A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Impulso renovador da Catequese e de toda a Igreja.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Impulso renovador da Catequese e de toda a Igreja."— Transcrição da apresentação:

1 1 Impulso renovador da Catequese e de toda a Igreja

2 2 CNBB - Pastoral dos Sacramentos da Iniciação Cristã: Set – nº 2a CNBB - Pastoral da Eucaristia: Dez – nº 2 Pe. Lima, sdb 2009 A CNBB E A INICIAÇÃO CRISTÃ Desde

3 3 A preocupação de hoje: os processos de iniciação. faz parte de um processo maiora Iniciação à Vida Cristã. A catequese, como preparação a esses Sacramentos, faz parte de um processo maior: a Iniciação à Vida Cristã.

4 4 Iniciação à Vida Cristã O tema Iniciação à Vida Cristã é desdobramento de (2005) Diretório Nacional de Catequese (2005) (2007) Aparecida (2007) (2005) Brasil na Missão Continental... e outros (2005)

5 Há insuficiência do modelo atual de transmissão da fé. Iniciação Cristã pobre e fragmentada (DAp 287) Diz Aparecida:

6 6 Temos uma multidão de iniciados ontologicamente na fé, mas não existencialmente!.

7 7 Aparecida convida a: abandonar as ultrapassadas estruturas que já não favoreçam a transmissão da fé; buscar uma conversão pastoral e renovação missionária... (no.375)

8 8 MUDANÇA DE ÉPOCA QUESTIONA-SE TODO O PROCESSO DE TRANSMISSÃO E EDUCAÇÃO DA FÉ Necessidade do retorno ao Catecumenato e à dimensão catecumenal da catequese

9 9 Aparecida, 294, Aparecida, 294, faz clara distinção entre: INICIAÇÃO CRISTÃ (como catequese básica) e CATEQUESE PERMANENTE (formação continuada)

10 10 renovação Assumir a Iniciação à Vida Cristã exige não somente uma renovação da catequese, reestruturação paróquia mas, também, uma reestruturação de toda a vida pastoral da paróquia.

11 11 iniciação cristã em todo o Continente catequese básica Propomos que o processo catequético de formação adotado pela Igreja para a iniciação cristã seja assumido em todo o Continente como a maneira ordinária e indispensável de introdução na vida cristã e como a catequese básica e fundamental. Depois, virá a catequese permanente que continua o processo de amadurecimento da fé …. (DAp 294)

12 12 Processo é muito mais exigente e comprometedor Processo de iniciação à vida cristã: é muito mais exigente e comprometedor do que a tradicionalpreparação para os sacramentos

13 13 Catecumenato O Ritual de Iniciação Cristã de Adultos Catecumenato (O Ritual de Iniciação Cristã de Adultos - RICA) adultos não batizados * não é só para adultos não batizados, batizados, * mas também para batizados, não plenamente iniciados aprofundar não plenamente iniciados ou que querem aprofundar a própria iniciação.

14 14 Não só renovar algumas metodologias, novos subsídios e melhorar a formação de catequistas... alterar a própria estrutura novo paradigma Trata-se de alterar a própria estrutura da tradicional preparação para os sacramentos e propor um novo paradigma evangelizador - catequético.

15 15 A CNBB baseia-se noinsistente pedido Aparecida A CNBB baseia-se no insistente pedido de Aparecida: Impõe-se atarefa irrenunciávelde oferecer uma modalidade [operativa!] iniciação cristãque além de marcar o quedê também elementos para o quem comoondese realizaImpõe-se a tarefa irrenunciável de oferecer uma modalidade [operativa!] de iniciação cristã, que além de marcar o que, dê também elementos para o quem, o como e o onde se realiza. (nº 287).

16 16 assumiremos o desafiode uma nova evangelização Dessa forma, assumiremos o desafio de uma nova evangelização, à qual temos sido reiteradamente convocados (nº 287). 4 elementos por quê? para quem? A esses 4 elementos (o quê, quem, como e onde) acrescentou-se: por quê? e para quem?

17 17 Escolhido como tema prioritário, a CNBB, solicitou ao GRECAT preparar o texto Terceira Semana Brasileira de Catequese (Itaici, de 6 a 11/10/2009), Trabalhado pela Assembléia, o texto foi aprovado e publicado em outubro de Era para ser estudado na Terceira Semana Brasileira de Catequese (Itaici, de 6 a 11/10/2009), mas o livro não chegou em tempo. Fica como tarefa para todos, pois é agora texto de referência para a renovação da Catequese.

18 18 como? - III – Iniciação à vida cristã: como? - Metodologia para quem? – IV – Iniciação à vida cristã: para quem? – Destinatários - Interlocutores com quem?onde? – V – Iniciação à vida cristã: com quem? onde? – Agentes e Lugares. O texto da CNBB ficou estruturado cinco capítulos em cinco capítulos por quê? - I – Iniciação à vida cristã: por quê? - Motivações o que é? – II – Iniciação à vida cristã: o que é? – Natureza

19 19 cinco categorias São cinco categorias distintas, mas que se completam. Escrito originalmente por cinco pessoas, foi depois unificado, mas ainda apresenta : Lacunas Repetições Repetições Imperfeições conceituais Imperfeições conceituais Falhas redacionais.... Falhas redacionais.... Espera-se que um dia volte à Assembleia da CNBB para se transformar em Documento Oficial.

20 20 Cap. I – MOTIVAÇÕES E RAZÕES: POR QUÊ A INICIAÇÃO CRISTÃ? Parte da indagação sobre Deus. A resposta da fé. Insuficiência de respostas apenas doutrinais. Adesão vital a Jesus Cristo.


Carregar ppt "1 Impulso renovador da Catequese e de toda a Igreja."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google