A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A EDUCAÇÃO CORPORATIVA NO BRASIL: MITOS E VERDADES Marisa Eboli FEA/ USP Brasília, 18.09.2008 Conferência Internacional Educação Corporativa – Intraempreendedorismo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A EDUCAÇÃO CORPORATIVA NO BRASIL: MITOS E VERDADES Marisa Eboli FEA/ USP Brasília, 18.09.2008 Conferência Internacional Educação Corporativa – Intraempreendedorismo."— Transcrição da apresentação:

1 A EDUCAÇÃO CORPORATIVA NO BRASIL: MITOS E VERDADES Marisa Eboli FEA/ USP Brasília, Conferência Internacional Educação Corporativa – Intraempreendedorismo e Inovação nas Organizações

2 Tópicos Relação entre Educação e Competitividade nas Empresas O que é Educação Corporativa: conceitos, princípios e melhores práticas Os Sete Princípios de Sucesso da Educação Corporativa Os papéis dos líderes no êxito de um Sistema de Educação Corporativa Educação Corporativa: Mitos e Verdades

3 Se você acha a educação cara, experimente a ignorância. Derek Bok, Reitor de Harvard ( )

4 A Educação na Sociedade do Conhecimento A nova sociedade tem novos requerimentos para a educação: Formar o cidadão capaz de produzir, consumir e participar da vida social, o que não pode mais ser feito apenas durante uma etapa da vida. (Paulo Renato Souza, 2005)

5 Desafios para a educação em um mundo global Desenvolver em todas as pessoas a capacidade de aprender

6 VEJA Edi ç ão de agosto de 2008 Entrevista: Andreas Schleicher Medir para avan ç ar r á pido O físico alemão que comanda os rankings de educação da OCDE diz que o Brasil precisa copiar práticas que dão certo em outros países para deixar de vez o grupo dos piores Nenhum indicador sobre a qualidade de ensino tem tanto peso e repercussão quanto o Pisa, sigla em inglês para programa internacional de aferição de estudantes, que está sob os cuidados do físico alemão Andreas Schleicher, 44 anos. Há oito, ele é o responsável pela aplicação da prova, uma iniciativa da OCDE (organização que reúne as trinta nações mais desenvolvidas do mundo). Na comparação com 57 países, o Brasil sempre aparece entre os últimos colocados em todas as disciplinas. Situação que Schleicher conhece não apenas por estatísticas mas por suas viagens ao Brasil. Desde que assumiu o cargo, ele já visitou escolas em mais de 100 países.

7 As Empresas Mais Admiradas no Brasil Revista Carta Capital Natura 2. Vale do Rio Doce 3. Nestlé 4. Petrobrás 5. Gerdau 6. Embraer 7. Microsoft 8. Real ABN Amro 9. Votorantim 9. Apple 10. Coca-Cola

8 As Empresas Mais Admiradas no Brasil Revista Carta Capital – 2007 Fatores-Chave Competir globalmente Comprometimento com o desenvolvimento sustentável Compromisso com o País Compromisso com RH Ética Inovação Notoriedade Qualidade de Gestão Qualidade de produtos e serviços Respeito pelo consumidor Responsabilidade social Solidez financeira

9 DÚVIDAS FILOSÓFICAS - Claudio de Moura Castro - Desprofissionalização do ensino profissional?

10 O ensino de nível superior se desprofissionaliza! As carreiras profissionais se desprofissionalizam. É preciso preparar o graduado para mudar de ocupação, muitas vezes… DÚVIDAS FILOSÓFICAS - Claudio de Moura Castro -

11 Pergunta: Neste contexto de desprofissionalização do ensino de nível superior, para quem ficaria essa profissionalização?

12 Organizações flexíveis Economia do conhecimento Rápida obsolescência do conhecimento Empregabilidade Educação para estratégia global A Educação Corporativa surge da confluência de diversos fatores...

13 A Universidade Corporativa (UC) é um guarda-chuva estratégico para desenvolver e educar funcionários, clientes, fornecedores e comunidade, a fim de cumprir as estratégias empresariais da organização. O modelo de UC é baseado em competências e interliga aprendizagem às necessidades estratégicas de negócios. Jeanne Meister O conceito de Educação Corporativa surge diretamente relacionado à estratégia de negócios...

14 Educação Corporativa é um sistema de formação de pessoas pautado por uma gestão de pessoas com base em competências, devendo instalar e desenvolver nos colaborados (internos e externos) as competências consideradas críticas para a viabilização das estratégias de negócio, promovendo um processo de aprendizagem ativo vinculado aos propósitos, valores, objetivos e metas empresariais. O conceito de Educação Corporativa surge diretamente relacionado à estratégia de negócios... Marisa Eboli

15 Qualificação/ cargo Competência Relativa estabilidade da atividade econômica Organização do trabalho com base em cargos definidos e tarefas prescritas e programadas Foco no processo Baixa aprendizagem Baixa previsibilidade de negócios e atividades Organização do trabalho com base em metas, responsabilidades e multi- funcionalidade Foco em resultados Alta aprendizagem Fonte: RUAS & ANTONELLO & BOFF. Aprendizagem Organizacional e Competências. Porto Alegre: Bookman, O conceito de Educação Corporativa implica em uma mudança de paradigma...

16 competências Desenvolver competências OBJETIVO FOCO RESULTADO Estratégias de Negócios competitividade Aumento da competitividade Desenvolver habilidades Aumento das habilidades Necessidades Individuais O conceito de Educação Corporativa implica em uma mudança de paradigma... CENTRO DE T&D TRADICIONAL EDUCAÇÃO CORPORATIVA

17 Competitividade Perpetuidade Cidadania Conectividade Disponibilidade Sustentabilidade Parceria Fonte: M. Eboli (2004) O sucesso da implantação de um Sistema de Educação Corporativa é garantido por sete princípios fundamentais...

18 Princípio 1 - Competitividade Competitividade Perpetuidade Cidadania Conectividade Disponibilidade Sustentabilidade Parceria O diferencial está nas pessoas! Elevar continuamente o patamar de competitividade empresarial, por meio das competências das pessoas Princípio 1 - Competitividade: Comprometer da alta cúpula Alinhar estratégias, diretrizes e práticas de GP às estratégias de negócio Implementar Modelo de Gestão por Competências Conceber programas educacionais a partir do mapeamento e alinhamento de competências – empresariais e humanas. Práticas

19 Academia de Excelência Votorantim (Setembro, 2006) MISSÃO Promover o desenvolvimento das pessoas para sustentar a perenidade e a geração de valor da VID. DIRETRIZES Desenvolver as competências críticas para a VID Formar profissionais como agentes de transformação Assegurar gestão do conhecimento Fortalecer a criação de um Grupo único O que é: Estrutura ações de formação e desenvolvimento Fortalece o compartilhamento e evolução do conhecimento no Grupo. Fonte: Material de divulgação da Academia de Excelência Votorantim.

20 Princípio 2 - Perpetuidade Competitividade Perpetuidade Cidadania Conectividade Disponibilidade Sustentabilidade Parceria Educação como processo de transmissão da herança cultural Princípio 2 - Perpetuidade: Disseminar a cultura organizacional nos programas educacionais Responsabilizar líderes pelo processo de aprendizagem Práticas

21 A educação é base para o desenvolvimento sustentável dos negócios Denise Asnis, Gerente de Educação Corporativa da Natura As ações da Educação Corporativa Natura estão divididas em cinco pilares: Visão (disseminar as crenças e a visão de mundo da empresa) Estratégico (disseminam o DNA da Natura: marca, produtos, relacionamento e gestão de pessoas) Funcional (melhorar o desempenho através do desenvolvimento das competências funcionais) Desenvolvimento (desenvolvimento de competências essenciais que dizem respeito a habilidades e atitudes pessoais) Formação (continuidade da educação formal) Resultados: Manutenção das crenças, valores e cultura: fatores críticos da estratégia Natura Fonte: Asnis, Denise. Educação corporativa - Uma experiência Natura. Disponivel em:

22 Princípio 3 - Conectividade Competitividade Perpetuidade Cidadania Conectividade Disponibilidade Sustentabilidade Parceria Construção social do conhecimento por meio de redes de relacionamento tanto no ambiente interno quanto externo. Princípio 3 - Conectividade: Adotar educação inclusiva Implantar Gestão do Conhecimento Integrar sistema de Educação Corporativa com Gestão do Conhecimento Práticas

23 A Caterpillar University foi um fator de sucesso da Caterpillars Knowledge Network Clareza e direção para as ações de gestão do conhecimento Foco em conectar pessoas (comunidades de prática) Fonte: Allen, Mark (editor). The Next Generation of Corporate Universities. San Francisco: Pfeiffer, 2007

24 Princípio 4 - Disponibilidade Competitividade Perpetuidade Cidadania Disponibilidade Sustentabilidade Parceria Aprendizado a qualquer hora e em qualquer lugar Princípio 4 - Disponibilidade: Utilizar de forma intensiva a tecnologia aplicada à Educação (AMT= Aprendizagem Mediada por Tecnologia) Adotar múltiplas formas de aprendizagem Práticas Conectividade 3

25 Projeto de ensino a distância. Atende hoje: mais de 20 mil clientes do Grupo Martins 5,2 mil profissionais de vendas, dos colaboradores internos e de aproximadamente 1,2 mil motoristas 262 cursos disponíveis dentro das áreas de interesse de cada um desses públicos. Resultados: Desde 2002 campeão do prêmio E-Learning Brasil "O retorno tem sido muito significativo. Nossas pesquisas constataram que os clientes que participaram do programa de ensino a distância aumentaram mais de 30% seu faturamento de 2004 para 2005 Marco Tannús, diretor da Universidade Martins do Varejo Fonte:

26 Princípio 5 - Cidadania Competitividade Perpetuidade Conectividade Disponibilidade Sustentabilidade Parceria Formar atores sociais, estimulando o exercício da cidadania individual e organizacional Princípio 5 - Cidadania Obter sinergia entre os programas educacionais e projetos de atuação social Comprometer-se com a cidadania empresarial Práticas Cidadania 5

27 Problema: Em 1999, quando a Kraft Foods Brasil resolveu transferir suas operações de São Paulo para Curitiba, precisava identificar profissionais habilitados para atuar na área de produção de alimentos de qualidade e que soubessem operar equipamentos de última geração. Em um estudo no local foi possível detectar que não havia formas mais elaboradas de preparação de mão-de-obra qualificada. Solução: Para melhorar esse quadro surgiu a UAL, calcada em dois aspectos fundamentais: o conceito de Universidade Corporativa, e a importância que os projetos comunitários desenvolvidos pela iniciativa privada estão ganhando dia- a-dia no Brasil. Resultados: Valor social: Qualificação de mão de obra apara o mercado Empregabilidade de pessoas sem perspectiva profissional Valor Econômico Ritmo de crescimento da empresa foi garantido Unindo a possibilidade de oferecer à comunidade um projeto de melhoria social e de preparar novos profissionais para a linha de produção da empresa, a Kraft criou a Universidade de Alimentos - UAL.

28 Princípio 6 - Parceria Competitividade Perpetuidade Cidadania Conectividade Disponibilidade Parceria Reconhecer: (a) a limitação para se implementar um SEC abrangente e estratégico; (b) a importância de estabelecer parcerias internas e externas para viabilizá-lo. Princípio 6 - Parceria: Responsabilizar líderes e gestores pela formação de suas equipes e criar ambiente propício a aprendizagem Estabelecer parcerias estratégicas com academia, centros de pesquisa e instituições de ensino superior Práticas Sustentabilidade 7

29 Alcatel University Parceria Fortaleza, 14 de Agosto de 2003 A Alcatel University e o Centro Federal de Educação Tecnológica do Ceará (Cefet-CE) decidiram trabalhar juntos no desenvolvimento de cursos de operação e manutenção de redes, para formar mão-de-obra e profissionais qualificados em telecomunicações nas regiões Norte e Nordeste. O acordo busca atender as necessidades dos negócios de telecomunicações para atender demandas de pessoal especializado da empresa e de seus parceiros. Alcatel University e Senai-DF firmam convênio educacional Nov A Alcatel University, universidade corporativa da Alcatel Telecomunicações, e o Senai-DF, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Distrito Federal, anunciam uma parceria para a qualificação de jovens profissionais em operação e manutenção de redes públicas ou privadas de telefonia e dados. Florianópolis, 21 de agosto de 2002 – A Alcatel e a Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (CERTI) inauguram hoje em Florianópolis (SC) dois laboratórios de pesquisa e desenvolvimento em telecomunicações. Um deles, o LabCom CERTI integrará a Rede LabCom, resultado da parceria inédita da Alcatel com laboratórios e institutos de pesquisa brasileiros. Já o LabElectron será dedicado ao desenvolvimento de técnicas e processos industriais, compondo um centro avançado de montagem e soldagem de placas de circuito impresso. O investimento total é de aproximadamente R$ 3 milhões, com base na Política Nacional de Informática – Lei 8.248/91.

30 Princípio 7 - Sustentabilidade Competitividade Perpetuidade Cidadania Conectividade Disponibilidade Sustentabilidade Parceria Ser um centro gerador de resultados Princípio 7 - Sustentabilidade: Implantar sistema de avaliação de resultados Criar mecanismos que favoreçam a auto-sustentabilidade financeira do SEC Práticas

31 Motorola University oferece sobre Six Sigma: Cursos (presenciais e e-learning) Livros Certificação Green Belt e Black Belt Softwares Presença em mais de 20 países Resultados: Além do shared service, a Motorola University: Paga-se É fonte de receita $89.95 Fonte:

32 PRINCÍPIOPRÁTICASEXISTENTESPRÁTICAS A IMPLANTAR Competitividade Perpetuidade Conectividade Disponibilidade Cidadania Parceria Sustentabilidade

33 Novo Modelo de Aprendizagem Organizacional O Líder Criador de Líderes, Ram Charan Em todos os níveis as empresas não têm quantidade nem qualidade suficiente de líderes dos quais precisam. Por que isso ocorre? Ram Charan

34 Modelo ConvencionalNovo Modelo de Aprendizagem Recursos necessários: especialmente dinheiro Recursos necessários: principalmente a atenção dos líderes e energia emocional Desenvolvimento dos líderes a cargo do RH O RH apóia o desenvolvimento de lideranças: os líderes exercem papel central no desenvolvimento dos líderes Ênfase em treinamento em sala-de- aula e exposição Ênfase na prática deliberada Desenvolvimento de lideranças Novo Modelo de Aprendizagem Organizacional O Líder Criador de Líderes, Ram Charan

35 Novo Modelo de Aprendizagem Organizacional O Líder Criador de Líderes, Ram Charan Os líderes aprimoram sua prática deliberada quando recebem feedback específico e construtivo em tempo real. O líder como mentor demonstra interesse pessoal de proximidade na orientação e no desenvolvimento de seus jovens líderes, ajudando-os a ampliar seu pensamento, compartilhando suas experiências e sabedoria.

36 Caso HBS GEs Talent Machine: The Making of a CEO

37 -Coffin criou uma meritocracia baseada em avaliação de performance que foi a pedra fundamental de uma cultura que fez da GE uma máquina de fazer talentos. - Sua Universidade Corporativa - Crotonville - fundada em 1956, é a primeira que se tem registro no mundo, e revelou-se como uma importante ferramenta na consolidação dessa cultura, aonde é muito forte compromisso pessoal do líder com os processos e as práticas diárias de gestão de pessoas. - Mais de funcionários no mundo. - Presente em mais de 100 países. -Tradição fenomenal de CEOs (Charles Coffin presidente de 1892 a 1922, que sucedeu o fundador Thomas Edison, foi nomeado o CEO número 1 de todos os tempos pela Fortune Magazine).

38 Crotonville a primeira Universidade Corporativa (1956) Fonte: Monografia dos alunos Celso José Pereira Fernanda Vianna de Andrade e Julia Ruback Fernandes da turma 08 do MBA Gestão Empresarial apresentada no IV Fórum Gestão Empresarial realizado em

39 Mitos x Verdades

40 Alguns mitos... A Universidade Corporativa requer mais recursos do que se aporta para os centros tradicionais de treinamento. As Universidades Corporativas vieram para substituir as universidades tradicionais.

41 Algumas verdades... O envolvimento dos líderes é fundamental para o sucesso de uma Universidade Corporativa É um sistema estratégico e integrado de formação de pessoas Há necessidade de revisões periódicas A Universidade Corporativa não é um modismo

42 Perguntas???

43 Muito Obrigada! Marisa Eboli


Carregar ppt "A EDUCAÇÃO CORPORATIVA NO BRASIL: MITOS E VERDADES Marisa Eboli FEA/ USP Brasília, 18.09.2008 Conferência Internacional Educação Corporativa – Intraempreendedorismo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google