A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SOCIALIZAÇÃO Interpessoalidade nas empresas. Socialização É um processo, responsável pela construção: É um processo, responsável pela construção: Da subjetividade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SOCIALIZAÇÃO Interpessoalidade nas empresas. Socialização É um processo, responsável pela construção: É um processo, responsável pela construção: Da subjetividade."— Transcrição da apresentação:

1 SOCIALIZAÇÃO Interpessoalidade nas empresas

2 Socialização É um processo, responsável pela construção: É um processo, responsável pela construção: Da subjetividade. Da subjetividade. Da identidade. Da identidade. Dos papéis sociais. Dos papéis sociais. Da moral. Da moral.

3 1. Construção da subjetividade É da interação com o mundo externo (família e outros grupos sociais), que a pessoa construirá o seu mundo interno, a sua subjetividade.

4 2. O processo de socialização nas organizações O processo de socialização nas organizações tem como objetivo: inserir, adaptar e manter o colaborador nos padrões da cultura da organização. O processo de socialização nas organizações tem como objetivo: inserir, adaptar e manter o colaborador nos padrões da cultura da organização.

5 2. O processo de socialização nas organizações 2.1. Estágios do processo de socialização nas organizações: 1º Estágio: Pré-chegada. 1º Estágio: Pré-chegada. 2º Estágio: Encontro. 2º Estágio: Encontro. 3º Estágio: Metamorfose. 3º Estágio: Metamorfose.

6 2. O processo de socialização nas organizações 2.2. Programas de socialização para ingressantes (novos funcionários): Socialização informal. Socialização informal. Manual de integração do funcionários. Manual de integração do funcionários. Treinamento. Treinamento. Programas para funcionários antigos (para todos): Churrascos, festas, confraternizações. Reuniões. Coffee-break. Treinamentos.

7 2. O processo de socialização nas organizações 2.3. A identidade Define e identifica quem é a pessoa. Define e identifica quem é a pessoa. A identidade ocupacional é de extrema importância na qualificação profissional. A identidade ocupacional é de extrema importância na qualificação profissional. O crachá, além de ser elemento de identificar o colaborador, interfere na sua identidade civil. O crachá, além de ser elemento de identificar o colaborador, interfere na sua identidade civil.

8 2. O processo de socialização nas organizações 2.4. Papéis sociais, cargos e hierarquia Papéis sociais: posições que ocupamos na sociedade. Papéis sociais: posições que ocupamos na sociedade. Cargos: são os papéis sociais que as pessoas ocupam na organização. Cargos: são os papéis sociais que as pessoas ocupam na organização. Hierarquia: posicionamento dos cargos (papéis sociais) na organização. Define as subordinações. Hierarquia: posicionamento dos cargos (papéis sociais) na organização. Define as subordinações.

9 3. O desenvolvimento da moral e da ética nas organizações Para o psicólogo e filósofo norte-americano Lawrence Kolberg: O desenvolvimento moral se processa numa seqüência de estágios, que é a mesma em todas as pessoas, seja qual for sua nacionalidade, religião e cultura. O desenvolvimento moral se processa numa seqüência de estágios, que é a mesma em todas as pessoas, seja qual for sua nacionalidade, religião e cultura. Sua teoria comporta três níveis e cada um possui dois estágios. Sua teoria comporta três níveis e cada um possui dois estágios.

10 3. O desenvolvimento da moral e da ética nas organizações Nível I: Moralidade pré-convencional: Estágio I: Orientação para a punição e a obediência. Estágio I: Orientação para a punição e a obediência. Estágio II: Hedonismo Instrumental Relativista. Estágio II: Hedonismo Instrumental Relativista.

11 3. O desenvolvimento da moral e da ética nas organizações Nível II: Moralidade Convencional: Estágio 3: Moralidade do bom garoto, da aprovação social e das relações interpessoais. Estágio 3: Moralidade do bom garoto, da aprovação social e das relações interpessoais. Estágio 4: Orientação para a lei e a ordem, autoridade mantendo a moralidade. Estágio 4: Orientação para a lei e a ordem, autoridade mantendo a moralidade.

12 3. O desenvolvimento da moral e da ética nas organizações Nível III: Pós convencional: Estágio 5: A orientação para o contrato social democrático. Estágio 5: A orientação para o contrato social democrático. Estágio 6: Princípios universais de consciência. Estágio 6: Princípios universais de consciência.

13 3. O desenvolvimento da moral e da ética nas organizações Ao observar o comportamento da organização, pode-se detectar em qual estágio ela está. Ao observar o comportamento da organização, pode-se detectar em qual estágio ela está. As organizações têm força na construção de um mundo mais justo. A tarefa mais difícil é fazer da ética uma prática. As organizações têm força na construção de um mundo mais justo. A tarefa mais difícil é fazer da ética uma prática. A ética se constrói no processo de socialização. A ética se constrói no processo de socialização.


Carregar ppt "SOCIALIZAÇÃO Interpessoalidade nas empresas. Socialização É um processo, responsável pela construção: É um processo, responsável pela construção: Da subjetividade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google