A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Brasília, 30 de novembro VII Encontro de Associados da APINE Investidores e o Governo INVESTIMENTO EM GERAÇÃO: Manoel Arlindo Zaroni Torres.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Brasília, 30 de novembro VII Encontro de Associados da APINE Investidores e o Governo INVESTIMENTO EM GERAÇÃO: Manoel Arlindo Zaroni Torres."— Transcrição da apresentação:

1 Brasília, 30 de novembro VII Encontro de Associados da APINE Investidores e o Governo INVESTIMENTO EM GERAÇÃO: Manoel Arlindo Zaroni Torres

2 2 Agenda 1.A Tractebel Energia e o Grupo SUEZ 2.Análise dos Leilões e da Expansão da Oferta 3.Perspectiva para a Expansão da Oferta 4.Aperfeiçoamentos Visando a Expansão Sustentada da Oferta 5.Conclusões

3 3 O Grupo SUEZ no Brasil: Tractebel Energia MW instalados –Maior produtor independente de energia elétrica no Brasil –8% da capacidade total do Brasil GWh produzidos em 2005 –Hidrelétricas –termelétricas à gás, carvão, óleo e biomassa Mais de 100 clientes livres colaboradores Valor dos Investimentos atuais no Brasil: US$ 3,5 bilhões

4 4 Objetivos do Setor Elétrico Modicidade Tarifária Remuneração AdequadaAssegurar a expansão da oferta

5 5 Os Leilões e a Modicidade Tarifária Base monetária: Outubro/2006

6 6 Análise dos Leilões: Visão Geral Energia existente – MW médios ao preço médio de R$ 65,96/MWh Energia Nova –6.072 MW médios ao preço médio de R$ 124,43/MWh –Apenas MW médios são proveniente de empreendimentos a construir, com a seguinte composição EstatalPrivado Hidro24%16% Termo25%35%

7 7 Análise dos Leilões: Comparação com o Plano Decenal Os leilões se mostraram eficientes para o alcance da modicidade tarifárias mas o mix das novas fontes não foi o esperado. Plano Decenal * Biomassa6% 537 MWmed Gás Natural32% MWmed Carvão Mineral10% 919 MWmed Óleo Combustível0% 0 MWmed Óleo Diesel1% 65 MWmed Leilões de Energia Nova Hidro41% MWmed Carvão Mineral16% 546 MWmed Óleo Combustível14% 471 MWmed Óleo Diesel7% 234 MWmed Gás Natural4% 141 MWmed Biomassa18% 626 MWmed Hidro51% MWmed * Expansão considerada até 2011

8 8 PIB e Demanda - Histórico -10,00 -8,00 -6,00 -4,00 -2,00 0,00 2,00 4,00 6,00 8, Varia ç ão (%) -10,00 -8,00 -6,00 -4,00 -2,00 0,00 2,00 4,00 6,00 8, Varia ç ão (%) Demanda PIB

9 9 Necessidade de Expansão da Oferta

10 10 Global –Tensão sobre os preços dos combustíveis (Petróleo ± US$65/Barril). –Impacto sobre o preço do gás em decorrência de sua globalização via GNL –Restrições climáticas com controle de emissões –Competição por capital para investimento (China, Índia,....) Regional –Necessidade de crescimento econômico não acompanhada de crescimento da infra-estrutura –Pressão sobre a demanda de energia elétrica com prioridade para atendimento da demanda interna »Importação/exportação firme é uma realidade? –Redefinições político-institucionais na América do Sul »Bolívia, Equador, Venezuela,... Contexto Atual: Global e Regional Incertezas

11 11 Brasil –Reforma política? –Reforma da previdência? –Reforma tributária? –Gastos correntes crescerão menos que o crescimento do PIB? –Quando virá o grau de Investment Grade? Setor Elétrico –Eletrobrás amplia os investimentos? –Projetos estruturantes se viabilizam no momento oportuno? –Expansão nuclear? –Usinas leiloadas não atrasam? –Maior pragmatismo para equacionar as restrições ambientais? Contexto Atual: Brasil e Setorial Incertezas

12 12 Diagnóstico da Expansão Preocupações »Desvios significativos no mix das fontes, com a presença de termelétricas economicamente ineficientes »Termelétricas podem não sustentar o despacho em caso de necessidade »Incertezas com relação aos projetos estruturantes persistem Se a expansão com base em hidrelétricas e termelétricas eficientes não está seguindo a indicação planejamento, como aproximá-los? –Ajustar o preço tetoAjustar o preço teto –Adequar a alocação de riscosAdequar a alocação de riscos –Aumentar o estoques de projetosAumentar o estoques de projetos

13 13 Conclusões Com base nas premissas assumidas, o balanço estrutural do sistema tem o equilíbrio assegurado até 2010 O mix de expansão resultante dos leilões não vem seguindo o planejado –O planejamento deveria ser um elemento indutor da expansão Eficiência econômica na expansão pode ser obtida com: –Ajuste dos tetos de preço dos leilões propiciando a adequada remuneração e cobertura dos riscos Aperfeiçoar a alocação de risco entre investidores e consumidores –Delimitação objetiva dos riscos dos investidores (ambiental, combustível e tarifa de transmissão) –Segurança jurídica Incentivos para aumentar o estoque de projetos –Mais estudos de inventário

14 14 Remuneração Adequada e Viabilização dos Investimentos Hidro GNL Carvão Gás CC Nuclear Óleo Combustível Custo por Fonte Fonte: Estudos Tractebel Energia voltar

15 15 Aspectos Sócio-ambientais –Legislação complexa - regras com margem a critérios subjetivos –Ministério Público atuando como "órgão licenciador" – Segurança Jurídica –Carência aguda das comunidades envolvidas com o empreendimento - empreendedor é visto por governos e comunidades como a solução de todos os problemas –Demandas sociais se sobrepõem a questões legais –Ação de ONG's nacionais e internacionais, de base ideológica e não técnica –Prazo para licenciamento ambiental não é respeitado pelos órgãos licenciadores Adequada Alocação de Risco (a) Definições objetivas das obrigações sociais dos investidores A Licença Prévia deve conter Cadastro dos atingidos e Obrigações sociais seguindo padrões básicos Mais pragmatismo no tratamento das questões ambientais próximo>>

16 16 Garantia de suprimento do combustível –Setor elétrico, que respaldou o GASBOL, é submetido a restrição de consumo »Geradores que não deram causa não podem arcar com esse ônus –Decreto 5.163/04, Art. 6 o, A ANEEL deverá prever as hipóteses e os prazos de indisponibilidade de unidades geradoras, incluindo a importação, ou empreendimentos correlatos, estabelecendo os casos nos quais o agente vendedor, não tendo lastro suficiente para cumprimento de suas obrigações deverá celebrar contratos de compra de energia para atender... »Agente vendedor (Gerador ou Importador de Energia) tem a responsabilidade de assegurar o seu lastro Custo de uso da transmissão –Alocar aos usuários que fazem uso mais intenso da rede as maiores tarifas de uso (intensificação do sinal locacional) –Previsibilidade das tarifas de uso sem alocar o ônus dessa medida aos geradores existentes Adequada Alocação de Risco (b) <

17 17 Hidrelétricos –Incentivo à elaboração de estudos de inventário Termelétricos –Sinalização clara e inequívoca sobre a disponibilidade de combustível –Lei do Gás –Viabilização de GNL no tempo adequado –Regulamentação da CDE para usinas a carvão mineral nacional Aumentar o Estoques de Projetos voltar


Carregar ppt "Brasília, 30 de novembro VII Encontro de Associados da APINE Investidores e o Governo INVESTIMENTO EM GERAÇÃO: Manoel Arlindo Zaroni Torres."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google