila 6 FORTIUM – Grupo Educacional Docente: Prof. Iran Nunes."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google