A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO II. Definição O DESENVOLVIMENTO HUMANO Refere-se ao desenvolvimento MENTAL e ao crescimento ORGÂNICO. Algumas estruturas mentais.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO II. Definição O DESENVOLVIMENTO HUMANO Refere-se ao desenvolvimento MENTAL e ao crescimento ORGÂNICO. Algumas estruturas mentais."— Transcrição da apresentação:

1 PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO II

2 Definição

3 O DESENVOLVIMENTO HUMANO Refere-se ao desenvolvimento MENTAL e ao crescimento ORGÂNICO. Algumas estruturas mentais permanecem ao longo de toda vida Outras são substituídas a cada nova fase da vida do indivíduo Garantem a continuidade do desenvolvimento. Ex. Motivação Ex. A moral da obediência da criança é substituída pela autonomia moral do adolescente.

4 PSICANÁLISE

5 Existem formas de perceber, compreender e Se comportar diante do mundo, próprias de Cada faixa etária.

6 Estudar o desenvolvimento humano significa conhecer as características comuns da cada faixa etária, permitindo-nos reconhecer as individualidades, o que nos torna mais aptos para a observação e interpretação dos comportamentos. IMPORTANTE PARA A EDUCAÇÃO!!!

7 Fatores que Influenciam o Desenvolvimento Humano HEREDITARIEDADE Carga genética, estabelece o potencial do indivíduo que pode ou não se desenvolver.

8 CRESCIMENTO ORGÂNICO Aspecto Físico

9 MATURAÇÃO NEUROFISIOLÓGICA É o que torna possível determinado padrão de comportamento

10 MEIO O conjunto de influências e estimulações ambientais altera Os padrões de comportamento do indivíduo.

11 Aspectos do Desenvolvimento Humano 1º Aspecto Físico-Motor 2º Aspecto Intelectual 3º Aspecto Afetivo Emocional 4º Aspecto social Todos esses aspectos relacionam-se permanentemente. Mas, pode-se estudar o desenvolvimento a partir da ênfase em um dos aspectos. PIAGET – Aspecto Intelectual VIGOTSKI – Aspecto Social

12 JEAN PIAGET Sir Jean William Fritz Piaget (9 de agosto de 1896 – Genebra / 16 de setembro de 1980) Psicólogo, Suíço, considerado o maior expoente do estudo do comportamento infantil. Estudou inicialmente biologia Foi professor de psicologia na Universidade de Genebra (1929 a 1954) e ficou conhecido principalmente por organizar o desenvolvimento cognitivo em uma série de estágios.

13 JEAN PIAGET Divide o desenvolvimento humano em períodos: 1º Período Sensório-Motor (0 a 02 anos) 2º Período Pré-opratório (02 a 07 anos) 3º Período Operações Concretas (07 a 11 anos) 4º Períodos Operações Formais (11 ou 12 anos em diante) l

14 Cada período é caracterizado por aquilo que de melhor o indivíduo consegue fazer nessas faixas etárias. Todos os indivíduos passam por todos os períodos, na mesma sequência. Início e término dependem das características biológicas, fatores Educacionais e sociais.

15 Período Sensório – Motor (o recém-nascido e o lactante – 0 a 2 anos) Características do Período: - A criança conquista através da percepção e dos movimentos todo o universo que a cerca; - No final do período é capaz de usar um instrumento como meio para atingir um objeto. Usa a inteligência prática ou sensório-motora (envolve percepções e movimentos)

16 - O desenvolvimento físico acelerado é o suporte para o desenvolvimento de novas habilidades. (ex. Sentar, andar) - Diferenciação progressiva entre o seu eu e o mundo exterior. - Por volta de 01 ano percebe que mesmo sem estar no seu campo visual, o objeto continua existindo. - No final do período – escolha afetiva dos objetos, manifesta preferência. - Aos 02 anos apresenta-se com uma atitude ativa e participativa em relação ao ambiente e pessoas. - Compreende algumas palavras. Fala ainda é imitativa.

17 Período Pré – Operatório (a 1ª infância- 02 a 07 anos) Características do Período: - Surgimento da linguagem acarretará modificação no aspecto intelectual, afetivo e social da criança. Exteriorização da vida interior A criança antecipa o que vai fazer

18 - Desenvolvimento do pensamento acelera Início: transforma o real em função de seus desejos e fantasias Final: Busca razão causal e finalista de tudo. Fase dos por quês - Impossível o trabalho em grupo A criança não consegue colocar-se no lugar do outro. - Sentimentos Interindividuais Respeito pelas pessoas que julga superiores. - Maturação neurofisiológica completa-se.

19 Período das Operações Concretas (Infância propriamente dita – 07 a 11 ou 12 anos) Características do Período: - Superação do egocentrismo Início da construção lógica Capacidade da criança estabelecer relações que permitam a coordenação de pontos de vistas diferentes.

20 - Plano Afetivo Capaz de cooperar com os outros, trabalhar em grupo e ter autonomia pessoal. - Plano Intelectual Surgimento da capacidade mental das operações Consegue realizar uma ação física ou mental dirigida para um fim (objetivo) e revertê-la para seu início.

21 Em nível de pensamento, a criança consegue: - Estabelecer relações de causa e efeito e de meio e fim; - Sequenciar idéias e eventos; - Trabalhar com idéias sob dois pontos de vista, simultaneamente. - Adquire (no início do período) a noção de conservação da substância (comprimento e quantidade); - Aos 09 anos noção de conservação de peso e, ao final do período noção de conservação de volume.

22 - Aspecto Afetivo Aparecimento da vontade; - Organiza seus próprios valores morais; - Formação de grupos A criança deixa de considerar as opiniões e idéias doa adultos, passa a enfrentá-los; - Desenvolve capacidade de cooperação Facilitador do trabalho de grupos.

23 Período das Operações Formais (a adolescência – 11 ou 12 anos em diante) Características do Período: - Passagem do pensamento concreto para o pensamento formal, abstrato; - Domina, progressivamente, a capaciddae de abstrair e generalizar; - Capacidade de reflexão espontânea; - Aparentemente anti-social; - Vive em conflito; e, - Interesses diversos e mutáveis.

24 Observações 1ª. De acordo com Piaget, a personalidade começa a se formar no final da infância (08 a 12 anos) com a organização autônoma das regras, dos valores, a afirmação da vontade. 2ª. Idade adulta – não surge nenhuma nova estrutura mental.

25 IMPORTANTE!!!

26 Enfoque Interacionista do Desenvolvimento Humano V - Levi Semenovich Vigotski Nasceu em 1896 em Bielo-Rus Soviética. Morreu aos 37 anos. Pressuposto básico de sua obra: As origens das formas superiores de comportamento devem ser achadas nas relações sociais que o homem mantém

27 VYGOTSKY Visão de Homem Ser ativo, que age sobre o mundo, sempre em relações sociais e, transforma essas ações para que constituam o funcionamento de um plano interno.

28 Desenvolvimento Infantil Visto a partir de três aspectos: 1º. Aspecto Instrumental 2º. Aspecto Cultural 3º. Aspecto Histórico

29 Perspectiva do estudo do Desenvolvimento Infantil VYGOTSKY A história da sociedade e o desenvolvimento do homem caminham juntos. As crianças, desde o nascimento estão em constante interação com os adultos. O desenvolvimento está alicerçado sobre o plano das interações.

30 Piaget e Vygotsky (Semelhança e diferença). 1. Piaget e Vygotsky: consideram a criança com um ser ativo, atento, que constantemente cria hipótese sobre o seu ambiente. 2.Quanto ao papel ao papel de fatores internos e externos no desenvolvimento: Piaget privilegia a maturação biológica. Já Vygotsky privilegia o ambiente social que a criança nasceu, reconhece que se variando o ambiente,desenvolvimento da criança também vai variar. 3. Quanto a construção do Real: Piaget acredita que os conhecimentos são elaborados espontaneamente pela a criança. Vygotsky ele discorda ele diz que a criança nasce no mundo social e desde seu nascimento, vai formando uma visão deste mundo através da interação com os adultos ou com as outras crianças mais experientes. 4. Quanto ao papel da aprendizagem: Piaget acredita que a aprendizagem subordina-se a desenvolvimento e tem pouco impacto sobre ele. Vygotsky,ao contrário, postula que o desenvolvimento e aprendizagem são processos que se influenciam reciprocamente,de modo que, quanto mais aprendizagem mais desenvolvimento. 5. Quanto ao papel da linguagem no desenvolvimento e a relação entre linguagem e pensamento: Piaget, o pensamento aparece antes da linguagem, que a mesma e apenas forma de expressão. Vygotsky para ele linguagem é fundamental para o aprendizado e crescimento da criança. É a partir da linguagem que a criança mais se desenvolve. É um marco que indica funções mentais, logo a criança passa a ter pensamento criativo.

31 APRENDIZAGEM -Denomina-se aprendizagem ao processo de aquisição de conhecimentos, habilidades, valores e atitudes, possibilitado através do estudo, do ensino ou da experiência. Este processo pode ser analisado sob diversas perspectivas, pelo que existem diferentes teorias da aprendizagem. A psicologia, por exemplo, descreve a aprendizagem de acordo com as alterações comportamentais. -Desejo -Saber -Conhecimento -Aprendizagem

32 Muitas pessoas ainda entendem que essa relação de forma estática.Isto é, de um lado existe um professor que ensina, transmite informações;de outro lado existe o aluno, que deve escutar,esforçar-se para aprender e, na medida do possível, permanecer obediente e passivo. Relação Dinâmica. Interação Social. Relação Professor – aluno.

33 Educação democrática, que acredita que os alunos: 1.Possam agir por iniciativa própria e serem responsáveis por suas ações; 2.Sejam capazes de opções e de autogoverno; 3.Aprendam criticamente; 4.Adquiram conhecimentos importantes para a solução de problemas

34 5. Sejam capazes de se adaptar com flexibilidade e inteligência a novas situações; 6. Cooperar eficazmente com os outros; 7. Trabalhem não para que os outros lhe aprovem, mas na linha de seus próprios objetivos.


Carregar ppt "PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO II. Definição O DESENVOLVIMENTO HUMANO Refere-se ao desenvolvimento MENTAL e ao crescimento ORGÂNICO. Algumas estruturas mentais."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google