A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Propriedades Elétricas da Madeira. Introdução A madeira é, dentre os materiais de origem biológica, um dos mais conhecidos e utilizados pelo homem A utilização.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Propriedades Elétricas da Madeira. Introdução A madeira é, dentre os materiais de origem biológica, um dos mais conhecidos e utilizados pelo homem A utilização."— Transcrição da apresentação:

1 Propriedades Elétricas da Madeira

2 Introdução A madeira é, dentre os materiais de origem biológica, um dos mais conhecidos e utilizados pelo homem A utilização intensiva da madeira para fins industriais só pode ocorrer a partir do conhecimento adequado de suas propriedades O estudo das propriedades físicas da madeira nos dá uma relação entre a sua constituição anatômica e a sua possível utilização

3 As propriedades elétricas possuem importância em processos industriais como cura térmica para adesivos em produtos de madeira, utilização de medidores de umidade, e aplicações que incluem postes para a condução de tensão elétrica.

4 Postes de madeira Programa Luz no Campo Madeira suporta o dobro de de carga que o do de concreto; Fabricação de poste de madeira: consome 2,4 mil Kcal e do poste de cimento: 550 mil Kcal Madeira é 6 vezes melhor isolante elétrico que o concreto

5 Eletricidade Carga Elétrica: A matéria é formada por pequenas partículas: os átomos. Estes são constituídos por partículas menores, os prótons e elétrons, que possuem cargas elétricas de mesma intensidade, porém, de sinais opostos. Princípio da Atração e Repulsão: Cargas iguais se repelem e cargas diferentes se atraem. Corrente Elétrica: É verificada quando existe um fluxo de cargas elétricas em movimento.

6 Em alguns materiais, algumas das cargas negativas podem mover-se livremente. Denominamos tais materiais como condutores, onde os elétrons se locomovem com facilidade por estarem fracamente ligados aos átomos. Em outros materiais, tais como o vidro, nenhuma carga pode mover-se livremente. Denominamos esses materiais como não- condutores, isolantes ou ainda dielétricos, substâncias nas quais os elétrons não possuem liberdade de movimento por estarem fortemente ligados ao núcleo do átomo. A madeira no estado seco é um exemplo típico de dielétrico.

7 A resistência elétrica é a propriedade do material se opor à passagem de corrente elétrica. É o oposto da condutividade elétrica. A resistividade é uma propriedade característica de cada material, que depende do seu tamanho e área, e que é útil para comparação dos diferentes materiais com base nas habilidades de condução elétrica.

8 Propriedades elétricas da Madeira Condutividade Constante Dielétrica Fator de Potência Dielétrica

9 Aplicação das Propriedades Elétricas Condução de energia elétrica Cura Térmica de Adesivos Campos Elétricos de Alta Freqüência

10 Relação das propriedades Elétricas e o teor de Umidade Condutividade: Determina a corrente elétrica, a partir de um gradiente de voltagem

11 Teor de Umidade Alto, Condutividade Alta LongitudinalRadialTangencial 1,000,550,50

12 Fatores que influenciam a resistência elétrica da madeira: Estrutura anatômica Caracteres especiais: óleos, resinas, preservantes, sais e água do mar, sais solúveis em quantidades normais

13 Resistência Elétrica específica (R) É a resistência à passagem de corrente elétrica contínua, em, dado por um volume de madeira seca. Seu valor é dado por: Onde: R = resistência em A = área D = distância entre eletrodos

14 Propriedades dielétricas Influência Anatômica: Disposição das fibras Anéis de crescimento Constantes dielétricas de alguns materiais: Materiais Ar, gases, vácuo1 Parafina2 Quartzo fundido3,78 Porcelana5,73 Celulose seca6,7 Mármore8,34 Água81,0

15 Medidores de Umidade Aparelhos elétricos que medem a resistência à passagem da corrente elétrica Esta resistência é variável de acordo com o teor de umidade da madeira. Estes aparelhos determinam diretamente teores de umidade compreendidos entre 6 e 30% de umidade, com precisão de aproximadamente 1,5. São portáteis, de pequenas dimensões, e não necessitam de instalações elétricas externas para a sua utilização, pois funcionam com pequenas baterias

16 Possuem também vários tipos de eletrodos que os tornam adequados para qualquer classe de madeira ou lâminas de madeira. Os medidores do tipo resistência usam sensores metálicos que são cravados na madeira, e esta é a tecnologia mais utilizada nos sistemas para controle automático do processo de secagem. Embora a densidade ou a massa específica da madeira possa ser um importante fator diferenciando as diversas espécies de madeiras, isso não ocorre em relação à resistência elétrica.

17 Uma vez que o material madeira é isolante, a passagem da corrente elétrica pela mesma irá depender mais da água contida no material (umidade) e da presença de íons (composição química) do que da espessura da parede da fibra ou quantidade de madeira (massa específica) propriamente dita.

18 Medidor de umidade DL Diferenciação para madeiras duras, médias e moles - Faixa de medição de 6% a 60% (base seca) - Visor de cristal líquido com 3 e 1/2 dígitos - Resolução de 0,1% - Alimentação 1(uma) bateria de 9 Vcc - Acompanha um eletrodo com 4 agulhas e bolsa

19 Medidor de umidade DUL Utilizado em lâminas e madeiras moles de até 1" - Faixa de medição de 5% a 22% - Indicação luminosa através de led's - Indicação de bateria fraca - Alimentação 1(uma) bateria de 9 Vcc

20 Medidor de Umidade DUP Diferenciação para madeiras duras, médias e moles - Faixa de medição de 6% a 60% (base seca) - Visor de cristal líquido com 3 e 1/2 dígitos - Correção da umidade da madeira conforme a temperatura de 30 a 120 ºC - Resolução de 0,1% - Alimentação 1(uma) bateria de 9 Vcc - Acompanha um eletrodo com 4 agulhas e bolsa

21 Medidor de umidade DLM 2000 M - Medidor com tecnologia baseada em micro-controlador para maior confiabilidade e precisão nas leituras - Diferenciação para madeiras duras, médias e moles - Acompanha eletrodo com 4 agulhas para melhor penetração na madeira - Faixa de medição de 5% a 40% em base seca - Indicação luminosa através de led's - Alimentação com uma bateria de 9 volts

22 Medidor de umidade DLM 2000 L - Medidor com tecnologia baseada em micro- controlador para maior confiabilidade e precisão nas leituras - Diferenciação para lâminas duras, médias e moles - Utilizado em lâminas - Faixa de medição de 5% à 40% em base seca - Indicação luminosa através de led's - Indicação de bateria fraca - Alimentação com uma bateria de 9 volts

23 Medidor de umidade DL Medidor com tecnologia baseada em micro-controlador para maior confiabilidade e precisão nas leituras - Faixa de medição de 6% a 60% em base seca * - Possui 34 curvas de madeiras distintas - Alimentação com uma bateria de 9 volts - Visor com três dígitos de cristal líquido - Correção da umidade da madeira conforme a temperatura entre 0 ºC e 95 ºC - Resolução de 0,1% na leitura da umidade da madeira


Carregar ppt "Propriedades Elétricas da Madeira. Introdução A madeira é, dentre os materiais de origem biológica, um dos mais conhecidos e utilizados pelo homem A utilização."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google