A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gestão Financeira e Tributária Curso de Processos Gerenciais.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gestão Financeira e Tributária Curso de Processos Gerenciais."— Transcrição da apresentação:

1 Gestão Financeira e Tributária Curso de Processos Gerenciais

2 Objetivos Avaliar a viabilidade financeira de uma empresa por meio do dimensionamento das fontes de recursos, estrutura de gastos, tributos e receitas. Utilizar diferentes abordagens de avaliação de viabilidade econômico-financeira em um mesmo estudo de caso. Elaborar relatórios e pareceres a respeito da viabilidade financeira de um negócio.

3 Ementa da Disciplina Gestão Financeira e Tributária Estrutura de Financiamentos e Investimentos - Dimensionar patrimônio - Avaliar índices financeiros - Elaborar Relatório Estrutura de Gastos Operacionais - Levantar custos, despesas e tributos - Realizar análise custo-volume-lucro - Elaborar Relatório Processo de Orçamento de Capital - Analisar fluxo de caixa - Avaliar retorno do investimento - Elaborar Relatório

4 Estrutura de Financiamentos e Investimentos - Dimensionar patrimônio - Avaliar índices financeiros - Elaborar Relatório

5 ATIVOS (bens e direitos) PASSIVOS (obrigações) Aplicações dos recursos (investimentos) Fontes dos recursos (financiamentos) Terceiros Próprio Giro Fixo

6 ATIVOPASSIVO - Ativo Circulante - Ativo Realizável a Longo Prazo - Ativo Permanente - Passivo Circulante - Passivo Exigível a Longo Prazo - Patrimônio Líquido

7 Empresa de Pesquisa de Mercado ATIVOR$PASSIVOR$ Circulante30.900,00Circulante39.979,00 Caixa26.200,00Empréstimos Bancários15.879,00 Estoque de materiais4.700,00Contas a pagar24.100,00 Permanente65.100,00Exigível a Longo Prazo31.758,00 Móveis e Utensílios4.200,00Empréstimos Bancários31.758,00 Veículos18.000,00 Equipamentos7.900,00Patrimônio Líquido24.263,00 Software30.000,00Capital Social60.000,00 Diferido5.000,00Prejuízo Acumulado(35.737,00) Ativo Total96.000,00Passivo Total96.000,00 Ativo = Passivo

8 Estrutura de Financiamentos e Investimentos - Dimensionar patrimônio - Avaliar índices financeiros - Elaborar Relatório

9 Definida a primeira estrutura de financiamentos e investimentos da empresa, já podemos fazer algumas análises de indicadores financeiros, os quais podem nos mostrar sua situação financeira. São eles: Liquidez corrente e geral Grau e composição do endividamento Grau de imobilização do investimento e capital próprio Indicadores de Análise Patrimonial

10 Liquidez Corrente: capacidade de cobrir as obrigações de curto prazo. LC = = 0, Significa que a empresa tem apenas 77% dos recursos necessários para pagar as suas dívidas de curto prazo. LC = Ativo Circulante Passivo Circulante

11 Empresa de Pesquisa de Mercado ATIVOR$PASSIVOR$ Circulante30.900,00Circulante39.979,00 Caixa26.200,00Empréstimos Bancários15.879,00 Estoque de materiais4.700,00Contas a pagar24.100,00 Permanente65.100,00Exigível a Longo Prazo31.758,00 Móveis e Utensílios4.200,00Empréstimos Bancários31.758,00 Veículos18.000,00 Equipamentos7.900,00Patrimônio Líquido24.263,00 Software30.000,00Capital Social60.000,00 Diferido5.000,00Prejuízo Acumulado(35.737,00) Ativo Total96.000,00Passivo Total96.000,00

12 Liquidez Geral: capacidade de cobrir todas as obrigações da empresa. LG = ( ) = 0,43 ( ) Significa que, contando com todos os recursos conversíveis em moeda, a empresa apenas tem 43% do dinheiro necessário para pagar todas suas dívidas. LG = (Ativo Circulante + Realizável LP) (Passivo Circulante + Exigível LP)

13 Empresa de Pesquisa de Mercado ATIVOR$PASSIVOR$ Circulante30.900,00Circulante39.979,00 Caixa26.200,00Empréstimos Bancários15.879,00 Estoque de materiais4.700,00Contas a pagar24.100,00 Permanente65.100,00Exigível a Longo Prazo31.758,00 Móveis e Utensílios4.200,00Empréstimos Bancários31.758,00 Veículos18.000,00 Equipamentos7.900,00Patrimônio Líquido24.263,00 Software30.000,00Capital Social60.000,00 Diferido5.000,00Prejuízo Acumulado(35.737,00) Ativo Total96.000,00Passivo Total96.000,00

14 Grau de endividamento total: dependência da empresa para com terceiros. GET = ( ) = 0, Significa que 74% do patrimônio da empresa representam obrigações (dívidas). GET = Passivo Circulante + Exigível LP Total Ativo ou Passivo

15 Empresa de Pesquisa de Mercado ATIVOR$PASSIVOR$ Circulante30.900,00Circulante39.979,00 Caixa26.200,00Empréstimos Bancários15.879,00 Estoque de materiais4.700,00Contas a pagar24.100,00 Permanente65.100,00Exigível a Longo Prazo31.758,00 Móveis e Utensílios4.200,00Empréstimos Bancários31.758,00 Veículos18.000,00 Equipamentos7.900,00Patrimônio Líquido24.263,00 Software30.000,00Capital Social60.000,00 Diferido5.000,00Prejuízo Acumulado(35.737,00) Ativo Total96.000,00Passivo Total96.000,00

16 Composição do endividamento: parcela de dívida que vence no curto prazo. CE = = 0,55 ( ) Significa que 55% das dívidas da empresa vencem dentro dos próximos 12 meses. CE = Passivo Circulante Passivo Circulante + Exigível LP

17 Empresa de Pesquisa de Mercado ATIVOR$PASSIVOR$ Circulante30.900,00Circulante39.979,00 Caixa26.200,00Empréstimos Bancários15.879,00 Estoque de materiais4.700,00Contas a pagar24.100,00 Permanente65.100,00Exigível a Longo Prazo31.758,00 Móveis e Utensílios4.200,00Empréstimos Bancários31.758,00 Veículos18.000,00 Equipamentos7.900,00Patrimônio Líquido24.263,00 Software30.000,00Capital Social60.000,00 Diferido5.000,00Prejuízo Acumulado(35.737,00) Ativo Total96.000,00Passivo Total96.000,00

18 Grau de imobilização do investimento: parcela dos ativos imobilizados. GII = = 0, Significa que 67% de todo o investimento feito na empresa está imobilizado, ou seja, investido em ativos fixos que não tem liquidez imediata. GII = Ativo Permanente Total Ativo ou Passivo

19 Empresa de Pesquisa de Mercado ATIVOR$PASSIVOR$ Circulante30.900,00Circulante39.979,00 Caixa26.200,00Empréstimos Bancários15.879,00 Estoque de materiais4.700,00Contas a pagar24.100,00 Permanente65.100,00Exigível a Longo Prazo31.758,00 Móveis e Utensílios4.200,00Empréstimos Bancários31.758,00 Veículos18.000,00 Equipamentos7.900,00Patrimônio Líquido24.263,00 Software30.000,00Capital Social60.000,00 Diferido5.000,00Prejuízo Acumulado(35.737,00) Ativo Total96.000,00Passivo Total96.000,00

20 Grau de imobilização do capital próprio: parcela dos capitais próprios imobilizados. GICP = = 2, Significa que todo o capital próprio da empresa está imobilizado e mais uma parcela do capital de terceiros. GICP = Ativo Permanente Patrimônio Líquido

21 Empresa de Pesquisa de Mercado ATIVOR$PASSIVOR$ Circulante30.900,00Circulante39.979,00 Caixa26.200,00Empréstimos Bancários15.879,00 Estoque de materiais4.700,00Contas a pagar24.100,00 Permanente65.100,00Exigível a Longo Prazo31.758,00 Móveis e Utensílios4.200,00Empréstimos Bancários31.758,00 Veículos18.000,00 Equipamentos7.900,00Patrimônio Líquido24.263,00 Software30.000,00Capital Social60.000,00 Diferido5.000,00Prejuízo Acumulado(35.737,00) Ativo Total96.000,00Passivo Total96.000,00

22 Estrutura de Financiamentos e Investimentos - Dimensionar patrimônio - Avaliar índices financeiros - Elaborar Relatório

23 Relatório de Análise Para elaborar um parecer com base nos dados anteriormente analisados, é preciso considerar que: O relatório de análise não precisa ser conclusivo, mas apenas descrever a situação da empresa. Não é necessário abordar todos os indicadores levantados, mas apenas aqueles considerados mais relevantes pelos seus resultados. Se possível, fazer cruzamento entre os dados para enriquecer a análise.

24 Exemplo Empresa de Pesquisa A empresa necessita de um capital inicial de R$96.000,00 para suas operações, dos quais R$36.000,00 deverão ser captados por meio de empréstimo bancário. Parte do capital inicial já está comprometido com despesas operacionais, sendo que a análise de indicadores financeiros revela que a empresa deverá gerar recursos equivalente à 57% de seu patrimônio total para pagar todas as obrigações já assumidas, conforme índice de liquidez geral. Considerando todas as obrigações de curto e longo prazo, a empresa se mostra endividada em 74% de todo seu patrimônio, sendo que 55% das dívidas iniciais vencem no curto prazo. Sabe-se ainda que 67% dos investimentos realizados representam imobilizações.

25 Ementa da Disciplina Gestão Financeira e Tributária Estrutura de Financiamentos e Investimentos - Dimensionar patrimônio - Avaliar índices financeiros - Elaborar Relatório Estrutura de Gastos Operacionais - Levantar custos, despesas e tributos - Realizar análise custo-volume-lucro - Elaborar Relatório Processo de Orçamento de Capital - Analisar fluxo de caixa - Avaliar retorno do investimento - Elaborar Relatório

26 Estrutura de Gastos Operacionais O próximo passo de análise de viabilidade do negócio é fazer o levantamento dos custos, despesas, tributos e receita operacional da empresa, a fim de dimensionar seu resultado potencial. Para isso, nos utilizamos da abordagem custo- volume-lucro, que nos fornece informações valiosas sobre a viabilidade do negócio em função de seu nível de operações.

27 Estrutura de Gastos Operacionais - Levantar custos, despesas e tributos - Realizar análise custo-volume-lucro - Elaborar Relatório

28 Análise custo-volume-lucro Permite projetar o lucro operacional da empresa, o qual pode ser afetado pelas variações em: receitas de vendas nível de atividades custos e despesas totais

29 Gastos Fixos: Permanecem constantes dentro de certa capacidade instalada independentemente do volume de atividade da empresa. Exemplo: aluguel, salário fixo, tarifas básicas de água, luz, telefone. Gastos Variáveis: são aqueles itens de gastos que variam proporcionalmente ao nível de atividade. Exemplo: comissões de vendas, matéria-prima, embalagem. Receita de vendas: O valor referente a receita total de vendas de uma empresa é determinado pela multiplicação da quantidade de produtos ou serviços comercializados pelo seu respectivo preço de venda. Elementos envolvidos na Análise

30 DescriçãoValor (R$) Salário Secretária + Encargos (R$1.060,00)4.800,00 Aluguel do escritório (R$1.300,00) Tarifas Básicas (R$1.100,00) Material de Escritório (R$320,00) Manutenção do Veículo (R$400,00) Despesa Financeira (R$320,00) Contas Diversas (R$300,00) Gastos Fixos Mensais

31 DescriçãoValor (R$) 40h de trabalho do pesquisador, cujo custo é R$16,00/ hora (R$640,00) 800,00 Material para relatório (R$30,00) SIMPLES* (alíquota 6,54% para faturamento até R$ ,00) (130,00) Estimativa de Demanda A empresa espera atender 10 clientes por mês. Gastos Variáveis por Pesquisa

32 SIMPLES* Sistema integrado de pagamento de impostos e contribuições das microempresas e das empresas de pequeno porte: integra os seguintes tributos em uma alíquota única. SIMPLES IRPJ PIS/ PASEP COFINS CSSL INSS IPI ICMS ISS

33 SIMPLES* A tabela abaixo resume as alíquotas incidentes sobre o faturamento bruto da empresa de serviços, nos limites que estamos analisando: Receita Bruta em 12 meses (em R$)Serviços Até ,00 4,50% De ,01 a ,00 6,54% De ,01 a ,00 7,70% OBS: para maiores informações sobre o SIMPLES, e para obter tabela completa acesse:

34 Indicadores de Análise CVL Conhecidos os gastos operacionais, vamos utilizar a análise CVL para determinar os seguintes indicadores: Margem de contribuição e preço de venda Ponto de equilíbrio operacional e financeiro Nível de atividade que garanta lucro Margem de segurança

35 Margem de Contribuição e Preço de Venda MC = Preço de Venda – Gasto Variável Unitário A fim de formar seu preço de venda, a empresa deve determinar qual a margem de contribuição que lançará sobre os custos variáveis do produto. A margem representa quanto cada unidade de produto/ serviço vendida contribui com a empresa para o pagamento dos custos e despesas fixos e geração de lucro. PV = Gasto Variável Unitário + Margem de Contribuição ou

36 Ponto de Equilíbrio Nível de atividade onde o lucro da empresa é zero. Representa o mínimo de vendas que a empresa precisa ter para não registrar prejuízo. Algebricamente, pode-se obter o PE da seguinte maneira: Receita total = Gasto total (PV x Q) = GF + (GVun x Q) (PV x Q) – (GVun x Q) = GF Q(PV – GVun) = GF Q = GF PV - GVun

37 Ponto de Equilíbrio em Quantidade PE Q = Gasto Fixo Preço de Venda – Gasto Variável Unitário PE Q = Gasto Fixo Margem de Contribuição ou Informa a quantidade de produtos/ serviços que a empresa precisa vender para cobrir todos os seus gastos e começar a ter lucro.

38 Quando a empresa não tem controle sobre o número de produtos vendidos ou clientes atendidos no mês, uma alternativa é calcular o ponto de equilíbrio em nível de faturamento. O mesmo vale para empresas que trabalham com diferentes produtos. Ponto de Equilíbrio em Faturamento PE $ = Gasto Fixo 1 – Gasto Variável Unitário Preço de Venda

39 Análise CVL com lucro O ponto de equilíbrio determina o mínimo de atividades que a empresa necessita para começar a ter lucro. Porém, quando for desejado determinar o nível de atividades da empresa que cubra seus gastos e garanta certo retorno é preciso incluir a variável lucro (L) na análise. Q = Gasto Fixo + Lucro Preço de Venda – Gasto Variável Unitário Q = Gasto Fixo + Lucro Margem de Contribuição ou

40 Margem de Segurança Trata-se da distância entre o ponto de equilíbrio e nível normal de operação. A margem de segurança evidencia o risco do negócio e representa, em percentual, quanto a empresa pode ter de redução no seu nível normal de vendas sem apresentar prejuízo. MS = Quantidade de Vendas – PE Q x 100% Quantidade de Vendas

41 Análise Empresa de Pesquisa Conhecendo-se a estrutura de gastos operacionais abaixo, podemos calcular os indicadores de viabilidade já apresentados: Gasto Fixo Mensal = R$4.800,00 Gasto Variável Unitário = R$800,00 Expectativa de atendimento = 10 clientes/mês

42 1. Qual a margem de contribuição unitária que permite à empresa obter lucro de R$6.000,00 por mês? Q = Gasto Fixo + Lucro Margem de Contribuição 10 = MC MC = = R$1.080,00 10 Significa que a empresa deve obter margem de R$1.080,00 por cliente atendido para pagar seus gastos fixos e ter o lucro desejado.

43 2. Assim, qual deverá ser o preço de venda de cada pesquisa? PV = 800, ,00 PV = R$ 1.880,00 Para obter lucro de R$6.000,00 com 10 clientes, o preço de venda por pesquisa deve ser de R$1.880,00. PV = Gasto Variável Unitário + Margem de Contribuição

44 3. Em pesquisa com consumidores a empresa descobriu que o cliente estaria disposto a pagar R$2.000,00 por cada pesquisa. Nesse caso, qual seu ponto de equilíbrio? PE Q = – 800 PE Q = 4 clientes Significa que a empresa terá lucro a partir de 4 clientes atendidos no mês. PE Q = Gasto Fixo Preço de Venda – Gasto Variável Unitário

45 4. Com esse preço de venda, qual o lucro mensal da empresa? 10 = L – x = L L = – = R$ 7.200,00 Fixando o preço de venda em R$2.000,00 a empresa poderá obter lucro de R$7.200,00 com a mesma clientela. Q = Gasto Fixo + Lucro Preço de Venda – Gasto Variável Unitário

46 5. Considerando que os custos da empresa permaneçam em R$800,00 por pesquisa e R$4.800,00 fixos e que o preço de venda seja R$2.000, qual a margem de segurança da empresa? MS = 10 – 4 = 0,6 ou 60% 10 Significa que, mantendo-se as demais variáveis constantes, a empresa somente terá prejuízo se perder 60% dos seus clientes. MS = Quantidade de Vendas – PE Q x 100% Quantidade de Vendas

47 6. Para obter lucro de R$9.600,00 quantos clientes seriam necessários atender? Q = ( ) = (2.000 – 800) Q = 12 clientes Na expectativa de lucro maior, a deverá atender 12 clientes por mês. Q = Gasto Fixo + Lucro Preço de Venda – Gasto Variável Unitário

48 7. Para obter lucro de R$9.600,00 atendendo 10 clientes apenas, qual o preço que deve ser cobrado por cada pesquisa? 10 = ( ) PV – 800 PV – 800 = PV = = R$2.240,00 Não havendo a possibilidade de realizar mais pesquisas no mês, o preço de venda deve ser aumentado para R$2.240,00. Q = Gasto Fixo + Lucro Preço de Venda – Gasto Variável Unitário

49 Relatório de Análise Para guiar a elaboração do relatório vamos esclarecer novamente: Não é solicitado que o analista dê sua opinião sobre a implementação ou não do negócio, mas apenas que descreva todas as possíveis situações analisadas. É preciso esclarecer o significado dos indicadores de análise que foram considerados.

50 Exemplo Empresa de Pesquisa A fim de obter um lucro de R$6.000,00, a empresa deve ganhar uma margem de R$1.080,00 por cliente, o que significa vender a pesquisa por R$1.880,00. Porém, sabe-se que os clientes aceitam pagar o valor de R$2.000,00 por pesquisa, sendo que esse será o preço de venda cobrado pela empresa. Nessas condições, a empresa precisa atender no mínimo 4 clientes por mês para cobrir todos os seus gastos e pode obter um lucro de R$7.200,00 com o atendimento de 10 clientes. Avaliando o risco de prejuízo do negócio, vemos através da margem de segurança que a empresa apenas apresentará prejuízo caso perca mais do que 60% do nível projetado de vendas. Projetando-se novas estimativas de lucros, a empresa deve atender 12 clientes por mês a fim de ter lucro de R$9.600,00. No entanto, a empresa não tem capacidade produtiva inicial para este nível de atividades, o que leva a saber que se desejar este resultado com o atendimento de apenas 10 clientes, o preço de venda deverá subir para R$2.240,00.

51 Ementa da Disciplina Gestão Financeira e Tributária Estrutura de Financiamentos e Investimentos - Dimensionar patrimônio - Avaliar índices financeiros - Elaborar Relatório Estrutura de Gastos Operacionais - Levantar custos, despesas e tributos - Realizar análise custo-volume-lucro - Elaborar Relatório Processo de Orçamento de Capital - Analisar fluxo de caixa - Avaliar retorno do investimento - Elaborar Relatório

52 Análise de Retorno do Investimento A fim de analisar o retorno proporcionado pelo investimento inicial e optar pela implementação ou não do negócio, é preciso entender a dinâmica do valor do dinheiro no tempo, que embasa a matemática financeira e é utilizada para análise de investimentos.

53 Valor do Dinheiro no Tempo O dinheiro tem valor diferenciado ao longo do tempo: teoria da preferência pela liquidez. O juro é o preço do dinheiro. O princípio do valor do dinheiro no tempo pode ser demonstrado por uma linha do tempo que ilustra os fluxos de caixa do investimento.

54 Fluxo de caixa de um Investimento em uma Linha do Tempo INVESTIMENTO INICIAL ENTRADAS DE CAIXA DO INVESTIMENTO

55 Formas de Capitalização Para calcular a equivalência de capital em diferentes datas no tempo, podemos nos utilizar de dois sistemas de capitalização: Capitalização simples Capitalização Composta

56 Somente o capital inicial rende juros; Os juros não são reinvestidos, de maneira que o rendimento de cada período refere-se apenas ao principal original. Capitalização Simples

57 Taxa de Juros por período = 10%

58 Na capitalização composta os juros produzidos ao final de um período são somados ao montante do mesmo, e essa soma passa a render juros no período seguinte e assim sucessivamente; São os juros sobre juros. Capitalização Composta

59 Taxa de Juros por período = 10%

60 Lógica da Capitalização Composta PERÍODOCÁLCULO DO MONTANTE (VF) VP.(1+i) = VP(1+i) = 1.100,00 2VP.(1+i).(1+i) = VP(1+i) 2 = 1.210,00 3VP.(1+i).(1+i).(1+i) = VP(1+i) 3 =1.331,00 Sendo que: VP = valor presente (capital inicial) i = taxa de juros n = período de tempo VF = valor futuro (montante)

61 Observações A taxa de juros (i) e o número de períodos (n) devem se referir à mesma unidade de tempo, isto é, se a taxa for anual, o tempo deverá ser expresso também em anos; Em todos os cálculos utiliza-se a taxa de juros na forma unitária (taxa percentual dividida por 100). Exceto na calculadora financeira, que faz esta conversão automaticamente.

62 Valor Futuro – VF É o montante encontrado pela aplicação de juros compostos durante um período específico de tempo. É medido ao final de um dado período. VF = VP (1+ i) n

63 meses Valor Futuro

64 Valor Presente - VP É o valor atual equivalente a um montante ou série de pagamentos futuros. É medido no início de um dado período (tempo zero). VP = VF (1+ i) n

65 meses Valor Presente

66 Ementa da Disciplina Gestão Financeira e Tributária Estrutura de Financiamentos e Investimentos - Dimensionar patrimônio - Avaliar índices financeiros - Elaborar Relatório Estrutura de Gastos Operacionais - Levantar custos, despesas e tributos - Realizar análise custo-volume-lucro - Elaborar Relatório Processo de Orçamento de Capital - Analisar fluxo de caixa - Avaliar retorno do investimento - Elaborar Relatório

67 Processo de Orçamento de Capital A análise do orçamento de capital permitem verificar o quanto a empresa estará em melhor ou pior situação, se optar pela implementação da proposta de investimento. Nesse tópico, analisaremos o Valor Presente Líquido (VPL) do investimento.

68 Análise de Retorno do Investimento Para realizar esta análise é necessário construir o fluxo de caixa do investimento, e então decidir qual taxa de desconto será utilizada nos cálculos INVESTIMENTO INICIAL ENTRADAS DE CAIXA DO INVESTIMENTO

69 Taxa Mínima de Atratividade - TMA Representa o ganho mínimo que a empresa deseja obter com a implementação do projeto, o qual pode ser definido de duas formas: quando dispõe-se de recursos próprios para financiar o investimento a TMA representa o ganho mínimo que se pode obter com outra alternativa de aplicação do capital; quando fontes de financiamentos de terceiros são utilizadas a TMA equivale ao custo do capital tomado emprestado.

70 Projetos com rentabilidade menor que a TMA devem ser rejeitados por estar reduzindo o potencial de ganhos da empresa, o que representa um custo de oportunidade. O conceito de riqueza gerada, leva em conta somente o excedente de ganhos proporcionado pelo investimento em relação ao que a empresa já obtém de retorno. Assim, a aplicação na TMA não agrega valor à empresa pois já é o comportamento adotado. Taxa Mínima de Atratividade - TMA

71 Estimativa da TMA Neste caso estamos utilizando tanto capitais próprios quanto capitais de terceiros para financiar o negócio, portanto precisamos calcular o Custo Médio Ponderado de Capital: CMPC = (custo capital próprio x % de CP) + (custo capital de terceiros x % de CT) CMPC = (0,7%a.m x 0,625) + (1,6%a.m. x 0,375) CMPC = 0,4375% + 0,60% = 1,0375%a.m.

72 Valor Presente Líquido – VPL Consiste em concentrar na data zero o valor presente de todos os fluxos de caixa do investimento, descontados pela TMA, evidenciando o lucro econômico do projeto. VPL = - CF 0 + CFj (1 + i) n VPL = – investimento inicial + (valor atual dos fluxos esperados de benefícios)

73 A fim de decidir se um projeto de investimento deve ser aceito ou rejeitado, deve-se utilizar os seguintes parâmetros: VPL > 0 (projeto continua sendo analisado) VPL < 0 (projeto rejeitado) No caso de existir mais de um projeto a ser comparado, propostas com VPL maior são melhores por proporcionar maior retorno sobre o capital investido.

74 Fluxo de Caixa do Investimento TMA = 1,0375%a.m VPL = – = (1+0,010375) 1 (1+0,010375) 2 (1+0,010375) 36 VPL = R$ ,00 Significa que além de retornar o investimento inicial, o projeto gera um lucro inicial de R$ ,00.

75 Relatório de Análise Neste relatório é preciso apresentar o resultado do indicador de viabilidade calculado e descrever seu significado. Vale lembrar novamente, que não é preciso emitir opinião sobre o retorno proporcionado.

76 Exemplo Empresa de Pesquisa Comparando-se o investimento inicial com os benefícios estimados durante um horizonte de planejamento de 03 anos e considerando- se ainda como TMA o custo médio ponderado de capital, verificou-se que o negócio apresenta um VPL de R$ ,00. Este indicador revela que além retornar o investimento e a TMA da empresa, o negócio apresenta um lucro econômico de R$ ,00.


Carregar ppt "Gestão Financeira e Tributária Curso de Processos Gerenciais."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google