A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O MVNO no mundo e as perspectivas para o Brasil VoIP Meeting – IP News – 2010 Francisco Moreto 25/11/2010.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O MVNO no mundo e as perspectivas para o Brasil VoIP Meeting – IP News – 2010 Francisco Moreto 25/11/2010."— Transcrição da apresentação:

1 O MVNO no mundo e as perspectivas para o Brasil VoIP Meeting – IP News – 2010 Francisco Moreto 25/11/2010

2 Tópicos Considerações Conceitos Modelos de Negócios Informações relevantes do regulamento Tendências Internacionais Tendências Mercado Brasileiro

3 Considerações Regulação Brasileira Em dezembro de 2009 a Anatel colocou em consulta pública o regulamento (REGULAMENTO SOBRE EXPLORAÇÃO DE SMP POR MEIO DE REDE VIRTUAL (RRV-SMP) CONSULTA PÚBLICA Nº 50) por 3 meses (foi fechada 22/03) Regulamento foi aprovado em 18/11/2010 – A ser publicado nos próximos dias Após 10 anos de existência, o negócio MVNO está maduro em várias regiões (Europa e EUA) com novos modelos de negócio convergindo para voz, dados e media (Global Industry Analysts, Inc.) 188 milhões de assinantes em receita próxima a US$ 50 bilhões 2009: 86 milhões de clientes - crescimento de 24% Casos de sucesso ofertando serviços diferenciados e focados em público específico (nichos) A primeira MVNO de sucesso foi a Virgin Mobile no Reino Unido e conta hoje com mais de 4 milhões de clientes - maior exemplo mundial Atingiu em 2010 a marca de 1 milhão de clientes pós pagos

4 Conceitos MNO (Mobile Network Operator) Empresa que possui licença para uso do espectro de rádio-frequência e infra-estrutura requerida para prestação do serviço móvel MVNO (Mobile Virtual Network Operator) Operadores de redes móveis virtuais são organizações que provêem serviços de telefonia móvel para seus clientes, porém sem terem licença de uso do espectro de rádio-frequência MVNE (Mobile Virtual Network Enable) São empresas que apóiam a operação das MVNOs, do ponto de vista consultoria e fornecimentos de serviços de suporte a operação e negócios, propiciando às MVNOs redução dos riscos operacionais como: investimentos com infraestruturas e especialização e gestão de pessoal operacional entre outros

5 Modelos de Negócio Genérico Prestadora Origem (MNO) Credenciado de Rede Virtual (Light MVNO) MNO Autorizada de SMP de Rede Virtual MNO Autorizada de SMP de Rede Virtual (Full MVNO) Prestadora Origem (MNO) Credenciado de Rede Virtual MNO Credenciado de Rede Virtual (Brand Reseller) Outsorcing (MVNE) Prestadora Origem (MNO) Credenciado de Rede Virtual Infra de Rede Espectro Rede de Switchin g Platafor ma de Suporte a Operaçã o Platafor ma VAS Serviços e Aplicaçõ es SIM Card e Aprovisi o- namento Sistema s de Billing e Custome r Care Suporte a Clientes Vendas e Distribui -ção Posicio- namento de Valor Infra de RedeOperaçãoMKT e VendasConteúdo

6 Explora as diferenças entre preço de atacado e de varejo Uso de marca forte existente para entrar em um novo mercado Explora a força existente de rede de distribuição Diferentes objetivos para diferentes atores Alternativa para extrair valor do excesso de capacidades Via MVNOs parceiras, tratar melhor segmentos específicos Amenizar as pressões regulatórias Complementação da oferta para clientes existentes e novos Minimização dos riscos para entrada nos serviços móveis Antídoto contra ataques das móveis em seus clientes Novo Player Operador Móvel Operador Fixo

7 Regulação Anatel – Objetivos O regulamento RRV-SMP visa estabelecer critérios e procedimentos para a exploração do serviço e regular as relações entre os envolvidos nesse processo; O texto proposto pela Anatel cria os seguintes conceitos: Prestadora Origem do SMP (Autorizada); Autorizada de SMP de Rede Virtual (Autorizada); Credenciado de Rede Virtual (Credenciado). A exploração de SMP por meio de Rede Virtual não se confunde com: Oferta de Serviços de Valor Adicionado; Transferência de autorização do SMP ou do uso de espectro Administração e controle da Prestadora Origem. O objetivo é permitir o ingresso de novos prestadores do SMP para ampliar a oferta de serviços com maior diversidade e qualidade.

8 Regulação Anatel: Modelos de serviços Autorizada de Rede Virtual (MVNO) Autorizada de Rede Virtual (MVNO) Prestadora de Origem (MNO) Prestadora de Origem (MNO) Credenciado (MVNO) Credenciado (MVNO) Contratos: -Venda de MoU; - Divisão de responsabilidades Contrato: - Compartilhamento de RF Usuários Anatel - Credencial -Autorização - Licença RF -Regulamento SMP -PGMQ -Demais regulamentos -Autorização -Regulamento SMP -PGMQ -Demais regulamentos - Regulamento SMP - Código Defesa Consumidor

9 Regulamento Anatel

10 Principais Alterações do Regulamento

11

12 Presença Mundial das Operações MVNOs Dados de março de 2010 apontam para a existência de cerca 500 MVNOs no mundo 110 milhões de clientes MVNOs ao final de % do total de terminais em média 9% em mercados maduros Fonte: GSMA Wireless Intelligence, Telegeography

13 MVNO - Market Share Global Fonte:

14 Mercado – abordagens mercadológicas Discount MVNOs Provê taxas de chamada a preço reduzido para segmentos de mercado. Ex: TracFone – 1ª USA (pré-pago) Telecom MVNO Serviços Móveis oferecidos aos clientes de telefonia fixa e incrementar pacotes de serviços Ex: ONO (cable; espanha); FastWeb (Broadband provider, Itália) Retail MVNOs Serviços móveis direcionados para a retenção e fidelização de clientes Ex: Carrefour (França, Belgica, etc); Tesco (Uk) Advertising-funded MVNOs Geram receitas de publicidade para dar um conjunto de créditos em voz, dados e conteúdo a seus assinantes Ex: Blyk (adolescentes) UK e Holanda – 200 mil usuários; Xero Mobile Ethnic MVNOs Alvo nas comunidades étnicas por meio de chamadas de baixo custo para os respectivos países de origem. Ex: Lebara ; turcos na Alemanha

15 Mercado – abordagens mercadológicas Banking MVNOs Foca na retenção de clientes existentes provendo serviços adicionais em Mobile Banking. Ex: Rabobank (Holanda); Bankinter (Espanha); Poste Mobile (Itália) Data MVNO Fornece apenas dados e banda larga móvel Ex: BT Business MVNOs Foco no mercado corporativo, especialmente SMB Ex: ABICA (UK) Web MVNOs Oferecem serviços inovadores como call filtering e voice mail personalizados através de configurações online Ex: FonYou (Espanha) Media / Youth MVNOs Fornecem conteúdos tais como: musicas e vídeo, direcionado para o público jovem Ex: MTV Mobile; Vybemobile

16 Tendências Internacionais do Mercado de MVNO Em mercados maduros: Ofertas genéricas de serviços massificados estão perdendo fôlego, Serviços voltados para público específico, como os mercados de nicho, estão ganhando força através de serviços mais sofisticados e inovadores Várias Operadoras (MNOs) estão se tornando progressivamente mais ativas no mercado de MVNO Adquirindo MVNOs estabelecidas em suas redes (Sprint/Nextel – Vingin Mobile USA) Buscando especialização em segmentação através do lançamento de sub-brands A medida que os mercados de serviços móveis se aproximam da maturidade e os órgãos reguladores promovem / estimulam a competição, o mercado de MVNO tende a se desenvolver. Cada país deverá ter peculiaridades, dependendo das características do seu mercado, da sua cultura empreendedora e das estratégias dos operadores móveis existentes

17 Tendências de Posicionamento em Função do Mercado Competição limitada em preço Gap de preço de atacado e varejo alto Mercado altamente competitivo Segmentos importantes mal atendidos Ofertas fracamente diferenciadas Disponibilidade limitadas de SVA Setor de Telecom maduro Presença de serviços convergentes Serviços simples e baratos Ofertas competitivas p/ segmentos específicos Serviços e aplicações inovadores Ampliação das ofertas fixas p/ mobilidade Discount Retail Ethinic Business Media Web Banking Telecom Data Market / Gap AnalysisPosicionamentoModelo

18 Previsões para o Mercado Brasileiro MVNO Total Assinantes Móveis 180 MM192 MM201 MM215 MM226 MM Penetração de Mercado MVNO 0,50%1,85%3,00%4,50%6,50% Número de Usuários MVNO 900 Mil3,5 MM6,0 MM9,7 MM14,7 MM Receita Média por Usuário (R$) 18,0018,9019,6620,6421,67 Faturamento Anual (R$) 16,2 MM67,2 MM118,5 MM199,6 MM318,6 MM Taxas de Crescimento NA295%70%60%52% Fonte: E-Consulting

19 Iniciativas e Intenções CN Chama A TV Canção Nova, emissora católica da Fundação João Paulo II, em conjunto com a Claro, criou o serviço CN Chama. Por meio da criação e venda de um SIM card customizado, a comunidade católica pode ter acesso a um menu personalizado Chip do Timão Nesse ano do centenário, o Corinthians inova mais uma vez e lança o primeiro CHIP customizado para um time de futebol: o CHIP DO TIMÃO. O CHIP DO TIMÃO é uma nova maneira de se relacionar com o Corinthians. Com ele o seu celular vai ter a alma e garra Corinthiana! Bolsa Familia Bolsa Família será pago via Celular: Os beneficiários do programa Bolsa Família vão receber seu benefício pelo celular, informa reportagem da Folha. A novidade está sendo avaliada por um grupo de trabalho criado pela Caixa Econômica Federal. (15/11/ h55 Conta Bonus Celular A Conta Bônus Celular Bradesco é uma conta inovadora. O cliente tem acesso a diversos serviços financeiros e ainda recebe todo o valor da tarifa mensal* em bônus no seu celular pré-pago ou controle.

20 Contornos do Mercado Brasileiro Indicadores de Telecom (Teleco) Celulares: 194,4 milhões 82% Pré-Pago 18% Pós-Pago Fixos: 41,8 milhões Banda Larga: 12,8 milhões TV Assinatura: 9,1 milhões Teledensidade 100,4% Teledensidade Real 2008 – 150,5 milhões de celulares 80% de penetração PNAD IBGE: 53,8% brasileiros com celular Classes Sociais Classe C 49% da população 45% da renda nacional Classe D/E 29% da população Bancarização 51% conta corrente 35% cartão de crédito Há espaços marcantes no mercado brasileiro para o desenvolvimento de negócios criativos e diversificados no ambiente MVNO.

21 Obrigado !!! Francisco Moreto Cel: (19) Fix: (19)


Carregar ppt "O MVNO no mundo e as perspectivas para o Brasil VoIP Meeting – IP News – 2010 Francisco Moreto 25/11/2010."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google