A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Transtornos. As alterações mais importantes da função intestinal, em relação à evacuação das fezes, é a obstipação (prisão de ventre) e a diarréia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Transtornos. As alterações mais importantes da função intestinal, em relação à evacuação das fezes, é a obstipação (prisão de ventre) e a diarréia."— Transcrição da apresentação:

1 Transtornos

2 As alterações mais importantes da função intestinal, em relação à evacuação das fezes, é a obstipação (prisão de ventre) e a diarréia

3 DIARRÉIA A diarréia envolve tanto um aumento da motilidade do TGI quanto uma redução na absorção de líquidos, e desta forma perda de eletrólitos

4 TIPOS DE DIARRÉIA DIARRÉIA AGUDA-DIARRÉIA AGUDA-início súbito de emissão de fezes líquidas, acompanhada de fraqueza, flatulência, dor abdominal, podendo coincidir com a presença de vômitos e febre. DIARRÉIA CRÔNICA-DIARRÉIA CRÔNICA- persistente c/ emissão de fezes não moldadas.

5 ETIOLOGIA DA DIARRÉIAS Diarréia aguda Infecções parasitárias: giardíase e amebíase Agentes infecciosos e toxinas produzidas por eles Induzida por fármacos: teofilina,reserpina Origem alimentar Fatores psicológicos: ansiedade Na maioria dos casos não se identificam os agentes causais

6 ETIOLOGIA DA DIARRÉIAS Diarréia infecciosa Adulto: causa bacteriana Criança:causa viral Bactérias envolvidas: Bactérias envolvidas: Salmonella Shigella Escherichia coli Campylobacter jejuni Staphylococcus aureus Clostridium perfringens Vibrio parahaemolyticus Na maioria dos casos não se identificam os agentes causais

7 ETIOLOGIA DA DIARRÉIAS Exemplo: Se após 12-24h surgir diarréia num grupo de pessoas que tenha ingerido o mesmo tipo de alimentosSalmonelose Dores fortes peri-umbilicais, vômitos e diarréia, são típicas de gastro-enterites virais; duram 2-3 dias e são auto-limitadas. A sintomatologia pode ajudar a identificar a fonte do problema

8 DIARRÉIA INDUZIDA POR FÁRMACOS 1. Efeito irritante do fármaco 2. Alteração da flora intestinal

9 DIARRÉIA CRÔNICA Resulta de múltiplos fatores, sendo de difícil diagnóstico. Doentes que apresentem diarréia persistente ou recorrente, o prodfissional deverá remetê-los para o médico

10 Etiologia: IATROGÊNICAS: fármacos magnésio antibióticos citostáticos anti-helmínticos, agentes pró-cinéticos, agonistas colinérgicos PGs, secreções de tumores carcinóides, laxantes

11 Má-absorção: com esteatorréa inflamatórias: doença de Crohn, colite ulcerativa necróticas : enterocolite necrosante psicogênica dietética, osmótica Etiologia

12 Diarréias Consequências: Desidratação e perda de eletrólitos íleo paralítico, arritmias cardíacas Recém-nascidos – água 75% do peso corporal total Diarréia grave- 10% ou mais de perda de peso Após 8 a 10 episódios de diarréia em 24 hr uma criança de 2 meses pode perder líquido suficiente para colapso e circulatório e insuficiência renal Indivíduos saudáveis normalmente melhoram em 24 a 48 hrs

13 Diarréia diabetes Abuso de laxantes Incontinência fecal (impactação fecal) síndrome de má absorção sindrome de intestino irritável AIDS diverticulose de ID doença inflamatória intestinal câncer de estômago, cólon hipertiroidismo

14 Determinar o agente causal Reposição hidroeletrolítica Repouso Dieta constipante - líquida por 48 horas Evitar leite por 10 dias ?? Cças- perda de peso de 5-10%- hospital sintomas de desidratação :irritabilidade, palidez, olhos fundos, oligúria, secura da boca e lingua, perda de elasticidade da pele Tratamento

15 TERAPÊUTICA Medidas não-farmacológicas Terapêutica farmacológica

16 TERAPÊUTICA NÃO FARMACOLÓGICA - I Observar sempre quando surge uma diarréia que a conseqüência mais grave é a: DESIDRATAÇÃO É fundamental a administração de líquidos e eletrólitos.

17 A desidratação intensa conduz a: sinais de agitação palidez oligúria secura da boca e língua perda da elasticidade da pele TERAPÊUTICA NÃO FARMACOLÓGICA - I

18 TERAPÊUTICA NÃO FARMACOLÓGICA -II Se a diarréia persistir por 1-2 dias, as soluções de rehidratação, não constituem base de tratamento.

19 TERAPÊUTICA NÃO FARMACOLÓGICA -III SORO CASEIRO: - 1 litro de água fervida ou filtrada; - 1 colher (de sopa) de açúcar; - 1 colher ( de café) de sal.

20 TERAPÊUTICA FARMACOLÓGICA - I Os fármacos anti-diarreicos podem ser orientados para: controle da sintomatologia desativação do agente causal controle da desidratação

21 Antiperistalticos Elixir paregorico/tintura de opio difenoxilato (Lomotil ® ) loperamida (Imosec ® ) Adsorventes Kaolim-pectina ( Kaolim ® ) bismuto policarbofila Hidroxido de aluminio Probióticos Antidiarreicos

22 Loperamida Opiáceos Anticolinérgicos Subsalicilato de bismuto Outros Octreotide Bloqueadores de canal de cálcio AINES Antidiarreicos

23 1. Agentes inibidores da motilidade gastro-intestinal Difenoxilato Loperamida Efeito antiperistáltico eficaz no alívio de cãimbras e conseqüente perda de fluídos TERAPÊUTICA FARMACOLÓGICA - II

24 Antiperistálticos – agentes antimotilidade Loperamida (4 mg inicio, 2 mg após cada defecação)- 16 mg/dia Reduz a mobilidade, reduz a duração; Diarréia com nenhum ou baixo grau de febre, sem disenteria; Não deve ser usado em crianças com menos de 5 anos. a peristalse do intestino delgado e grosso, diminui a dor permitem mais tempo para absorção de água e eletrólitos reduzem os tenesmos e a freqüência de defecação efeitos colaterais- sonolência, contra-indicada na colite pseudomembranosa, desinteria aguda Interações fármacos de ação no SNC inibidores da MAO

25 TERAPÊUTICA FARMACOLÓGICA - II 1. Agentes inibidores da motilidade gastro-intestinal Podem agravar o efeito de uma invasão microbiana por atraso na eliminação das bactérias e das toxinas pelas fezes Anticolinérgicos - Nas doses utilizadas não são muito eficazes

26 A adsorção por estes fármacos não é seletiva, podendo ser adsorvidas, várias substâncias no TGI ( não só toxinas, bactérias, e vários outros materiais nocivos, mas também nutrientes, enzimas digestivas, e alguns fármacos, etc. 2 - Agentes adsorventes TERAPÊUTICA FARMACOLÓGICA - III

27 São menos eficazes do que os inibidores do peristaltismo intestinal 2 - Agentes adsorventes Exemplo: Carvão ativado Caolim: argila de ocorrência natural a base de silicato de Al Pectina: complexo de carboidratos Atapulgite (silicato hidratado de Al e Mg ) Metil-celulose

28 atapulgita (silicato de hidróxido de Al e Mg ) (3 g inicio, 6 g após cada defecação) dose pediátrica 300 mg/defecação máximo de 2 g /dia resposta inicial em 12 horas a 19 horas pectina, Kaolim (silicato de alumínio) interferem com exames 2 - Agentes adsorventes TERAPÊUTICA FARMACOLÓGICA - III

29 SAIS DE BISMUTO- SUBSALICILATO DE BISMUTO –a) atividade antimicrobiana poderia prevenir ligação ou colonização das bactérias ao epitélio intestinal poderia ser bacteriostatico/cida –b)propriedades antisecretoras –b) propriedades antisecretoras 525 mg cada 30 minutos, maximo de 8 doses diarreia do viajante – 2 tabletes 4 x/dia por 3 semanas –escurecimento das fezes e lingua –Não usar em HIV (+) FORMADOR DE MASSA –policarbofil-resina poliacrilica hidrofilica TERAPÊUTICA FARMACOLÓGICA - IV

30 Seleção do antibacteriano Vibrio cholerae – doxiciclina ou fluorquinolona Salmonella sp – clotrimoxazol ou norfloxacina Shighella sp – clotrimoxazol ou norfloxacina Campylobacter – ciprofloxacina ou eritromicina E. coli enteroinvasiva - clotrimoxazol ou norfloxacina (alguns casos furazolidona)

31 TERAPÊUTICA FARMACOLÓGICA - V Preparação de lactobacillus e de leveduraPreparação de lactobacillus e de levedura As leveduras têm a vantagem de resistirem aos antibióticos, quando administrados concomitantemente Substituto da Flora intestinal 4. - Substituto da Flora intestinal O F.D.A recomenda uma dieta à base de iogurtes O F.D.A recomenda uma dieta à base de iogurtes

32 TERAPÊUTICA FARMACOLÓGICA - V 4 - Substituto da Flora intestinal 4 - Substituto da Flora intestinal Medicamentos com Lactobacillus acidophillus e L. bulgaricus Inibem o crescimento de microorganismos patogênicos, restabelecendo a flora intestinal saprófita Exemplo: Saccharomyces boulerdii (Floratil)- atua como normalizador da flora intestinal e anti-diarreico microgenico. Posologia: 2 cap. 2x/dia

33 Polielectrolíticos - promovem o equilíbrio eletrolítico Enzimas digestivas Outros fármacos TERAPÊUTICA FARMACOLÓGICA -VI

34 Diarreia Procurar auxilio médico quando: Não melhorou em hrs Sintomas estão exacerbados e pioraram Sinais de piora vomito severo, desidratação, febre persistente, sangue nas fezes


Carregar ppt "Transtornos. As alterações mais importantes da função intestinal, em relação à evacuação das fezes, é a obstipação (prisão de ventre) e a diarréia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google