A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

RESPEITO: RESPEITO: A FONTE DE NOSSA FORÇA ® Facilitadores: Nome, Sobrenome Data: Local: Um Currículo Padrão do Legacy Business Cultures.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "RESPEITO: RESPEITO: A FONTE DE NOSSA FORÇA ® Facilitadores: Nome, Sobrenome Data: Local: Um Currículo Padrão do Legacy Business Cultures."— Transcrição da apresentação:

1 RESPEITO: RESPEITO: A FONTE DE NOSSA FORÇA ® Facilitadores: Nome, Sobrenome Data: Local: Um Currículo Padrão do Legacy Business Cultures

2 Porquê Por quê o foco em respeito? Porque os seres humanos são sistemas de malha aberta abertas abertos [open loop]

3 O Caminho para o Respeito PG: iv

4 Respeito: A Fonte de Nossa Força ® –Preparando o Cenário para o Respeito –Nossa Mente: Onde Tudo Começa –Atitude: Uma Competência Essencial –Respeito: Auto-Estima Autoestima –Implementação: O Caminho a Seguir PG: v

5 Vamos começar!

6 Estabelecendo o Cenário para o Respeito Unidade I Estabelecendo o Cenário para o Respeito

7 Atividade Quebra-Gelo Levante-se e procure uma pessoa que você não conhece bemLevante-se e procure uma pessoa que você não conhece bem Diga seu nome, de onde você é e o que você faz na DuPontDiga seu nome, de onde você é e o que você faz na DuPont Cite uma pessoa que influenciou suas crenças sobre como você trata (ou deve tratar) os outrosCite uma pessoa que influenciou suas crenças sobre como você trata (ou deve tratar) os outros Página 1-1

8 Respeito é… Página: 1-2

9 Respeito: Tolerância Página: 1-3

10 Hostilidade Ativo Ativo PassivoFuga Respeito: Tolerância Engajamento Empenho O Caminho para o respeito Página: 1-3

11 Respeito é… um processo ativoum processo ativo de mobilizar pessoas de todas as origens sem julgamentosde mobilizar pessoas de todas as origens sem julgamentos para aumentar minha conscientização e eficiênciapara aumentar minha conscientização e eficiência de uma forma que valorize tanto a mim mesmo como aqueles com os quais eu venha a interagir.de uma forma que valorize tanto a mim mesmo como aqueles com os quais eu venha a interagir. Página: 1-3

12 10 Regras de Compromisso 1.Manter um tom respeitoso e volume de voz adequado ao dar minha opinião. 2.Considerar o ponto de vista dos outros. 3.Valorizar as muitas e variadas fontes de conhecimento que existem. 4.Ouvir a mensagem completa, sem interrupções e sem editoração. refrazear 5.Buscar maneiras de concordar, conectar e apoiar. Página: 1-4

13 10 Regras de Compromisso (cont.) 6.Explicar por quê porque eu não concordo, quando for o caso. 7.Admitir para mim mesmo onde preciso crescer me desenvolver ou mudar. 8.Evitar ter que estar certo. 9.Agir de maneira a elevar a auto-estima autoestima dos membros do meu grupo. 10.Respeitar o tempo ao compatilhar meus pensamentos e opiniões. Página: 1-4

14 Diário do Aprendizado Página: LJ1

15 A Mente: Onde tudo começca começa Unidade II A Mente: Onde tudo começca começa

16 Como se apresenta o RESPEITO e como ele é sentido ? Página: 2-1

17 Respeito e o Cérebro A justiça social e o respeito ajudam os empregados a aprender. Quando demonstramos interesse pelos outros, quando os apoiamos e os elogiamos genuinamente, injetamos uma mistura química de serotonina e oxitocina nos seus cérebros. Estes neurotransmissores incentivam a confiança, abrem a mente das pessoas para nossas idéias ideias, e criam o desejo de nos conhecer melhor e nos ajudar com o que precisamos fazer. Ellen Weber, Ph.D. Diretora, MITA International Brain Based Center

18 Benefícios do Respeito Maior satisfação no trabalho Melhoria na saúde física e emocional dos colaboradores Maior capacidade para atrair, desenvolver e reter colaboradores talentosos Melhoria no fluxo de informações e no aprendizado organizacional Melhoria na satisfação do cliente Maior produtividade organizacional, lucratividade e resiliência Página: 2-1

19 Como se apresenta o DESRESPEITO e como ele é sentido ? 1 Página: 2-1

20 Desrespeito e o Cérebro Se humilhamos alguém, injetamos cortisol em seu cérebro que fecha o córtex pre- frontal deixando-o fechado para novas idéia ideias e para a disposição de nos ajudar. Ellen Weber, Ph.D. Diretora, MITA International Brain Based Center

21 Consequências do Desrespeito Baixo ou nenhum envolvimento emocional dos empregados Aumento de doenças relacionadas a estresse Aumento no absentismo e acidentes Rotatividade de empregados acima da média Sonegação de informações Menor satisfação de clientes e maior perda de clientes Produtividade organizacional, lucratividade e resiliência abaixo da média

22 A Anatomia do Respeito

23 Perceber Recebimento Consciente (Ferramenta de busca) Ações e Decisões Associar Avaliar Subconsciente Criativo (Anti-virus SW) Apresenta Verdade e RealidadeApresenta Verdade e Realidade Sem preconceito, Sem julgamentoSem preconceito, Sem julgamento Armazena suas Atitudes, Hábitos, Conhecimento e CrençasArmazena suas Atitudes, Hábitos, Conhecimento e Crenças Resolve conflitos Assegura que você Aja como você mesmo" Mantém sua Realidade Atual Eficácia Subconsciente (Disco rígido) Página: 2-2

24 Como funciona– Um olhar sobre Associação e Avaliação Os dados são percebidos. –Isto é um _______ Os dados são associados e avaliados. –A última vez que eu comi um _________, eu fiquei realmente doente! Uma decisão é tomada com base na minha avaliação. –Eu não vou comer este__________. Página: 2-2

25 Conhecimento vs. Crenças

26 Estereótipos Imagens mentais mantidas em comum por membros de determinado grupo. Representam opiniões simplificadas demais. Residem em nosso subconsciente e funcionam como verdade e realidade. Página: 2-3

27 Prejulgamentos (Preconceito) Decisões tomadas ou ações realizadas antes de (ou sem) um exame completo e suficiente. Negativo ou positivo Pode se tornar habitual Página: 2-3

28 Percebem valiosas valor Consciente Recebe (Ferramenta de busca) Ações e Decisões prejudicadas Associações Deficientes Avaliações Preconceitu osas Estereótipos e PrejulgamentosEstereótipos e Prejulgamentos Experiências anteriores e expectativas Atitudes, Hábitos e Crenças não Corroboradas fundamentadas Ineficiente Subconsciente (Disco rígido) Subconsciente Criativo (Anti-virus SW) Resolve conflitos Racionaliza nossos preconceitos e estereótipos Justifica nossos preconceitos e comportamentos desrespeitosos

29 Como funciona– Um olhar sobre Estereótipos e Prejulgamentos Os dados são percebidos. –Aquela pessoa foi simplesmente grosseira comigo! Os dados são associados e avaliados. –Todas as vezes que eu vejo aquela pessoa ela é grosseira. –A última vez que eu vi alguém igual, a pessoa foi grosseira. –Pensando nisso me lembrei que_______ me falou sobre estas pessoas. Todas elas devem ser grosseiras!" Uma decisão é tomada com base na minha avaliação. –Ela foi grosseira comigo porque ela é _______! Página: 2-3

30 O Desafio dos Dados Imagine que seu conflito seja uma oportunidade de aprendizado disfarçada Procure e considere outros pontos de vista Dê às pessoas o benefício da dúvida. Analise a fonte de suas informações. Questione suas suposições Procure pontos de conexão. Página: 2-3

31 Diário do Aprendizado Página: LJ1

32 Unidade III Atitude: A Chave para Locais de Trabalho Onde Existe Respeito

33 Atividade de Aquecimento Qualidades das Pessoas que você Respeita Página: 3-1

34 Aptidõ es Habilidades Conhecimento Atitudes Hábitos Demonstrando Respeito Exige as Atitudes Corretas para Apoiar Nossas Aptidões Habilidades e Base de Conhecimento Página: 3-1

35

36 O que é atitude? Um hábito de pensamento que controla suas reações Sua reação ou decisão padrão Existe uma ATITUDE certa? Minhas atitudes podem ser mudadas? Página: 3-2

37 O Poder das PALAVRAS! Página: 3-3

38 As atitudes são formadas tridimensionalmente. PALAVRAS (Evocam) IMAGENS (Que trazem) EMOÇÕES (Sentimentos)

39 Neuroplasticidade Auto-direcionada O cérebro muda em função de onde um indivíduo foca sua atenção. Cada vez que eu desabafo, eu crio e conecto novas células cerebrais para este fim, e com o tempo eu vou ficando bom nisso. Mas você pode focar sua atenção em comportamentos positivos e fazer crescer estas conexões também. Os gânglios basais podem estar conectados para ter um comportamento positivo ou tóxico. Cabe a cada indivíduo decidir qual vai prevalecer. Ellen Weber, Ph.D. Diretora, MITA International Brain Based Center

40 Formação e manutenção de atitude Página: 3-3 Normalmente eu sou um excelente ouvinte! Orgulhoso Conectado Respeitoso PALAVRAS EMOÇÕES IMAGENS

41 Palavras em ação Cite exemplos de como você pode usar palavras para promover respeito. Cite exemplos de como as palavras podem diminuir o respeito. Página: 3-3 Página: 3-4

42 Diário do Aprendizado Página: LJ1

43 Respeito: Auto Estima Unidade IV Respeito: Auto Estima Autoestima

44 A auto-estima autoestima é… O grau de quanto você se gosta e se respeita e se sente confiante para lidar consigo mesmo, com os outros e com os desafios da vida É quão entusiasta, amável e apreciativo você se sente em relação a si mesmo. Página: 4-1

45 Perceber Recebimento Consciente (Juiz) Ações e Decisões Associar Avaliar Subconsciente Criativo (Controlador) Apresenta Verdade e Realidade Sem preconceito, Sem julgamento Armazena suas Atitudes, Hábitos, Habilidades, Conhecimento e Crenças Resolve conflitos Assegura que você " Aja como você mesmo" Mantém sua Realidade Atual Eficácia Subconsciente (Robot)

46 Como uma auto-estima autoestima saudável nos ajuda no trabalho? Como a baixa auto-estima autoestima pejudica nossos esforços no trabalho? Auto-estima Autoestima em ação Página: 4-2

47 Suportes saudáveis de auto-estima autoestima … Maior responsabilidade pessoal pelos resultados Relacionamentos mais saudáveis Maior receptividade a novas idéias ideias e abordagens Maior empatia com os outros Nível mais elevado de conforto com pessoas de origens diferentes Página: 4-2

48 A baixa auto estima autoestima prejudica relacionamentos e a produtividade Página: 4-2

49 A baixa auto-estima autoestima muitas vezes conduz a: Mente fechada Retenção de Atenção Elogio Informações Entrada em limites territoriais Ataques a outros em nível inconsciente Maior tendência a racionalizar Página: 4-2

50 Avaliação da Auto-Estima Autoestima Página: 4-3

51 Pontuação da Avaliação de Auto- Estima Autoestima Se sua pontuação for de 2 ou 3 em qualquer das afirmações de número ímpar, circule o número da afirmação (1,3,5,7,…) Se sua pontuação for de0 ou 1em qualquer das afirmações de número par, circule o número da afirmação(2,4,6,8, …) Some o número das afirmações assinaladas Quanto maior a soma das afirmações assinaladas, mais você estará alinhado com os padrões de alta auto-estima autoestima. Página: 4-3

52 Sete Passos para Elevar a Auto- Estima Autoestima 1.Reconheça que você é valioso e que tem aptidões únicas exatamente como você é 2.Afaste a crença de que você está competindo com outros. 3.Reconheça que o valor próprio é inato. Seu valor não é determinado por suas ações e decisões 4.Aceite 100% de responsabilidade por suas ações e decisões. Página: 4-5

53 Sete Passos para Elevar a Auto-Estima Autoestima (continuação) 5.Reconheça que os erros são degraus para a realização. 6.Reconheça que a vida é uma jornada a ser empreendida um dia por vez. 7.Reconheça que o elogio traz resultadosmesmo quando as coisas não estejam indo bem. Página: 4-5

54 O que eu posso começar a fazer? O que devo parar de fazer? O que eu devo continuar fazendo ou o que devo fazer mais? Meu Plano de Auto-estima Autoestima Página: 4-6

55 1. Tratar todos os colaboradores como pessoas que têm mérito, valiosas e únicas …exatamente como são. 2. Desafiar seus colegas e colaboradores a serem os melhores individualmente. 3. Comunicar que auto-estima autoestima é inata; não é algo determinado por ações e decisões individuais 4. Fazer com que sejam 100% responsáveis por suas escolhas e decisões. 5. Tratar os erros de aprendizados aprendizagem como degraus para realização. 6. Reconhecer que a vida é uma jornada a ser empreendida um dia por vez. 7. Reconhecer que o elogio traz resultadosepecialmente quando as coisas não estejam indo bem. Sete Passos para Elevar a Auto-Estima Autoestima Saudável Auto-estima do Grupo Página: 4-7

56 Diário do Aprendizado Página: LJ1

57 Unidade VI Implementação: O Caminho a Seguir

58 Página: 5-1 Emoções Processo de pensamento AtitudesAuto EstimaComprometimento Respeito:

59 As pessoas apoiam aquilo que elas ajudaram a criar. – Edge Learning Institute Desenvolvendo um Código de Cooperação Página 5-2

60 Desenvolvendo um Código de Cooperação 1.Pequenos grupos 2.Discussão de idéias ideias 3.Ações comportamentais específicas 4.Concorde em fazer 5.Concorde em NÃO fazer 6.Combine resultados 7.Procure o consenso Página 5-2

61 EXEMPLO DE CÓDIGO DE COOPERAÇÃO Falamos franca, sinceramente e com gentileza aos nossos colegas Falamos franca, sinceramente e com gentileza aos nossos colegas Usamos aptidões ativas de ouvinte e não interrompemos uns aos outros Usamos aptidões ativas de ouvinte e não interrompemos uns aos outros Somos abertos, transparentes e inclusivos em nossas comunicações uns com os outros Somos abertos, transparentes e inclusivos em nossas comunicações uns com os outros Nós compartilhamos nosso conhecimento, nossas opiniões e nossas perspectivas com outros Nós compartilhamos nosso conhecimento, nossas opiniões e nossas perspectivas com outros Encontramos razões pequenas e grandes para cumprimentar e elogiar uns aos outros Encontramos razões pequenas e grandes para cumprimentar e elogiar uns aos outros Damos uns aos outros o benefício da dúvida e não tiramos conclusões prematuras Damos uns aos outros o benefício da dúvida e não tiramos conclusões prematuras Recebemos uns aos outros fazendo contato visual e de forma calorosa Recebemos uns aos outros fazendo contato visual e de forma calorosa Estendemos uns aos outros as cortesias de praxe (Por favor, Obrigado, etc.) Estendemos uns aos outros as cortesias de praxe (Por favor, Obrigado, etc.) Tratamos uns aos outros como iguais indepentemente de cargos ou condição Tratamos uns aos outros como iguais indepentemente de cargos ou condição Somos capazes de rir de nós mesmos e trazemos humor para o local de trabalho Somos capazes de rir de nós mesmos e trazemos humor para o local de trabalho Damos feedback honesto e construtivo Damos feedback honesto e construtivo Não incentivamos conversas negativas que desmotivam outros Não incentivamos conversas negativas que desmotivam outros

62 Diário do Aprendizado Página: LJ1

63 Todas as mudanças significativas e duradouras, começam de dentro para fora. - Bob Moawad Fundador do Edge Learning Institute A jornada começa hoje Página: 5-5

64 Relatório (Debriefing): 1.Quais as coisas mais importantes que você vai levar do curso hoje? 2.Diga uma coisa que você fará para ajudar a DuPont a demonstrar seu RESPEITO PELAS PESSOAS? Página: LJ

65 Obrigado!


Carregar ppt "RESPEITO: RESPEITO: A FONTE DE NOSSA FORÇA ® Facilitadores: Nome, Sobrenome Data: Local: Um Currículo Padrão do Legacy Business Cultures."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google