A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MA_07_Teorias Administrativas - Taylor1 DISCIPLINA: Macroanálise das Organizações FONTE: MAXIMIANO, Antônio César Amaru. Teoria Geral da Administração.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MA_07_Teorias Administrativas - Taylor1 DISCIPLINA: Macroanálise das Organizações FONTE: MAXIMIANO, Antônio César Amaru. Teoria Geral da Administração."— Transcrição da apresentação:

1 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor1 DISCIPLINA: Macroanálise das Organizações FONTE: MAXIMIANO, Antônio César Amaru. Teoria Geral da Administração – Da revolução urbana à revolução digital. Atlas. São Paulo: Prof. Bosco Torres

2 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor2 Abordagens administrativas. Prof. Bosco Torres

3 3 Trabalhadores industriais nas indústrias Em 1880, havia cerca de 2,7 milhões trabalhadores industriais nos EUA. Em 1900, esse número aumentou para 4,5 milhões. Havia mais de fábricas que tinham entre 500 e empregados. Havia mais de fábricas que tinham entre 500 e empregados. Outras 450 fábricas empregavam de a pessoas, eram as usinas siderúrgicas. Outras 450 fábricas empregavam de a pessoas, eram as usinas siderúrgicas. Elas não tinham rivais em tamanho, até que surgiu a indústria automobilística. Elas não tinham rivais em tamanho, até que surgiu a indústria automobilística. MA_07_Teorias Administrativas - Taylor Prof. Bosco Torres

4 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor4 Trabalhadores na Ford Em 1914, a fábrica da Ford em Highland Park tinha empregados. Em 1915, eram Em 1916, eram Em 1920, eram trabalhadores na indústria americana, a maioria dos quais empregados em grandes fábricas. Prof. Bosco Torres

5 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor5 Trabalhadores na Ford Em 1924, a fábrica de Highland Park empregava pessoas; a fábrica de Highland Park empregava pessoas; a fábrica da Ford em River Rouge, nesse mesmo ano, tinha empregados. Era a maior fábrica do mundo, símbolo e estereótipo de grande planta manufatureira. a fábrica da Ford em River Rouge, nesse mesmo ano, tinha empregados. Era a maior fábrica do mundo, símbolo e estereótipo de grande planta manufatureira. Prof. Bosco Torres

6 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor6 Frederick Winslow TAYLOR Essa escala de operações exigiu o desenvolvimento de métodos totalmente novos de administração. Essa revolução teve a participação de muitas pessoas. Uma das mais importantes foi Frederick Winslow TAYLOR. Prof. Bosco Torres Taylor

7 Henry Ford Henry Ford ( ) foi um empreendedor dos EUA, fundador da Ford Motor Company e o primeiro empresário a aplicar a montagem em série de forma a produzir em massa automóveis em menos tempo, e a um preço menor. A introdução de seu modelo Ford T revolucionou os transportes e a indústria norte americana. Ford foi um inventor prolífico e registrou 161 patentes nos EUA. Como único dono da Ford Company, ele se tornou um dos homens mais ricos e conhecidos do mundo. MA_07_Teorias Administrativas - Taylor7 Prof. Bosco Torres

8 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor8 Alfred Sloan Finalmente, ALFRED SLOAN, um dos primeiros presidentes da General Motors, criou a estrutura organizacional que completou o modelo da grande corporação que domina o cenário social do século XX em diante. Prof. Bosco Torres Robô da GM

9 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor9 Taylor, Ford e Sloan A organização de qualquer grande empresa industrial moderna é uma combinação: dos princípios de eficiência dos princípios de eficiência de TAYLOR, das técnicas de produção das técnicas de produção de FORD da estrutura de SLOAN. da estrutura de SLOAN. Prof. Bosco Torres

10 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor10 Frederick Winslow TAYLOR TAYLOR foi o criador e participante mais destacado do movimento da administração científica. Nasceu em 1856, na Pensilvânia, filho de uma família abastada. Apesar disso, tornou-se trabalhador manual e aprendeu a profissão de torneiro. Prof. Bosco Torres

11 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor11 TAYLOR – a busca da Eficiência Seu trabalho junta-se ao de outras pessoas que, na mesma época, compartilhavam esforços para desenvolver princípios e técnicas de EFICIÊNCIA, que possibilitassem resolver os grandes problemas enfrentados pelas empresas industriais. Prof. Bosco Torres

12 TAYLOR ( ) Inicialmente técnico em mecânica e operário, formou-se engenheiro mecânico estudando à noite. É considerado o Pai da Administração Científica por propor a utilização de métodos científicos na administração de empresas. Seu foco era a eficiência e eficácia operacional na administração industrial. MA_07_Teorias Administrativas - Taylor12 Prof. Bosco Torres Administração Científica

13 TAYLOR ( ) Seu CONTROLE inflexível, mecanicista, elevou enormemente o desempenho das indústrias em que atuou, todavia, igualmente gerou demissões, demissões, insatisfação e insatisfação e estresse para seus subordinados e sindicalistas. estresse para seus subordinados e sindicalistas. Em seu trabalho diário como engenheiro- chefe, Taylor observou problemas das operações fabris, tais como: Prof. Bosco Torres MA_07_Teorias Administrativas - Taylor13

14 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor14 Os problemas fabris (1900) 1 – DESORGANIZAÇÃO - A administração não tinha noção clara da divisão de suas responsabilidades com o trabalhador. 2 – DESMOTIVAÇÃO - Não havia incentivos para melhorar o desempenho do trabalhador. 3 – INDISCIPLINA - Muitos trabalhadores não cumpriam suas responsabilidades. Prof. Bosco Torres

15 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor15 Os problemas fabris (1900) 4 –EMPIRISMO - As decisões dos administradores baseavam-se na intuição e no palpite. 5 – DESUNIÃO - Não havia integração entre os departamentos da empresa. 6 – MÁ ALOCAÇÃO DE PESSOAL - Os trabalhadores eram colocados em tarefas para as quais não tinham aptidão. Prof. Bosco Torres

16 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor16 Os problemas fabris (1900) 7 – GERENTES INSENSÍVEIS - Os gerentes pareciam ignorar que a excelência no desempenho significaria recompensas tanto para eles próprios quanto para a mão-de-obra. 8 – CONFLITOS - Havia conflitos entre capatazes e operários a respeito da quantidade da produção. Prof. Bosco Torres

17 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor17 Os problemas fabris (1900) Ao longo de sua carreira, TAYLOR procurou resolver esses e outros problemas que eram e continuam sendo comuns nas empresas. De suas observações e experiências, ele começou a desenvolver seu sistema de Administração de Tarefas, mais tarde conhecido como Sistema Taylor, Taylorismo e, finalmente, Administração Científica Prof. Bosco Torres

18 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor18 A Sociedade Taylor Em 1910, foi criada a Sociedade para a Promoção da Administração Científica, que se tornou, em 1915, ano de sua morte, SOCIEDADE TAYLOR. A sociedade ocupou-se nas reuniões iniciais do problema dos salários. Prof. Bosco Torres

19 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor19 O problema dos SALÁRIOS SISTEMAS DE PAGAMENTO DA ÉPOCA: Pagamento por dia trabalhado Pagamento por peça produzida Os dois sistemas tinham o efeito de fazer o trabalhador acreditar que seu esforço beneficiava apenas o patrão. Assim, como regra geral, os trabalhadores não se empenhavam como os engenheiros e como os empregadores achavam que seria adequado. Prof. Bosco Torres

20 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor20 O problema dos SALÁRIOS Pagamento por dia trabalhado: O salário era fixo. Os trabalhadores não viam nenhuma vantagem em produzir além do que eles próprios achavam adequado. Pagamento por peça produzida: Nesse sistema, quando a produção aumentava muito, os administradores diminuíam o valor pago por peça. Prof. Bosco Torres

21 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor21 O problema dos SALÁRIOS E, assim, os trabalhadores, sabendo o que esperar, mantinham a produção num nível propositadamente baixo. Os próprios sindicatos estabeleciam limites para os salários que os trabalhadores podiam receber, para evitar que eles se prejudicassem. Prof. Bosco Torres

22 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor22 Participação nos lucros Para resolver o problema do desinteresse que esses dois sistemas de pagamento induziam, já na época falava-se na possibilidade da participação dos empregados nos lucros da empresa, sistema que desde 1842 vinha sendo praticado na Europa. No entanto, também já se reconhecia que esse sistema tinha imperfeições, uma vez que as flutuações nos lucros, beneficiando ou prejudicando o empregado, deviam-se a fatores (como preço da matéria-prima ou decisões gerenciais) sobre os quais ele não tinha controle. Prof. Bosco Torres

23 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor23 O sistema de Taylor Em 1895, Taylor apresentou à sociedade (Asme) o que é considerado o primeiro trabalho da administração científica: A Piece-rate Sistem (Um Sistema de Pagamento por Peça). Nesse trabalho, Taylor propõe um método para eliminar a diminuição do valor pago por peça. É nesse método que residem as raízes da administração científica. Prof. Bosco Torres

24 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor24 O sistema de Taylor Taylor argumentou que a administração deveria primeiro descobrir quanto TEMPO levaria para que um homem, dando o melhor de si, completasse uma tarefa. A administração poderia então estabelecer um pagamento por peça de forma que o trabalhador se visse compelido a trabalhar o suficiente para assegurar remuneração razoável. Prof. Bosco Torres

25 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor25 A velocidade do trabalho De acordo com Taylor, o caminho para revolver o problema dos salários era descobrir, de maneira científica e exata, qual a VELOCIDADE máxima em que o trabalho poderia ser feito. Sua resposta para esse problema foi o que ele chamou ESTUDO SISTEMÁTICO E CIENFÍTICO DO TEMPO, que consistia em dividir cada tarefa em seus elementos básicos e cronometrá-las e registrá-las. Prof. Bosco Torres

26 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor26 Estudo Científico do Tempo Em seguida eram definidos tempos- padrão para os elementos básicos. Esse procedimento era a base do sistema de administração de tarefas (task management), que compreendia ainda a seleção de trabalhadores e pagamento de incentivos. Prof. Bosco Torres

27 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor27 Objetivo: EFICIÊNCIA O objetivo era melhorar a EFICIÊNCIA através do controle de todos os aspectos da produção e trabalho padronizado. A principal razão para a invenção do estudo dos tempos, do qual surgiu a administração científica, foi a busca de precisão para definir o valor dos salários. Prof. Bosco Torres

28 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor28 Tempos e Movimentos Posteriormente, percebeu-se que o estudo de Tempos (e em seguida, TEMPOS e MOVIMENTOS) era um processo que tinha o valor intrínseco de permitir o aprimoramento do trabalho operacional, por meio da racionalização dos movimentos. Prof. Bosco Torres

29 29 Métodos de trabalho Na segunda fase do movimento da Administração Científica, a ênfase deslocou-se, da produtividade do trabalhador, da produtividade do trabalhador, para o aprimoramento dos métodos de trabalho. para o aprimoramento dos métodos de trabalho. Esta segunda fase corresponde ao estudo Shop management (Administração de operações fabris), de MA_07_Teorias Administrativas - Taylor Prof. Bosco Torres

30 30 O homem de primeira classe Em Shop Management, Taylor fez o que se tornaria a característica distinção entre o homem médio e o homem de primeira classe. O homem de primeira classe seria altamente motivado e faria seu trabalho sem desperdiçar tempo nem restringir sua produção. MA_07_Teorias Administrativas - Taylor Prof. Bosco Torres

31 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor31 O homem de primeira classe Idealmente, tal pessoa deveria ser selecionada para a tarefa que lhe fosse mais apropriada e incentivada financeiramente. Mesmo um homem de primeira classe tornar-se-ia altamente ineficiente se lhe faltassem incentivos ou se houvesse pressão do grupo de trabalho para diminuir a produção. Prof. Bosco Torres

32 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor32 Padronização e programação Taylor tratou ainda de outros aspectos: - Padronização de ferramentas e equipamentos; - Sequenciamento e programação de operações - Estudo de movimentos Prof. Bosco Torres

33 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor33 Resumo dos princípios de Taylor. Prof. Bosco Torres

34 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor34 PRINCÍPIOS de Taylor A terceira obra de Taylor foi Princípios de Administração Científica, de 1911, que sintetiza os objetivos da administração científica: Prof. Bosco Torres

35 PRINCÍPIOS de Taylor 1 – CIÊNCIA NA ADMINISTRAÇÃO – Desenvolver uma ciência para cada elemento do trabalho, para substituir o velho método empírico. CIÊNCIA = corpo de conhecimentos sistematizados que, adquiridos via observação, identificação, pesquisa e explicação de determinadas categorias de fenômenos e fatos, são formulados metódica e racionalmente MA_07_Teorias Administrativas - Taylor35 Prof. Bosco Torres

36 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor36 PRINCÍPIOS de Taylor 2 – SELEÇÃO DO TRABALHADOR – Selecionar cientificamente e depois treinar, instruir e desenvolver o trabalhador, que, no passado, escolhia seu próprio trabalho e treinava-se o melhor que podia. 3 – COOPERAÇÃO – cooperar sinceramente com os trabalhadores, de modo a garantir que o trabalho seja feito de acordo com princípios da ciência que foi desenvolvida. Prof. Bosco Torres

37 37 PRINCÍPIOS de Taylor 4 – DIVISÃO DE RESPONSABILIDADES – Existe uma divisão quase igual de trabalho e de responsabilidade entre a administração e os trabalhadores. A administração incumbe-se de todo o trabalho para o qual esteja mais preparada que os trabalhadores, enquanto no passado quase todo o trabalho e a maior parte da responsabilidade recaíam sobre a mão- de-obra. MA_07_Teorias Administrativas - Taylor Prof. Bosco Torres

38 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor38 Mecanismos da AC 1 - Estudos de tempos e movimentos 2 - Padronização de ferramentas e instrumentos 3 - Conveniência de uma área de planejamento (para estudar e propor os aprimoramentos no chão-de-fábrica) 4 - Cartões de instruções 5 - Sistema de pagamento de acordo com o desempenho 6 - Cálculo de custos. Prof. Bosco Torres

39 MA_07_Teorias Administrativas - Taylor39 A produtividade Um exemplo dos métodos de Taylor foi a experiência na qual demonstrou que a PRODUTIVIDADE mais elevada resulta da minimização do esforço muscular. Essa é uma das idéias fundamentais da AC: a produtividade resulta da eficiência do trabalho e não da maximização do esforço. A questão não é trabalhar duro, nem depressa, nem bastante, mas trabalhar de forma INTELIGENTE. Prof. Bosco Torres Críticas à Adm. Científica


Carregar ppt "MA_07_Teorias Administrativas - Taylor1 DISCIPLINA: Macroanálise das Organizações FONTE: MAXIMIANO, Antônio César Amaru. Teoria Geral da Administração."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google