A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Variações Lingüísticas Prof.: Jeswesley Mendes A língua é ou faz parte do aparelho ideológico, comunicativo e estético da sociedade que a própria língua.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Variações Lingüísticas Prof.: Jeswesley Mendes A língua é ou faz parte do aparelho ideológico, comunicativo e estético da sociedade que a própria língua."— Transcrição da apresentação:

1

2 Variações Lingüísticas Prof.: Jeswesley Mendes

3 A língua é ou faz parte do aparelho ideológico, comunicativo e estético da sociedade que a própria língua define e individualiza." (Leonor Buescu)

4 Variedade Lingüística do nosso português 1. Variação e norma; 2.Variedades do Português: 2.1 Variedades geográficas; 2.2 Variedades sócio-culturais; 2.3 Variedades situacionais/ estilísticas. 3. Empréstimos lingüísticos.

5 1. Variação e Norma As línguas naturais são sistemas dinâmicos e extremamente sensíveis a fatores como (entre outros) a região geográfica, o sexo, a idade, a classe social dos falantes e o grau de formalidade do contexto.

6 2.Variedades do Português

7 - Precisamos estar atentos aos conceitos de certo e errado no que se refere à língua. - O preconceito lingüístico é uma forma de discriminação que deve ser enfaticamente combatida.preconceito

8 2.1 Variedades Geográficas Variações entre as formas que a língua portuguesa assume nas diferentes regiões em que é falada Falares regionais / dialetos:

9 2.1.2 Linguagem urbana/ rural.(o falar caipira)

10 2.2 Variedades Sócio-culturais Variedades devidas ao falante/ grupos culturais; - O jargão; - A gíria.

11 O jargão Linguagem técnica utilizada por profissionais de uma especialidade em comum. Logo, é empregada por um grupo restrito e, muitas vezes, inacessível a outros falantes da língua. Ex1: Sutura, traqueostomia, cefaléia, prescrição, profilaxia = jargão dos médicos. Ex2: variações diafásicas, análises diacrônica e sincrônica, metafonia = jargão dos professores de Português.

12 A gíria Linguagem técnica utilizada, predominantemente, por jovens. Também funciona como um meio de exclusão dos indivíduos externos a esse grupo.

13 2.3 Variedades Situacionais A linguagem varia de acordo com a situação em que ela é empregada.

14 Em Situações formais: Uma palestra feita para uma platéia sobre matéria científica; Uma solenidade de formatura; Uma carta endereçada a uma autoridade.

15 Em Situações informais: Em uma reunião familiar; Em conversa com colegas e amigos; Em um bate-papo informal.

16 2.4 Variedades Temporais Quando Boorz partiu da abadia, uma voz lhe disse que fosse ao amr, ca Percival o atendia i. El se pertiu ende, assi como o conto já há devisado.E quando chegou aa riba do mar, a fremosa nave, coberta de um eixamente branco aportou, e Boorz desceu e encomendou-se a Nostro Senhor,e entriu e leixou seu cavalo fora. E tanto que entrou, viu que a nave se partiu tam toste de riba, como se voasse. E catou pela nave e nom viu rem, que a noite era mui escura; e acostou-se ao bordo e rogou a Nostro Senhor que a guaaiasse tal lugar u sua alma podesse salber. (Trecho da Demanda do santo Graal, traduzido para o português do séc. XIII)

17 3. Empréstimos Lingüísticos INFLUÊNCIAEXEMPLOS DE ESTRANGEIRISMOS AlemãoGás, níquel. ÁrabeAlgodão(al-qu Tun); Dialetos africanos Acarajé, dendê, fubá, quilombo, moleque, caçula... EspanholBolero, castanhola... FrancêsPaletó, boné, matinê, abat-jour (abajur), bâton (batom), cabaret (cabaré), maiô... InglêsShow, software, hamburger, deletar... ItalianoMacarrão, piano, soneto, bandido, ária, camarim, partitura, lasanha... TupiNomes de animais e plantas: tatu, arara, jibóia, caju, maracujá... Nomes de lugares: Ipanema, Copacabana... Nomes de pessoas: Ubirajara, Iracema..

18 Língua Falada x Língua Escrita As diferenças entre os dois códigos não podem ser ignoradas por quem se dispõe a comunicar de forma satisfatória. O domínio da língua falada, aparentemente mais fácil, ganha complexidade quando se trata do emprego da variedade formal: é necessário aprender o registro da língua falada mais adequado a situações de formalidade. O uso do código escrito, entretanto, é o que costuma produzir maiores obstáculos.

19 Modalidades de Uso ou registro lingüístico: ModalidadeTipo Registro FormalComum; Sofisticado. Registro InformalDescontraído; coloquial; Ultradescontraído.

20 Para não esquecer: A língua é a identidade de um povo. Preserve-a! Um abraço! Prof. Jé


Carregar ppt "Variações Lingüísticas Prof.: Jeswesley Mendes A língua é ou faz parte do aparelho ideológico, comunicativo e estético da sociedade que a própria língua."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google