A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1. MÓDULO 2 2 LEITURA – TRANSTORNOS MENTAIS – SUELY CALDAS SCHUBERT. LEITURA ATÉ CAPÍTULO 5 PÁGINA 79 3.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1. MÓDULO 2 2 LEITURA – TRANSTORNOS MENTAIS – SUELY CALDAS SCHUBERT. LEITURA ATÉ CAPÍTULO 5 PÁGINA 79 3."— Transcrição da apresentação:

1 1

2 MÓDULO 2 2

3 LEITURA – TRANSTORNOS MENTAIS – SUELY CALDAS SCHUBERT. LEITURA ATÉ CAPÍTULO 5 PÁGINA 79 3

4 4

5 5 RESUMO – MÓDULO ATENDIMENTO FRATERNO SIMPLES 2 – ATENDIMENTO FRATERNO INTEGRADO 3 - EQUIPE DE TAREFEIROS PARA O ATENDIMENTO FRATERNO 4 - O PERFIL DO ATENDENTE 5 – RECEPÇÃO 6 - O PACIENTE 7- DINÂMICA DO ATENDIMENTO 8 - DO ATENDIMENTO PROPRIAMENTE

6 PASSO INICIAL É SABER OUVIR 6

7 7

8 1.OUVIR É UMA ARTE 2.OUVIR É RENUNCIAR A TUDO 3.OUVIR MUITAS VEZES É MAIS PRODUTIVO QUE FALAR 4.OUVIR É UMA TÉCNICA MENTAL QUE PODE SER APERFEIÇOADA COM TREINAMENTO E PRÁTICA 8

9 9 OUVIR PRESTANDO ATENÇÃO AO QUE O ASSISTIDO ESTÁ DIZENDO, SEM TENTAR DESCOBRIR O QUE VIRÁ DEPOIS E SEM CRÍTICA AO QUE SE ESTÁ ESCUTANDO.

10 NO ATO DE OUVIR BEM PODEMOS ALCANÇAR A SIMPATIA, OU SEJA, SENTIR COM QUANDO NOS COLOCAMOS – EU TENHO TEMPO PARA LHE OUVIR – OU – EU ME COLOCO À SUA DISPOSIÇÃO E VOCÊ É A PESSOA MAIS IMPORTANTE E OS SEUS PROBLEMAS SÃO OS CENTROS DE MEU INTERESSE – PODEMOS ALCANÇAR A EMPATIA 10

11 EMPATIA – QUER DIZER SENTIR O QUE SE SENTIRIA CASO SE ESTIVESSE NA SITUAÇÃO E CIRCUNSTÂNCIA EXPERIMENTADAS POR OUTRA PESSOA ( DICIONÁRIO AURÉLIO ) EMPATIA É SENTIR DENTRO A EMPATIA DENOTA UM ESTÁGIO MAIS AVANÇADO E, PODE-SE DIZER, QUE É A ESSÊNCIA DO AMOR 11

12 DE ACORDO COM O EXPOSTO PELO ATENDIDO PODEREMOS DEDUZIR ALGUMAS CARACTERISTICAS DE SUA PERSONALIDADE ATENDENTE DEVE SER OBJETIVO, NADA DE ASSUNTOS FILOSÓFICOS E RELIGIOSOS, FALAR COM O CORAÇÃO ATENDENTE TEM QUE SABER O MOMENTO PRÓPRIO DE INTERROMPER ( CONT) 12

13 QUANDO O ASSUNTO É REPETITIVO, INCONVENIENTE, FORA DE PROPÓSITO, USAR AMOROSA ENERGIA E INTERROMPER A TENDÊNCIA DO ATENDENTE FRATERNO DE FALAR EM DEMASIA PODE PREJUDICAR O ATENDIMENTO EVITAR DAR MUITAS INFORMAÇÕES EM UM SÓ ATENDIMENTO (CONT) 13

14 NO DIÁLOGO O IMPORTANTE É INDUZIR O ASSISTIDO A QUE ELE TOME AS DECISÕES EVITE O SEU PONTO DE VISTA PESSOAL, NUNCA DÊ OS TEUS EXEMPLOS OU DE CONHECIDOS, OS ESCLARECIMENTOS DEVEM SER COLOCADOS À LUZ DA DOUTRINA ESPÍRITA 14

15 ATENDIMENTO FRATERNO NÃO É UM ROSÁRIO DE QUEIXAS E NEM CONFESSIONÁRIO PROCURE ELEVAR A AUTO-ESTIMA DO ASSISTIDO, DIZENDO QUE ELE É FILHO DE DEUS, QUE ELE TEM O SEU LADO POSITIVO, SEUS VALORES E CAPACIDADE INDUZIR AO OTIMISMO, AO PENSAMENTO POSITIVO 15

16 TERMINADO, PEDE-SE QUE O ASSISTIDO ABRA UMA PÁGINA DE LIVRO DE TEOR EVANGÉLICO, FAZER LIGEIRO COMENTÁRIO EM SEGUIDA A PRECE E APLICAÇÃO DO PASSE APÓS O TRABALHO A EQUIPE DE ATENDENTES JUNTO COM A COORDENAÇÃO PODERÁ FAZER UMA BREVE AVALIAÇÃO 16

17 17

18 INSTRUÇÕES ADICIONAIS AO LADO DA MEDICAÇÃO ORDINÁRIA, ELABORADA PELA CIÊNCIA, O MAGNETISMO NOS DÁ A CONHECER O PODER DA AÇÃO FLUÍDICA E O ESPIRITISMO NOS REVELA OUTRA FORÇA NA MEDIUNIDADE CURADORA E A INFLUÊNCIA DA PRECE ( EVANGELHO S. ESPIRITISMO CAP. XXVIII ITEM 77 ) 18

19 VERIFICAR SE ESTÁ RECEBENDO ASSISTÊNCIA MÉDICA, INCENTIVAR, MAS NUNCA INDICAR QUALQUER PROFISSIONAL DA ÁREA DE SAÚDE NOS CASOS DE NATUREZA PSÍQUICA, USAR TATO PSICOLÓGICO, JÁ CONSULTOU ESPECIALISTA ? JAMAIS DIAGNOSTICAR, SUGERIR OU SUSPENDER QUALQUER TIPO DE MEDICAÇÃO, MESMO CASEIRA 19

20 MESMO NOS CASOS DE OBSESSÃO CARACTERIZADA É IMPORTANTE ACOMPANHAMENTO MÉDICO OBSESSÕES PROLONGADAS LEVAM A DISTONIAS ORGÂNICAS DE VÁRIAS ESPÉCIES E DIMENSÕES O VÍCIO MENTAL GERADO PELA LONGA CONVIVÊNCIA ENTRE HÓSPEDE E HOSPEDEIRO COM QUE AMBOS SE ACALENTAM MUTUAMENTE 20

21 21 NEM SEMPRE OS CASOS DE DISTONIAS ORGÂNICAS SÃO PROVOCADOS POR OBSESSÃO VIDE CASO – RECORDAÇÕES DA MEDIUNIDADE, YVONNE PEREIRA, CAP OBSESSÃO, CASO SUICIDA

22 EM CASOS DE OBSESSÃO, PROCEDER COM MUITA HABILIDADE, NÃO DEVEMOS REVELAR. SE PERGUNTAR É OBSESSÃO ? RESPONDER QUE SÓ A OBSERVAÇÃO PODERÁ DEFINIR, MAS O ESFORÇO PRÓPRIO, A FÉ ALIADA A ASSISTÊNCIA ESPIRITUAL DA CASA, FARÃO COM QUE AS COISAS SE ENCAMINHEM PARA RESULTADOS FAVORÁVEIS 22

23 NÃO ATENDER PESSOAS ALCOOLIZADAS OU DROGADAS POIS NÃO TEM A MENOR POSSIBILIDADE DE ASSIMILAR AS PALAVRAS ATENDER A FAMÍLIA, PODE FORNECER ENDERÊÇO DE GRUPO DE AUTO AJUDA, TAIS COMO A A, NARANON, AL ANON... 23

24 USAR DE TATO PSICOLÓGICO, QUANDO FOR ABORDAR QUESTÕES CÁRMICAS, RECORRER SEMPRE AO EVANGELHO, CAP. V, BEM AVENTURADOS OS AFLITOS, ITEM 4 CAUSAS ATUAIS DAS AFLIÇÕES NÃO INDUZIR À TOMADA DE DECISÕES EM ASSUNTOS DE CARÁTER BEM PARTICULAR – SEPARAÇÃO, MATRIMONIO, ESCLARECER QUE A DECISÃO É DE CUNHO PESSOAL 24

25 ACONSELHAVEL ATENDER SEPARADAMENTE OS FAMILIARES ENVOLVIDOS NA MESMA PROBLEMÁTICA. QUALQUER MANIFESTAÇÃO DE VIDÊNCIA, ABSTER-SE DE DAR CONHECIMENTO, ATENÇÃO PODE SER IDEOPLASTIA DEIXAR CLARO QUE NÃO SE OBJETIVA TORNÁ-LO ESPÍRITA 25

26 EM NENHUMA CIRCUNSTÂNCIA GARANTIR A RECUPERAÇÃO DO ASSISTIDO OU MARCAR PRAZO NÃO DEMONSTRAR PERPLEXIDADE ANTE AS REVELAÇÕES NÃO CRITICAR OUTRAS RELIGIÕES NÃO ABUSAR DA MAGNETIZAÇÃO, APLICANDO PASSE A TODO INSTANTE 26

27 NÃO SE IMPACIENTAR OU DECEPCIONAR COM A REBELDIA DAQUELES QUE NÃO QUEREM SE SUBMETER AO JUGO DE JESUS ATENÇÃO ÀS CONVERSAÇÕES DE FIXAÇÕES, QUEIXAS, AUTOCOMPAIXÃO, É UM DIÁLOGO RESSALTAR SEMPRE AS VANTAGENS DA DISCIPLINA MENTAL E DA ORAÇÃO NÃO PODE OCORRER MEDIUNIZAÇÃO DO ATENDENTE. 27

28 OCORRENDO MEDIUNIZAÇÃO NO ASSISTIDO, NÃO DIALOGUE COM A ENTIDADE, CHAMAR O ASSISTIDO, USAR PASSES TRANSVERSAIS E DE SOPRO SE FOR O CASO JAMAIS ENCAMINHAR AS PESSOAS EM DESEQUILIBRIO PARA O CURSO DE MEDIUNIDADE OU REUNIÕES DE DESENVOLVIMENTO MEDIÚNICO OU TRABALHO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL 28

29 EXPLICAR COM CLAREZA AO ASSISTIDO O QUE É O PASSE, CONDIÇÕES PARA ASSIMILAÇÃO A DOUTRINA ESPÍRITA NÃO CURA NEM REGENERA ALGUÉM ELA NOS FORNECE OS ESCLARECIMENTOS NECESSÁRIOS PARA COLOCARMOS EM PRÁTICA OS SEUS ENSINAMENTOS. 29

30 A DOUTRINA EXPLICA COM CLAREZA PORQUE ESTAMOS NO MUNDO, BEM COMO DE ONDE VIEMOS E PARA ONDE VAMOS. ESFORÇO E VONTADE DO ASSISTIDO É FUNDAMENTAL,POIS, OPERA MUDANÇAS DE HÁBITOS RECUSAR QUALQUER TIPO DE GRATIFICAÇÃO, ATENÇÃO E DISTINÇÕES ESPECIAIS 30

31 AVALIAÇÕES PERIÓDICAS A EQUIPE DEVE FAZER AVALIAÇÕES DOS CASOS E DOS RESULTADOS, NA LIBERAÇÃO DO ASSISTIDO QUANDO DE SUA MELHORA CARACTERIZADA OU REFORMULAR O PLANEJAMENTO 31


Carregar ppt "1. MÓDULO 2 2 LEITURA – TRANSTORNOS MENTAIS – SUELY CALDAS SCHUBERT. LEITURA ATÉ CAPÍTULO 5 PÁGINA 79 3."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google