A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

18º Congresso de Presidentes, Provedores e Administradores Hospitalares de São Paulo 2009 SISTEMAS DE SAÚDE TENDÊNCIAS E PERSPECTIVAS Armando Raggio Campinas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "18º Congresso de Presidentes, Provedores e Administradores Hospitalares de São Paulo 2009 SISTEMAS DE SAÚDE TENDÊNCIAS E PERSPECTIVAS Armando Raggio Campinas."— Transcrição da apresentação:

1 18º Congresso de Presidentes, Provedores e Administradores Hospitalares de São Paulo 2009 SISTEMAS DE SAÚDE TENDÊNCIAS E PERSPECTIVAS Armando Raggio Campinas – SP 08 de maio de 2009

2 MODELOS DE ATENÇÃO À SAÚDE Há apenas dois modelos referenciais MODELO FLEXNERIANO MODELO DAWSONIANO Armando Raggio Campinas – SP 08 de maio de 2009

3 MODELO FLEXNERIANO O Relatório Flexner: 1910 Abraham Flexner Filólogo estadunidense Fundação Carnegie / EEUU escolas ! Armando Raggio Campinas – SP 08 de maio de 2009

4 MODELO DAWSONIANO Relatório Dawson: 1920 Bertrand Dawson Conselho Médico Consultivo Ministério da Saúde do Reino Unido National Health Sistem – 1948 (30 anos depois da URSS) Armando Raggio Campinas – SP 08 de maio de 2009

5 CARACTERÍSTICAS DOS SISTEMAS DE SAÚDE Assimetria de informação Acumulação de tecnologias Inovação tecnológica Obsolescência precoce Novas necessidades Concentração de estabelecimentos e serviços Armando Raggio Campinas – SP 08 de maio de 2009

6 CARACTERÍSTICAS DAS INSTITUIÇÕES EMPRESAS DE SAÚDE* Alta remuneração do capital Baixa remuneração do trabalho Necessidade de vender bens e serviços * Empresas intensivas em capital e intensivas em mão de obra?! Armando Raggio Campinas – SP 08 de maio de 2009

7 CARACTERÍSTICAS EPIDEMIOLÓGICAS CONTEMPORÂNEAS As pessoas vivem cada vez mais Morrem cada vez mais pessoas sadias Situações agudas x situações crônicas Armando Raggio Campinas – SP 08 de maio de 2009

8 ATITUDES DAS INSTITUIÇÕES / EMPRESAS DE SAÚDE SELEÇÃO ADVERSA (provedores em geral, públicos, beneficentes ou privados) Armando Raggio Campinas – SP 08 de maio de 2009

9 ATITUDES DAS PESSOAS COM AS INSTITUIÇÕES DE SAÚDE ABUSO MORAL (moral hazard) (usuários de planos públicos ou privados) Armando Raggio Campinas – SP 08 de maio de 2009

10 ATITUDES DOS PROFISSIONAIS AO ATENDER AS PESSOAS PAPEL DE AGENTE OU AGÊNCIA (administradores, profissionais, políticos e benfeitores em geral) Armando Raggio Campinas – SP 08 de maio de 2009

11 QUAL É O DILEMA DO SUS? O SUS como sistema compreensivo deve ser: universal, integral e equânime. (DAWSON). O SUS é operado como financiador do consumo de bens e serviços especializados(FLEXNER). Armando Raggio Campinas – SP 08 de maio de 2009

12 DIANTE DA CRISE Seguridade Social? (Assistência Social + Previdência Social + Saúde) Sistema Único de Saúde? (Universalidade, Integralidade, Equidade) Pacto pela Vida, em Defesa do SUS e pela Saúde! ( Regionalização solidária e cooperativa = U+E+M+PCS* ou M+E+U+PCS*!) *PCS= PARTICIPAÇÃ0 E CONTROLE SOCIAL Armando Raggio Campinas – SP 08 de maio de 2009

13 As políticas sociais constituem a ação do Estado no sentido de manter a igualdade de oportunidades, reduzir ou extinguir as desigualdades injustas. Armando Raggio Campinas – SP 08 de maio de 2009

14 Gasto com saúde no Brasil em bilhões de reais por ano: 80 bilhões gasto público (48%) 90 bilhões gasto privado (52%) Armando Raggio Campinas – SP 08 de maio de 2009

15 O gasto público com saúde no Brasil R$ ,00 de R$ ,00 (11% da arrecadação total) 1Real de cada 9 Reais arrecadados! Armando Raggio Campinas – SP 08 de maio de 2009

16 Arrecadação Total em 2005: R$ ,00 =40% do Produto Interno Bruto que em 2005 foi de R$ ,00 (União, Estados, Distrito Federal e Municípios) Armando Raggio Campinas – SP 08 de maio de 2009

17 Pacto pela Vida, em Defesa do SUS e Pacto de Gestão Portaria GM 399 de 22 de fevereiro de 2006 Armando Raggio Campinas – SP 08 de maio de 2009

18 Pacto pela Vida Saúde do Idoso Câncer do colo do útero e da mama Mortalidade Infantil e Materna Promoção da Saúde Fortalecimento da Atenção Básica Doenças emergentes e endemias: dengue, hanseníase, tuberculose, malária, influenzas... Armando Raggio Campinas – SP 08 de maio de 2009

19 Pacto em Defesa do SUS Promoção da Cidadania e da Saúde como Direito Politizar a Saúde = Reforma Sanitária (Carta de Direitos dos Usuários do SUS) Armando Raggio Campinas – SP 08 de maio de 2009

20 Pacto de Gestão [Descentralização + Regionalização] = [Integração Regional] (Regionalização solidária e cooperativa) CGR => Colegiado de Gestão Regional Armando Raggio Campinas – SP 08 de maio de 2009

21 O que significa você ser gestor no século XXI?! Um gestor de hoje em diante terá que enfrentar: As agressões da natureza; As doenças hereditárias e As causadas pelo homem! Estas serão as doenças mais difíceis de tratar. Tomarão conta da humanidade, cada vez mais. Armando Raggio Campinas – SP 08 de maio de 2009

22 Ser gestor no século XXI Cada um deve ter a capacidade de resolver problemas como na origem da nossa civilização, a pelo menos uns quatro séculos antes de Cristo! Hipócrates dizia: A vida é curta, a arte é longa, a ocasião fugidia, a experiência enganadora, o julgamento difícil... Então o cuidado era mais importante que a intervenção. A técnica, tal como a conhecemos hoje, era muito incipiente. O trabalho era principal, embora também pouco reconhecido. Armando Raggio Campinas – SP 08 de maio de 2009

23 Afinal ser gestor é: Resolver problemas com, sem ou apesar das ferramentas! As situações persistentes (as doenças naturais que têm cura e ainda persistem, por quê?) As situações emergentes (as doenças / necessidades emergentes das relações sociais, de reparar desigualdades injustas, de realizar expectativas de melhor viver, de ser sujeito da própria existência, por direito conquistado de usufruir da técnica disponível!) Armando Raggio Campinas – SP 08 de maio de 2009

24 Ser gestor no Século XXI exige: Reconhecer que vivemos sob o Capitalismo Global (Celso Furtado) - mas nem por isso subordinar-se ao capital – e contribuir sim, para que as pessoas tenham sua autonomia preservada, readquirida ou ampliada. Armando Raggio Campinas – SP 08 de maio de 2009

25 A deusa SA – Ú - DE é sempre duas: Uma para subordinar e outra para libertar... VOCÊ DECIDE! Armando Raggio Campinas – SP 08 de maio de 2009


Carregar ppt "18º Congresso de Presidentes, Provedores e Administradores Hospitalares de São Paulo 2009 SISTEMAS DE SAÚDE TENDÊNCIAS E PERSPECTIVAS Armando Raggio Campinas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google