A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Faculdade Dom Bosco SOBRE A NATUREZA E ESPECIFICIDADE DA EDUCAÇÃO. Alunas: Andréia Polonio, Ananda Polonio, Josielli e Nayla Fabri. 2º Período de Pedagogia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Faculdade Dom Bosco SOBRE A NATUREZA E ESPECIFICIDADE DA EDUCAÇÃO. Alunas: Andréia Polonio, Ananda Polonio, Josielli e Nayla Fabri. 2º Período de Pedagogia."— Transcrição da apresentação:

1 Faculdade Dom Bosco SOBRE A NATUREZA E ESPECIFICIDADE DA EDUCAÇÃO. Alunas: Andréia Polonio, Ananda Polonio, Josielli e Nayla Fabri. 2º Período de Pedagogia

2 * A educação é um fenômeno dos seres humanos; * Diferentemente dos outros animais que se adaptam a realidade natural, o homem necessita produzir continuamente sua própria existência; * A educação é um fenômeno dos seres humanos; * Diferentemente dos outros animais que se adaptam a realidade natural, o homem necessita produzir continuamente sua própria existência;

3 * A natureza que se adapta a ele e assim se diferencia dos outros animais através do trabalho; * Trabalho material: o homem necessita de idéias os objetivos da ação, o que significa que ele representa mentalmente os objetivos reais; * A natureza que se adapta a ele e assim se diferencia dos outros animais através do trabalho; * Trabalho material: o homem necessita de idéias os objetivos da ação, o que significa que ele representa mentalmente os objetivos reais;

4 * Trabalho não-material: trata-se da produção de idéias, conceitos, valores, símbolos, hábitos, atitudes, habilidades; * O que não é garantido pela natureza tem que ser produzido historicamente pelos homens; * Trabalho não-material: trata-se da produção de idéias, conceitos, valores, símbolos, hábitos, atitudes, habilidades; * O que não é garantido pela natureza tem que ser produzido historicamente pelos homens;

5 * O trabalho educativo é o ato de produzir em cada indivíduo singular; * A educação não se reduz ao ensino; * O trabalho educativo é o ato de produzir em cada indivíduo singular; * A educação não se reduz ao ensino;

6 * A educação sem sua identidade própria, não seria possível sua institucionalização; * A escola é uma instituição cujo papel consiste na socialização do saber sistemático; * A educação sem sua identidade própria, não seria possível sua institucionalização; * A escola é uma instituição cujo papel consiste na socialização do saber sistemático;

7 · Em grego temos três palavras referente ao fenômeno do conhecimento: Doxa, que significa opinião,saber próprio do senso comum, Sofia, é a sabedoria fundada numa longa experiência da vida, e Episteme significa ciência,conhecimento metódico e sistematizado ;

8 * O conhecimento que produz palpites, não justifica a existência da escola; * A sabedoria baseada na experiência de vida dispensa e até mesmo desdenha a experiência escolar; * O conhecimento que produz palpites, não justifica a existência da escola; * A sabedoria baseada na experiência de vida dispensa e até mesmo desdenha a experiência escolar;

9 * A escola existe para proporcionar a aquisição dos instrumentos que possibilitam o acesso ao saber elaborado; * Conteúdo fundamental da escola elementar: ler, escrever, contar, os rudimentos das ciências naturais e das ciências sociais; * A escola existe para proporcionar a aquisição dos instrumentos que possibilitam o acesso ao saber elaborado; * Conteúdo fundamental da escola elementar: ler, escrever, contar, os rudimentos das ciências naturais e das ciências sociais;

10 * Currículo é o conjunto das atividades desenvolvidas pela escola, diferenciando de programas ou elencos de disciplinas; * Na escola encontra tempo para todo tipo de comemoração, mais pouca coisa é feita para a transmissão- assimilar de conhecimento sistematizado;

11 * Com o currículo, a escola tornou-se um mercado de trabalho disputadíssimo pelos mais diferentes tipos de profissionais, e a partir daí opera-se uma nova inversão; * A escola neutraliza-se, por outro caminho, o seu papel no processo de democratização; * Com o currículo, a escola tornou-se um mercado de trabalho disputadíssimo pelos mais diferentes tipos de profissionais, e a partir daí opera-se uma nova inversão; * A escola neutraliza-se, por outro caminho, o seu papel no processo de democratização;

12 * Gramsci escreveu uma passagem que diz assim: [...] Toda escola unitária é escola ativa, se bem que seja necessário limitar as ideologias libertárias nesse campo [...]. Ainda se está na fase romântica da escola ativa, na qual os elementos da luta contra a escola mecânica e jesuítica se dilataram morbidamente por causa do contraste e da polemica: é necessário entrar na fase clássica, racional, encontrando nos fins a atingir a fonte natural para elaborar os métodos e as formas [Gramsci, 1968, p.124].

13 * Conceito abrangente de currículo: organização do conjunto das atividades nucleares distribuídas no espaço e tempo escolares; * Para existir a escola não basta a existência do saber sistematizado, é necessário viabilizar as condições de sua transmissão e assimilação; * Conceito abrangente de currículo: organização do conjunto das atividades nucleares distribuídas no espaço e tempo escolares; * Para existir a escola não basta a existência do saber sistematizado, é necessário viabilizar as condições de sua transmissão e assimilação;

14 * Ensino-aprendizagem: compreende o equivoco da Escola Nova em relação ao problema da atividade e da criatividade; * A critica ao ensino tradicional era justa, na medida em que esse ensino perdeu de vista os fins, tornando mecânicos e vazios de sentido conteúdos que transmitia;

15 * A Escola Nova tendeu a classificar toda transmissão de conteúdo como mecanismo e todo mecanismo como anticriativo, assim como todo automatismo como negação da liberdade; * Automatismo: condição da liberdade e que não é possível se criativo sem dominar determinados mecanismos; * A Escola Nova tendeu a classificar toda transmissão de conteúdo como mecanismo e todo mecanismo como anticriativo, assim como todo automatismo como negação da liberdade; * Automatismo: condição da liberdade e que não é possível se criativo sem dominar determinados mecanismos;

16 * Só se aprende, de fato, quando se adquire uma disposição permanente, dito de outra forma, quando o objeto de aprendizagem se converte numa espécie de segunda natureza; * A expressão segunda natureza é sugestiva justamente porque, quem sabe ler e escrever considera esses atos como naturais; * Só se aprende, de fato, quando se adquire uma disposição permanente, dito de outra forma, quando o objeto de aprendizagem se converte numa espécie de segunda natureza; * A expressão segunda natureza é sugestiva justamente porque, quem sabe ler e escrever considera esses atos como naturais;

17 * As coisas acontecem como se tratasse de uma habilidade natural e espontânea, e no entanto trata de uma habilidade adquirida e, frisa não de modo espontâneo; * Adquirir um habitus significa criar uma situação irreversível, para isso é preciso ter insistência e persistência; * As coisas acontecem como se tratasse de uma habilidade natural e espontânea, e no entanto trata de uma habilidade adquirida e, frisa não de modo espontâneo; * Adquirir um habitus significa criar uma situação irreversível, para isso é preciso ter insistência e persistência;

18 * Não é por acaso que a duração da escola primaria é fixada em todos os países em pelo menos quatros anos, isso indica que esse tempo é o mínimo indispensável; * Na escola básica, que a identificação e o reconhecimento dos mecanismos supõe uma continuidade que se estende por pelo menos mais três anos; * Não é por acaso que a duração da escola primaria é fixada em todos os países em pelo menos quatros anos, isso indica que esse tempo é o mínimo indispensável; * Na escola básica, que a identificação e o reconhecimento dos mecanismos supõe uma continuidade que se estende por pelo menos mais três anos;

19 * A criança passará a estudar ciências naturais, história, geografia, aritmética através da linguagem escrita, isto é, lendo e escrevendo de modo sistemático; * Pela mediação da escola, acontece à passagem do saber espontâneo ao saber sistematizado, da cultura popular à cultura erudita; * A criança passará a estudar ciências naturais, história, geografia, aritmética através da linguagem escrita, isto é, lendo e escrevendo de modo sistemático; * Pela mediação da escola, acontece à passagem do saber espontâneo ao saber sistematizado, da cultura popular à cultura erudita;

20 * O acesso a cultura erudita possibilita apropriação de novas formas por meio das quais se podem expressar os próprios conteúdos do saber popular, cabe, pois, não perder de vista o caráter derivado da cultura erudita em relação à cultura popular, cuja primazia não é destronada. * O acesso a cultura erudita possibilita apropriação de novas formas por meio das quais se podem expressar os próprios conteúdos do saber popular, cabe, pois, não perder de vista o caráter derivado da cultura erudita em relação à cultura popular, cuja primazia não é destronada.


Carregar ppt "Faculdade Dom Bosco SOBRE A NATUREZA E ESPECIFICIDADE DA EDUCAÇÃO. Alunas: Andréia Polonio, Ananda Polonio, Josielli e Nayla Fabri. 2º Período de Pedagogia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google