A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Os princípios educativos que caracterizam a escola única em Gramsci. Prof. José Kuiava - UNIOESTE

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Os princípios educativos que caracterizam a escola única em Gramsci. Prof. José Kuiava - UNIOESTE"— Transcrição da apresentação:

1 Os princípios educativos que caracterizam a escola única em Gramsci. Prof. José Kuiava - UNIOESTE

2 O princípio da coerção interna da escola Gramsci nega a coerção externa da escola, mas relaciona o princípio pedagógico com o princípio regulador das relações sociais no mundo do trabalho. Gramsci escreve que o princípio da coerção, no mundo do trabalho, era justo, mas a forma que havia assumido era errada; o modelo militar tinha-se convertida em um procedimento funesto – os exércitos do trabalho falharam, em referência de Manacorda. Entretanto, Gramsci elogia o princípio da coerção utilizada pelo americanismo: Na América, a racionalização e o proibicionismo estão indubitavelmente interligados; as enquetes dos industriais sobre a vida particular dos operários, o serviço de inspeção criado por alguns industriais para controlar a moralidade dos operários constituem uma necessidade do novo método de trabalho (GRAMSCI, apud MANACORDA, 1990, p ).

3 O princípio da espontaneidade não no espontaneísmo rousseauniano, o que se traduz no abandono do jovem aos influxos casuais do ambiente, na renúncia a educar, mas num novo espontaneísmo, que significa uma nova relação entre espontaneidade e autoridade.

4 Princípio da criatividade não se trata de uma escola de `inventores e descobridores', mas de uma escola em que a recepção (aprendizagem) ocorre `por meio de um esforço espontâneo e autônomo do aluno', enquanto o professor exerce uma função de controle e de orientação amigável, como ocorre ou deveria ocorrer na universidade, aponta Manacorda. Sob a vigilância, mas não sob o controle visível do professor, escreve Gramsci.

5 O princípio da unidade da teoria com a prática este princípio sem dúvida se apresenta entre os mais profundos, significativos e complexos para a escola. Esta unidade se expressa da seguinte relação: quando a prática se torna teórica e quando a teoria se torna prática. Parece mais um trocadilho que um princípio. Sem dúvida, este é um dos maiores, se não o maior e mais complexo dos princípios pedagógicos da escola, no passado e no presente.

6 Princípio da autodisciplina intelectual a escola é um espaço, uma instituição social, um aparelho ideológico do Estado e da sociedade civil, de formação de intelectuais, os da escola clássica como intelectuais tradicionais; os da escola única, unitária e criativa como intelectuais do novo tipo, os intelectuais orgânicos, os intelectuais modernos (o técnico de fábrica). A superação da disciplina imposta e controladora exterior por uma autodisciplina intelectual teoricamente ilimitada.

7 Princípio da autonomia moral a necessidade de romper com o dogmatismo clássico – jesuítico- e com os valores contidos e expressos no folclore, restabelecendo um entrelaçamento de uma nova cultura geral humanística com a ciência e o trabalho.

8 Poderíamos ainda, apenas a título de menção sem a necessária conceituação, apontar outros princípios pedagógicos tais como o trabalho como princípio educativo; o princípio da crítica e auto-crítica; o princípio da unidade do trabalho e a ciência; o princípio da unidade do trabalho intelectual com o trabalho operacional/industrial/profissional; o princípio da democracia; o princípio da unidade permanente de pesquisa e outros mais. São temas e conceitos complexos e profundos, que merecem muita leitura, exame e reflexão. Como bem diriam os italianos: cose a fare. Para todos nós da educação pública, é claro.


Carregar ppt "Os princípios educativos que caracterizam a escola única em Gramsci. Prof. José Kuiava - UNIOESTE"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google