A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A SOCIOLOGIA ATÉ AOS ANOS 70 DO SÉCULO XX NOS EUA. TALCOT PARSONS: a afirmação da grande teoria. ROBERT MERTON: o compromisso entre a teoria e o empirismo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A SOCIOLOGIA ATÉ AOS ANOS 70 DO SÉCULO XX NOS EUA. TALCOT PARSONS: a afirmação da grande teoria. ROBERT MERTON: o compromisso entre a teoria e o empirismo."— Transcrição da apresentação:

1 A SOCIOLOGIA ATÉ AOS ANOS 70 DO SÉCULO XX NOS EUA. TALCOT PARSONS: a afirmação da grande teoria. ROBERT MERTON: o compromisso entre a teoria e o empirismo 1

2 FUNCIONALISMO ABOLUTO OU RADICAL Bronislaw Malinowski ( ) – Teoria antropológica deve apoiar-se em factos biológicos – Cada instituição, organização, prática social ou objecto material procura responder a uma necessidade específica 2

3 FUNCIONALISMO E ESTRUTURALISMO Alfred Radcliffe-Brown ( ) – Funda uma teoria a partir de conceitos como processo, estrutura e função que, na sua articulação, ajudam a explicar as regularidades sociais. – Estrutura social: é uma organização de pessoas que têm entre si relações institucionalmente controladas ou definidas. – A função de um costume ou prática social é o seu contributo para o funcionamento harmonioso de um dado sistema social 3

4 ESTRUTURALISMO Estruturalismo: procura estudar as inter-relações (as estruturas) através das quais o significado é produzido dentro de uma cultura. Ferdinand de Saussure ( ): Linguística estruturalista Claude Lévi-Strauss ( ): – A estrutura é um modelo teórico cuja função é da ordem de interpretação e da explicação e já não da ordem da representação e da descrição. 4

5 ESTRUTURAL-FUNCIONALISMO DE TALCOTT PARSONS TALCOTT PARSONS ( ) – Construção da grande teoria a partir da perspectiva estrutural-funcionalista – A sua obra tem 3 momentos importantes: The structure of social action, 1937 The social system, 1951; Working papers in the theory of action, 1953; Toward a General Theory of Action, 1957 Societies-Evolutionary and Comparative perspectives, 1966; The system of Modern Societies,

6 ESTRUTURAL-FUNCIONALISMO DE TALCOTT PARSONS A Sociologia como Ciência da Acção – Acção como construção intencional produto de um actor social dotado de recursos – materiais e simbólicos – que efectua escolhas orientadas para um determinado fim – As opções encontram-se ligadas a conjuntos globais de valores e normas constitutivos da estrutura da sociedade. – Estudar a estrutura da acção social significa tentar colocar em evidência as relações e modalidades de trocas estáveis entre actores 6

7 ESTRUTURAL-FUNCIONALISMO DE TALCOTT PARSONS Sistema Social e variáveis de configuração – Sistema social: pluralidade de actores individuais implicados num processo de interacção que ocorre numa situação condicionada por propriedades físicas -Personalidade, cultura e sociedade Personalidade (papel) Cultura (valores e símbolos) Sociedade (interacções) 7

8 ESTRUTURAL-FUNCIONALISMO DE TALCOTT PARSONS Sistema social ou variáveis de configuração – Variáveis de configuração (pattern variables) ou modelos dicotómicos de valores com carácter exaustivo e universal, impostos aos actores, levando-os a fazer opções. Afectividade vs. Neutralidade Afectiva Colectividade vs. Auto- centração Universalismo vs. Particularismo Adscrição vs. Desempenho Especificidade vs. Difusão 8

9 ESTRUTURAL-FUNCIONALISMO DE TALCOTT PARSONS AGIL ou os quatro imperativos funcionais de qualquer Sistema Geral de Acção Adaptação / Adaptation (Organismo biológico) Prossecução dos Objectivos / Goal Attainment (Personalidade) Integração / Integration ( Sistema Social) Estabilidade Normativa (Latent pattern maintenance) (Cultura) A.G.I.L. 9

10 ESTRUTURAL-FUNCIONALISMO DE TALCOTT PARSONS AGIL ou os quatro imperativos funcionais do Sistema Social Adaptação / Adaptation (Economia) Prossecução dos Objectivos / Goal Attainment (Sistema Político) Integração / Integration ( Comunidade Societal) Estabilidade Normativa (Modelos Institucionalizados) A.G.I.L. 10

11 ESTRUTURAL-FUNCIONALISMO DE TALCOTT PARSONS Mudança social e evolução das sociedades – Proposta de um evolucionismo complexo que reconhece a pluralidade das trajectórias históricas e situações sociais – Influência da Biologia (processos de diferenciação e segmentação) e da Cibernética (o papel da informação) – Três estádios da evolução da sociedade: primitivo, intermédio e moderno 11

12 TEORIA DA MUDANÇA SOCIAL (Parsons) Quatro processos correspondentes aos imperativos funcionais do sistema social 12 Melhoria adaptativa (Adaptação) Diferenciação (Prossecução dos Objectivos) Inclusão (Integração) Generalização dos valores (Estabilidade Normativa) A.G.I.L.

13 TRADIÇÃO FUNCIONALISTA – Robert Merton ( ) ROBERT MERTON: Críticas ao funcionalismo absoluto dos antropólogos – a ambiguidade da noção de função. (processos vitais ou orgânicos que contribuem para a manutenção do organismo) – Postulado da unidade funcional – Postulado do funcionalismo universal – Postulado da necessidade (existência de equivalentes funcionais) 13

14 TRADIÇÃO FUNCIONALISTA – Robert Merton ( ) Contributos para a análise funcional – Noção de disfunção – Distinção entre funções manifestas e funções latentes – Distinção entre motivações e disposições (subjectivas) das consequências ou efeitos (objectivos) de uma atitude ou comportamento (distinção entre a categoria subjectiva motivo da categoria função 14


Carregar ppt "A SOCIOLOGIA ATÉ AOS ANOS 70 DO SÉCULO XX NOS EUA. TALCOT PARSONS: a afirmação da grande teoria. ROBERT MERTON: o compromisso entre a teoria e o empirismo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google