A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Standards Certification Education & Training Publishing Conferences & Exhibits AS TENDÊNCIAS DA AUTOMAÇÃO COM A CERTIFICAÇÃO DE PROFISSIONAIS Claudio Makarovsky.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Standards Certification Education & Training Publishing Conferences & Exhibits AS TENDÊNCIAS DA AUTOMAÇÃO COM A CERTIFICAÇÃO DE PROFISSIONAIS Claudio Makarovsky."— Transcrição da apresentação:

1 Standards Certification Education & Training Publishing Conferences & Exhibits AS TENDÊNCIAS DA AUTOMAÇÃO COM A CERTIFICAÇÃO DE PROFISSIONAIS Claudio Makarovsky ISA D4- Treinamento e Desenvolvimento Profissional

2 SOMOS SEMPRE COMPARADOS(AVALIADOS)..... Só se controla o que se mede e só se mede o que é importante...ou seja...

3 3 ESTUDO SOLOMON Disponibilidade Mecânica Percentual EUACanadáAm.LatinaPETROBRAS

4 4 ESTUDO SOLOMON Utilização da Refinaria Percentual EUACanadáAm.LatinaPETROBRAS 1996

5 5 ESTUDO SOLOMON Índice de Manutenção - 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 40,0 45,0 50,0 US$/EDC EUACanadáAm.LatinaPETROBRAS

6 Dados e Fatos (Manutenção) (figurativo) Custos da manutenção (% do faturamento bruto): –4,5% (2011) 3,6% (1999), 4,4% (1997); Gastos com pessoal próprio (% do custo de manutenção): –34,4% (2011) 36,1% (1999), 38,2% (1997); Empregados próprios na manutenção: –20,7% (2011) 19,6% (1999), 19,9% (1997); Empresas que identificam carências na formação de pessoal: –83,9% (2011) 73,1% (1999), 81,5% (1997); Homem/hora investido em treinamento –3,30% (2011) 2,94% (1999), 3,50% (1997); Para 65% dos profissionais a maior vantagem da certificação é: Valorização e Reconhecimento

7 Por que?? Papel aceita tudo(CV) Sou especialista ou generalista? O Peters principle

8 É fácil ser Instrumentista? Mecânica (explique o funcionamento de um manômetro) Mecânica de precisão (como se usina uma placa de orifício?) Metrologia (como lidar com os erros de medição e desvios) Hidráulica (como medir nível por diferença de pressões) Fenômeno de Transportes/Mecânica dos Fluidos (explique a Venna Contrata) Ciência dos materiais (porque usar aço super duplex?) Processos industriais (contínuo ou por bateladas?) Elétrica (motores e inversores de freqüência) Eletrônica (o famoso 4 a 20mA)

9 Física (efeito Coriollis) Física Nuclear (medir interfaces e nível com radioisótopos) Química (a maioria dos processos industriais) Ótica (grau Brix) Eletromagnetismo (explique o medidor eletromagnético) TI (redes, redes e mais redes). Telecomunicações (RTU´s- Unidades Terminais Remotas) Segurança de áreas (pode explodir?). Aterramento (não só para evitar o choque elétrico) Proteção (do ser humano e dos equipamentos) É fácil ser Instrumentista?

10 Gerenciamento de projetos (saber levar um empreendimento até o final) ESD (parar um processo de forma segura) Normas (também para proteger o profissional)) Finanças (empreendimento deu lucro?). Política e.... Psicologia É fácil ser Instrumentista?

11 ALGUMAS DEFINIÇÕES...

12 © 2003 ANSI Slide 12 Conformity assessment terms as generally used in the U.S. n Certification: approval /recognition of products, individuals n Accreditation : approval/ recognition of organizations, processes n Licensing: non voluntary process often controlled by a government (example: state or national license to work in a specific profession or operate a specific facility (school/hospital) n Registration: self declared compliance to standards, no external validation

13 O que é certificação profissional? A certificação é o processo de aferição de conhecimento e/ou habilidade de pessoas, em determinadas áreas, para atestar a competência para o exercício de cargo ou função

14 Avaliar os conhecimentos e habilidades mínimas necessárias ao profissional, assim como seu potencial para desenvolvimento contínuo na sua função. OBJETIVO BÁSICO

15 O que Representa??? Representa o reconhecimento da habilidade e experiência no uso da tecnologia; garantindo um importante diferencial e agregando credibilidade ao currículo do profissional. Entendida em seu sentido mais amplo é a comprovação formal dos conhecimentos, habilidades, atitudes e competências do trabalhador, requeridos pelo sistema produtivo e definidos em termos de padrões ou normas acordadas previamente.

16 Quem aqui conhece este Procedimento Geral?

17 Exemplos de entidades Qualidade, pela ASQC ( American Society for Quality Control); Gestão de Projetos, pelo PMI (Project Management Institute); Cadeia de Suprimentos, pela APICS, (The Association for Operations Management) Manutenção pela ABRAMAM (Associação Brasileira de Manutenção e Gestão de Ativos), Inspeções pelo SEQUI ( Gerência de Certificação, Qualidade e Inspeção da Engenharia) da Petrobras e agora Automação pela ISA o CAP- Certified Automation Professional.

18 American Society for Quality History U.S. entry to World War II and growth in manufacturing to supply war materials spurred interest in quality control U.S. entry to World War II and growth in manufacturing to supply war materials spurred interest in quality control Following government-sponsored quality courses, local organizations formed to share knowledge Following government-sponsored quality courses, local organizations formed to share knowledge

19 American Society for Quality History ASQ founded in 1946 with merger of 17 regional quality societies ASQ founded in 1946 with merger of 17 regional quality societies Few financial resources in early years but supported by employers of first officers Few financial resources in early years but supported by employers of first officers Consolidated operations in Milwaukee in 1956 Consolidated operations in Milwaukee in 1956

20 Profissionais atendidos Corpos de prova cadastrados Questões no Banco de Dados Exames aplicados Histórico anual do número de exames aplicados Qualificações e Certificações ISA Seção Vale do Paraíba Petrobras Day

21 Histórico dos exames aplicados Por Modalidade Realce onde tem Instrumentação Profissionais atendidos por órgão certificador Qualificações e Certificações ISA Seção Vale do Paraíba Petrobras Day

22 / Rede Nacional de Certificação Profissional e Formação Inicial e Continuada MINISTÉRIO DE EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SANTA CATARINA Rede Nacional de Certificação Profissional e Formação Inicial e Continuada REDE CERTIFIC MARIANGELA DE ARAUJO POVOAS PEREIRA Coordenadora-Geral de Políticas de Desenvolvimento e Inovação-Substituta SETEC /MEC

23 / Rede Nacional de Certificação Profissional e Formação Inicial e Continuada MINISTÉRIO DE EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SANTA CATARINA O que é: A Rede CERTIFIC constitui-se como uma Política Pública de Educação Profissional, Ciêntifica e Tecnológica voltada para o atendimento de trabalhadores, jovens e adultos que buscam o reconhecimento e certificação de saberes adquiridos em processos formais e não formais de ensino-aprendizagem e formação inicial e continuada a ser obtido através de Programas Interinstitucionais de Certificação Profissional e Formação Inicial e Continuada – Programas CERTIFIC.

24 O Processo do CAP Formação e experiência comprovada na área: –Portadores de diplomas em Engenharia, Tecnologia ou outra graduação na área de exatas –cursos com 4 anos de duração mais cinco anos de experiencia. –Diplomas de Técnico –cursos de dois anos de duração mais oito anos de experiencia, sendo dois em cargos de supervisão. –Sem diplomas- com dez anos de experiência com dois anos em cargos de supervisão

25 Base de conhecimento Basic Continuous Control: Instrumentation, analyzers, and control valves; PID control; tuning controllers; control documentation; and DCS systems Discrete and Manufacturing Control: Manufacturing sensors, actuation, discrete, and sequencing control; PLCs and motors and drives; and motion control Advanced Control: Process modeling and simulation, ISA88 batch, advanced process control, environmental monitoring, and building automation

26 Reliability, Safety, and Electrical: Alarm management, safety instrumented systems, electrical installations, and electrical safety Integration and Software: Digital communication concepts, industrial communication protocols, manufacturing execution systems and business integration, security, operator interface, and data management Base de conhecimento

27 Deployment and Maintenance: Operator training, checkout, testing, startup, troubleshooting, and maintenance concepts Work Structure: Project definition and justification, project management, interpersonal relationships, and working with teams Base de conhecimento

28 O processo CAP Ser aprovado no exame –Baseado no Automation Body of Knowledge que também terá sua versão em Português em breve. Tenha realizado pelo menos 45 horas de treinamentos nos último três anos ( média de 15 horas /ano)

29 © 2003 ANSI Slide 29 Objectives of ISO/IEC n Achieve and promote a globally accepted benchmark for organizations managing the certification of persons n Create confidence in certification thru globally accepted processes of assessment, subsequent surveillance and periodic re-assessment n Harmonize a system to develop and maintain certification programs n Establish an environment for mutual recognition and global exchange of personnel

30 © 2003 ANSI Slide 30 Unique Focus of ISO/IEC n Acceptance by the International Certification Community n Reviews Qualifications of Personnel to Perform Certification Functions/Responsibilities n Management System –continuous quality improvement n Surveillance

31 Vale a Pena? Recente pesquisa do IDC (Institute Data Corporation Brasil), confirma que: –as chances do profissional certificado conseguir um emprego aumentam em 53%, em relação a profissionais que não possuem este título. –Os salários são de 10 a 100% superiores à média que o mercado paga a profissionais sem certificação e –Tem sido motivo de linha de corte em contratações ou desqualificações técnicas em licitações.

32


Carregar ppt "Standards Certification Education & Training Publishing Conferences & Exhibits AS TENDÊNCIAS DA AUTOMAÇÃO COM A CERTIFICAÇÃO DE PROFISSIONAIS Claudio Makarovsky."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google