A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Anderson Carlos Davi Matei Leonardo Ponciano Targino Mauricio.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Anderson Carlos Davi Matei Leonardo Ponciano Targino Mauricio."— Transcrição da apresentação:

1 Anderson Carlos Davi Matei Leonardo Ponciano Targino Mauricio

2 Bunge Ltd. – Atuação Global e Balanço Geográfico Bunge Ltd. Nova Iorque - EUA Bunge Global Market Bunge Europe Genebra - Suíça Bunge Argentina Buenos Aires – ARG Bunge Fertilizantes Bunge Brasil São Paulo - BR Bunge Alimentos Gaspar - BR Bunge North America St. Louis – EUA Sede das empresas do grupo Balanço reduz o risco e cria vantagem competitiva.

3 Quem somos Bunge Brasil Definição: Maior empresa de fertilizantes, agronegócio e alimentos do Brasil, que atua de forma integrada do campo até a mesa do consumidor. Caracterização: Maior produtora de fertilizantes da América do Sul Maior empresa de agronegócio do Brasil Líder nacional nos mercados de óleos vegetais, gorduras, margarinas e de farinhas de trigo e pré-misturas para panificação e indústria.

4 Bunge Ltd. – Um Modelo Operacional Único FertilizerAgribusinessFood Products Fertilizantes Originação de Grãos Processamento Produtos alimentícios, serviços & varejo - Por meio da Bunge Fertilizantes e Bunge Alimentos, produz fertilizantes e ingredientes para nutrição animal, processa e comercializa soja e outros grãos, fornece matéria-prima para a indústria de alimentos e food service, além de produzir alimentos para o consumidor final.

5 Quem somos Principais números: Faturamento bruto de R$ 18,2 bilhões em 2006 Lucro líquido de R$ 842 milhões Mais de 300 instalações no país, entre fábricas, portos, centros de distribuição e silos, presente em 16 estados, com mais de 9 mil funcionários. Bunge Brasil

6 Quem somos Fertimport Definição: A Fertimport é uma empresa líder em serviços de apoio ao comércio exterior. Caracterização: Líder nos serviços de logística internacional e portuária. Única com Certificação de Qualidade ISO 9001:2000 para toda a cadeia de serviços logísticos do mercado brasileiro. Mais abrangente suporte a importadores, exportadores, armadores e afretadores.

7 Bunge Brasil Sede Funcionários Instalações Volume Faturamento em 2006 São Paulo – SP milhões de t US$ 2 bilhões Gaspar – SC milhões de t US$ 4 bilhões Principais Marcas

8

9 Quem somos Bunge Fertilizantes Definição: Maior produtora de fertilizantes da América do Sul. Caracterização: Líder sul-americana em fertilizantes Líder nacional em fosfato para nutrição animal Única empresa do setor totalmente integrada, desde a mineração até a produção de fertilizantes e nutrientes Líder de mercado com as marcas IAP, Manah, Ouro Verde e Serrana. 1a. empresa do setor a obter a certificação ISO (Meio Ambiente).

10 Quem somos Bunge Fertilizantes Produtos fabricados: NPK, Super Simples, Fosfato Bicálcico IAP - Fertiap e Superfostato Simples Manah - Fosmag Serrana - Turbo, Classic, Serrana Líquidos e Agricultura de Precisão Ouro Verde - Arad- fosfato natural reativo, linha Ourofós e Concinal Fertilizador

11 Araxá Cajati Rio Grande (2) Uberaba (2) Guará Cubatão (2) Maceió Candeias Luis Eduardo Magalhães Serra Manhuaçu Varginha Congonhal Alfenas Canoas Cambé Ponta Grossa Curitiba Paranaguá Barcarena São Luis Rondonópolis (3) Patos de Minas Limeira Jaú Anápolis Aparecida de Goiânia Bom Jesus Imbituba (2) Cascavel Alto Araguaia Rocha Fosfática (2) Facilidades Operacionais Ácido Fosfórico (1) SSP (5) Ácido Sulfúrico (3) Misturadora NPK(34) Total de unidades: 38 Fosfato Bicálcico (4) Armazém em Ferrovia (1) Catalão Unidades Industriais da Bunge Fertilizantes Área com Potencial de Expansão no Cerrado

12

13 Visão Geral – Informações Consolidadas 50 Sites integrados na WAN 95 Servidores, sendo 12 RISC 6,9 Tera Bytes brutos em Storage (SAN) Estações de trabalho (desktops) 450 Notebooks 50 Handhelds Usuários de sistemas 9 Administradores do ambiente

14 Topologia de Rede

15 Sistemas Aplicativos BPM Hyperion Manutenção Indl. - SIEM Crédito Planejamento 6M / SOP Comercial Ctas Receber Ctas Pagar Suprimentos Adm Materiais Custos Tabelas Corporativas Contábil Fretes SIB Remun. Variável Comissões ERP Fiscal MasterSAF Orçamento Adaytum Ativo Sispro Tesouraria WEB NPK,MP,Fosc CAPEX OPEX RH RM,Nexo,Ronda FAC - DR FAC - MDA FAC - Clientes FAC - ALMX SAFAgendamento FAC - REC FAC – OC/FAT FAC - CPA Módulos BAAN Módulos Satélites Módulos Facilities Pacotes

16 Pesquisa 1 Qual o objetivo com o investimento na TI esperada no seu negócio? Resposta da Bunge: Estratégia de negócio

17 Pesquisa 2 A Á rea de TI trabalha em conjunto com á rea de neg ó cios no desenvolvimento de novos sistemas? Resposta da Bunge: Sim

18 Pesquisa 3 O sistema de TI da empresa é adequada a estrutura e ramo da empresa? Resposta da Bunge: É adequado

19 Pesquisa 4 Quanto a empresa investe em TI com rela ç ão a seu faturamento? Resposta da Bunge: Pouco valor (1%)

20 Pesquisa 5 Qual importância de T.I. na empresa? Resposta da Bunge: Alta

21 Pesquisa 6 A utiliza ç ão destes sistemas/ferramentas est á alinhada com o planejamento estrat é gico da empresa? Resposta da Bunge: Sim

22 Pesquisa 7 O que poderia ser melhorado em termos de TI para gerar uma vantagem competitiva para o neg ó cio da empresa ? Resposta da Bunge: Implementar ferramentas para captura de valor da cadeia de suprimentos e logística da empresa

23 Pesquisa 8 Qual o n í vel de integra ç ão entre a TI e a estrat é gia da empresa? Resposta da Bunge: Alto

24 Pesquisa 9 Qual a visão de neg ó cio, que os analistas de T.I. devem buscar para melhorar o entendimento das necessidades do grupo? Resposta da Bunge: Um profundo conhecimento nas iniciativas de foco no cliente para otimizar ou suportar os pacotes de valores

25 Pesquisa 10 Existe um bom meio de comunica ç ão entre a TI e os demais departamentos a fim de assegurar que todos estejam caminhando juntos com o mesmo objetivo: alavancar o neg ó cio? Resposta da Bunge: Sim

26 1

27 Objetivo - Avançar mais um estágio na estratégia de T.I., adquirindo serviços e recursos operacionais técnicos de empresas especializadas, mantendo internamente apenas os serviços de TI que retenham a inteligência e agregam valor e/ou competitividade ao negócio da Bunge Fertilizantes.

28 A solução IBM compreende o outsourcing das três grandes áreas que compõem o Depto. de TI da BUNGE: Infra-Estrutura, Sistemas e Suporte. A abordagem adotada para elaboração da solução, as premissas técnicas e o direcionamento estratégico têm por objetivo maior proporcionar uma redução dos atuais custos e em segundo plano criar padronizações e melhoria contínua na gestão de TI.

29 Equipe Bunge COORD. LOGÍSTICA ARQUITETOS SECRETARIA VPA Direção TI (4) Departamentos de Sistemas e Infra (11) COORD. PROJETOS

30 Executivo de Projeto IBM Ger. Infra-Estrutura e Sup. ao Usuário Executivo de Delivery Ger. Sistemas 5 Analistas de Ocorrências 1 Coordenador Atend. Ocorrências 5 Analistas de Suporte HD2 1 Coordenador Atend. Negócio 8 Analistas de Negócio Suporte ao Usuário Capacity & Performanc e Command Center Discipl inas SMC Suporte a HW / SW Controle e Produção Modelo de Relacionamento IBM

31 Change Management Problem Management Recover Management Performance Management Capacity Management Process Management Configuration Management SLA Management Quality Management Security Management Service Management Control (SMC) Monitoramento Estações de Trabalho (Serviço de Campo e Micro Informática) Infra-estrutura Servidores, Storage, Manutenção* SuporteOperação Redes WAN e LAN Data Center ERP BAAN DBA Capacidade e Perfomance Sistemas Operacionais Produção Backup Aplicações Desenvolvimento Suporte e Manutenção Aplicações (ERP, Legados, outras) Help Desk IBM - Modelo completo de gerência Visão Geral - Solução de Strategic Outsourcing

32 Evolução do Modelo de TI Virtualiza Consolida PadronizaSimplifica Centralização do Ambiente TI Outsourcing Infra (P) Outsourcing Sistemas (P) Outsourcing Impressão Rede Única BFE e BAL IT Outsourcing BTO 2003/ /

33 Análise Financeira * Valores Anuais Médios

34 Benefícios Transformação de TI para atendimento dinâmico dos negócios Flexibilidade no aumento e redução do escopo de serviços. Rapidez na implementação de novas necessidades. Utilização do modelo de crescimento horizontal na plataforma para a demanda do ERP Bunge Fertilizantes obterá serviços de classe mundial que poderão ser disponibilizados para todas as empresas do grupo Bunge. Disponibilização de diversos skills de nível internacional bem como recursos tecnológicos de última geração.

35 Análise da visão da área de TI sobre a área de negócios A área de negócio tem dificuldade em definir os requisitos para desenvolvimento e implantação de sistemas aplicativos e ferramentas para automação de processos de negócio. Não tem visão clara das responsabilidades sobre a propriedade das informações e sobre a operação dos processos automatizados achando ser todos da responsabilidade de TI. A área de TI tem dificuldade em estabelecer níveis de serviço (custo x benefício) adequados devido a falta de entendimento das áreas de negócio sobre o que realmente é importante para a integração das áreas da empresa como um todo. Entrega de produtos diferente do solicitado.

36 Análise da visão da área de negócios sobre a área de TI Demora na entrega das soluções prometidas, Dificuldade de falar na linguagem do negócio, Dificuldade de entendimento das necessidades, Ainda existem silos técnicos sem a visão adequada dos negócios da empresa.

37 Conclusão A área de TI dedicava muito tempo à atividades inerentes ao negócio da empresa como suporte e assistência aos sistemas e redes. Com o outsourcing dessas atividades, ela pretende cada vez mais contribuir com a estratégia de negócio da empresa, visto que terá maior foco na realização dessa atividade.

38 OBRIGADO PELA ATENÇÃO!


Carregar ppt "Anderson Carlos Davi Matei Leonardo Ponciano Targino Mauricio."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google