A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A atuação do CPqD no desenvolvimento das Redes Inteligentes no Brasil FIEMG 29/07/2011.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A atuação do CPqD no desenvolvimento das Redes Inteligentes no Brasil FIEMG 29/07/2011."— Transcrição da apresentação:

1 A atuação do CPqD no desenvolvimento das Redes Inteligentes no Brasil FIEMG 29/07/2011

2 Uma organização focada na inovação com base em Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) Aumento da competitividade e inclusão digital do País Contribuindo para O CPqD

3 Benefícios para a sociedade brasileira Capital intelectual Empregos Poder de negociação Inclusão digital Riqueza

4 Nossa equipe Pós-Graduados 445 Graduados 564 Nível médio 234 Total 1.243

5 Foco nas necessidades do cliente Telecom Elétrico Financeiro Corporativo Administração pública Mercados Ação comercial

6 Estratégia para o Setor Elétrico Competência em Telecomunicações Competência em Telecom e TI (P&D) Soluções de Software P R O D U T O S & S E R V I Ç O S SMARTGRID 2014

7 Principais Clientes – Setor elétrico

8 Temas Estruturantes – Foco CPqD BANDA LARGA CIDADES DIGITAIS e-gov e inclusão digital SMART GRID BANCO DO FUTURO CUSTOMER CENTRIC

9 Smart Grid Visão Tecnológica

10 Smart Grid: Visão Tecnológica IP Redes de Comunicação Redes de Sensores Sistemas Multi-agentes Automação da Redes de Distribuição e Transmissão Plataformas de Interação com o Consumidor Centros de Controle Avançados Medidores Eletrônico PARTICIPAÇÃO DO CONSUMIDOR EFICIÊNCIA E SEGURANÇA OPERACIONAL QUALIDADE DE SERVIÇO OTIMIZAÇÃO DE ATIVOS

11 Smart Grid Visão Estendida

12 Smart Grid: Um novo Paradigma Evolução Reativa Risco do Suprimento Cultura da Expansão Cultura da Eficiência Eficiências Evolução Planejada

13 Smart Grid – Visão Estendida Dimensões Energia Inteligente Geração Inteligente Rede Inteligente Uso Inteligente P&D, Testes Piloto, Interoperabilidade, Padronização, Industrialização, Transferência de Tecnologia Mercadológica TICs, Eletrônica de Potência, Energias Renováveis Tecnológica Políticas Públicas, Regulação, Modelos de Negócio, Grandes Programas (Projetos), Pessoas Sócio Econômica

14 Requisitos Locais Dimensões do Smart Grid Visão Estendida Mercadológica Tecnológica

15 Smart Grid: compreensão dos requisitos locais - Brasil A Busca da Eficiência Sistêmica: Geração, Transporte, Distribuição, Comercialização e Uso Dimensões Não Tecnológicas e Tecnológicas Políticas públicas Regulação Tarifas Contexto sócio econômico Participação do Consumidor Novos serviços Padronização, homologação, interoperabilidade Competitividade TRANSFORMANDO a energia inteligente EM REALIDADE

16 Desafios da evolução tecnológica: Uso intensivo da nova Tecnologia requer: Testes em Laboratório Execução de provas de conceito Testes em Campo Projetos Piloto Sistêmicos Necessário amplo conjunto de testes para: Consolidar tecnologias e aplicações Avaliar adesão e satisfação do consumidor Mensurar performance e geração de valor X custos Avaliar convivência com legados Mitigar riscos de implantação TRANSFORMANDO a energia inteligente EM REALIDADE

17 Smart Grid: compreensão dos requisitos específicos de cada concessionária Objetivos prioritários de negócio Oportunidades de melhoria na performance operacional Características da rede elétrica Características de Mercado Infraestrutura de Telecomunicações Sistemas Operacionais Desafio: Obtenção do Maior Valor X Investimento mais Adequado TRANSFORMANDO a energia inteligente EM REALIDADE

18 Redução de Perdas Redução Custos Operacionais Otimização de Ativos Qualidade do Serviço TRANSFORMANDO a energia inteligente EM REALIDADE Smart Grid: compreensão dos requisitos específicos de cada concessionária

19 Otimização de Ativos Analisadores de estado ativos Load Shedding (regulação) Load Shifting Manutenção baseada em condições de uso Soluções avançadas de previsão de carga... TRANSFORMANDO a energia inteligente EM REALIDADE Alta densidade de carga Rápido crescimento de mercado Variabilidade da demanda Dificuldade de expansão Ativos envelhecidos Smart Grid: compreensão dos requisitos específicos de cada concessionária

20 Redução Custos Operacionais Localização de faltas Isolamento de trechos Auto reconfiguração Compensação de perdas técnicas Despacho inteligente de equipes... TRANSFORMANDO a energia inteligente EM REALIDADE Grandes áreas de concessão Mercado disperso Alimentadores radiais muito longos Áreas de difícil acesso Smart Grid: compreensão dos requisitos específicos de cada concessionária

21 Redução de Perdas Medição eletrônica e blindagem de rede AMI MDM BI para detecção defraudes Cyber Security Aplicações para participação do Consumidor... TRANSFORMANDO a energia inteligente EM REALIDADE Núcleos de baixa urbanização Contexto sócio econômico desfavorável Incidência de Fraudes Incidência de perdas elétricas Smart Grid: compreensão dos requisitos específicos de cada concessionária

22 TRANSFORMANDO a energia inteligente EM REALIDADE Qualidade do Serviço Alta densidade de clientes Presença de cargas críticas Baixos indicadores de qualidade Dificuldade de deslocamento de equipes Rede de sensores precursores de faltas Monitoramento de grandezas elétricas Monitoramento de riscos (atmosféricos, arborização) Auto reconfiguração Load shedding Load shifting Despacho inteligente de equipes... Smart Grid: compreensão dos requisitos específicos de cada concessionária

23 Reflexão CPqD SMART GRID COMPREENDER OS REQUISITOS LOCAIS – BRASIL Orientar a Construção da Eficiência Sistêmica com as dimensões Tecnológicas e Não Tecnológicas RECONHECER OS REQUISITOS ESPECÍFICOS DAS EMPRESAS Orientar a evolução a partir dos maiores valores específicos de cada concessionária TRANSFORMANDO a energia inteligente EM REALIDADE

24 Contribuição do CPqD

25 Dimensão Tecnológica Redes de Medidores e Sensores Comunicação Digital Protocolos de Comunicação / Interoperabilidade Segurança da Informação Cyber Security Soluções Multimídia Sistemas de Suporte à Operação de Negócio Geoprocessamento, Atendimento a Clientes, Billing, Gerência de Ativos Gerenciamento da Decisão Contribuição do CPqD

26 Dimensão Mercadológica Contribuição do CPqD P&D Ensaios (INMETRO, ANATEL, RBC) Testes de interoperabilidade Testes Sistêmicos / Piloto Transferência de Tecnologia Suporte a concessionárias ou fabricantes (através do uso de recursos incentivados, como Lei de Informática, FINEP, FAPEMIG, ANEEL e outros)

27 Dimensão Sócio Econômica Contribuição do CPqD Condução de programas multiagentes Metodologias de apoio

28 Requisitos Locais Contribuição do CPqD Geração de Valor Tecnologias Apropriadas

29 Smart Grid na Visão do CPqD Novo Paradigma Centrada no Cliente Tecnologia Apropriada TRANSFORMANDO a energia inteligente EM REALIDADE

30 Projetos Smart Grid CPqD ELETROPAULO (2 Projetos – DLIR/DRC ) Arquitetura e Prova de Conceito Desenvolvimento de Plataforma de Comunicação LIGHT ( 5 Projetos - DLIR/DRC/DTS ) Medidores Eletrônicos, Gateways de Telecom e Display Automação Subterrâneo (Algoritmos e SW Automação) Automação Aéreo (Algoritmos e SW Automação) Interação com Consumidor e IP Armazenamento de Energia e Veículo Elétrico CEMIG ( DLIR/DRC/DTS/DSSO/DSIN ) Automação de Rede (Algoritmos e SW Automação) Gateways de Telecom Aplicações Associadas ao Centro de Medição Web Site Prova de Conceito Modelo Funcional ELETROBRAS ( DLIR/DRC/DTS/DSB ) Integração de Tecnologias Portal e Interação com Consumidor Prova de Conceito Modelo de Referência ABRADEE ( DRC/DSSO/DLIR/DTS ) Definição de Funcionalidades e Requisitos para Smart Grid – Foco em Telecom, TI e Interoperabilidade ENERGISA (DRC/DLIR ) Subestações Inteligentes – IEC 61850

31 Luiz Hernandes (19)


Carregar ppt "A atuação do CPqD no desenvolvimento das Redes Inteligentes no Brasil FIEMG 29/07/2011."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google